Saltar para o conteúdo

Um título para esquecer

2 Janeiro, 2020

OBSERVADOR: Agressões entre médico e utente por causa de baixa médica

11 comentários leave one →
  1. Albano Silva permalink
    2 Janeiro, 2020 15:44

    Creio que o jovem tinha razão em entender que necessitava de baixa médica, pois que o seu comportamento no consultório é claramente indicioso de sofrer de “esgotamento nervoso”. Pena é que não passe por um tempito de reclusão, psiquiátrica ou outra, como início de cura. Acho que o ajudava.

    Gostar

    • 2 Janeiro, 2020 16:49

      Agora chama-se “burnout”, e a melhor terapia para estes casos de agressão a médicos e professores, é a moca de Rio Maior, ou em alternativa um taser !
      Pessoalmente preferia uma 6.35, mas as paredes do consultório podem ser finas e ainda ia ferir algum inocente …

      Liked by 1 person

  2. Vitor permalink
    2 Janeiro, 2020 17:03

    Do meu ponto de vista, algo adequado seria:
    1) inibição de aceder aos serviços do SNS durante xxx meses/anos. (no caso de necessidade de tratamento urgente pagamento de todas as despesas)
    2) inibição de receber prestações sociais (RSI, subsidio desemprego, baixa medica…) durante xxx meses/anos. Caso tenha filhos a cargo eventuais prestações sociais a receber serão geridas por um assistente social sem nunca ser possível entregar dinheiro ao infrator.

    Liked by 2 people

    • 2 Janeiro, 2020 21:54

      Demasiado complicado ! Foram soluções desse tipo que nos colocaram neste pântano !
      Mais valia criar uma comissão para analisar o problema …
      Este rufia agrediu ou tentou agredir 3 médicos à conta desta “baixa” !
      Andou a saltar dum centro de saúde para outro porque todos lhe recusavam a balda !
      Só quando a notícia apareceu na TV se soube do CV do animal !
      O sistema informático do SNS nem a história clínica da malta regista (digo eu que sou má língua), quanto mais o “cadastro” comportamental dos maus utentes 🙂

      Gostar

  3. Zé Manel Tonto permalink
    2 Janeiro, 2020 17:33

    Não está bom para trabalhar, mas está bom para andar ao murro.

    Gostar

  4. lucklucky permalink
    2 Janeiro, 2020 18:36

    É o jornalismo que se faz agora. Alguém agredido e/ou morto é um “civic sparring”

    https://pjmedia.com/instapundit/353376/

    Para o NYT quem ataca a embaixada dos EUA em Baghdad são “mourners” – enlutados

    Para os jornalistas do Washington Post morreu de um “austere religious scholar” quando o lider do Estado Islâmico foi morto.

    Liked by 1 person

  5. A. R permalink
    2 Janeiro, 2020 21:03

    O título é de tal forma aberrante que pode ser igual a: “rixa entre dois indivíduos”

    Liked by 1 person

  6. Weltenbummler permalink
    2 Janeiro, 2020 22:11

    morta temida anda calada que nem uma rata

    Liked by 1 person

  7. lucklucky permalink
    3 Janeiro, 2020 06:53

    Hoje o Washington Post disse do líder terrorista Iraniano morto em ataque:

    “most revered military leader”

    Liked by 1 person

  8. lucklucky permalink
    3 Janeiro, 2020 09:46

    Para não variar aqui está o repugnante artigo do Observador cheio de elogios como se obituário tivesse sido escrito pelo regime.

    https://observador.pt/2020/01/03/quem-e-qassem-soleimani-o-general-de-elite-da-guarda-revolucionaria-iraniana-morto-pelos-eua/

    Gostar

    • LDM permalink
      3 Janeiro, 2020 14:41

      O JM Fernandes que se cuide, é o Observador a caminho do socialismo …

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: