Saltar para o conteúdo

Vamos então criar a estrutura intermédia, depois a inter-intermédia. depois a infra-intermédia… e sempre mais uma agora em nome das regiões

21 Janeiro, 2019

Fernando Freire de Sousa presidente da Comissão de Coordenação da região Norte: o maior problema está no facto de esta região não ter um comando estruturado e organizado. Ela vive em permanência entre um poder central e um poder municipal e local, que tem ganho algum peso em importância e capacitação, mas há qualquer coisa que falta. Já era regionalista antes de vir para a Comissão. Hoje sou mais ferozmente regionalista do que era antes. Ferozmente, porque cada vez mais convicto.

Para que é importante ter essa estrutura intermédia?
Para termos alguém com poder legítimo e responsabilidade, para conseguir fazer aquilo que tem feito falta no Norte: fixar na região os rendimentos que nela são gerados. Ao mesmo tempo permitir que esses rendimentos sejam distribuídos de uma forma equilibrada (o que não quer dizer igualitária) pelos vários territórios da região

EM RESUMO OU NOS TORNAMOS FEROZMENTE ANTII-IMPOSTOS E CRESCIMENTO DA MÁQUINA ADMINISTRATIVA OU NÃO ISTO NÃO PÁRA

Anúncios
6 comentários leave one →
  1. weltenbummler permalink
    21 Janeiro, 2019 09:33

    vale tudo no saque ao dinheiro dos contribuintes no xuxialismo anti e social-fascista

    Gostar

    • Alberto Silva permalink
      21 Janeiro, 2019 13:31

      O rapazola deve ter algum filho ou filha em idade de tacho e então precisa de o colocar à mesa do orçamento.

      Gostar

  2. Velho do Restelo permalink
    21 Janeiro, 2019 09:58

    Será que noto aqui uma ligeira animosidade Norte – Sul (leia-se Lx) ? Como se não bastassem os rótulos da “discriminação de género”, da “xenofobia”, da “xuxofobia” e do “anticomunismo” ainda vamos ter os “tripeiros” contra os “alfacinhas”, os “madeirenses” contra o “contenente” ? E o país é pequeno, olha se não fosse !!!

    Gostar

  3. Rão Arques permalink
    21 Janeiro, 2019 10:24

    NÃO FALTA UMA ESTATURA BAIXA
    Tão pequenote que apenas cresce com a própria sombra quando o sol vai rasteiro.
    De popularíssimos evito lista exaustiva, mas podemos elaborar modelos como o puríssimo Tino de Rans ou a plastificada Cristina Ferreira do telefone presidencial.
    Por onde anda a democracia, a transparência e o funcionamento sério das instituições?
    Tudo se pode aldrabar, manipular e ser permitido de modo institucional sem reservas depois deste manhoso e superior exemplo:
    Marcelo Rebelo de Sousa diz que “a vida do PSD é com o PSD” “Presidente da República recebe Luís Montenegro na segunda-feira”.
    Também a vida do PCP será com o PCP levando atrelada a melancia que nunca foi a votos, tudo em nome de vã justiça e princípios retorcidos e enxovalhados.
    Quem pede palhaços vai ao circo.

    Gostar

  4. Luis permalink
    21 Janeiro, 2019 14:14

    O poder político anda há 20 anos a engolir o sapo do referendo da regionalização. Olhem para Espanha. As regiões autonómas espanholas estão cheias de dívidas e a Catalunha é uma das piores. São ninhos de compadrio e tráfico de influências. Se tivesse ocorrido regionalização além das dívidas do poder central, das empresas públicas e do poder local teríamos ainda as dívidas das regiões e das suas empresas regionais. É isto a regionalização: mais tachos, mais dívida, mais impostos.

    Liked by 1 person

  5. JgMenos permalink
    21 Janeiro, 2019 18:01

    Mais um ferozmente dedicado a empregar família e amigos!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: