Saltar para o conteúdo

Não é anticomunismo é sim uma discussão muito capitalista entre os sócios dessa rentabílissima empresa chamada Geringonça

21 Janeiro, 2019

Se bem percebo o genro do Jerónimo fazer contratos com a câmara de Loures é um horror, já o marido da ministra da Justiça ser contratado pela ministra do mar para liderar a renegociação da concessão do terminal de Sines é uma coisa que não indigna ninguém.

Não tenho qualquer dúvida que o nepotismo rima com comunismo mas aquilo a que estamos a assistir nas indignações indignadinhas do PS e do BE em torno da contratação do genro de Jerónimo de Sousa é tão só as manobras do BE a tentar correr com o PCP e o PS a ver se os amaina.

 

Anúncios
7 comentários leave one →
  1. Alberto Silva permalink
    21 Janeiro, 2019 13:27

    Não comento essa pouca vergonha.
    Só faço uma sugestão:
    – Haja alguém que ponha essa cambada toda a fazer trabalho comunitário. Portugal precisa de ação.

    Gostar

  2. 21 Janeiro, 2019 14:39

    A manjedoura estatal, municipal e não só, quase sempre recheada e ao dispor. Quando não está tão recheada, a prioridade das prioridades é alimentar as suas famiglias, depois ainda as famiglias e só então as migalhas para a populaça-NADA que come (pouco), cala, sorri-lhes alarvemente e…reelege-os ! Portanto, tem o que merece.
    Nepotismo sem trela…

    Gostar

  3. Colono permalink
    21 Janeiro, 2019 15:03

    Era para ser ” um” Cesar…. Só que de momento não tem nenhum familiar disponível.

    Gostar

  4. Rão Arques permalink
    21 Janeiro, 2019 15:34

    Marcelo, feito ajudante de camionista à tarefa não se pronuncia sobre casos concretos que caiam mal ao Costa pato bravo.

    Gostar

  5. 21 Janeiro, 2019 17:03

    Sugiro que vão ao SAPO e vejam o que o Jornal Económico revela.
    A auditoria à CGDepósitos, entre 2000 e 2015. Perdeu 1.200 milhões em créditos de risco.
    Impressionante também a lista de devedores (paga, Zé, que até te phodes !) bandidos de colarinho branco venerados pela populaça-NADA. De “socialistas” aos da “direita”, é uma lista catita — e siga o baile.
    Por isso (negócios escuríssimos, doações a partidos, etc.), sabendo da passividade (e conivência) da justiça, de governos e restantes “autoridades”, é que os gajos e gajas se encaixam em fundações, futebóis & tais.
    Um mimoso país, cativante sem dúvida para nele viver e elogiar.

    Gostar

  6. Raghnar permalink
    21 Janeiro, 2019 18:02

    Aqui um dos principais erros de Passos, ter entregue a reforma autárquica a um cacique como Relvas, incapaz de cortar onde seria necessário.

    Uma verdadeira reforma autárquica limitava, e muito, esta sangria…

    Liked by 1 person

    • José Monteiro permalink
      21 Janeiro, 2019 21:40

      Sem ‘coragem’. Neste domínio, como noutros. A Oportunidade Perdida, limitações Passos & Cia. Somos assim.

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: