Saltar para o conteúdo

Não estou cansado, estou de férias!

9 Agosto, 2019

Tenho andado afastado do comentário e não é por eu estar em férias. Quer dizer: eu estou de férias. É, sim, por os leitores estarem em férias, situação que dura sensivelmente há quatro anos. Vai havendo umas interrupções nas férias dos leitores para uma indignação entre finos sobre se o primo em terceiro grau do Carlos César ainda pode ser considerado familia ou se é aconselhável não engravidar dele; lá vamos parando a festa quando se torna impreterível discutir se a miúda de dezassete anos violada por trinta e quatro sírios é na realidade uma racista intolerante a cavalgar a onda #MeToo de que 300.000€ só é prostituição quando o dinheiro acaba; entre descidas no escorrega do aquaparque vamos opinando sobre os baixíssimos números de bebés mortos por transferências motivadas por falta de pessoal médico no interior profundíssimo que é Faro; enquanto esperamos o bife com batatas fritas lá olhamos para o telefone e até mandamos uma enorme boca sobre a fumarada dos incêndios que nos perturba a refeição; mas, tirando essas pausas para café, lá vamos vivendo as nossas férias com a certeza de que, a completar quatro anos, ainda nos resta outro tanto para terminar a merecida paragem da azáfama que é ser português.

Os temas nacionais de grande importância, para quem tem andado distraído, são o Julho mais quente que há memória desde a erupção do Vesúvio, o quão Trump é feio e gordo, a forma como Bolsonaro nos vai desgraçar a plantar o eucaliptal de Leiria e o quão inadequado é o Boris Johnson em comparação com os grandes colossos continentais como Guterres, Centeno, Juncker e, porque não?, o nosso porto seguro, António Costa. Também discutimos quantas vezes um cérebro Mortágua caberia no crânio da Greta Thunberg, se a eleição de um, dois ou três deputados da IL permitiria a mudança do país para um paraíso sem “o preço certo em euros” com Fernando Mendes e, sobretudo, discutimos se o crescimento do feminismo das quotas é por carência de anti-depressivos ou por factores ambientais como a homossexualidade de armário dos maridos e ex-maridos. Enfim, temas interessantes, não como aquelas coisas aborrecidas como a sustentabilidade da segurança social ou a substituição do sistema de ensino por uma igreja apostólica de calhaus iletrados com mestrado.

É por isso que tenho andado afastado. É que, tal como vós, estou de férias.

8 comentários leave one →
  1. André Silva permalink
    9 Agosto, 2019 10:55

    Hahahaha, muito bom, como sempre!

    Gostar

  2. Expatriado permalink
    9 Agosto, 2019 11:14

    Excelente retrato do que é o português…
    Já agora, esta coisa dos combustíveis, é uma manobra para promover o turismo interno. Estimula a visita a locais nunca antes vistos na caça ao tesouro liquido. O tal “ouro negro”…

    Gostar

    • lino permalink
      9 Agosto, 2019 11:23

      Também serve de treino para nos habituarmos aos tempos de reabastecimento quando o carro eléctrico for obrigatório.

      Gostar

  3. Expatriado permalink
    9 Agosto, 2019 11:29

    As filas vão diminuir até segunda–feira. Os preços de combustível vão baixar 4 cêntimos… A TV dixit!!

    Gostar

    • Carlos Rosa permalink
      9 Agosto, 2019 20:46

      O pessoal não precisa de ir para a fila bomba no fim de semana porque na 2ª feira é mais barato.
      Quando o Costa já desce tão baixo, deve estar em apuros, coitado.

      Gostar

  4. JP Ribeiro permalink
    9 Agosto, 2019 18:58

    E com isto estragou-me as férias, foi o que foi…

    Gostar

  5. Carlos Rosa permalink
    9 Agosto, 2019 20:47

    O pessoal não precisa de ir para a fila da bomba no fim de semana porque na 2ª feira é mais barato.
    Quando o Costa já desce tão baixo, deve estar em apuros, coitado.

    Gostar

  6. 12 Agosto, 2019 09:53

    Grande Vitor.
    Também tenho estado de férias do mundo.

    Não tenho o seu talento de escrita mas também vi algo que resume “o meu mundo”.

    Pela primeira vez vou torná-lo público. Não por mim, nem por opinião minha que nada interessa a quem quer que seja mas por esse mundinho lindo que vi e que só existe por cordão sanitário do outro. Desse, do qual o Vitor e também eu tirámos férias- o real que está na berra,

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: