Saltar para o conteúdo

A casa da mãe Joana

30 Abril, 2021

A “requisição civil” do ZMar mostra o quão eficiente é o estado quando são necessários equipamentos sociais fundamentais. Mostrando que se aprendeu com o passado, e ao contrario de campos como os de Auschwitz, não há qualquer necessidade de gastar dinheiro com construção quando há equipamentos disponíveis para que o estado ponha e disponha deles. Além disso, já vêm com piscina incluída. Nós fornecemos a cal.

OK, alguns puristas dirão que não deve ser assim, que as casas têm dono, que nada disto se justifica numa doença que já matou tudo que havia a matar, menos de 0,2% dos “infectados”, mas essas pessoas não têm coração. Se tivessem saberiam como foi eficiente aprisionar velhos nos lares, para o bem de todos, evitando que se gastasse dinheiro quer a tratá-los, quer a alimenta-los, quer a fingir que ainda mereciam o estatuto de humanos quando nada contribuem e só dão despesa.

Não. A pandemia exige a criação de mais zoológicos e o decoro exige que se use o que há disponível, até porque precisamos urgentemente do aeroporto para colmatar a queda de 90% dos voos existentes em 2019. A enxada é da comprativa, e as vossas casas no ZMar são nossas. Nossas como em “nós todos”. De cada um segundo a sua capacidade; a cada um segundo a sua necessidade. Urge garantir que os porcos capitalistas não se apressem a retirar televisões e outros bens das casas que serão usadas pelos perigosos assintomáticos. Muito menos as jóias. É preciso ir buscar àqueles que andam a acumular. Só assim poderemos vencer esta pandemia que mata quase tanto como camiões que se desgovernam sozinhos em países europeus.

Assintomáticos de todo o mundo, uni-vos. Os resorts são nossos.

41 comentários leave one →
  1. FreakOnALeash permalink
    30 Abril, 2021 09:10

    Se eu fosse dono de um desses bungalows, não tendo outra maneira de recuperar o que investi, pegava-lhe fogo. Isto é inadmissível!
    Não há tendas de campanha do exército para instalar junto aos complexos hortícolas!?

    Liked by 1 person

    • balio permalink
      30 Abril, 2021 12:06

      Um indivíduo não pode ser preso numa tenda de campanha, que não tem porta com chave.

      Num hotel o indivíduo é trancado no quarto e fica lá os 14 dias da quarentena, tendo-se a certeza de que durante esses 14 dias ele não contacta com mesmo ninguém.

      É assim que diversos países têm feito quarentenas rigorosas.

      Gostar

  2. Carlos Ilharco permalink
    30 Abril, 2021 09:21

    Brutal.
    Será que já batemos no fundo?
    Vou difundir.

    Gostar

  3. Weltenbummler permalink
    30 Abril, 2021 09:27

    mais uma bazucada nos contribuintes
    ao fundo do túnel o FMI já espera pelo país das bancarrotas sociais-fascistas

    Liked by 1 person

  4. balio permalink
    30 Abril, 2021 12:03

    Qual é o problema? Em diversos países, incluindo em Portugal (pelo menos, na Madeira e nos Açores), isto já foi feito: alojar pessoas em quarentena em hotéis. Só desta forma se consegue garantir que elas cumprem mesmo a quarentena. Ainda recentemente isto foi feito aquando do Open da Austrália em ténis: todos os tenistas estrangeiros tiveram que ficar 14 dias presos num quarto de hotel antes do torneio.
    Não vejo mesmo qual é o espanto tão grande em que se faça isto, que tem sido feito recorrentemente durante esta epidemia.

    Gostar

  5. João Brandão permalink
    30 Abril, 2021 12:58

    Pois, Vitor Cunha, lamento ter que o desassossegar um pouco mais. Esta ‘maleita’ não é exclusiva do ‘nobre’ tuga.

    Até os ordenadinhos e disciplinadinhos alemães têm por lá gente parecida com muita da que temos por cá.
    Basta atentar na iniciativa esquerdista de Munique denominada „Meet the Rich – holen wir uns zurück was uns gehört!“, a qual vai levar cerca de centena e meia de participantes em ‘excursão’ pelo subúrbio chic de Grünwald, naquela cidade, tendo a dita manifestação /’excursão’ por lema “Conheça os ricos – 1º grande desfile de redistribuição”.
    O dito subúrbio Munique, Grünwald, tornar-se-á assim o cenário de uma “demonstração anti-capitalista de ativistas de esquerda” na noite desta sexta-feira, em os grünen ali vão ‘recensear’ os haveres dos ricos a que os mesmos grünen, comunistas claro, acham também serem deles, de acordo com o relato do Süddeutsche Zeitung.

    E assim se percepciona o andamento da Europa rumo a uma nova urss.
    Acham os tais comunistas que desta vez é que o tal súcialismo vai resultar

    Liked by 2 people

    • rogerio alves permalink
      30 Abril, 2021 15:16

      … para eles, comunistas, resulta.

      Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      30 Abril, 2021 17:16

      Seria de valor que todos os habitantes desse bairro decidissem limpar as suas armas de fogo à janela. Para que isso também fosse recenseado.

      Esqueçam, é na Europa. Os cordeirinhos Europeus têm muito medo de armas, preferem chamar a policia, que nunca vem quando a coisa é séria…

      Liked by 1 person

  6. rogerio alves permalink
    30 Abril, 2021 15:17

    Porque é que apagaram o meu comentário onde eu aventava a hipótese de as instalações do ZMar poder, ainda por cima, acabar por ser vandalizada? Não é um risco acrescido?

    Liked by 1 person

  7. Atento permalink
    30 Abril, 2021 16:10

    Tirando o motivo absurdo – a pífia ‘pandemia’ – e a mediocridade do Zmar, umas casotas desengraçadas para proletários poupados ou pequeno-burgueses de gosto duvidoso, o conceito é bom e devia ser usado em casas bem mais caras. O “Meet the Rich” do João Brandão também.

    Conhecem certamente a velha piada, há dois tipos de direitalhas: milionários e otários. Verifiquem a vossa conta bancária para saber qual são.

    É sempre divertido ver otários defender a riqueza excessiva de quem se está a defecar para eles, sem terem sequer a noção de que é excessiva; estão tão bem doutrinados que jamais questionam esta obscena desigualdade.

    Para ultrapassar a natural indiferença dos menos otários, pintam a coisa como um ataque à classe média: hoje são os ricos, amanhã seremos todos! Como se uma casota de 50.000 euros no Alentejo ou um carro de 30.000, geralmente a serem pagos ao banco, fosse o mesmo que ter propriedades e casas de milhões, iates e carros de luxo, fortunas e offshores.

    “Meet the rich” é um 1º passo; falta ‘bleed the rich’. Metaforicamente, claro.

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      30 Abril, 2021 17:26

      O Atento é daqueles que quer o milionário a pagar 50% de impostos, e ele a pagar 10%.

      Já eu, não me importo que o milionário pague apenas 1%, se eu só tiver que pagar 2%.

      Talvez eu seja o tipo de direitalha que é otário mas entre os direitalhos ainda há opção binária. Já entre os esquerdalhos só há uma: todos são invejosos.

      Liked by 2 people

    • Atento permalink
      30 Abril, 2021 18:02

      Muito pior do que imagina, Zé: acima de certo valor o Atento quer o milionário a pagar 100% de impostos.

      Tudo na vida tem limites; porque seria a riqueza excepção?

      ‘Desmotiva as pessoas’, já o ouço chorar. Só os choninhas: pode-se na mesma viver bem; apenas se limita a ganância sem limites. Se não ser obscenamente rico desmotivasse as pessoas, 99,999% da humanidade já se tinha suicidado.

      ‘Os empreendedores não têm incentivo após o limite’, chora a seguir. Óptimo: mais espaço para novos empreendedores, menos monopólios e oligopólios de mamões.

      Inveja, Zé, é o que otários chamam ao senso comum que não têm. Como se diz, não há direitalhas pobres ou remediados: só milionários temporariamente embaraçados.

      Gostar

      • Antonio Sérgio permalink
        30 Abril, 2021 19:14

        O atento pensa que tudo tem limites, obviamente não estudou matemática nem nunca reparou na estupidez humana e atrocidades sem fim dos que acham cometidas por outros como ele que acham que podem limitar o direito de outros a viverem a vida que quiserem e como quiserem. E quem és tu, “atento”, para decidires onde é fronteira do que é demais e o que é de menos?

        O atento está tão “atento” que acha que por uns serem excessivamente ricos outros não têm nada, como se fossem duas variáveis correlação direta, ou a “riqueza” fosse uma carcaça em que uns comem tudo e outros não comem nada, quando na verdade a riqueza se expande, como o universo. O universo pela força da natureza, a riqueza pelo engenho humano e liberdade de iniciativa. Tão “atento” que nunca reparou nas consequências práticas da implementação das políticas de redistribuição “justas” que defende,
        impossíveis de serem conseguidas sem violência e coerção, nem na riqueza a definhar nos países sem liberdade Atento? Deixa-me rir.

        Liked by 2 people

      • Atento permalink
        30 Abril, 2021 19:41

        Sérgio, não falamos de matemática: tudo o que é humano tem limites.

        Há tempos um inglês levantou 500 quilos. Recorde mundial. O esforço quase o matou. Um tipo normal levanta uns 100; um quinto do homem mais forte do mundo.

        Os sprinters olímpicos correm os 100m em dez segundos; uma pessoa normal corre-os em vinte ou trinta. Duas ou três vezes mais.

        Diz-se que Einstein teria um QI de 160. O QI médio ronda os 100. Um génio tão grande não chega a ter o dobro.

        Ninguém é mil vezes mais que os outros. Em nada. Porque há-de ter mil vezes mais?

        Não sou eu que defino o que é excessivo; é precisamente a matemática. E a democracia. Quanto é o salário médio? A riqueza média? É fazer contas. Referende-se. Vinte vezes a média era já generoso. Muito generoso.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        30 Abril, 2021 21:04

        “Vinte vezes a média era já generoso.”

        O Salário médio em Portugal são mil euros por mês.

        Por vinte mil por mês nenhum gestor competente fica no rectângulo.

        “E a democracia. Quanto é o salário médio? A riqueza média? É fazer contas. Referende-se.”

        A democracia não decide nada, e o sufrágio universal tem que acabar. Ontem já era tarde. Mil atentos a votar para aumentar os impostos de dez com mais riqueza que eles, para viverem com as contas pagas. É isso que quer referendar?

        Liked by 1 person

      • Atento permalink
        30 Abril, 2021 21:35

        “Por vinte mil por mês nenhum gestor competente fica no rectângulo.”

        Óptimo; já vão tarde.

        O Zé, otário confesso, é daqueles que crêem na lenda do ‘gestor’: como se um mamão como o Mexia ou o Bava não tivesse um batalhão de funcionários e assessores para lhe fazer a papinha toda; como se não ‘brilhasse’ sempre em empresas gigantes com meios ilimitados; ou como se sem um salário desproporcional, absurdo, obsceno, ficássemos orfãos de tais magos da ‘gestão’.

        Mil pessoas tão ou mais competentes fariam o sobrevalorizado trabalho dos seus magos, provavelmente melhor, por 1/20 das suas injustificáveis regalias.

        “…o sufrágio universal tem que acabar.”

        Agora é realmente uma perda de tempo: são os mamões que decidem tudo. Mas para si é o ‘socialismo’. Bem diz v. que é otário.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        1 Maio, 2021 15:50

        “são os mamões que decidem tudo”

        Cerca de metade da população não paga impostos directos.

        Grande parte, se subtraído o que consomem em serviços dos Estado ao que pagam em todo o tipo de impostos, dão prejuízo.

        Alguém a ganhar 1000€/mês (14.000€/ano) paga 3,896.31€ de IRS e SS. Se gastar tudo o que sobra em bens e serviços a 23% de IVA, paga mais 1889.31€.

        Total de impostos: 5.785.62€.

        O Tribunal de Contas fez um relatório sobre o sistema de ensino, em que cada aluno, por ano, custava 4 a 5 mil € ao Estado.

        Basta o Portugês comum ter um filho, e já fica quase a dar prejuízo. Agora é meter na equação idas ao médico (para o contribuinte, e dependentes), uma ou outra baixa.

        Estão aqui os seus mamões.

        Por isto é que o sufrágio universal tem que acabar. Não passa de pessoas que vivem à conta de outras a dizerem quanto é que os que pagam vão pagar, em em que é que é gasto.

        Percebeu, camarada?

        Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      30 Abril, 2021 18:09

      O Atento é produto do ódio da inveja ou do Marxismo por isso Supremacista Social?

      Ou dos 2?

      Liked by 2 people

      • lucklucky permalink
        30 Abril, 2021 19:07

        Leonidas Brezhnev mostra com orgulho à mãe o que conseguiu enquanto “Lider” Soviético. Os seus aposentos, a sua datcha no Mar Negro, os campos de caça exclusivos, o Zil com chauffeur.
        A mãe admira com orgulho o filho, mas um semblante de dúvida permanece e pergunta ao filho:
        E se os Comunistas voltam?

        O Atento quer ser o Leonidas

        Liked by 2 people

      • Zé Manel Tonto permalink
        1 Maio, 2021 15:53

        Não é dos dois, porque Marxismo é apenas a racionalização da inveja. É a mesma coisa.

        Liked by 1 person

  8. Expatriado permalink
    30 Abril, 2021 16:23

    Fala-se em hotel e o pessoal imagina um edifício vertical. Aqui não é tal coisa como se vê nestas fotos

    https://www.google.pt/search?q=zmar&client=safari&hl=en-gb&prmd=imnv&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=2ahUKEwi9o_veoKbwAhXYDmMBHa1QAXQQ_AUoAXoECAIQAQ&biw=375&bih=635&dpr=3

    Nunca mais será a mesma coisa depois da ocupação selvagem.

    Gostar

  9. João Brandão permalink
    30 Abril, 2021 18:59

    Os empresários cá da paróquia deviam pôr os olhos nisto!

    Os socialistas pela sua inerente incompetência são incapazes de planear e gerir adequadamente seja o que for. Sobretudo se se tratar da coisa pública.

    Assim, nada fazendo, como as coisas da vida não se compadecem de incompetentes, chegou à altura de serem necessários recursos que esse bando de parasitas nunca curou de preparar para as ocasiões de necessidade. Não tendo como acorrer à necessidade, os tais súcialistas=parasitas, não sendo bastante a riqueza que as pessoas produzem para acorrer àquelas necessidades, assaltam-lhes o património, tomando posse do que é bom e devolvendo, quando o fazem, em condições misérrimas.

    Por isso, os investidores tomem cautela, pois agora foi a ZMar. Amanhã será outra qualquer, desde que os impostos não cheguem para pagar o ‘despilfarro’ socialista.

    Como os respectivos ‘kameraden’ agora é apenas meet the rich, amanhã pode muito bem ser meet all that is moving.

    Ai Vezuela, que estás tão perto!

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      30 Abril, 2021 19:11

      Não estivéssemos na Europa e esta cultura já há muito tinha descambado para uma ditadura de esquerda que é para onde caminhamos.

      Aliás estou convencido que a Esquerda poderia ter cooaptado o regime Salazarista se este tivesse continuado.

      Liked by 2 people

      • 1 Maio, 2021 09:52

        Podia ser bom, já que teria levado à guerra civil mais cedo e resolvíamos o problema da esquerdalha mais depressa.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        1 Maio, 2021 16:01

        jorgercramos,

        Não acredito muito nisso.
        Basta ver o que se passa nos Estados Unidos.
        A maior parte dos veteranos e elementos activos das forças armadas são de Direita. Polícia, a mesma coisa. A maior parte dos donos de armas também.

        A esquerda faz o que lhe apetece.

        O grande problema é que a Direita tem a vertente conservadora. Tem algo a conservar. Seja religião, família, costumes, negócios, dinheiro… Vai tentar meios pacíficos antes de partir tudo.

        Quem tiver um negócio, família, investimentos, tem todo o seu dinheiro em formato digital, que pode ser bloqueado ou posto a zeros com dois cliques do banco, banco esse que o fará diligentemente se o Estado assim quiser.
        Quando dinheiro era ouro e prata enterrados no quintal, cuidado com os conservadores! Quem quisesse tocar naquilo que eles queriam conservar comia uma bala.

        Já a esquerda, fora alguma elite política, jornalistica, artistica, e académica (mais os burocratas do Estado, que são quase todos esquerda, mas não são elite), são um bando de incompetentes e inúteis. Meninos que foram fazer licenciatura, mestrado, e doutoramento em filosofia da batata, só conseguem trabalho no Starbucks, e acham que a culpa é dos ricos.
        Vão partir tudo porque acham que têm direito ao que os outros acumularam.

        Por isso a esquerda parte tudo enquanto a direita fica a dizer “alguém, que não eu, tem que fazer alguma coisa”.

        Liked by 2 people

      • 2 Maio, 2021 11:06

        Ze Manel é claro que concordo consigo, mas … há duas maneiras de abater a esquerdalha: uma com as elites conservadoras que é exactamente como diz ou a outra, com a Classe ex-Média, que são as vitimas ciclicas da esquerdalha e a sua perdição no inicio de um novo ciclo vidé paises como … e … e ainda na … de …, Além de que nos últimos anos abriu as portas à confrontação directa no caso de —- e por muito que doa à Folha …. no … com …. . Já o caso Francês actual, leva à lenta, mas felizmente inexorável, subida de Le Pen tal como no terceiro caso acima o passado.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        2 Maio, 2021 13:25

        jorgercramos,

        Repare que no meu comentário eu não me estou a referir a elites conservadoras. Eu estou a referir-me a quase todas as pessoas de direita. A pessoa de direita típica não se pode dar ao luxo de ir presa durante um protesto violento.

        A ex classe média, infelizmente, vai votar na esquerda vezes suficientes, antes de virar à direita.

        Quando pessoas que votaram a vida toda na esquerda decidem votar na direita, já é tarde. O exemplo que deu de Le Pen é bom. Os franceses só estão a virar à direita porque há milhões de mouros a roubar, violar, fazer terrorismo. Mas penso que agora é tarde.

        Liked by 1 person

      • 2 Maio, 2021 20:00

        “Os franceses só estão a virar à direita porque há milhões de mouros a roubar, violar, fazer terrorismo. Mas penso que agora é tarde.”
        Nunca é tarde, reveja a República de Weimar, pode é ser mais violento do que podia ser … mas nesse momento eu direi: antes isto do que morrer numa Grande Marcha …

        Gostar

  10. João Brandão permalink
    30 Abril, 2021 20:40

    Os empresários cá da paróquia deviam pôr os olhos nisto!

    Os socialistas pela sua inerente incompetência são incapazes de planear e gerir adequadamente seja o que for. Sobretudo se se tratar da coisa pública.
    Assim, nada fazendo, como as coisas da vida não se compadecem de incompetentes, chegou à altura de serem necessários recursos que esse bando de parasitas nunca curou de preparar para as ocasiões de necessidade.
    Não tendo como acorrer à necessidade, os tais súcialistas=parasitas, e não sendo bastante a riqueza que as pessoas produzem para acorrer àquelas necessidades, assaltam-lhes o património, tomando posse do que é bom e devolvendo, quando o fazem, em condições misérrimas.

    Liked by 1 person

    • João Brandão permalink
      30 Abril, 2021 20:52

      Este comentário foi ‘quase’ duplicado, por lapso.
      O meu pedido de desculpas!

      Liked by 1 person

  11. Desalinhado permalink
    1 Maio, 2021 07:21

    Ocupações selvagens decretadas pelo Estado com direito a sauna, jacuzi e piscina.
    Como este estado socialista déspota já se comprometeu a pagar todos os prejuízos perpetrados por estes vândalos imigrantes, estes irão aproveitar a sauna para cozerem as batatas, o jacuzi para lavarem a loiça e a piscina para pôr de molho algumas roupinhas.
    Os hipócritas que continuam a favor da entrada ilegal de imigrantes no país, a começar pelos empresários agrícolas sem escrúpulos que os exploram, e pelas catarinas martins e os daniéis oliveiras desta vida, o que é que fazem pessoalmente para resolverem a situação? Agora já não se preocupam com a escravatura?

    Liked by 2 people

  12. Expatriado permalink
    1 Maio, 2021 09:30

    Está em curso uma operação igual à que acontece nos países árabes do Golfo no que respeita a mão de obra do subcontinente indiano. Precisam de gente? No problem. Agentes indianos encarregam-se de angariar os desgraçados com uma proposta do eldorado (neste caso com o isco de um passaporte europeu) e aí vêm eles aos montes.
    Como chegam cá? Vêm de avião, barco ou através da fronteira?
    Qual o estatuto legal dos agentes (indianos e outros) residentes em Portugal? As empresas estão registadas e pagam impostos? Até agora não li ou ouvi dizer que a ASAE tenha feito qualquer operação de fiscalização a estas empresas.
    Quem garante que esses trabalhadores, supostamente temporários, saem de Portugal no fim do contrato?
    Quem investiga o teor dos supostos contratos?

    Posso-vos garantir que, no Algarve, há imensos apartamentos comprados por indianos onde se amontoam muitos indivíduos que passam os dias a passear (sempre pelo menos aos pares) e a falar ao telemóvel. Quem os sustenta? É que… são milhares deles.

    Quem se lembra de, no início da pandemia, ter havido uma pressa enorme em “regularizar” todo o “imigrante” que aparecesse no SEF (em Algezur)?

    Meus caros… continuem a dormir na forma contentes com o aumento de 10 euritos de aumento nas pensões e depois não se queixem.

    Liked by 1 person

  13. Expatriado permalink
    1 Maio, 2021 14:34

    Ainda no seguimento do meu último comentário.

    Todos iguais mas alguns ungidos mais iguais que os outros.

    https://observador.pt/2021/05/01/covid-19-governo-garante-direitos-dos-imigrantes-com-processos-pendentes/

    E ninguém diz/faz alguma coisa. Têm o que merecem.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: