Saltar para o conteúdo

De cada vez que alguém falar de identidade de género experimentem perguntar-lhe: o que é o género?

4 Setembro, 2020

A Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) que se apresenta como  “o organismo nacional responsável pela promoção e defesa desse princípio, procurando responder às profundas alterações sociais e políticas da sociedade em matéria de cidadania e igualdade de género” revela uma norme dificuldade em definir o que é o Género.

A definição apresentada no Glossário publicado pela CIG é tão prolixa quanto enredada. O Género tornou-se naquela palavra que se repete para parecer bem mas ao certo não se sabe exactamente o que é: Género: atributos e expectativas socialmente associadas a ser-se do sexo feminino ou do sexo masculino, bem como às relações entre mulheres e homens. Estes atributos, expectativas e relações são socialmente construídos, variando consoante a sociedade e o período histórico. Assim, o género abrange um conjunto amplo de representações relativas a comportamentos que condicionam o que é esperado, permitido e valorizado numa mulher ou num homem. Na maioria das sociedades, existem diferenças e desigualdades entre mulheres e homens no que diz respeito às responsabilidades atribuídas, às atividades empreendidas, ao acesso aos recursos e ao controlo sobre os mesmos, bem como às oportunidades no acesso à tomada de decisão. O género inclui-se num contexto sociocultural mais abrangente, no qual se integram outros fatores importantes para a sua análise como a origem racial e étnica, a idade, o nível de pobreza, etc.
O conceito de género é também importante para compreender o contexto da identidade de género.

23 comentários leave one →
  1. chipamanine permalink
    4 Setembro, 2020 10:37

    Portantessss…….essa coisa do género é aquilo que o “Homem” quiser consoante a cultura o momento histórico-social e “vareia” conforme a gente quiser.

    Liked by 1 person

    • chipamanine permalink
      4 Setembro, 2020 10:50

      E a única coisa que afinal é mesmo uma CONSTRUÇÃO SOCIAL (não definida) é o próprio “GÉNERO”

      Liked by 1 person

    • Oscar Maximo permalink
      4 Setembro, 2020 11:49

      Portanto, a única coisa que impede a igualdade de género é o animal que escreveu a definição.

      Liked by 1 person

      • chipamanine permalink
        4 Setembro, 2020 15:49

        Que definição se ela é dialéctica?

        Gostar

  2. 4 Setembro, 2020 10:42

    A avaliar pelos resumos biobliográficos dos autores deste programa cidadania e igualdade de género são uma e a mesma coisa.
    Quem me dera ser uma mosquinha para assistir a uma aula destas a ciganitos, a muçulmanos…

    Tudo doido.
    O mal já está feito e já deixámos que muita gente fosse portuguesa sem gostar do nosso Portugal, nem das nossas gentes, nem da nossa cultura. Assim, se se assume que o nosso país é multicultural ensine-se ao menos o primado da Lei na relação entre as pessoas…

    Liked by 4 people

  3. 4 Setembro, 2020 10:59

    Clear as mud!

    Liked by 1 person

  4. Expatriado permalink
    4 Setembro, 2020 11:01

    Off topic mas dentro do “género” pandémico.

    Gostar

  5. 4 Setembro, 2020 11:07

    Detenhamo-nos na generalidade contida no ‘género parvo’.
    O enorme potencial englobante deste género tem de reflectir-se num amplo esoectro de características socio-económicas, filosóficas e políticas, que não o tornando indefinível viabilizam inevitávelmente a possibilidade de seja instituconalizado.

    Liked by 1 person

  6. chipamanine permalink
    4 Setembro, 2020 11:41

    Entretanto o género racista envida os seus esforços mais uma vez para que a imobilização com o joelho por parte do policia branco ao toxicodependente Floyd tenha sido um assassinato por estrangulamento…..apesar de já dois relatórios médico-legais só encontrarem a overdose como razão da sua morte. Fosse ele branco com o joelho do policia negro a overdose seria a única e exclusiva causa já que o género racista tem fora do seu conteúdo moral programático essa construção social

    Liked by 1 person

  7. Luís Lavoura permalink
    4 Setembro, 2020 12:04

    A definição não é prolixa nem enredada. Resume-se à primeira frase:

    “Género: atributos e expectativas socialmente associadas a ser-se do sexo feminino ou do sexo masculino, bem como às relações entre mulheres e homens.”

    O resto do texto é somente uma explicação mais detalhada dessa frase. Mas a frase em si diz tudo.

    Gostar

    • Francisco Miguel Colaço permalink
      4 Setembro, 2020 15:56

      Então, por definição, só existem dois géneros: sexo masculino e sexo feminino. A frase é muito bem binária. Não sei se notou.

      Por corolário, lá vai a tal igualdade de género das doidivanas xupialistas pelo cano abaixo.

      Liked by 2 people

    • 5 Setembro, 2020 01:05

      T

      Gostar

    • Oscar Maximo permalink
      5 Setembro, 2020 08:39

      Uma vez que se pretende acabar com as espectativas socialmente associadas, pretende-se acabar com o género? Estou baralhado, pode ser que os estudantes tenham melhor lógica.

      Gostar

  8. pitó permalink
    4 Setembro, 2020 13:06

    Seria para rir mas só é para chorar. A melhor colaboração é aquela sobre o ‘género parvo’. Abençoada colaboração.

    Gostar

  9. Andre Miguel permalink
    4 Setembro, 2020 13:43

    “Las palabras tienen genero, las personas sexo! Imbeciles!”
    Arturo Perez Reverte

    Liked by 2 people

  10. pmanuelp37 permalink
    4 Setembro, 2020 15:19

    Sou velho demais para entrar na discussão: sempre tive sexo, nunca tive género e isso do género no meu tempo dava motivo para a designação genérica de maricas (de ambos os sexos, sem detalhes de género). Para mim é tarde para mudar, mas aconselho ir discutir a matéria no Café Central duma vila de província…

    Liked by 1 person

  11. voza0db permalink
    4 Setembro, 2020 15:44

    Identidade de género é… Desperdício!

    Gostar

  12. Maria José Melo permalink
    4 Setembro, 2020 16:38

    Que fantochada! A novilíngua e as metamorfoses do socialismo a tomarem conta da nossa sociedade… Qual liberdade?

    Liked by 2 people

  13. 4 Setembro, 2020 17:45

    Andamos metidos com atrasados mentais, acreditem!

    Gostar

  14. José Monteiro permalink
    4 Setembro, 2020 21:01

    «A Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG)»
    E um Observatório dedicado, não anda por aí?
    E que tal uma Alta Autoridade?

    Gostar

  15. Sérgio Gonçalves permalink
    5 Setembro, 2020 08:50

    Como não sou mal educado não os mando à merda mas esses sujeitos do CIG que vão processar essa lenga lenga para os países muçulmanos em primeiro lugar.

    Gostar

  16. Sérgio Gonçalves permalink
    5 Setembro, 2020 08:52

    Como não sou mal educado, não mando esses tipos do CIG à merda, mas esses fulanos que vão para vários países árabes professar essa lenga lenga. Só gente inútil.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: