Saltar para o conteúdo

Vamos lá falar a sério sobre o Bairro Amarelo

24 Setembro, 2020

Em primeiro  lugar o PCP nunca digeriu a perda da câmara de Almada e fazer de Inês de Medeiros, esse protótipo da esquerda-sushi,  o bombo da festa é facílimo para os comunistas. Como é óbvio a senhora não sabe do que fala  mas inúmeras senhoras e senhores andam por aí a dizer enormidades todos os dias e ninguém pega no assunto ou pega mas não consegue fazer polémica alguma porque em Portugal para fazer polémica não basta ter razão: é preciso que certos sectores peguem no assunto.

O problema do Bairro Amarelo tal como o de muitos outros bairros sociais não são as más vistas mas sim a degradação dos edifícios, o desleixo a que são votados pelas autoridades e por vários dos seus moradores… O preço real a que ficam essas habitações é muito superior às do mercado e a sua degradação é uma espécie de destino anunciado quando por razões polticas se deixa de cobrar as rendas, se tolera a degradação, não se fazem obras e tudo mas tudo se limita a propaganda: pintam-se murais nas empenas em vez de as isolar. Criam-se camadas de burocracia para acompanhar esses bairros e cada camada imobiliza as outras: ninguém faz nada e todos se desculpam com todos.

Em resumo, Inês de Medeiros declarou-se disposta a viver no Bairro Amarelo e o país riu-se. Pois o país fez mal: Inês de Medeiros devia ir. Se os detentores dos cargos políticos vivessem nos bairros amarelos deste país nem que fosse apenas uma semana dos seus mandatos estes bairros mudariam radicalmente. E os políticos também.

14 comentários leave one →
  1. Luís Lavoura permalink
    24 Setembro, 2020 11:12

    Excelente post. A Helena põe o dedo na ferida: o PCP orquestra o mais barulho que possa contra as presidências das Câmaras de Almada e Montijo. E convém não colaborar com esse barulho, percebendo que nele está o dedo do PCP.

    Gostar

  2. chipamanine permalink
    24 Setembro, 2020 11:20

    Mas o barulho começou com uma das manas Mortágua que à boa maneira dialéctico-marxista se insurge com um hotel com vista para o mar e a burra, a inepta, da Medeiros cai na esparrela de fazer comparações absurdas.
    Vai daí o PCP pega na prancha e faz surf na onda.
    O bairro está degradado? Pois …o PCP nunca esteve à frente da Câmara.

    Gostar

  3. Leunam permalink
    24 Setembro, 2020 11:21

    Democracia à portuguesa:

    Distribuição de “tachos”, aos da cor.

    Compadrio, senão mesmo nepotismo

    Muita gente a mandar

    Incompetência pela ignorância sobre matérias, onde se deveria ser perito

    Dinheiros queimados em “fogo de vista” em vez de gastos na resolução das dificuldades reais

    DILUIÇÃO de RESPONSABILIDADES.

    Muitas placas a lembrar que o Sr. Doutor fez um caganito e veio aqui inaugurá-lo.

    Da sabedoria romana ficou este lema que actualmente ninguém se predispõe a seguir por cá:

    “RES NON VERBA”

    Gostar

  4. 24 Setembro, 2020 11:29

    Não se percebe como uma personagem como a da crónica consegue ser eleita para a função que ocupa.
    Mas foi-o, e contra factos …

    Mas, nem seja apenas pelo dito facto, a maioria dos almadenses não merece melhor!

    Liked by 1 person

  5. Francisco Carvalho permalink
    24 Setembro, 2020 11:53

    E o melhor comentário…vai para….Chipamanine ! PARABÉNS !!!

    Gostar

  6. castanheira permalink
    24 Setembro, 2020 12:38

    1º Os xuxalistas estão a gerir a CMAlmada mas não pescam nada do assunto
    ( perguntem a quem precisa de aprovar projectos de edificações ou outras burocracias
    relacionadas com o urbanismo, ou obras municipais etc etc)
    São uma cambada de incompetentes , paralizaram os serviços e estão a atrofiar o
    concelho.
    2º Quanto aos comunistas , construiram um patrimonio riquissimo , á maneira sovietica ,
    com imoveis e serviços burocraticos espalhados por toda a cidade , cheios de
    funcionarios também eles comunistas, mas não apertavam tanto os garganetes á
    população como fazem estes xuxas que se fecham ás populações.
    De resto , os comunistas em Almada , são tão hipócritas como de costume : como
    exemplo temos o enorme bairro da lata da Costa de Caparica que foi retirado de junto dos
    edificios e deslocado para junto da falésia , onde é menos visível , mas continua a
    aumentar e a abrigar muitos criminosos.

    Liked by 1 person

  7. 24 Setembro, 2020 13:38

    À esquerda é essencial manter uma provisão de tadinhos que lhe justifique a campanha de ódio contra todos os que, criando riqueza escolhem não a consumir, são ricos ou remediados em demasia.
    Os bairros sociais são transformados em montras onde exibem essa provisão.
    A riqueza individual é-lhes intolerável símbolo de ausência de dependência do Estado, que sempre sentem ser seu direito colonizar.

    Liked by 1 person

  8. carlos rosa permalink
    24 Setembro, 2020 13:53

    Socialistas e comunistas não fazem a ponta de um corno.

    A modernização da Administração Pública do PS é despejar lá boys.

    Liked by 2 people

  9. 24 Setembro, 2020 21:11

    Uma coisa é certa. Os pobres mesmo pobres e que chegam às cidades, são as pessoas com melhor gosto na escolha do local onde vão construir barracas.

    Que me lembre, não há um bairro de barracas que não tenha sido construído em locais altos e com vistas espantosas.

    Essa é que é essa. Os remediados e com escolaridade oficial é que se lembram de ir para vales e apanhar com enxurradas.

    Gostar

  10. 25 Setembro, 2020 10:18

    Há quem diga que temos a constituição mais avançada da Europa!
    Não creio que exista uma “medida” para isso, mas a ser verdade, penso que o legislador cometeu um grave erro ao idealizar um certo tipo de “cidadão”, civilizado, cumpridor dos seus deveres, e depois na prática o que predomina são as bestas que não respeitam o bem público!
    E como se não bastassem as que já cá tínhamos, ainda resolvem importar muitas mais …
    Quando o hospedeiro facilita a vida ao parasita, estão ambos condenados!

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      26 Setembro, 2020 19:35

      O legislador começou mal ao dar direito de voto a quem não é contribuinte líquido.
      Mas, ao contrário de outros países que fizeram o mesmo, aqui não foi preciso os dependentes do Estado votarem para si o dinheiro dos outros, o legislador tratou logo disso.

      Gostar

  11. Leunam permalink
    27 Setembro, 2020 13:18

    Para todos os Srs Comentadores e em especial o “Velho do Restelo” corroborando o seu assisado comentário.

    Imagem retirada do Excelente Blogue: “Novo Adamastor”

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: