Saltar para o conteúdo

A escola, fábrica socialista de desigualdades

10 Dezembro, 2019

Nuno Crato: É curioso que a flexibilidade, o menosprezo pela avaliação externa e o desinteresse pela exigência dos manuais escolares seja apresentado como forma de reduzir as desigualdades educativas. Não: é exatamente o contrário. Portugal foi citado no relatório oficial do PISA 2015 como sendo um dos raros (2) países/regiões que conseguiram simultaneamente melhorar os resultados globais e reduzir o número de alunos considerados “low performers” (vol. 1, p. 266).

Infelizmente, as percentagens de alunos com extremas dificuldades, que de 2012 para 2015 tinham melhorado em todos os três domínios do PISA, agravaram-se de 2015 para 2018. Os alunos com extremas insuficiências passaram de 17,4% para 20,2% em Ciências, de 23,8% para 23,3%, em Matemática, o que é uma ligeira melhoria, e de 17,2% para 19,6% em Literacia.

5 comentários leave one →
  1. Procópio permalink
    10 Dezembro, 2019 10:14

    Tirando os cofres recheados das famiglias não há lugar que resista à falência de qualquer tipo de intervenção xuxialista. A educação pública, por mais que disfarcem, está mal.
    De resto faz todo o sentido. Quanto mais ignorantes maos votam neles.
    Os verdadeiros socialistas como Salgado Zenha eram poucos e já foram.há muito.
    Hoje existe uma escumalha no topo descendente do 44, enfeitados com berloques prontos para a brincadeira enquanto os deixarem. Tal como acontece com os podemos, dinheiro não lhes falta. Donde virá?
    Os vendidos da comunicação social ajudam à festa. Até agora está-lhes a correr bem.
    Não há bem que sempre dure.

    Gostar

  2. Velho do Restelo permalink
    10 Dezembro, 2019 18:34

    O Kosta hoje resumiu muito bem o problema :
    – Rio quer chumbar quem não sabe.
    – Kosta quer passar todos.

    Claro, o PS já demonstrou que não é preciso estudar para se “sacar” uma licenciatura, e até chegar a 1º ministro!

    Basta ter o PS Card, e seguir a cartilha do Largo do Rato, e não lhe faltarão bons tachos.

    Gostar

  3. Jornaleca permalink
    11 Dezembro, 2019 15:46

    É típico para os membros e elementos da esquerda fascista falar de maneira complicada. Quanto mais torto, complicado, pensam eles, mais inteligentes. Nada mais errado!!

    E se esse asno Nuno Crato consultasse os pais dos alunos? A sério? E os respeitasse?

    O Nuno asno Crato já deu alguma vez aulas a alunos?

    Nenhuma pessoa inteligente pode estar num partido, como este PeeeSSeeee. Impossível. Não há partido mais injusto, do que este PeeeSSee. O resto da esquerda ainda é pior.

    A segurança nas escolas, dos professores e dos alunos, é muito simples em assegurar.

    A melhor educação nada custa, nem um tostão.

    Seria bom ligar o ordenado dele ao resultado anual do melhoramento dos alunos. E vice versa.

    Nuno Crato é um banana que ninguém precisa nessa posição. Ele nada percebe de igualdade e desigualdade. Nadinha.

    Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    11 Dezembro, 2019 19:43

    Escola boa era a do tempo de Salazar. Aquilo é que era uma fábrica de igualitarismo, comunismo e o camandro!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: