Saltar para o conteúdo

Liberdade e bafio

16 Outubro, 2018

No passado dia 12 de Outubro, no Porto, a Casa do Vinho Verde encheu-se para mais uma tertúlia liberal, organizada pela Oficina da Liberdade (http://oficinadaliberdade.com/). Num país anestesiado, infantilizado e imbecilizado, as intervenções dos oradores, Daniel Bessa e Camilo Lourenço, assim como a fantástica participação da assistência com “statements” uns atrás dos outros, representaram uma lufada de ar fresco que contrastou com o bafio da choldra em que vivemos. Ali se falou que é preciso (meu resumo) devolver a liberdade aos indivíduos, objectivo que jamais será conseguido enquanto o orçamento de estado se centrar na função redistributiva, por natureza bastante susceptível à barganha de interesses e votos. Por isso, por momentos vi-me transportado para um país com remédio, ao ouvir os ilustres e os menos ilustres tocarem nos pontos fundamentais que representam a minha visão de sociedade livre. De facto, se há um programa de acção que deveria unir os liberais, ele passa exactamente pela ideia contra-natura de (des)fazer. Desfazer despesa pública e desfazer impostos.

Entretanto, o meu delírio durou pouco. Hoje, li num jornal económico que o orçamento para 2019 DARÁ mil milhões às famílias. Foi o regresso ao bafio, de que nem a comunicação social de cariz económico escapa.

Anúncios
5 comentários leave one →
  1. Leunam permalink
    16 Outubro, 2018 14:45

    “o orçamento para 2019 DARÁ mil milhões às famílias”

    Isto fez-me recordar uma velha história contada pelo meu Professor de Filosofia, já la vão uns anitos:

    Um senhor muito rico foi abordado pelo vizinho pobre, que lhe alvitra:
    – Porque é que não divide a sua fortuna com todo o Povo que é pobre?
    Respondeu-lhe o rico:
    – Para quê?
    – Queres que se faça mais um pobre?

    O dinheiro é que gera dinheiro. Investi-lo em algo de produtivo é que interessava que um bom governo fizesse.
    Não o fazendo, vão as famílias portuguesas poder comprar mais duas ou três carcaças por dia.
    E, “lá íamos vivendo”, como diria o Raul Solnado.
    Assim, NUNCA sairemos da “cepa torta” que é o que toda A ESQUERDA quer.

    Liked by 1 person

  2. procópio permalink
    16 Outubro, 2018 19:06

    As pisadas do 44 estão a ser seguidas com insistência. Coração ao alto.

    “As speculation about an ‘Italeave’ scenario has continued to fester as the budget showdown has dragged on, one reporter asked Juncker if he felt that European Union could survive an Italian exit.
    “Europe needs Italy and Italy needs Europe,” Juncker said, answering “No” when asked if Europe could survive an Italian exit.

    ” The markets are in a holding pattern. Up one day, down the next. Brexit is solved today, a mess tomorrow. There are too many shoes waiting to be dropped. And it is clear that ranges or not, no one is convinced things are at all stable.

    “Institutions withdrew $24.8 billion from BlackRock’s index and active products”.

    Desta vez não vai ser com luvas brancas, à Passos Coelho. A inocência paga-se caro.

    Gostar

  3. Rão Arques permalink
    16 Outubro, 2018 21:32

    Desancado em relação às duvidas bondosas que manifestei sobre culpas de Bruno de Carvalho, despistado quanto à seriedade de António Costa desde a primeira hora em que deu a cambalhota e face à constatação de que continua na ribalta, e ainda as duvidas que sempre manifestei relativamente a desconhecimentos do roubo e achamento das armas ao mais alto nível, incluindo suspeições até sobre o Presidente Marcelo sobre o caso, concluo honestamente que o melhor é descansar um bom bocado.
    Até ver.

    Gostar

  4. Euro2cent permalink
    16 Outubro, 2018 22:21

    devolver a liberdade aos indivíduos

    Ou então devolver a liberdade à procedência (os senadores filhos da república) e ter um estado minimamente honrado.

    Se calhar funcionava melhor para o comum dos tugas, dado que os bancos não aceitam liberdade para pagamentos.

    (Parece que isso é só para clientes premium++, e.g. de comendador CCB para cima.)

    Gostar

  5. Arlindo da Costa permalink
    17 Outubro, 2018 01:37

    O OE tanto dá às famílias como DÁ às EMPRESAS PRIVADAS e também aos INTERESSES PRIVADOS que muitos «Liberais» da Lusitânia representam.

    Até um comentador tanso da SIC (um tal Caiado Guerreiro) disse que o OE não favorece o investimento e o apoio às empresas…

    Mas que raio de liberais são esses que pensam que o Estado é a Santa Casa!?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: