Saltar para o conteúdo

Se os títulos mais demagógicos pagassem imposto todas as crianças do mundo tinham uma infância maravilhosa

21 Janeiro, 2019

Se os mais ricos doassem 1% da sua riqueza todas as crianças do mundo podiam ir à escola

Anúncios
10 comentários leave one →
  1. JgMenos permalink
    21 Janeiro, 2019 17:59

    E quantos mamões enriqueceriam a título de serviço público e luta pela igualdade?

    Gostar

  2. Joao Rocha permalink
    21 Janeiro, 2019 19:18

    Se todos os subsidio-dependentes do mundo trabalhassem, pagaríamos menos impostos!

    Gostar

  3. Luis permalink
    21 Janeiro, 2019 19:24

    O PREC pôs o país de rastos. Logo estes esquemas vale a ponta de um corno.

    Gostar

  4. Alberto Silva permalink
    21 Janeiro, 2019 21:22

    Por causa de caganeiras como esta é que os estadistas atuais se estão cagando para o Fórum Económico Mundial.
    Venham mais Trumps para acabar com a subsídiodependência e pôr a malandragem a trabalhar para comer.
    Os governos de Esquerda pagam os votos que os sustentam com subsídios dados aos malandros, usando o dinheiro dos nossos impostos.

    Gostar

  5. A. R permalink
    21 Janeiro, 2019 23:25

    Em Venezuela isso não está a funcionar: não há professores, não há escolas, não há alunos

    Liked by 1 person

  6. Oscar Maximo permalink
    22 Janeiro, 2019 01:40

    Cheira a conversa de Malala ou do seu amigo Guterres.

    Liked by 1 person

    • Oscar Maximo permalink
      22 Janeiro, 2019 01:45

      Outra: se os países ricos não desperdiçassem comida, ninguém passava fome.

      Gostar

    • Paulo Valente permalink
      22 Janeiro, 2019 09:34

      A semelhança entre a extrema-direita e o fundamentalismo islâmico é evidente, tanto nos posts deste blog, como nos comentários.

      Gostar

  7. 22 Janeiro, 2019 10:48

    O PV está com cólicas!

    Gostar

  8. 22 Janeiro, 2019 18:08

    E os 125 milhões de euros que Berardo ficou a dever à CGD, dados pelos camaradas Santos Ferreira e Vara, seriam talvez suficientes para renovar os catamarãs avariados da Transtejo – e talvez ainda sobrasse para pagar as obras do liceu Camões. Mas essas contas, já os avençados de Proença de Carvalho não querem fazer.

    E os 210 milhões de euros que a Artlant ficou a dever à CGD, dados pelos camaradas Santos Ferreira e Vara com o alto patrocínio do camarada Sócrates, talvez fossem suficientes para resolver muitos problemas dos nossos comboios que apodrecem sob as cativações. Mas essas contas já não interessam aos avençados de Proença de Carvalho.

    E os 75 milhões de euros que a Vale do Lobo ficou a dever à CGD, dados pelos camaradas Santos Ferreira e Vara, talvez fossem suficientes para reparar as escadas rolantes que não rolam no Metro e os telhados das estações que vertem água para baldes. Mas a essas contas os avençados de Proença de Carvalho viram a cara.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: