Saltar para o conteúdo

Tomar nota

2 Junho, 2019

“Movimento Zero. Cinco mil polícias evitam intervenção nos bairros problemáticos. »Foi assim que começou em França a formação dos que hoje são designados como territórios perdidos pela República. Primeiro a policia foi criticada, diabolizada e condenada. Depois a polícia passou a entrar nessas zonas apenas em momentos especiais.  Os habitantes pediam polícia. A França mandava-lhes activistas, socióĺogos e mediadores culturais. Os habitantes e as ruas desses bairros ficaram sob o jugo de imans radicais, líderes de gangs, grupos criminosos. Hoje a polícia não só não entra nesses territórios como se discute a sua militarização. Aliás na França de Macron (note-se na França de Macron não na Hungria de Orban) os militares são cada vez mais chamados a manter a ordem nas ruas. Desautorizar as polícias tem custos. Os primeiros a pagá-los são os habitantes desses bairros ditos problemáticos. O segundo é o país no seu todo.

5 comentários leave one →
  1. Jornaleco permalink
    2 Junho, 2019 17:51

    Segundo os padres da esquerda fascista o mal não existe.

    Mas, se alguém der uma bofetada num desses da esquerda, já não é bem assim.

    Enquanto o mal recair sobre o vizinho e não sobre o da esquerda fascista, está tudo bem.

    A hipocrisia pertence totalmente à igreja do ateu. Foi aí inventada.

    P.S.:
    A Alemanha vai a caminho da França.

    O ódio contra os judeus sobe e sobe. As putas da esquerda calam-se, nada dizem, nada fazem, pelo contrário, querem ainda mais bárbaros muçulmanos a odiar judeus e cristãos, e ateus também. Eles odeiam todos que não são como eles, os insensatos bárbaros muçulmanos sem qualquer cultura digna desse nome.

    E o que é que a puta da esquerda fascista aconselha ao judeu na Alemanha? Esconder na vida pública que é judeu? Sim, um membro do governo afirmou mesmo isso, acabou de o afirmar estes dias. Até agora ninguém lhe deu uma bofetada na cara, por arrogar-se dizer tal maldade.

    E o que é que o porta-voz da Merkel, esse idiota, disse acerca do problema? Negou a existência dele. Passou para a teoria, não perdendo nem uma vírgula sobre a realidade cruel. E os jornalistas presentes? Todos cobardes e mentirosos também.

    Qualquer criança honesta sabe-o. O muçulmano odeia o judeu. É assim em França, na Alemanha, por todo o lado.

    O Guterres, o Vitorino, o Costa precisavam uma sova bem grande, nesse(s) corpo(s), esses filhas da puta. A traição é grande.

    P.P.S.:
    Entretanto o Macron sofreu uma grande derrota acerca da igreja de Notre Dame em Paris, que roubaram aos católicos, esses filhos da puta.

    Viva Ceuta. Ceuta continua a pertencer a Europa.

    Curtido por 1 pessoa

  2. santos permalink
    2 Junho, 2019 18:31

    a estupidez de quem nos governa e tambem daqueles que os elegem …

    Gostar

  3. A. R permalink
    2 Junho, 2019 20:33

    Mais sociólogos, mais tolerância, mais dinheiro, mais integração, menos polícia pois ela excita o pior nestes meninos … vai resolver. Não foia aplicada em doses suficientes: “a diversidade é a nossa força” … não esqueça

    Gostar

  4. 2 Junho, 2019 20:43

    Desautorizar a polícia é uma tolice. Ponto.
    Isso dos mediadores, dos sociólogos e dos imans protofascistas, já é outro assunto.
    O Órban não desautorizou a polícia? isso é o que veremos…

    Gostar

  5. Procópio permalink
    2 Junho, 2019 23:18

    Por cá segue-se a programação antiga.
    Longe dos nossos olhos ela muda com rapidez…

    Aguardemos os próximos tempos com interesse.

    Gostar

Deixe uma Resposta para raposotavaresbolsaemercados Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Google

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Facebook

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: