Saltar para o conteúdo

Senhora de Matosinhos

23 Janeiro, 2020

Salgueiro

A “Sábado” publica na sua edição de hoje seis páginas sobre um tema que já havia sido tratado aqui.

Da leitura da peça da revista constato que os responsáveis autárquicos não têm registo dos contratos com os seus próprios fornecedores. Conforme citação da jornalista, informam que “a Itgest não consta como fornecedora do município”. Ora, não passa de uma cortina de fumo já que a ADEIMA é uma entidade na órbita directa da Câmara, presidida pela própria Luísa Salgueiro, e cujo contrato pode ser obtido à distância de um click aqui.

ItGest

Não é de espantar que os políticos se refugiem sempre na legalidade dos procedimentos quando estão em causa questões éticas e políticas como é este caso em Matosinhos. Noutros casos é também comum ver responsáveis públicos invocar a ética imaculada quando porventura se apontam ilegalidades à sua gestão. Ou seja, a legalidade e a ética são sempre relativas e por isso desvaloriza-se cada uma delas conforme as conveniências.

Por outro lado, a oposição em Matosinhos é de uma pobreza confrangedora. Não se ouve, não actua e aparentemente apenas quando as notícias chegam aos jornais sai do conforto do seu recato. A oposição partidária funciona com base na emissão de comunicados e a oposição independente queixa-se da população por não lhe dispensar as assinaturas suficientes para uma candidatura alternativa. É curto e é choninhas.

Por fim, fiquei com uma lágrima no olho ao ler que a presidente da Câmara acha “louvável a preocupação com a ética.”

 

 

 

 

 

8 comentários leave one →
  1. Luís Lavoura permalink
    23 Janeiro, 2020 12:15

    a oposição em Matosinhos é de uma pobreza confrangedora. Não se ouve, não actua

    Pelos vistos o Telmo faz melhor oposição do que a própria oposição!

    Se o Telmo está descontente com a oposição, faça ele de oposição! Candidate-se à Câmara!

    Gostar

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      23 Janeiro, 2020 13:22

      É apenas esse o comentário que o relato de desvergonhas acima lhe motiva?

      Gostar

  2. Procópio permalink
    23 Janeiro, 2020 14:54

    “Por fim, fiquei com uma lágrima no olho ao ler que a presidente da Câmara acha “louvável a preocupação com a ética.”
    Até eu não consigo parar de chorar.
    Quando penso no que se está a passar com o 44, os amigos do 44. o primo do 44, o ddt dono do ex 44, nas meninas do 44, os amigos brasileiros, os amigoa venezuelanos, a tristeza não em fim. Ponham cobro a estas iniciativas iníquas da justiça portuguesa, mesmo ajudada por tecnologias avançadas, como a do pc avariado que sorteou o impoluto juíz.

    Gostar

  3. MJRB permalink
    23 Janeiro, 2020 15:32

    Peço desculpa se estou errado, mas se “as pessoas” elegem candidatos, é porque os eleitos são boas pessoas, honestas e competentes.
    Exemplos: a senhora presidentA da foto que me parece cativante (ai !, que pose, levava-me a um chá em Leça, carago !) e com “ética republicana e socialista”, ou o AC-DC, Sócrates e outros que fazem sacrifícios pessoais e profissionais para estarem a trabalhar pelo bem público. Bem-hajam pois, que Portugal precisa de vossas excelências !

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      23 Janeiro, 2020 18:57

      Sim, é um facto! Aquela pose explica os votos dos machos de Matosanhos, e também o gosto pelos monumentos fálicos …

      Gostar

  4. MJRB permalink
    23 Janeiro, 2020 15:46

    Não consigo montar todas (só algumas) das peças do puzzle económico, financeiro e político desde que o PGR angolano anunciou a vinda e aterrou há horas em Lisboa, para se reunir com a Gago. Por certo muitos telefonemas (sem escuta) e encontros aconteceram “ao mais alto nível” político entre Costa, costismos. Ou nas costas.
    Há que livrar tugas mega-fdp. Há que limpar o poder político-partidário — sacrifique-se se for preciso o económico-financeiro, que os tugas pagam se for preciso, não tugem nem mugem, só resmungam no sofá, “no táxi e no café”.

    Entretanto, “acordou morto” hoje de manhã um indivíduo ontem constituído arguído no caso Luanda leaks — o primeiro ?

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      23 Janeiro, 2020 17:40

      Mais valia falar com a Gaga, essa é que representa os interesses dos africanos …
      Assim ficava entretido a tentar perceber o que ela dizia, e quando se fartasse mandava-a para a pqp sem correr o risco de ser catalogado como racista !

      Gostar

      • MJRB permalink
        23 Janeiro, 2020 18:00

        A “Jo” provou, gostou, instalou-se no quero posso e mando. É mais uma que já faz parte do sistema. O Livre não se livrará da sicuta.

        Entretanto, também por causa do Luanda Leaks, o melhor que poderá acontecer ao esquema tuga será destapar só “poucochinho” e com cuidado a fossa e pôr a circular os discos ópticos para a populaça-NADA, tadinha. Caso contrário, da esquerda à direita, a merda que têm feito politicamente e nos vãos de escada em Portugal, tão ramificada tem estado “entre nós”, começa a cheirar e a manchar insuportavelmente porque posta na ventoínha.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: