Saltar para o conteúdo

Bloco, Robles e o seu gabinete

3 Agosto, 2018

Robles_BaseGov

Vi por aí nas redes sociais, fonte de fake news escrutínio sobre políticos, alguns dados curiosos sobre os contratos efectuados nos últimos meses, pela Câmara Municipal de Lisboa, para apoio à atividade do gabinete do Bloco de Esquerda, especificamente do agora ex-vereador Ricardo Robles.

Em média, cada cada um dos 10 assessores beneficiou de um contrato de prestação de serviços (com cabimentação orçamental já prevista para renovações até ao final de mandato) de valor superior a 120.000 EUR, conforme imagem acima retirada do website oficial base.gov.

No global, portanto, temos mais de 1,2 milhões de euros de ajustes directos.

Uma das questões que se coloca agora com a saída de especulador imobiliário Robles é saber que destino terão estes contratos, de tão específicos que eram para a pessoa em causa.

*

 

 

Anúncios
56 comentários leave one →
  1. procópio permalink
    3 Agosto, 2018 14:05

    É assim que se desmascaram os patifes. Os adjucatários, tudo boa gente.
    A câmara de lisboa é um covll onde os alibábás fazem os negócios.
    Continuem a votar neles.

    Liked by 1 person

  2. Manuel Assis Teixeira permalink
    3 Agosto, 2018 14:43

    É roubo! É um despudorado roubo! Como é que um vereadorzeco pode ter 10 acessores?? Que país é este que permite isto? Quem são os celerados que fazem leis que permitem isto? Como é que um estado falido aguenta isto? E mais grave: a esquerdofilia vai-se instalando em tudo o que departamento estatal ou local! Está a estender os seus tentaculos! Isto é grave! Muito grave!

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      3 Agosto, 2018 18:41

      Um país socialista por causa do jornalismo Marxista
      Como consequência temos a religião Política como estrutura que seca tudo à volta.

      Gostar

  3. PAIXAO AFONSO permalink
    3 Agosto, 2018 14:50

    nada disto me admira. FDP.

    Liked by 2 people

  4. Ana Maria permalink
    3 Agosto, 2018 15:03

    Um nojo, mas nada de novo. É assim que TODOS os partidos sustentam os seus quadros – por conta do erário, através de todo o tipo de contratos com autarquias, governo central, institutos públicos, sindicatos e falsas ONGs/associações culturais, que são satélites do poder.

    Liked by 1 person

    • Tiro ao Alvo permalink
      3 Agosto, 2018 21:24

      Um, dos que andam a mamar na teta do Estado, consignada ao BE, é um tal Mou que não gosta que o museu prometido para Lisboa se chame Museu das Descobertas, e que acha que todos lhe devemos pedir desculpa, não por ele ser preto, mas por que os nossos tetravós se envolveram em negócios de escravos.
      A coisa está pior do que a gente pensava.

      Liked by 1 person

  5. procópio permalink
    3 Agosto, 2018 15:06

    Não se pode falar mal de tão boa gente. Se ousarmos, somos fascistas, neoliberais , exploradores e tudo o mais. Vou eu próprio passar a apelidar-me de tais troféus, única forma de revelar uma pessoa decente.

    Liked by 1 person

    • Daniel Ferreira permalink
      3 Agosto, 2018 15:12

      Alegoria política “ensinada” noutras latitudes que espelha bem a razão de existir do BE:

      Sabem porque é que os EUA nunca sofreram um golpe de estado? Porque lá não existe nenhuma embaixada americana

      Gostar

      • 3 Agosto, 2018 23:38

        Isso mesmo, procópio.

        Dê cabo da cabeça à populaça-NADA dizendo-se isso e muito pior, que passará a ser admirado, reverenciado e invejado. Sobretudo se apresentar-se como explorador, capitalista, oportunista, com muita ma$$a, ah!, e rodeado de gajas boazonas, conselheiro (privado) de vígaros e de certos políticos, etc.

        Gostar

  6. Daniel Ferreira permalink
    3 Agosto, 2018 15:17

    Não conheci esse tal Salazar, mas quanto mais ouço falar, mais gosto dele

    Liked by 2 people

    • 3 Agosto, 2018 18:24

      Por não ter vivido sob a férula do dito, , , .
      tende a ficar quáse desculpado da afirmação produzida

      Gostar

      • 3 Agosto, 2018 23:44

        Daniel Ferreira,
        Queira honestamente conhecer a fundo e sem tendência política, o que aconteceu no regime salazarento.
        Depois, conclua.
        A seguir, opte por imaginar-se a viver num regime político e numa sociedade como aquela. Salve-se se puder.

        Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      4 Agosto, 2018 11:51

      Daniel Ferreira, não se deixe levar pela narrativa Abrilista. Essa malta que professa os tais dos horrores do estado novo e a tal da época horrível, de gente pobre e ignorante e de atraso do país.

      Gente portanto que não fundou algumas das maiores empresas nacionais ainda hoje existentes. Não foi seguramente nesta altura que se viveu a época de ourto do cinema português. Nem foi nesta época que portugueses ganharam prémios nobel da Medicina, ou que estudando durante esse período vieram a ganhar prémios nobel da literatura. Falando de literatura, não foi com certeza nesse período que se formaram alguns dos grandes nomes da literatura e das artes. Foram seguramente depois do 25 de Abril. Embora de momento seja difícil ao Daniel Ferreira pensar num vulto maior da literatura portuguesa que se tenha formado no pós 25 de Abril, isso é apenas porque o Daniel Ferreira é um preguiçoso e não quer procurar.

      E do atraso do país, nem se fala! Não foi portanto nesta altura que se desenvolveram o maior volume de obras públicas que este país já assistiu num período de (imagine-se) 40 anos. Ele foi hospitais como o Santa Maria em Lisboa, S. João no Porto, universidades como o IST em Lisboa ou o campus universitário de Coimbra ou a Cidade Universitária em Lisboa, a Ponte sobre o Rio Tejo que hoje é chamada de 25 de Abril, E a ponto da Arrábida no Porto, a esmagadora maioria da rede rodoviária nacional alcatroada, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil, barragens, o Porto de Leixões, o Estádio Nacional…

      Mas isso é coisa pequena. O importante é continuar a acreditar na narrativa abrilista que o Estado Novo foi este período horrível da história portuguesa. Não interessa que Portugal viveu piores ditaduras violentas e periodos negros sob o manto de reis e rainhas que hoje se celebram nos livros de história. O que o Daniel Ferreira tem de fazer é acreditar no 25 de Abril, pá!

      Liked by 1 person

    • 4 Agosto, 2018 12:22

      No Portugal de hoje, Salazar é a pedra de toque dos que defendem Portugal e a vida dos portugueses.
      Essa pessoas que se definem muito democratas, que criticam socialistas e até comunistas, mas que quando se fala de Salazar se arrepiam todos, ou são estúpidos ou mal intencionados. Nunca perceberam ou tentam escamotear a grandeza do estadista.

      Liked by 1 person

  7. LTR permalink
    3 Agosto, 2018 15:34

    Se fosse o Relvas, Coelho ou Cristas a malta do bloco rasgava até a cuecas.

    Liked by 3 people

    • carlos alberto ilharco permalink
      3 Agosto, 2018 16:03

      Errado, um bom elemento do BE não usa cuecas.
      Atrapalham.

      Liked by 2 people

      • 3 Agosto, 2018 23:51

        Ora, não usando cuecas optariam por arrancar pentelhos e enviá-los em envelopes com o logotipo do BE depois de os mostrarem numa sua universidade de Verão a centenas de marados concordantes com a política e procedimento adequados.

        Gostar

  8. Manuel permalink
    3 Agosto, 2018 16:16

    Será interessante publicar os assessores e respectivos concursos de todos os partidos. Não será a paz social e as lideranças que se desejam, neste caso, o delfim de Costa, Fernando Medina? Quem permite esta roubalheira? Reitero, estes partidos são problema e não solução.

    Gostar

    • 4 Agosto, 2018 00:02

      Exacto. A manjedoura está ao serviço de todos os partidos. Mas o P”S” tem abusado…
      A solução não passa pela eliminação de partidos políticos mas passaria PELA INTELIGÊNCIA, EXIGÊNCIA E INDEPENDÊNCIA (ou não-dependência já endémica) da vasta maioria dos tugas que são e sabem-se comidinhos e, não reagem.

      Já pouco me satisfaz e importa falar, escrever, numa sociedade amorfa e simultaneamente delirada, da “direita, esquerda, centro, alto, baixo”, estou cada vez mais interessado pela DIFERENÇA para atingir a QUALIDADE. Em tudo !

      Gostar

  9. Juromenha permalink
    3 Agosto, 2018 17:23

    Não há por aí uma coisa que dá pelo nome de Ministério Público?…
    Mas não devem querer que lhe interrompam a sesta…
    Grande Povo e grandes, grandessíssimas instituições….

    Liked by 1 person

  10. carlos alberto ilharco permalink
    3 Agosto, 2018 18:02

    Não se arranja uma imagem melhor que dê para publicar?

    Gostar

  11. Leunam permalink
    3 Agosto, 2018 18:03

    Isto é a ponta do iceberg!

    Vão ao blogue “Má despesa pública” se querem ficar com os cabelos ainda mais em pé´!

    Gostar

  12. procópio permalink
    3 Agosto, 2018 18:17

    LTR
    … a malta do bloco rasgava até a cuecas. Quem lhe disse que usavam cuecas?
    Não seja bota de elástico. Nunca ouviu dizer que tempo é dinheiro, coisa de que gostam.
    O pecado mora ao lado, né!
    Alguns usam destas, mas nós não temos nada com isso.
    https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRxkFzY5-FWyjLhuAH6X1gB9MMnq2FumndEFnh2uNpM2KuOkxbB

    Gostar

  13. Leunam permalink
    3 Agosto, 2018 18:23

    Esta situação da catrefada de os assessores e assessoras, para tudo e para nada pagos, já se vê, pelos otários, para não fazerem NADA de ESPECIAL, fez-me recordar uma saborosa Expressão Popular:

    “O meu moço, moço tem! ”

    e suas variantes que também conheço:

    ”O meu moço, moço tem e quando eu mando, manda ele também”

    ou esta que presumo ser algarvia:

    “Eu sô moço e tenho moço e o mê moço, moço tem; e o mocinho do mê moço já quer um moço também!”.

    Já ouvimos igualmente: “O meu criado, criado tem!”

    O Dr. Oliveira Salazar faz cá muita falta.

    Liked by 2 people

  14. 3 Agosto, 2018 18:43

    Leunam PERMALINK
    3 Agosto, 2018 18:23

    Tem razão. . .
    como viola num enterro…

    Gostar

    • 4 Agosto, 2018 12:29

      Em muitos enterros há música!
      Com respeito pelo defunto.

      Gostar

    • SRG permalink
      12 Agosto, 2018 16:49

      Realmente na 1ª Republica é que era um paraíso, mas o Salazar estragou tudo, acabando com a bagunça. Onde estão as 8oo toneladas de ouro?
      Eu respondo: nos bolsos dos actuais políticos, partidos, banqueiros e toda a troupe de avençados do actual regime.

      Gostar

  15. lucklucky permalink
    3 Agosto, 2018 18:46

    Parem de chorar pelo Salazar.
    Foi também ele que deixou o pais sem defesas intelectuais contra os Marxistas.

    Em 1973 eram quase todos pelo Marcelo Caetano. em 1974 eram quase todos por criar a Republica Popular de Portugal em variantes Chinesa, Albanesa, Cubana, Soviética…
    Este virar de casaca não diz nada de bem sobre a ditadura.

    Gostar

    • 4 Agosto, 2018 00:08

      luck,
      exacto !
      Sobretudo o primeiro parágrafo é para não esquecer.

      Gostar

    • 6 Agosto, 2018 00:02

      Quando do derrube da monarquia no dia seguinte eram todos republicanos.
      Muito tuga para não perder o acesso à “teta”, dá pinotes ideológicos.
      Ah, já agora, em novembro de 1975 a coisa não foi bem assim. Pena foi não se ter chegado a vias de facto. Tinha ficado tudo vacinado.
      O mal do tuga, é não ter tido cá um regime 100% súcialista, do tipo URSS…já tinha aprendido e não voltava a querer repetir.

      Gostar

    • SRG permalink
      12 Agosto, 2018 16:53

      É engraçado que só falam no Salazar os esquerdóides que querem justificar a m….a que se fez até hoje.

      Gostar

  16. Leunam permalink
    3 Agosto, 2018 18:50

    E muito menos de muitíssimos Portugueses no meio dos quais me não incluo!

    Gostar

  17. Leunam permalink
    3 Agosto, 2018 19:02

    A limpeza das lamas do Rio Tejo junto a Ródão custou:

    UM MILHÃO E SETECENTOS MIL EUROS.

    Quem pagou?

    Eu não o sujei!

    Gostar

  18. raCSt14CrAmirocarrola@sapo.pt permalink
    3 Agosto, 2018 19:36

    Cadeia com esta canalha, já!
    O mal que o Costa e o Medina fizeram (o Medina continua a fazer) a Lisboa, não tem perdão.
    Choça com a canalha!

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      3 Agosto, 2018 19:46

      Não é o mesmo com os outros partidos socialistas?

      do PCP ao CDS?

      Gostar

  19. Leunam permalink
    4 Agosto, 2018 00:30

    lucklucky

    Faz todo o sentido a pergunta que formula.
    Ao fim de 44 anos, olhando para a obra feita pelos partidos e os gastos despendidos, tenho para mim que foi “muita parra e pouca uva” para a grande maioria dos portugueses.

    Os pobres dizem que estão melhor, porque o tamanho da migalha é maior.
    Isto deriva do facto de os partidos sentirem necessidade de comprarem os mais simples e incultos, com o dinheiro de todos nós, na esperança do “votozinho no dia das eleições; mas para 20% da população portuguesa, a pobreza continua a ser uma realidade inegável, apesar dos Bancos alimentares contra a fome, das refeições permanentes dadas nas cantinas à população escolar, das Cáritas e todas as ONG que andam a dar o pratinho de sopa aos pobrezinhos sem abrigo (que só em Lisboa se contam por mais de 700).

    A classe média , afora os oportunistas, golpistas, e vendidos, está sufocada pelos impostos, pela a precariedade, pelo baixo salário e pela falta de esperança no amanhã.

    E os ricos, como sempre, podem dar-se ao luxo de viverem numa redoma, alheios ao desconforto e à incerteza geral que grassa por Portugal.

    Hoje, como nunca, o País vive com uma dívida ao exterior de dimensão astronómica, contraída em nome do Povo português que para o efeito nunca foi consultado.

    Quem a contraiu foram os partidos na pessoa dos seus mais altos dirigentes, esquecendo que Portugal, não produz a maior parte do que come e consome e, pior do que isso, está a esquecer e a abandonar o solo e o mar que é de onde o ser humano depende para viver.

    População rural e marítima reduzida a a quase nada. Fábricas e oficinas, idem.
    Estamos a vender “os aneis” e … alguns dedos já; e um dia, talvez não muito longínquo aparecerá alguém, inevitavelmente, a vir reclamar o sítio que lhe pertence por direito.

    Não foi esta a herança que recebemos do Estado Novo.
    Mas esta É a herança que, volvidos 44 anos, os descendentes dos apoiantes do MFA vão receber por junto.

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      4 Agosto, 2018 00:57

      “Hoje, como nunca, o País vive com uma dívida ao exterior de dimensão astronómica, contraída em nome do Povo português que para o efeito nunca foi consultado.”

      Não foram consultados?
      Os portugueses não votaram sempre em partidos favoráveis a continuado défice. Quer sejam da esquerda ou da direita socialistas?

      Gostar

  20. Augusto permalink
    4 Agosto, 2018 05:29

    Se publicar aqui as folhas referentes aos vereadores do CDS, do PCP, do PS e do PSD, então conversamos . Assim isto é tentar lançar poeira para os olhos. Vá tenham a coragem,sejam homenzinhos.

    Gostar

    • Mário Fernandes permalink
      4 Agosto, 2018 05:54

      A seu tempo e se tal se justificar.

      Nos tempos que correm é altura de publicar as folhas referentes ao hipócrita Robles.

      Tratemos agora da humidade e infiltrações. Depois veremos o que se passa com os ratos.

      Gostar

  21. Augusto permalink
    4 Agosto, 2018 07:08

    Para haver termo de comparacão, sejam homenzinhos e publiquem as restantes folhas, a justificação, é saber do que estamos a falar. Ou têm medo que se saiba quanto recebem os assessores da Assunção Cristas que nem pelouros tem., e vos saia o tiro pela culatra…

    Gostar

    • 4 Agosto, 2018 09:46

      Não há termo de comparação possível.. O que vc pede é comparar “fássistas, capitalistas, neoliberais, direitolas, do grande capital explorador e opressor” com um revolucionário justiceiro pelos explorados pela igualdade justiça social e económica com essa cáfila direitista? Vc quer comparar dos “deuses” com os “diabos” para justificar os “deuses”?

      Gostar

    • Manuel permalink
      4 Agosto, 2018 10:12

      Também concordo. A paz social é comprada com lugares criados nas fantasia dos partidos que nos depenam até à pele. Deve ser publicada a lista de todos os assessores dos vereadores da CML e quem tiver paciência que vá ver o quadro orgânico da Câmara e depois compare os rácios com Barcelona ou Paris, é escandaloso. Considerando que as empresas do regime acabaram (PT,EDP,REN, etc) a CML funciona como alternativa, onde as elites colocam os seus incompetentes filhos.

      Gostar

    • Tiro ao Alvo permalink
      4 Agosto, 2018 12:46

      Pondo de lado a malcriadez do Augusto (sejam homenzinhos) também me parece interessante e conveniente a divulgação do nome e dos vencimentos de todos os assessores dos autarcas da Câmara de Lisboa e, também, dos assessores aos membros das Juntas de Freguesia da Capital. Eu sei que a corrupção graça em muitos outros lados, mas em Lisboa atinge o auge.E por algum lugar havemos de começar…

      Gostar

      • Manuel permalink
        4 Agosto, 2018 13:55

        Não quero acreditar que o PSD e PP tenham seguido os critérios do BE, mas….vamos lá mostrar se os partidos são ou não, todos iguais. Entendo, há muito, que são todos socialistas, mas não quero ser injusto.

        Gostar

  22. Raghnar permalink
    4 Agosto, 2018 08:59

    Como se percebe a sua aversão à “austeridade”. Num país com gestão financeira rigorosa teriam de trabalhar para comer…

    Gostar

  23. Leunam permalink
    4 Agosto, 2018 15:13

    Manuel, Tiro ao Alvo e Raghnar:

    Isto não é senão e continuação moderna da “A porca da política” onde todos mamavam!
    Dela, oportunamente, o grande Mestre Rafael Bordalo Pinheiro escreveu e ilustrou há mais de 100 anos.

    Esta forma de parasitismo apenas foi interrompido pelo Estado Novo, mas com o 25 de Abril recrudesceu de forma descarada, insidiosa e generalizada, promovida quase exclusivamente pelos partidos políticos.

    Gostar

  24. André Miguel permalink
    4 Agosto, 2018 15:18

    Continuem a votar nestes merdosos, limitem-se ver a bola e beber umas bejecas ao fim de semana. Sois gado a caminho do matadouro. Não tenho pena nenhuma do que vos espera. Cada um só tem o que merece.

    Gostar

    • 4 Agosto, 2018 15:37

      E os que não votaram, não votam e não votarão nesta gentalha?

      Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        4 Agosto, 2018 20:47

        Claro que votam – quem cala consente.

        Gostar

      • 6 Agosto, 2018 00:06

        Se a abstenção desse lugar aos correspondentes lugares vazios na AR…não sendo assim, estão a deixar que os outros decidam por eles.
        Pior que cúmplices, não demonstram interesse em fazer parte de uma qualquer solução para o país.

        Gostar

  25. Vitor permalink
    4 Agosto, 2018 22:41

    é incrível o orçamento da Câmara Municipal de Lisboa. Basta fazer uma comparação com a do Porto para se ter uma noção da completa desproporção de recursos financeiros postos à disposição da CML face aos restantes municípios do país. Além do mais ainda beneficia dos investimentos e benefícios por via do governo central para Metro e Carris e CP. Parece-me incrível que isto não seja tema de campanha de algum dos múltiplos partidos que se estão a formar. A CML e as empresas dependentes têm mais funcionários do que dois ou três ministérios de média dimensão e a qualidade do serviço que proporcionam ao munícipe é muito baixa.

    Gostar

    • Tiro ao Alvo permalink
      5 Agosto, 2018 11:18

      Tem toda a razão, bastando analisar o rol das profissões dos funcionários ao serviço da Câmara de Lisboa, para se constatar que, por exemplo, são às centenas os técnicos superiores com formação em arquitectura, não se entendendo o que faz semelhante exército. E o mesmo, ou parecido, acontece com outras classes de profissionais. Uma análise deste género é fácil de fazer, bastando ter acesso aos dados que estarão ao alcance de qualquer jornalista interessado. Difícil é arranjar jornalistas interessados por estas coisas…

      Gostar

      • Vitor permalink
        5 Agosto, 2018 15:03

        talvez o JN sendo um jornal do Porto.
        Incrível como tantos arquitetos e se aprova a construção do novo edifício “Coutinho” na Fontes Pereira de Melo

        Gostar

  26. 7 Agosto, 2018 22:23

    Portanto, estamos a falar de contratos tipo este?

    http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=4569195

    Gostar

  27. Francisco G. Noné permalink
    9 Agosto, 2018 23:34

    Preocupadissimo com esses fabulosos desempregados da famigerada esquerda caviar…será que transitaram todos para o substituto?!?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: