Saltar para o conteúdo

Marcelo encontra-se finalmente com o Zé

13 Agosto, 2018

Perturbante mas indispensável este texto de João Gonçalves. Ou melhor dizendo como a trasncrição do diálogo entre José e Marcelo espelha o ponto a que chegámos.

Anúncios
25 comentários leave one →
  1. LTR permalink
    13 Agosto, 2018 12:44

    Quando o Senhor das Fotografias, noutro episódio no mesmo local (aliás, este senhor é uma sequência de episódios, todos eles mais ou menos circenses, ridículos, desprestigiantes ou tudo junto), respondeu a uma senhora e, tendando confortá-la, lhe disse “já passou”, merecia que ela lhe tivesse respondido “não passou – vai mas é começar e durar 25 anos para muitos de nós”. Podia ser que ele entendesse.

    Gostar

  2. LTR permalink
    13 Agosto, 2018 13:02

    Senhores jornalistas, não incomodem o governo com mais perguntas sobre:

    cidadãos a quem não houve resposta aos pedidos de socorro (repetido de 2017)
    por que não há ainda um sistema pronto na hora para suprimento de água e pastagens depois de 5 dias de incêndio (repetido de 2017)
    como é possível haver populações afectadas que ao fim de vários dias ainda não viram uma autoridade ou bombeiro (repetido de 2017)
    a lógica de haver GNR antes do fogo chegar e não bombeiros ao fim de dias em alguns locais (original de 2018)
    a lógica de equipes de jornalistas descobrirem coisas que mais de 1000 bombeiros mais pessoal auxiliar da proteção civil ainda não contactou ou descobriu
    a lógica de ter ambulâncias com GPS se o serviço não aceita coordenadas

    Não cansem o ministro, caso contrário ele arranca-vos o microfone das mãos. E já agora, não massacrem a Catarina com tantas perguntas sobre o silêncio absoluto sobre o algemado e sobre o senhor com mais de 70 anos com os braços marcados pela agressão para sair.

    Não nos estraguem o silêncio.

    Liked by 1 person

  3. Leunam permalink
    13 Agosto, 2018 15:28

    MORAL DA HISTÓRIA

    Estamos entregues à INCOMPETÊNCIA.

    Como seria de esperar, depois de 44 anos de indisciplina e regabofe.
    Mas daqui a 20 anos é que vai ser o caos total.

    Engenheiros que nem sabem a tabuada, Médicos que não sabem dar uma injecção, professores de fraca qualidade e deprimidos pelo comportamento dos alunos e respectivos pais, etc., etc.

    Falta de formação e indisciplina generalizadas.

    Ainda estamos nos primórdios da Incompetência e já, em apenas dois anos, há mais de cem mortos e muitos milhões de prejuízos, distribuídos por largas centenas de portugueses e ninguém é RESPONSABILIZADO.

    Se não se arrepiar caminho, será “uma bola de neve” até chegarmos à fase … Maduro.

    Oxalá esteja enganado.

    Liked by 1 person

  4. rão arques permalink
    13 Agosto, 2018 16:06

    E finalmente levou nas trombas pela grossa medida ainda curta em função de merecidas arrochadas que anda a pedir.
    Só se perdem as que caem no chão ou são abafadas pela cáfila de piquete.
    Obrigado Zé, que o teu oportuno, franco e corajoso exemplo não caia em saco roto.

    Liked by 2 people

  5. José Domingos permalink
    13 Agosto, 2018 16:08

    A ditadura a aproximar-se a passos largos. O importante á não haver mortos, principalmente se forem contribuintes.
    E o jornalixo da pocilga a cantar loas, quer dizer, o país pode arder todo, desde que não morra ninguém, a censura dos comissários politicos, nas redações não dormem.
    Em 2013 Passos Coelho foi triturado todos os dias, agora nem um pio.
    Covardes e imbecis, o país esta tramado.

    Gostar

    • LTR permalink
      13 Agosto, 2018 16:53

      Caso fosse Passos Coelho com o furo de petróleo licenciado à revelia da lei (para não dizer altamente suspeito) ou o caso “Miró II”, muitos grandoleiros apareceriam na TV durante semanas:

      “O Estado entregou a coleção de arte do Novo Banco, avaliada em 50 milhões de euros, ao fundo de investimento norte-americano Lone Star, responsável pela compra da instituição financeira em outubro de 2017, revela o jornal “Público” esta sexta-feira.”

      Liked by 2 people

  6. Juromenha permalink
    13 Agosto, 2018 17:17

    O futrica ( que labuta, sofre, sacrifica-se e tem ” o saber de experiência feito” ) e o bacharel em leis, “ornamento da sociedade” , sustentado pelo anterior.
    Perfume de outros tempos, que, vai-se a ver, são exatamente os nossos…
    Abranhos, Gouvarinhos, Sousas Netos continuam a deambular por aí – sob as designacões acuatis de marcelos, costas, cabritas, azeredos lopes “i tutti quanti”…
    Primitivos actuais , eis o nosso retrato enquanto Povo.

    Gostar

  7. Prova Indirecta permalink
    13 Agosto, 2018 17:19

    esqueceu-se ainda o Zé de lhe chapar na tromba que a mesma Lei que deu guarida á actuação musculada da GNR já existia no ano passado…

    Gostar

  8. Juromenha permalink
    13 Agosto, 2018 17:20

    “actuais”.
    Mea culpa

    Gostar

  9. carlos alberto ilharco permalink
    13 Agosto, 2018 17:22

    É um intelectual.
    Acresce que não precisa dos favores de ninguém e pode manter-se de cabeça erguida.
    Por enquanto ainda lhe deixam escrever no JN.
    A continuar assim não vai ter longo futuro.

    Gostar

  10. Procópio permalink
    13 Agosto, 2018 17:56

    A tal constituição que permite a actuação miserável da cáfila de pseudo ministros, deputados e de putadas. Chegados a este ponto, e vamos ver mais.
    A responsabilidade do celinho, ele pensa iludi-la com números circenses, tiradas senis e cuecas coloridas junto às praias fluviais a lembrar a frase de lapidar de Bertolt Brecht
    “Do rio que tudo arrasta se diz que é violento. Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem.”
    O comportamento do personagem merece desprezo e náusea.
    A chacota no seio do corpo diplomático já não é segredo.
    A situação cumpre os desígnios dos oligarcas. Destruição sistemática. Eles não cabem em si de contentes com o papel dos excrementos do 44 a exalar o seu fedor.

    Liked by 2 people

  11. 14 Agosto, 2018 02:50

    Enquanto Portugal continuar a ser governado por um PM partidariamente interesseiro, alarve-e-contentinho, por ministros como o pirolito-betinho da administração interna e presidido por um PR lírico e irresponsável,resta-nos esperar por poucos anos para “a coisa” estourar novamente.

    João Gonçalves, mais uma vez excelente. Pena ter interrompido o seu blog Portugal dos Pequeninos.

    Gostar

  12. 14 Agosto, 2018 03:00

    Um amigo telefonou-me há cerca de 1 hora: “liga para a TVI”. Aparece-me o Vitorino de Almeida, maestro-quen-não-“maestra”.
    Aguento com esforço. Em suma: Dislata patetices sobre música actual, até gosta da pimba e do Quim Barreiros. Rock (mesmo do bom) e pimba é a mesma “coisa”, “a batida”, etc.. A comunicação social (que ele sabe muito bem ter aos seu dispor) também o ostraciza. Sofre porque não lhe dão a importância que pensa merecer.
    Resultado, está novamente a fazer-se (via a tal comunicação social) aos subsídios e a contratos com autarquias para uns concertos mais conversas, comezainas “com o maestro”. E assim vai a vidinha de certos tugas.

    Liked by 1 person

    • 14 Agosto, 2018 03:04

      …Tudo isto, algo mais, e uma quase permanente –e repetida N vezes ao longo dos anos– gabarolice sobre si, com frase por demais conhecidas.
      Se calhar quer ir para o Panteão.

      Gostar

  13. 14 Agosto, 2018 09:04

    A desvergonha desta gentinha faz-me arrepiar.
    E eu que perdi o meu tempo para ir votar “nesta coisa”.
    Porca mise’ria!

    Gostar

  14. Blitzkrieg permalink
    14 Agosto, 2018 11:40

    Pérola maravilhosa de realidade, esse texto.

    Gostar

  15. JCA permalink
    14 Agosto, 2018 23:51

    .
    À margem:
    .
    Hilariante, um miudo (como dizem no futebol os veteranos), creio reporter da SIC, acaba de chegar e diz pérola para milhoes de portugueses:
    ,
    ‘acabei de chegar mas a culpa deeste incendio é dos eucaliptos’.
    .
    Azar dele, era noite, e só lá havia pinheiros ;))
    .

    Gostar

    • JCA permalink
      15 Agosto, 2018 00:22

      Deve ler-se:

      acaba de chegar à GRECIA e diz pérola para milhoes de portugueses:
      .
      sorry

      Gostar

  16. JCA permalink
    15 Agosto, 2018 00:01

    .
    O ‘eucalipto ideologico, tudo a bem da luta “contra a pobreza”
    .
    O eucalipto a unica arvore que dá lucro na floresta em 6/7 anos donde alavanca a limpeza da mata por haver rendimento é o inimigo nº 1,
    .
    ora não havendo limpeza dos matos (por não haver lucro da floresta) temos a narrativa-supositório justificativa veludo para forçar a fabricação dum consenso mais ou menos geral:
    .
    ou da reforma agraria sem ocupações à força como no Alentejo pos 25 de Abril
    .
    ou da estatização do capitalismo selvagem para unir à força o minifundio para vender latifundios.
    .
    Politicamente é assim. Sem tirar nem pôr. Donde o eucalipto é ideologico.
    .

    Gostar

  17. JCA permalink
    15 Agosto, 2018 04:30

    .
    .
    Sinteticamente, os dois triângulos da ‘industria’ dos incêndios florestais:

    Para haver incêndio é preciso o 1º triangulo:
    .
    1- Fonte de ignição (fósforo, isqueiro, artefacto pirotécnico, para-quedas incendiário e demais bem conhecidos das populações incendiadas)
    ..
    2- Oxigénio
    .

    2- Combustível

    Para se propagar é preciso o 2º triangulo:
    .
    1- Meteorologia (temperatura, humidade e vento; alta temperaturas e baixa humidade significa vegetação mais seca. O vento fornece mais oxigénio para aumentar as chamas)

    2- Topografia (inclinação e aspecto do terreno; fogo em encostas pré-aquece a vegetação acima dele que se inflama mais rapidamente; a exposição solar a sul dos declives tende a ser mais seca devido à exposição solar)
    .
    3- Combustível (arbustos e arvores)
    .

    Gostar

  18. JCA permalink
    15 Agosto, 2018 04:57

    .
    Detalhando um pouco mais a componemte COMBUSTIVEL nos incêndios:
    .
    .
    -a ‘GASOLINA FLORESTAL’, os arbustos que o criminoso usa para atear o fogo com o fósforo, isqueiro, artefacto pirotécnico, para-quedas incendiário e demais bem conhecidos das populações incendiadas:
    .
    zimbro, alecrim, silva, carqueja, tojo, urze e demais arbustos, vulgo mato.
    .
    .
    -os MAXIMIZADORES do fogo, as ’oily trees’, arvores que produzem óleos:
    .
    Acácias, Cedro, Pinheiro bravo, pinheiro manso, cipestre, Eucaliptos espécie globus (blue gum ou da tasmânia), Palmeira, Loureiro e similares
    .
    .
    -as ‘MANTENEDORAS’ do incêndio, as arvores de combustão mais lenta mas com altas temperatura:
    Sobreiro, Frutícolas, Castanheiro, Carvalho, Oliveira, Choupo, Freixo, Zambujeiro, Cerejeira, Nogueira, , Medronheiro e demais nos bosques nacionais
    .

    Gostar

  19. JCA permalink
    15 Agosto, 2018 05:22

    .
    A “industria” dos fogos florestais sugere ser contra soluções baratas mais eficazes em beneficio de contratos pomposos e multimilionários:
    .
    -Comunicações de bombeiros, telefones por satélite e por veiculo que qualquer operadora ja oferece ao publico, porque não ?
    .
    -Vigilancia e deteção 24 horas do inicio de fogos diurnos ou noturnos com drones baratos controlados por cada Autarquia ou Quartel de Bombeiros Voluntários: Porque não, se até as televisões já usam com sucesso nas reportagens em tempo real das áreas incendiadas ?
    .
    -Apagar o incêndio nas primeirissimas, sai mais barato 4 ou 5 avioes mais 100/200 bombeiros logo em cima que depois 9/10 avioes mais mil bombeiros mais gnr mais e mais durante 7/8 dias para o impossível que só a metereologia ou a chuva resolvem. Porque não ?
    .
    Somos assim tão ricos ?
    .
    O Governo e a GNR andaram bem na proteção das vidas depois da catastrofe humana beirã, vulgo pedrogao. Se desse prioridade aos bens e houvesse mortes ninguém lhe perdoaria. Não tendo sido apagado no seu inicio, a dmensão do fogo de Monchique ninguem e nada o conseguiria apagar. Também só a propria Natureza (baixa de temperatura, aumento da hunidade quiçá chuva).
    .

    Gostar

  20. JCA permalink
    15 Agosto, 2018 12:43

    .
    Para reordenar a floresta Portuguesa contra os fogos teria de se acabar com toda a floresta portuguesa ……
    .
    ou usar toneladas de ‘roundup’ para eliminar os matagais ….
    .
    ou teorizar experiências que só no tempo dos nossos netos se confimaria se tinha resolvido ou não.
    .

    Naturalmente Portugal é aquele que temos. E hoje. Não ‘o devia ser’ ou ‘se fosse’,

    Se o combate aos incendios e a proteção vidas e bens falham é porque está errado ou é concebido para um Portugal que existiria em Marte …… ou por eventuais razoes que desconheço.
    .

    Gostar

  21. JCA permalink
    15 Agosto, 2018 21:30

    .
    Alem do efeito negativo sobre o Turismo, atividades economicas locais piores e miséria para os incendiados:
    .
    Ou
    o Interior dá lucros e rendimentos salariais muito atrativos
    .
    ou
    a desertificação inevitavelmente continuará impulsionando ainda mais o abandono da floresta a matagais
    .
    A única tool operacional é um corajoso plano de redução de impostos sobre rendimentos (IRC, IRS e IVA) diferenciado numa quadricula dos concelhos do Interior que sustenha o abandono da ocupação populacional do território fixando e aliciando jovens através de lucros atrativos empresariais, postos de trabalho privados e salários interessantes.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: