Saltar para o conteúdo

E a República, senhores?

14 Setembro, 2020

Não param de me fascinar os artigos sobre o filme “Ordem Moral”  que segundo o DN é “baseado na história de Maria Adelaide Coelho da Cunha, proprietária do Diário de Notícias que foi acusada de louca aos 48 anos“.  Nem uma palavrinha sobre  o regime da época. Muito menos sobre a legislação que permitiu o internamento de Adelaide Cunha.  Aliás os políticos ali referidos são o Trump e o Bolsonaro. É um filme que acontece numa “Lisboa de 1918 tão hipócrita como castradora para as mulheres.” Então e o bafio? E o peso da maçonaria?… Vá lá não custa nada: façam a dona Maria de Medeiros e o entrevistador  o favor de fazer de conta que se estava em 1928 ou 1938 e pronto!

26 comentários leave one →
  1. 14 Setembro, 2020 11:06

    1910-1918 – os anos dos fundadores das elites abilescas.

    Liked by 1 person

  2. chipamanine permalink
    14 Setembro, 2020 11:21

    1918? como diria o outro …é a conspiração judaico-capitalista wikipediana do Trump e do Bolsonaro. Vem lá tudo.

    Liked by 1 person

  3. 14 Setembro, 2020 11:28

    O jornalismo cá do rectângulo, tal como a política, são exercidos, na sua maioria, por indivíduos pouco letrados ou mesmo ignorantes, e por isso facilmente arregimentáveis para fins pouco confessáveis.
    Por ignorância ou patifaria preferem manter-se acríticos ao que se passa na sociedade, constituindo instrumentos eficazes na desinformação e doutrinação dos menos informados ou ‘distraídos’ que amplificam e difundem ideias deformadas pela truncagem ou deformação dos relatos históricos.

    Estaline sabia bem disto … e não se pode esquecer que mandou matar o seu ‘amigo’ trotsky, que acabou a golpes picareta.

    É em coisas destas que costuma acabar o tipo de actuação dos jornalistas cá do sítio …

    Liked by 2 people

    • chipamanine permalink
      14 Setembro, 2020 11:35

      Vc é muito educado. Chama-lhe apenas patifaria à má fé , fdaputice, sentido doutrinário de orientação de massas que tomam como gado.

      Gostar

      • João Brandão permalink
        14 Setembro, 2020 11:43

        Gosto de ser educado … até com aqueles patifes!

        Liked by 1 person

      • chipamanine permalink
        14 Setembro, 2020 12:14

        Eu gosto muito dos nomes próprios kkkkk. Os Batistas da Silva tem de ser chamados pelo nome próprio

        Gostar

  4. Mario Figueiredo permalink
    14 Setembro, 2020 12:39

    A escolha (artística, dizem eles) de Mário Barroso em omitir todo o panorama político da época — que em grande parte contribui para o escândalo e proporcionou o encarceramento de Maria Adelaide e Manuel, ele um carbonário — já foi notada por alguma crítica. Pouca.

    Assim, mais uma vez, nem Agustina Bessa-Luís nos valeu, fica a história deste casal por contar. O filme vale-se dos seus actores. Mas a “liberdade artística” roubou-lhe qualquer pretensão a filme histórico.

    Entretanto o quadrado rejubila por mais uma pedra no charco da história Portuguesa do Século XX.

    Liked by 1 person

  5. JMS permalink
    14 Setembro, 2020 14:05

    Completamente ridículo. Só “come” isto quem o divulga e alguns estúpidos dos amanhãs que cantam.

    Nunca nos esqueçamos que são estes alguns (desta minoria de) estúpidos que obrigam o país a viver mal.

    Estes e os que ficam em casa em dia de eleições. Os tais 51%. Só se podem queixar ao espelho.

    Gostar

  6. The Mole permalink
    14 Setembro, 2020 15:51

    A H.M. – com muita pena minha – em não tomando cuidado com o que escreve, qualquer dia terá que ir para um campo de reeducação, pois “como toda a gente sabe”:

    se foi antes do 25/4: a culpa é do Salazar (mesmo que seja antes da sua época ou que já tivesse morto…)
    se foi depois do 25/4: a culpa é do Cavaco
    a não ser que:
    se foi depois da 3ª bancarrota: a culpa é do PPC.

    O resto é História – ou seja, não se pode divulgar…

    Liked by 2 people

  7. 14 Setembro, 2020 16:09

    A cena do Estaline foi assim:
    Uma terra com 30 grandes latifúndios foi visitada por representantes do governo de Moscovo. Mandaram reunir os 30 ex-latifundiários e disseram:
    A Rússia é hoje uma ditadura, quem manda somos nós, os representantes do Partido Bolchevique. Por isso ordenamos que vós, 30 camponeses, unais as vossas 30 propriedades numa só cooperativa, que será toda cultivada para produzir trigo. A vantagem dessa união é que passarão a produzir 2.500 ton de trigo em vez das 1.000 que produziram até hoje. As 1.500 toneladas a mais, viremos cá busca-las no fim da safra do próximo ano, estão a fazer falta para o povo da Sibéria, que não tem possibilidade de cultivar trigo. Antes disso, quando a cooperativa estiver pronta, o Partido manda para cá as máquinas, as sementes e o adubo necessários.
    No ano seguinte, os representantes de Moscovo compareceram, com 50 camiões, para levantar as 1.500 ton. de trigo que lhes pertenciam. Mas os 30 latifúndios não tinham sido unidos, nem as máquinas requisitadas, e só tinham produzido as 1.000 ton. da praxe…
    Os representantes de Moscovo disseram então, a Rússia é hoje uma ditadura, quem manda somos nós, os representantes do Partido Bolchevique. O que mandamos é para cumprir.
    E carregaram as 1.000 ton. de trigo em 33 camiões e rumaram a Norte. Entre si diziam, “vais ver que no próximo ano já temos aqui uma cooperativa…”
    Nesse ano morreram menos 1.000 pessoas de fome na Sibéria e morreram mais 1.000 pessoas de fome na Ucrânia…
    Estaline foi um ditador que não tinha vergonha de o ser, ao contrário de Salazar…

    Gostar

    • Chopin permalink
      14 Setembro, 2020 18:14

      Sim, o Estaline era um senhor, se confrontado com Salazar.
      Essa dos mil que morreram de um lado e sobreviveram no outro, não veio da Wikipédia, pois não, sr Galvão? É uma bela fábula!

      Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      14 Setembro, 2020 22:28

      “O Chopin, não acredito que o senhor não saiba o que é uma parábola!”

      Não existe parábola alguma.

      O Manuel Galvão quer justificar os milhões de assassinados do Comunismo e a fome dos Ucranianos

      Liked by 1 person

  8. A. R permalink
    14 Setembro, 2020 21:10

    Podiam ir ao periodo pós-25A em que um camarada no DN, o inenarrável Saramago, colocou no olho da rua 24 colegas de trabalho em nome da liberdade. Ficaram sem trabalho e proscritos pelas amplas: pouco faltou para irem parar aos Gulags.

    Liked by 1 person

    • 14 Setembro, 2020 23:09

      Talvez tenham sido 24 bufos da PIDE que lixaram mais de 100 outros trabalhadores quando estavam na mó de cima. Nunca se sabe. Mas sabe-se que esse tipo de bandidos protegidos pela polícia política foram completamente recuperados e continuaram a viver suas vidinhas no Portugal de Abril… Ganda revolução!

      Gostar

    • chipamanine permalink
      15 Setembro, 2020 06:55

      Entretanto os novos bufos do KGB nacional sendo padeiros chegam a assessores de secretários de estado, telefonistas formadas em marketing a directoras da protecção civil, bufas da polícia marítima a sec.de estado, ministros de Mesarati compram Porches de esquerda e fazem tremer as pernas aos banqueiros alemães, vendem golas anti-fumo três vezes mais caras mas que pegam fogo, primeiros ministros que apoiam devedores que levaram à falência bancos e arguidos em processos de corrupção judicial….o que faz dos bufos da PIDE umas criancinhas

      Liked by 1 person

      • 15 Setembro, 2020 07:58

        Isso acontece sempre que se dá o reviralho. É natural! é próprio da Natureza…
        E quando se der o reviralho do reviralho, voltam a aparecer bufos e pides. De uma forma um pouco diferente porque já estamos no século 20, com Internet e Androides e Faces, e TikToks…
        Temos que encarar estas coisas com naturalidade, chipãz.

        Gostar

      • chipamanine permalink
        15 Setembro, 2020 11:55

        Mais uma parábola , agora do reviralho. Daquelas que justificam o alho mas não o revir. No alho os mortos são justificáveis, só são “horríveis” no revir. O revir é tudo o que não é o alho, segundo a parábola. Esta quer é a exclusividade do alho …o direito exclusivo de matar.
        Mete mais pó nisso

        Liked by 1 person

  9. lucklucky permalink
    14 Setembro, 2020 23:00

    O mundo move-se e não há coisa mais desastrosa e desonesta do que o jornalismo no Ocidente que escolhe esconder, censurar.

    Liked by 1 person

  10. Maria permalink
    15 Setembro, 2020 00:02

    Como não tenho visto por aqui a Cristina – ainda que com a Helena o assunto fique igualmente em boas mãos – dirijo-me à Helena, de quem sou leitora assídua, além dos demais, pedindo-lhe desculpa por sair do seu tema de hoje e agradecendo-lhe antecipadamente a atenção. Isto, para que tome conhecimento através de um excerto de um texto brilhante e muito revelador denunciando aqueles em cujas mãos a humanidade deposita total confiança, sobretudo os povos do terceiro mundo, aceitando de bom grado todas as vacinas que irão supostamente erradicar doenças mortais – com especial incidência para a temível poliomielite – em países sobretudo africanos. Mas parece que o mesmo está a acontecer na Índia. Isto pode ser um alerta para as vacinas que os globalistas (Gates e Cª.) querem introduzir em Portugal e nos restantes países europeus, COVID-19 incluída, vacina que está a ser enviada em doses industriais para países africanos. Segundo li o governo já encomendou e pagou 60.000(ou terão sido 600.000?) unidades desta vacina… e no entanto ainda não as recebeu!!!, nem irá receber… ou se isso acontecer tratar-se-á doutra vacina com resultados igualmente deploráveis… A remessa foi interrompida (mas a maçaroca já lá canta…, este caso faz lembrar os testes e ventiladores encomendados há tempos à China…, o dinheiro seguiu mas uma parte da remessa não foi enviada e a que cá chegou não prestava e foi devolvida, o mesmo aconteceu em Espanha) porque a dita vacina, provinda de um laboratório de Oxford – neste momento interrompida, mas certamente retomada não tarda nada – estava a provocar reacções gravíssimas nos voluntários que tinham sido inoculados.

    Os países do Centro e Norte d’África (mas agora também Angola, Congo e limítrofes) cujas crianças começaram a ser vacinadas contra a poliomielite em 2017, 2018 e 2019, vacinas patrocinadas pela fundação Melinda & Gates (tinha que ser…), algumas dessas infelizes e pobres crianças ficaram paralizadas pouco tempo depois da toma. Isto é um crime contra a Humanidade praticado por quem tem carta branca para brincar aos deuses. Ou melhor, aos diabos.

    Deixo um excerto, mas vale muito a pena ler todo o texto:
    Bill Gates Poisons Children Fact
    The Ethnic-European, autor Michael Walsh

    “More than a dozen African countries are currently battling outbreaks of polio caused by the virus, including Angola, Congo, Nigeria and Zambia. Amid the coronavirus pandemic, many of the large-scale vaccination campaigns needed to stamp out polio have been disrupted. Source 1, Source 2. Watch video.”

    Maria

    Liked by 1 person

    • chipamanine permalink
      15 Setembro, 2020 08:02

      Uma imprecisão que faz toda a diferença. A vacina provocou UMA, apenas UMA reacção grave (inflamação medular) em UM e apenas UM dos mais de 30 mil inoculados.

      Gostar

    • 15 Setembro, 2020 08:06

      Ó Maria, não se preocupe. Há males que vêm por bem, Deus escreve direito por linhas tortas, o Planeta está a rebentar pelas costuras com macacos a quererem comer, reproduzir-se e comprar Porches…
      A estupidez humana tenha que ter alguma faceta boa. Que seja a de tomarem medidas que limpem o sarampo a uns milhões largos de humanoides.

      Gostar

  11. chipamanine permalink
    15 Setembro, 2020 12:04

    O convite ao genocídio é comum. Nunca percebi porque não começa com o suicídio. Há macacos que não sabem que são macacos? Os macacos são os outros? A esquizofrenia humana no seu melhor. As vacinas contra a polio retiraram 99% dos afectados e dos possíveis afectados dessa terrível doença incapacitante e o resto é só querer que eles morram ou sofram com ela, porque no mundo desenvolvido foi/é-lhes administrada até à sua irradicação. E são estes que depois de se verem livres dela agora fazem “descobridas” de “algumas crianças”

    Gostar

  12. 15 Setembro, 2020 17:45

    Em 1918 por acaso até era o Sidónio Pais…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: