Saltar para o conteúdo

O estranho mundo do acolhimento aos migrantes, imigrantes, pessoas retiradas, estrangeiros, hóspedes, refugiados, requerentes de protecção ou de asilo….

4 Maio, 2020

Estávamos portanto com os migrantes, imigrantes, “pessoas retiradas”, estrangeiros, hóspedes, refugiados, requerentes de protecção ou de asilo devidamente instalados na base da Ota quando fomos informados que alguns tinham ido para a mesquita de Lisboa e outros, a fazer fé nos jornais, estavam em fuga”: “Dezanove refugiados de hostel em Lisboa com casos de coronavírus estão em fuga”. Mas em fuga de quê ou de quem? Então os refugiados não tinham sido acolhidos exactamente porque vinham a fugir? E que sentido faz que fujam requerentes de protecção ou de asilo?… O acontecido a estas pessoas deve servir também para reflectirmos sobre as condições em que vão ser acolhidas as chamadas “crianças migrantes” que estão desacompanhadas das suas famílias nos campos das ilhas gregas. Entre o frenesi do Covid-19 passou discreta a informação que “Portugal manifestou disponibilidade para acolher crianças migrantes que estão desacompanhadas nas ilhas gregas”.

43 comentários leave one →
  1. SG Filtro permalink
    4 Maio, 2020 09:17

    ” Crianças” segundo os mesmos critérios do C.O. para os corredores de fundo etíopes ou da Fifa para os jogadores juniores do Senegal ?

    Gostar

  2. Weltenbummler permalink
    4 Maio, 2020 09:25

    o bairro cul da guida gorda
    ou multi cul turalismo

    Gostar

  3. Weltenbummler permalink
    4 Maio, 2020 09:38

    ontem foi dia da Mâe
    52 anos depois a minha continua presente diariamente

    Gostar

  4. chipamanine permalink
    4 Maio, 2020 10:32

    Muitas dessas “crianças” são uns “jovenzinhos” que sem documentação nenhuma declaram ter 17 anos.( não podem ser deportadas se forem “crianças”). Depois vai acontecer como ao dentista sueco que destacado para prestar cuidados de saúde oral a essas “crianças” ficou espantado com a “velhice” delas e cometeu o erro de dizer que todos os que tinha examinado (radiografia dentária) nenhuma era “criança” e…..foi despedido, dispensado e mandado calar

    Gostar

    • Jornaleca permalink
      4 Maio, 2020 10:56

      E não só, quase todos, pelo menos uma grande parte, nasceram no mesmo dia. Vejam lá!

      É a tal contrapartida (inoficial), para a Merkel andar a alimentar a canalha e o esterco do Largo do Rato e o jet-set socialista. Senão cortam o dinheiro e depois o Costa está lixado mais cedo.

      Eles estão completamente doidos. Deixar entrar muçulmanos para o nosso país é um crime, dos piores que se pode imaginar. Não há pior, na verdade. Veneno puro.

      Liked by 1 person

  5. Liberal de Bancada permalink
    4 Maio, 2020 12:15

    “Em fuga de quê ou de quem?”

    Devem estar em fuga dos 1500 euros por mês que o governo e as ONG dos refugiados lhes pagam para viverem à grande! Vá-se lá saber, preferem ir para países onde tenham mais perspectivas de trabalho.

    É que nem sequer se dão ao trabalho de se dedicarem à criminalidade em Portugal! Não, são mesmo ingratos! É logo a fugir para a Inglaterra…

    Gostar

  6. A. R permalink
    4 Maio, 2020 13:12

    “A retirement home in Stockholm will be converted into housing for migrants. The residents had been moved out temporarily last winter while the facility was renovated, but it has now been announced that migrants will be moved in instead. It’s not clear where the displaced elderly Swedes will be relocated.” Gates of Vienna): os nossos que se lixem. Uma noticia dizia que na OTA havia 60 pessoas 24 horas por dia a cuidar do migrantes.

    Os nossos velhos … morrem sós.

    Gostar

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      4 Maio, 2020 22:55

      Bastante trabalho que dão! São como animais, a pegarem-se por qualquer coisa. Há sempre não sei quantas nacionalidades tudo ao molho e depois reproduzem no acolhimento as guerras tribais que têm entre eles há séculos.

      Gostar

  7. Leunam permalink
    4 Maio, 2020 13:16

    Talvez estes jovens que estavam alojados no Aykibom viessem, expresso, para trabalhar na conclusão das obras da ESTAÇÃO DE METRO DE ARROIOS (já nomeadas “Obras de Santa Engrácia II).
    Obras que estão ali mesmo à porta e paradas faz anos, com enorme prejuízo para quem precisa de se servir desta Estação e de quem tinha comércios na zona.

    Apenas se sabe uma coisa:

    Muitos foram COVIDADOS.

    O que não se sabe é se antes de estarem doentes, já estavam a “soros”?

    Liked by 1 person

  8. Filipe Bastos permalink
    4 Maio, 2020 13:37

    Estas tretas são obviamente para (tentar) lavar a consciência europeia da mortandade no Mediterrâneo, e das condições atrozes nos campos de – ia escrever concentração – refugiados como Moria.

    Todos fingem que são mesmo refugiados e não migrantes económicos, ou que querem ficar num país pobretanas – mas seguro! – como Portugal, e não ir para a Alemanha ou a Inglaterra.

    Por outro lado, os que mais os criticam – quase sempre direitalhas – nasceram comparativamente em berço de ouro, na Europa, e este asco a quem nasceu com muito menos, e corre grandes riscos para ter mais, não é lá muito compatível com o “mérito” com que enchem a boca, quanto mais com os seus “valores cristãos”.

    Gostar

    • André Silva permalink
      4 Maio, 2020 13:59

      Tu também tens a boca cheia, mas é de meita, e de onde só sei é mer da.

      Gostar

    • Oscar Maximo permalink
      4 Maio, 2020 14:11

      Europeia porquê ? Pensei que paises de áfrica é que eram responsáveis por essa mortandade no mediterrãneo.

      Gostar

    • Filipe Bastos permalink
      4 Maio, 2020 14:46

      André Silva, a verdade dói mas continua a ser verdade. A hipocrisia direitalha quanto ao mérito individual e à moral cristã tresanda mais do que qualquer falso refugiado.

      Oscar, podemos não ser responsáveis, mas a Europa não é a canalha americana: temos a obrigação moral e civilizacional de ser melhores que isso. O que acontece diariamente no Mediterrâneo é uma tragédia e uma vergonha.

      Gostar

      • André Silva permalink
        4 Maio, 2020 16:48

        A verdade? Não faças ainda mais triste figura do que já é o te habitual, por isso pára de dizer mer da. Tu não sabes o que é a verdade nem que ela te bata nos cornos a toda a velocidade.
        Quanto à converseta fiada do costume sobre o “mérito individual e a moral cristã” é isso mesmo vindo de uma cloaca como a tua: converseta fiada para desviar as atenções, tipo acusa os outros daquilo que tu és antes que te acusem a ti. Tipo aquela estória da pu ta e da mãe da pu ta, algo muito similar a todo o que é esquerda, estás a ver. Já deverias saber.
        Quanto à treta da “obrigação moral e civilizacional” é mais do mesmo e isso mesmo, mais uma treta para enganar os saloios como tu. Nem eu nem ninguém tem qualquer obrigação moral ou civilizacional desse calibre, era só o que faltava. Por isso, mete-a onde mais gostares, não penses é somos todos como os otários dos teus cãomaradas.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        4 Maio, 2020 17:39

        “temos a obrigação moral e civilizacional de ser melhores que isso”

        Se a obrigação moral envolve acolher, e sustentar a vida toda, gente que não tem qualificações para trabalhar numa economia avançada, dispenso.
        A esmagadora maioria deles são semi analfabetos nas suas próprias línguas tribais, quanto mais numa língua europeia.

        Já há demasiada gente a viver à conta da segurança social.

        Digo-lhe mais. Conheço pessoas com qualificações superiores que, tendo o visto no UK a expirar, voltaram para o seu país. Conheço pessoas no UK vindas USA, Nigéria, Brasil, que estão em risco de voltar para os seus países se não encontrarem emprego.

        Conheço brasileiros, sul africanos, russos, em Portugal, que imigraram legalmente, e tiveram sempre a papelada em ordem.

        Tenho que aceitar que pessoas que cumprem as regras voltem para trás quando o visto acaba, e estes que vêm ilegais ficam, e ainda por cima vivem à minha conta?! Não! Fora com eles.

        “O que acontece diariamente no Mediterrâneo é uma tragédia e uma vergonha.”

        Tem toda a razão.
        Os traidorzecos das ONGs, que contactam com os traficantes líbios e turcos para ir buscar estes “refugiados”, e trazê-los para a Europa, têm que bater com os costados na prisão. Auxílio à imigração ilegal é crime e é uma vergonha que essa gente viole as leis abertamente e nada seja feito.

        Já agora, para meter gasolina na fogueira, se Europeus irem viver para África, contra a vontade dos povos africanos, foi chamado colonização, o que é que se chama a africanos virem para a Europa contra a vontade dos povos europeus?

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        4 Maio, 2020 18:25

        “Ler o Filipe fez-me ver que sou um triste carneirinho que tenta mascarar o seu egoísmo e hipocrisia com tretas ideológicas, tão pedestres que se tornam risíveis.

        Como não sei que responder, vou tratá-lo por tu e atirar-lhe uns insultos infantis. Por favor desça ao meu nível e insulte-me de volta, preciso de atenção! “

        Não faz mal, André Silva, desabafe à vontade. Reconhecer o problema é o primeiro passo para resolvê-lo.

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        4 Maio, 2020 18:30

        “Se a obrigação moral envolve acolher, e sustentar a vida toda, gente que não tem qualificações para trabalhar numa economia avançada, dispenso.”

        Claro que dispensa, Zé: v. dispensa contribuir para seja o que for, ou quem for, que não se chame Zé Manel Tonto.

        Mas não defendo a integração forçada dessa gente toda; pelo contrário, sou dos que acham que já cá estão a mais.

        Temos é de encontrar outras soluções, nem que seja criar-lhes um novo país. Ou acha que vão desistir de vir para cá? V. desistia?

        E nunca se esqueça, Zé: v. canta de galo porque está . Se tivesse nascido lá e tivesse de viver lá, outro galo cantaria.

        Gostar

      • Olympus Mons permalink
        4 Maio, 2020 19:16

        Filipe, Como sempre, duas palavras: André Ventura

        Gostar

      • Jornaleco permalink
        4 Maio, 2020 21:46

        @Filipe B., você é um mentiroso e um asno perfeito.

        A matéria da qual você fala, é muito bem conhecida. Só você é que continua a contar porcaria, mentiras.

        Nenhum desses illegais é pobre e nenhum muçulmano vem para aqui para trabalhar, seu cretino. Eles querem é ser alimentados por si.

        A prova que você gosta desse esterco civilizacional, é que você é malvado, tal como eles.

        Era espetar-lhe a suas mentiras atrevidas na sua cara.

        Os muçulmanos que se ajudem uns aos outros. Existem países tão ricos, e lá há muito espaço.

        Ou você mente aqui sem vergonha na cara ou mais um tema que você não sabe dominar.

        Alimente-os você sózinho. Mas pessoas profundamente falsas como você são tal igual aos novos “criminosos” e bárbaros. A diferença é mínima.

        Isto vai terminar muito mal, para você e os seus falsos amigos.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        4 Maio, 2020 21:54

        “Temos é de encontrar outras soluções, nem que seja criar-lhes um novo país.”

        Os Europeus irem criar novos países para os africanos? Isso correu muito bem da última vez.

        “E nunca se esqueça, Zé: v. canta de galo porque está cá. Se tivesse nascido lá e tivesse de viver lá, outro galo cantaria.”

        Conversa da treta.
        Os Europeus não têm melhores condições de vida por sorte. África até tem bem mais recursos naturais que a Europa.
        Dentro da Europa, os Dinamarqueses não vivem melhor que os Portugueses porque calhou.

        Por eu querer que Europa continue a ser Europa, e não é uma questão de cor de pele, é de liberdade e qualidade de vida, é que acho que quem vem de fora, só cumprindo com as regras impostas. Os outros voltem para trás.

        Eu não quero que este continente todo se torne num imenso subúrbio de Paris.

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        4 Maio, 2020 23:23

        “Por eu querer que Europa continue a ser Europa…”

        Também eu, Zé, também eu. Já lhe disse que até há imigrantes a mais. Não me confunda com um “progressista” tipo Guardian, obcecado com minorias, ‘micro-ofensas’ e outras tretas que hoje passam por esquerda.

        Para essas almas, em países como a Holanda, a Suécia ou a Noruega eu até passaria por aquilo a que chamam ‘extrema-direita’… e o que calaram no UK sobre os gangues pakis é atroz. Essa gente não tem lugar na Europa.

        V. continua a não perceber que teve zero mérito no local onde nasceu. A escolha não foi sua. E se lá nascesse e vivesse, também queria vir para cá. Temos o dever moral de os ajudar; ajudar mesmo, não apenas explorá-los como no passado. Mas ajudá-los lá longe.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        5 Maio, 2020 07:17

        “V. continua a não perceber que teve zero mérito no local onde nasceu.”

        Mas os antepassados tiveram mérito que o local onde nasci não fosse um completo shithole.

        O Filipe, que é um crente no bem comum, devia ser o primeiro a perceber isso.

        Darwin explica.

        “Mas ajudá-los lá longe.”

        O primeiro passo para ajudá-los longe, é mantê-los longe. Mandar de volta os que cá estão ilegais, e impedir mais de entrar.

        Gostar

    • 4 Maio, 2020 15:05

      Quantos dos 2 mil milhões em África e ouitros tantos na Ásia que não nasceram em “berços de ouro” como nós, quer o Felipe trazer para a Europa ?
      Com tanta conversa sobre os “mamões”, pensava que o Felipe fosse um pouquito mais inteligente…

      Liked by 1 person

      • Zé Manel Tonto permalink
        4 Maio, 2020 17:40

        Os suficientes para tornar a Europa um pardieiro terceiro mundista como África e a maioria da Ásia.
        É a típica política de terra queimada, a europa pode ficar destruída, mas pelo menos acaba-se com o malvado capitalismo.

        Gostar

      • 4 Maio, 2020 19:21

        Também não se preocupe muito com a salvação do capitalismo e os seus agentes. Não fossem eles os Grandes patrocinadores da desindustrialização do ocidente e não andassem eles de mãos dadas com a politica da terra queimada do progressismo globo-rabeta ambientalista, e a vinda do terceiro mundismo. Com isso eles estão é bem contentes. Esse também é outro equívoco daqui da malta da “direita”.

        Gostar

      • Os corruptos que se cuidem permalink
        4 Maio, 2020 20:04

        Sim, também sou todo ouvidos sobre o que será um número aceitável e se o mundo ficará melhor com esse aumento de entropia (e destruição de coesão interna) das sociedades onde são metidos à força.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        4 Maio, 2020 22:03

        mg,

        Não estou preocupado com os agentes do capitalismo, nem deixo de estar, embora prefira um sistema em que me posso tornar um desses agentes por trabalho e engenho, que por cartão partidário.

        Refiro a política de terra queimada e de invasão terceiro mundista para destruição do “malvado capitalismo”, porque a malta de esquerda só apoia imigração ilegal para países ocidentais, e de maioria branca.

        Os árabes só aceitam imigrantes legalmente, e tratam-nos abaixo de cão, e não há problema.
        Chineses idem.
        O Japão aceita muito poucos imigrantes, e os coreanos e chineses que lá vivem há quatro gerações não são considerados japoneses. A esquerda está-se cagando.

        A esquerda britânica silenciou durante mais de 30 anos os gangs paquis a violar crianças britânicas brancas, em zonas que inclusivamente até votavam Labour.
        Os amiguinhos dos refugiados são gente perigosa. Mas não me vou esquecer quem são.

        Gostar

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      4 Maio, 2020 22:57

      Se não se atirarem ao mar não morrem afogados. Mas como têm QI baixíssimo devido às altas taxas de consanguinidade que possuem, não dá para mais. E se não vierem pra cá, não ficam amontoados em campos. É simples. Aliás, simplicíssimo.

      Gostar

  9. chipamanine permalink
    4 Maio, 2020 14:05

    Portanto a China e o Partido Comunista Chinês são direitalha pois não aceitam refugiados.. Outros direitalhas fássistas são os cubanos e os venezuelanos. Não querem lá é migrantes reaccionários. A esquerdopatia vê no seu espelho a imagem dos outros.Uns mamões estes gajos , até comem o pouco cérebro que tem.

    Gostar

  10. chipamanine permalink
    4 Maio, 2020 14:08

    Isto para não falar do esquerdalho sociopata que pintava a Merkl como nazi e “derepente” a moçoila” passou a ser a acolhedora mais tolerante do mundo apesar de ser de direita.
    A bem dizer não há como dar a volta aos seus cérebros deformados.

    Gostar

    • Oscar Maximo permalink
      4 Maio, 2020 14:17

      Isso notou-se mais depois da Alemanha concordar com a ajuda a Portugal, e muito depois da alemanha pagar á Grécia para deixar entrar Portugal e Espanha na UE. E o que fez Portugal entretanto ? Toca de defender a Grécia contra a malvada Alemanha !

      Gostar

      • chipamanine permalink
        4 Maio, 2020 16:42

        É precisamente a esquerdopatia militante que tem esse tipo de comportamento. Cospe no prato de quem lhe deu comida. Uns mamões esses carroceiros que usam apenas um dos hemisférios do cérebro invejam tudo e todos e acham que todos lhes devem tudo. Melhor definição de mamão não há. Mamão é esquerdalho, esquerdopata, iluminado com a sua hipocrisia assumida de , no fundo, querer tudo o o que os outros tem ou fazem por ter, sem que ele mexa uma palha senão invejar.

        Gostar

  11. Os corruptos que se cuidem permalink
    4 Maio, 2020 20:07

    Os migrantes ocasionam despesas brutais com a necessidade de intérpretes para qualquer relacionamento com entidades oficiais ou Justiça. Isto é simplesmente uma vergonha! Uma sociedade é tanto mais coesa quanto menor diversidade tiver. É um princípio universal. Portanto, só se pode concluir (mesmo quem não acredita em conspirações) que há forçosamente uma vontade propositada de destruir as sociedades ocidentais.

    Gostar

    • Jornaleca permalink
      4 Maio, 2020 22:05

      Acresce, que os tais tradutores mentem, como o caraças. Mas só a favor dos muçulmanos bárbaros. Se alguém não for muçulmano, os mesmos tradutores, na sua grande maioria, mentem para prejudicar a esses, especialmente se se tratarem de cristãos, ateus e outros.

      Já houve muitos casos, em que muçulmanos discriminam na Alemanha, a quem não é muçulmano.

      Os custos na Alemanha para esses, dos quais nenhum é pobre, já vão nos 40 (quarenta) biliões (mil milhões) de EUR por ano. Os números exactos o governo comunista alemão não quer dizer.

      E existe agora uma verdadeira indústria, controlada pela esquerda podre, que ganha muito dinheiro, com o tráfico de ilegais ricos. A tal esquerda não o faz por gostar do ilegal. Isso é uma das maiores mentiras a circular. Só ignorantes malvados como o Filipe B. é que vão nessa. Não, eles ganham muito, muito bem, com o negócio de seres humanos. Porque a maior parte do bolo, do dinheiro que o estado gasta com esses inimigos novos, vai para à carteira da esquerda porca e enganadora.

      Para os nossos idosos não há dinheiro. Dizem, os que vão ao cu do outro.

      Mas há dinheiro para a mesquita de Lisboa (3 milhões), para os perversos que não querem trabalhar e só pensam em como furar o cu do namorado (7 milhões). Há muito dinheiro para o ambiente, para carros eléctricos, para camionetas eléctricas, e assim para a frente.

      Dinheiro há. Só para os que são verdadeiramente pobres, é que não. E agora preparam-se para matar os idosos, com um truque perverso.

      Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      4 Maio, 2020 22:09

      Se começarem a ser deportados se não falarem a língua, aprendem rápido.

      Gostar

      • Os corruptos que se cuidem permalink
        4 Maio, 2020 23:03

        Pois o problema é esse: não são deportados. E raro é o que trabalha. E mais: mesmo os que têm lojecas de venda e reparação de telelés vivem de subsídios! Alojamento cedido pelas misericórdias, subsídios para as mulheres e crianças dessa gente. Se os portugueses soubessem da missa metade…

        Gostar

  12. Albino manuel permalink
    4 Maio, 2020 22:39

    Tamanha merda só mesmo da Dona Helena.
    Experimente viver num cubículo com mais meia dúzia de marmanjos e com uns tostôes pagos pelo estado.Com a agravante de não poderem arranjar emprego. Marcham? Marcham. Para uma vida melhor em países de gente menos bruta. De lá sairam eles.

    Gostar

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      4 Maio, 2020 23:06

      Pois que vão à vidinha deles que aqui não fazem falta nenhuma! Viver em cabanas e cubículos viviam eles antes também. Ou acham que viviam em moradias? E se viviam, que vieram para cá fazer? Dos que vieram para Espanha, muitos regressaram ás terras onde diziam ser perseguidos e torturados. Lá arranjaram 5 mil euros não sei onde e pagaram aos traficantes para os levarem de volta. Qualquer dia, quando a “conjuntura” melhorar, vêm para estas bandas outra vez. Vai mais 5 mil… onde os arranjam, estes “pobres” desgraçados oprimidos?!

      Gostar

      • chipamanine permalink
        5 Maio, 2020 07:26

        O jumento sem pigmentação no cérebro acha (achismos) que os coitadinhos dos refugiados vivem coitados nuns cubiculos. Logo eles que vieram dos seus países onde tinham mansões com piscina. Ele havia de ver era a satisfação que eles tem por ter uma cama e um tecto, que mesmo naquelas condições são milhentas vezes melhor do que jamais sonharam. Além de que sofrem terrivelmente por terem pelo menos duas refeições por dia numa qualquer IPSS pois na própria terra tinham uma refeição por semana. Além disso a SS ainda providencia umas centenas de euros para “dinheiro de bolso”, Não podem trabalhar coitados ….gente habituada a trabalhar lá na sua terra são “obrigados” a não trabalhar coitados.
        Ao nível da gente bruta da terra deles afinal procuram “vida melhor” em terra de gente “menos bruta”? Entre laivos de racismo e xenofobia a falta de “pigmentação neural”, sem querer, vai demonstrando que afinal ele próprio é mais gente bruta que os da terra deles.

        Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      5 Maio, 2020 07:22

      Coitadinhos.
      Vivem à conta do contribuinte e ainda se queixam.
      Não podem trabalhar? Qual é o problema? Não foi para isso que vieram, por isso não os afecta.

      Se não gostam, podem sempre voltar para trás.

      Gostar

  13. Os corruptos que se cuidem permalink
    4 Maio, 2020 23:08

    Na Alemanha, deram com famílias sírias das tais que fugiam à guerra a ir de férias à Síria sem medo nenhum de levarem com bombas em cima. Famílias inteiras, de aviãozito. Depois digam que o “negócio” da choldrice não compensa… entretanto, já identificaram alguns e informaram-nos de que se vão de férias é porque não há risco e pode ser-lhes barrado regresso.

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      5 Maio, 2020 07:20

      A família do miudo que morreu afogado a chegar à Grécia, cuja foto foi usada para fazer o europeu lobotomizado aceitar refugiados aos milhões, foi enterrá-lo à Síria, menos de uma semana depois.

      Deviam ter um medo de lá estar, que nem imagino.

      Gostar

      • Os corruptos que se cuidem permalink
        6 Maio, 2020 01:12

        E o pai do dito vendia barcaças para os “refugas” se fazerem ao mar. Li isso do enterro, sim. Se tivesse dois dedos de testa não metia a família num barco sozinha para vir chular os Estados do bem-estar. Ele ficou por lá, a fazer mais algum com o negócio dos barcos. Vinha depois… mas não se v~e ninguém a escrever sobre isso. Nem sobre a mudança do corpo de local, lá na praia, para ficar melhor para a fotografia que havia de fazer a cabeça aos tontos.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: