Saltar para o conteúdo

Os faz-festa e as comitivas que gargalhavam

21 Janeiro, 2021

Esta entente de despreparados disfarçados de optimistas levaram anos no faz de conta que se governa com a solícita colaboração das forças vivas da pátria. O espírito que os animou está plasmado num artigo do EXPRESSO (what else?) de 18 DE JUNHO DE 2016 quando Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa assinalaram em Paris o dia de Portugal: «Os dois tinham acabado de visitar a exposição de Amadeo de Souza-Cardoso ali exposta, o primeiro-ministro já falara à imprensa, o Presidente também e os jornalistas tinham ido tratar das suas peças. E eis senão quando António Costa, que desaparecera por momentos da vista da comitiva, reaparece com um envelope do museu na mão e o oferece a Marcelo.

O Presidente ficou surpreendido, não esperava o gesto, mas Costa pediu-lhe para abrir: dentro do envelope, um postal com uma réplica do célebre quadro de Souza-Cardoso “O Salto do Coelho”. “Há uns que saltam, outros não”, comentou Costa, segundo relatou ao Expresso um dos presentes. E o Presidente, por uma vez, ficou sem resposta: “Isto não posso comentar, não vou falar”, disse apenas, perante a gargalhada das comitivas.

Foi neste espírito que terminou a visita dos dois políticos a França, num gesto inédito de comemoração durante três dias do Dia de Portugal junto da comunidade portuguesa, a maior e mais antiga na Europa. O ambiente foi de cumplicidade, relatou quem viu, onde as quebras de protocolo foram sistemáticas, pondo os agentes franceses encarregados da segurança quase em estado de choque, tanto mais numa altura em que a França se mantém em estado de sítio e decorre o Euro.»

Onde estão agora as comitivas gargalhantes?

9 comentários leave one →
  1. carlos rosa permalink
    21 Janeiro, 2021 10:47

    Portugal precisa de ação contra o Costa, Marcelo e Cia.

    Gostar

  2. LTR permalink
    21 Janeiro, 2021 11:04

    Eles agora que gravem o número de mortos resultantes das asneiras na testa e saltem.

    Gostar

    • Andre Miguel permalink
      21 Janeiro, 2021 12:00

      Uma epidemia não se gere ou combate politicamente, colocou-se a politica à frente da ciencia e da saúde. Estes senhores podiam estar quietos que o efeito seria o mesmo que tomassem um milhao de medidas.
      Comparem os nossos numeros, ou os de Espanha, com a Suecia, que nao confina nem restringe liberdades, e percebam de uma vez por todas que é indiferente!
      Mas como a classe politica se armou em paternalista e abarcou todo o protagonismo, dando a ideia ás pessoas que sao as medidas politicas que influenciam o curso da epidemia, agora vao pagar esse preço. Meteram-se a jeito, agora aguentem.

      Gostar

      • LTR permalink
        21 Janeiro, 2021 12:20

        “Estes senhores podiam estar quietos que o efeito seria o mesmo que tomassem um milhao de medidas.”

        Não é bem assim. Ir para a praia dias depois de cidadãos serem expulsos das mesmas pela PSP ou ir à TV dizer que se vai comemorar o Natal em 3 refeições com a família portuguesa e brasileira a uma semana do evento não é o mesmo que estar quieto. É o suficiente para nos destacar para a cauda e dar má imagem no mundo inteiro, como foi o caso.

        Liked by 1 person

  3. A. R permalink
    21 Janeiro, 2021 14:01

    Já não há democracia: há uma Covidocracia

    Gostar

  4. LTR permalink
    21 Janeiro, 2021 14:50

    O habilidoso manhoso inventou uma regra para fechar escolas baseada nos números da nova estirpe para não dar o braço a torcer e no dia seguinte aparece a tomar a decisão porque teve uma reunião de emergência onde o informaram da verificação dessa condição que obviamente já conhecia. E assim sacode a água do capote. Agora só falta a manada oficial de comentadeiros tudólogos de serviço engolir mais esta patranha e proferir as respectivas missas. Engulam bem porque quando chegar a hora de anunciar a nova troika já vão estar treinados.

    Gostar

  5. Weltenbummler permalink
    21 Janeiro, 2021 15:17

    em Rabo … de Peixe

    Gostar

  6. A.Lopes permalink
    21 Janeiro, 2021 16:14

    Espero convictamente que tanto o indiano como o seu padrinho – o inefável selfista, acabem por ser julgados por homicício! Vá, amigos, alguém que adiante uma petição pública para este efeito! Serei o primeiro subscritor!

    Gostar

  7. A.Lopes permalink
    21 Janeiro, 2021 16:15

    “homicíDio”!

    Gostar

Deixe uma Resposta para LTR Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: