Saltar para o conteúdo

Estes artistas sempre tão solidários com os oprimidos vão aproveitar a ida à Festa do Avante para manifestarem o seu apoio à luta do povo cubano?

12 Julho, 2021

39 comentários leave one →
  1. Weltenbummler permalink
    12 Julho, 2021 14:23

    LA CAJA DE PANDORA Hannah Arendt y Robert Oppenheimer
    Poco después de la crisis cubana de los misiles, aquellos días de 1962 en que el mundo estuvo al borde de la guerra atómica, me encontré por casualidad en la calle con mi maestra Hannah Arendt. La crisis de los misiles la había conmovido, como a todos, pero también la había reafirmado en su convicción más profunda. En La condición humana había sostenido unos años antes que ni el ingeniero, ni ningún otro productor de cosas materiales, es dueño y señor de lo que hace; que la política, instalada por encima del trabajo físico, es la que tiene que proporcionar la orientación.
    R i c h a r d S e n n e t t in E l a r t e s a n o

    Gostar

  2. carlos rosa permalink
    12 Julho, 2021 14:50

    Em Cuba acabaram com os fascistas.
    Aquilo lá é só pobres.

    Liked by 2 people

  3. carlos rosa permalink
    12 Julho, 2021 15:04

    Com o crescimento do Chega esperamos que comecem a ser valorizados os bons artistas que têm sido esquecidos, discriminados, marginalizados.
    Desde já era interessante criar uma associação de cantores dos mais diversos estilos para se constituir como alternativa às capicuas do nosso descontentamento.
    Verdadeiros artistas, conscientes da sua qualidade, seriam imediatamente reconhecidos pelos portugueses como os melhores.
    Eles existem e são muitos no fado, no folclore, no rock, no jazz; em tudo.
    Apareçam organizados a dar espetáculo que o povo logo fará a sua escolha.

    Gostar

  4. Chopin permalink
    12 Julho, 2021 15:13

    Acabaram as injeções de dinheiro do BNDS, o petróleo venezuelano está caro e escasso e pandemia trouxe crise económica aos parceiros da foice e martelo.
    Quando se acaba o financiamento externo, comunismo e socialismo fenecem num monte de esterco, como diria o AJS.
    Quando terminar o calvário dos cubanos, quero ver o sr. Marcelo Rebelo visitar Cuba e mostrar ao povo a sua foto aos abraços com o sr Fidel. Era de macho.

    Liked by 2 people

  5. Expatriado permalink
    12 Julho, 2021 15:33

    Entretanto, no paraíso da “medicina mais avançada“ do mundo… aquele povo nas ruas vai ter o apoio dos comunistas portugueses. Vai?

    https://www.foxnews.com/world/thousands-of-protesters-take-to-the-streets-in-cuba

    Liked by 1 person

    • chipamanine permalink
      12 Julho, 2021 20:50

      O paraíso da “medicina mais avançada do mundo” foi aquele em que tive de socorrer um familiar meu que lá estava para supostamente tirar um doutoramento em Medicina Veterinária Tropical e que passados 4 meses ainda andava a ver as “grandes conquistas da revolução” e estudo e leccionar nadica…….. e que teve uma peritonite. Como a infecção se alastrava o médico, quase choroso, olhou para mim dizendo que não podia (não tinha meios) fazer mais nada. (num dos “melhores hospitais” de Havana)
      E foi assim que gastei uma pipa de massa para o evacuar para Miami, onde com outra pipa de massa em cinco dias lhe deram alta.

      Liked by 1 person

  6. Expatriado permalink
    12 Julho, 2021 22:32

    Isto não é em África mas a genética está lá…

    Gostar

  7. 12 Julho, 2021 22:36

    Não querendo fazer nenhuma defesa dos merdosos do avante & esganiçados Co. Lmt
    Não deixa de ser irónico que a malta da suposta direita, parece que só ficará satisfeita com os regimes de Cuba e a Coreia do Norte, quando estes colapsarem e virarem tal como as nossas, colonias decadendes controladas pelas agendas politicas do imperialismo capitalista globohomo.

    Com bandeiras arco-iris içadas nas suas instituições públicas e religiosas, presidentes dementes, ministros vestidos de saia a promover a sacralização da sodomia. Crianças vestidas como prostitutas a twercarem o rabinho em paradas do orgulho. E toda a gente a se ajoelhar em penitência perante australopitecos.

    Gostar

    • 13 Julho, 2021 02:04

      Naturalmente, é sempre interessante ter um “case study” realíssimo , implementado no terreno, e não num power point, ou numa folha excel, ou mesmo num livro do Marx!
      No papel é tudo muito aliciante e belo!
      Quando a obra brota no terreno é que a p0rca torce o rabinho m3rd0s0!

      Gostar

    • 13 Julho, 2021 19:00

      O único problema de Cuba, é que não é uma China, assim como o problema do Haiti é que não é um Eua ou uma França.

      Gostar

  8. A. R permalink
    13 Julho, 2021 00:15

    Mas acabar porquê. É o exemplo do sucesso do comunismo sobre o capitalismo: distribui mais eficazmente a pobreza por todos que o capitalismo a riqueza por todos

    Gostar

  9. Atento permalink
    13 Julho, 2021 01:47

    Dêem graças por Cuba, Venezuela ou Coreia do Norte, ó direitalhas: de que falariam sem elas? E que fariam se, em vez de ditaduras e capitalismo de Estado, fossem democracias socialistas? E se corressem bem?

    Já imaginaram? Países realmente socialistas e a correr bem? Qual seria então a desculpa para defender ganância e desigualdade, para lamber o cu a mamões?

    Claro que não há perigo: ao menor sinal de correr bem, lá estará a canalha americana a invadir, a bombardear e a espalhar ‘democracia’. Só estão seguros enquanto correr mal. Dá sempre jeito ter um bicho-papão comuna.

    Gostar

  10. 13 Julho, 2021 01:56

    Os museus servem para perservar memórias agradáveis ou não!
    Cuba é um museu vivo (tipo reserva índia dos usa), quando se perder,
    o comunismo será rápidamente esquecido!
    O ponto de vista dum velho

    Gostar

  11. chipamanine permalink
    13 Julho, 2021 07:18

    Fulgêncio Batista era um menino a brincar com ditaduras em comparação com Fidel. Fidel e sus muchachos em que se inclui a figura icónica do racista machista homofóbico assassino do Che Guevara ensinaram a todo mundo como se submete um povo “à la longue”.
    Tira-se a autonomia por conta de um suposto bem maior (que sempre será suposto, nunca alcançado e não alcançável)
    Tira-se a individualidade de forma a que ninguém pense por si mas como um colectivo sendo que esse “colectivo” (organização) é superiormente dirigido pelos seus.
    Mantem-se rédea curta em todos os sectores banais do quotidiano ……..habitação (é ver como as pessoas agradecem casas miseráveis), transportes ou deslocações são restritas ao facto de não haver meios e a autorizações, e na mais básica necessidade humana que é a de comer, manter também rédea curta de forma que um cubano agradeça os dois ovos que o Partido lhe disponibiliza. Amarrados a estas necessidades não há sequer tempo disponível para se pensar noutras coisas (os filhos tem de se alimentar e isso obriga a muitas horas de “luta” quotidiana.
    Ao lado disto cria-se uma teia “animando” os piores sentimentos e atitudes que um ser humano pode desenvolver. Por conta de “pequenos prémios” (pode ser até alimentação) favorece-se quem vigie o vizinho e o denuncie.
    Fulgêncio era um ditador de araque ao lado de Fidel.

    Liked by 1 person

  12. chipamanine permalink
    13 Julho, 2021 07:36

    Fulgêncio já não podia controlar a sua ditadura. Tinha cometido o “crime” de ter o maior PIB da América Latina, sendo que parte dele vinha da corrupção. Tinha o país mais escolarizado da América Latina com mais de 80% com a escolaridade básica. Tinha deixado alguns sectores da população na mais indigente pobreza.
    Criou as condições ideais para que “os próximos” pudessem estender essa indigência a toda a população de forma a poder controlar. O controlo da alimentação e o desarmamento permitiram aos seus sucedâneos manter aquilo que ele não soube fazer, deslumbrado que estava com as riquezas da corrupção.

    Liked by 1 person

  13. FreakOnALeash permalink
    13 Julho, 2021 11:35

    Tony Montana:
    You a communist? Huh? How’d you like it, man? They tell you all the time what to do, what to think, what to feel. Do you wanna be like a sheep? Like all those other people? Baah! Baah!

    Immigration Officer #3:
    I don’t have to listen to this bullshit!

    Tony Montana:
    You wanna work eight, ten fing hours? You own nothing, you got nothing! Do you want a chivato on every corner looking after you? Watching everything you do? Everything you say, man? Do you know I eat octopus three times a day? I got fing octopus coming out of my fing ears. I got the fin’ Russian shoes my feet’s comin’ through. How you like that? What, you want me to stay there and do nothing? Hey, I’m no fin’ criminal, man. I’m no puta or thief. I’m Tony Montana, a political prisoner from Cuba. And I want my fin’ human rights, now! [slams desk] Just like the President Jimmy Carter says. Okay?

    Immigration Officer #1:
    Carter should see this human right. He’s really good. What do you say, Harry?

    Immigration Officer #3:
    I don’t believe a word of this sht! They all sound the same to me. That son of a btch Castro is shittin’ all over us. Send this bastard to Freedom Town. Let them take a look at him. Get him outta here.

    Tony Montana:
    You know somethin’? You can send me anywhere. Here, there, this, that; it don’t matter. There’s nothing you can do to me that Castro has not done. Nothing!

    Melhor contribuição que Cuba deu ao mundo: O imaginário com que Oliver Stone e Brian de Palma criaram a personagem de Tony Montana e a interpretação que Al Pacino fez.

    Gostar

  14. Expatriado permalink
    13 Julho, 2021 13:46

    Há por aqui uma “guerra de opiniões” acerca da “pandemia” que, para lá do entretenimento que dá, revela o sucesso da campanha de lavagem cerebral em curso pelas TVs do regime. Nada original no decurso da história da humanidade e não exclusivo de Portugal.
    Infelizmente o português, em geral, auto limita-se ao que vê/lê dentro de portas e desconfia do que vem de fora. Como isto:

    https://www.foxnews.com/opinion/tucker-carlson-private-conversations-dnc

    O que aqui é denunciado também se passa em Portugal. Acham que não?

    Gostar

    • Expatriado permalink
      13 Julho, 2021 13:49

      O texto transcreve o áudio do primeiro vídeo. Sugiro que vejam o vídeo.

      Gostar

    • Atento permalink
      13 Julho, 2021 16:46

      Infelizmente o português, em geral, auto limita-se ao que vê/lê dentro de portas e desconfia do que vem de fora.

      Depende, chupaminha/expaviado: se vier de alguma fonte que v. e restante carneirada direitalha considerem esquerdista, por mais levemente que o seja, vocês rejeitam tudo.

      Venha de dentro, de fora, do meio, de cima ou de baixo. Tudo.

      Já se a fonte for de direita papam tudo. No seu caso, se vier da trampa da Fox, em particular do chuleco Tucker Carlson, é tudo brilhante, fascinante e absolutamente verdade.

      Como bom lorpa, nem dá conta que vir cá postar essa merda todos os dias só atesta a sua credulidade e lorpice. É graças a lorpas assim que o Carlson mama à grande.

      Gostar

      • Expatriado permalink
        13 Julho, 2021 17:06

        🖕🖕🖕🖕

        Gostar

      • 13 Julho, 2021 18:47

        “se vier de alguma fonte que v. e restante carneirada direitalha considerem esquerdista, por mais levemente que o seja, vocês rejeitam tudo.”

        E o Atento por acaso deu-se ao trabalho de sequer dar uma vista de olhos ao conteúdo que o Exp colocou, ou por mais “levemente que aparente ser “direita” o Atento rejeita tudo” ?

        Fica a questão .

        Gostar

      • chipamanine permalink
        13 Julho, 2021 21:56

        O Desatento tem estado desatento. Ele chupa pela frente e por trás. Os seus neurónios cheios de “recreatividade” dizem-lhe que que os outros bebem tudo de “fontes de direita”. Os neurónios esquerdos dele que não ligam com os direitos ….com certeza.
        Mas que fontes? Nunca mencionei nenhuma mas o desatento num rasgo de iluminação consegue ver coisas para além daquelas que são ditas. É um bruxo desatento.
        O que mencionei são factos pessoais. Não são fontes. O que mencionei depois são factos sobre as ditaduras cubanas. Que fontes?
        Estes negacionistas ai ai

        Gostar

      • Atento permalink
        14 Julho, 2021 00:20

        E o Atento por acaso deu-se ao trabalho…

        Sim, vi o chuleco Carlson. Queixa-se da perseguição e da censura covideira, não sem alguma razão: lá como cá, só é permitida a versão oficial, por parva ou ambígua que seja.

        Lá como cá, querem usar a ‘desinformação’ e as ‘fake news’ como pretexto para controlar o que se pode ou não dizer. E para isso contam com os grandes mamões digitais, os Googles e Facebooks onde anda a carneirada.

        Até aí tudo bem. O ridículo é isentar disto o capitalismo: fazem de conta que os próprios mamões não são uma consequência lógica e inevitável do capitalismo, da ganância e da mama sem limites que defendem.

        Essa moda também já pegou aqui pelo Blas: falam de banqueiros e bilionários como se agora fossem inimigos, e não os seus maiores heróis – os vencedores do capitalismo.

        Gostar

      • 14 Julho, 2021 02:14

        Não se esqueça que os “mamões e a ganância” não se evaporam só porque você muda o sistema. E eles sempre existiram e irão existir, e sempre ambicionam as formas de alcançar Poder, e sempre tentarão se apoderar deles para seu beneficio. Seja num sistema liberal capitalista, num feudal, num teocrático, numa anarquia, ou num acampamento de hippies, e seja no socialismo que o Atento aparentemente idealiza, “e com as consequências lógicas e inevitavel do socialismo”.

        Há muitas formas de ganância para além da do lucro, como dizia o Agostinho da Silva, uma patada cordial a um repórter marxista quando questionado sobre ganância da “exploração do homem pelo homem pelo capitalismo”.

        Em relação ao Tucker isentar o capitalismo das suas consequências, bem não vou ser o advogado de defesa dele, mas “olhe que não, olhe que não”.

        Este monólogo dele parece ser uma sintese geral da sua posição politica, e que levou os cabelos em pé a uma data de gente dos grandes negócios. E não foi a única cacetada que lhes deu.

        “Market capitalism is a tool, like a staple gun or a toaster. You’d have to be a fool to worship it. Our system was created by human beings for the benefit of human beings. We do not exist to serve markets. Just the opposite. Any economic system that weakens and destroys families isn’t worth having. A system like that is the enemy of a healthy society. ”

        https://www.realclearpolitics.com/video/2019/01/03/tucker_carlson_we_are_ruled_by_mercenaries_who_feel_no_long-term_obligation_to_the_people_they_rule.html

        Gostar

      • Expatriado permalink
        14 Julho, 2021 09:40

        @mg. Esse artigo do realpolitics vai, se o gajo o consultar, que duvido, curtocircuitar os dois neurónios dele no vácuo entre as orelhas. É… como diz a sabedoria popular: “Atirar pérolas a 🐖🐖”.

        Gostar

      • Atento permalink
        14 Julho, 2021 17:36

        Não se esqueça que os “mamões e a ganância” não se evaporam…

        Mau, a seguir vai dizer que não há Pai Natal.

        Sim, sempre houve mamões; a História é um longo desfile de exploração e miséria. Daí, aliás, ainda haver esquerda apesar de todos os abusos feitos em seu nome: os mamões continuam a mamar. A mamar de mais.

        Também sempre houve rufias e criminosos. Por isso há polícia, leis e tribunais. Não se pode evitar todos os crimes; mas pode-se e deve-se criar regras, definir limites, punir abusos. O 1º passo é redistribuir e limitar a riqueza.

        Quanto ao Carlson, descobriu a pólvora: ser pobre, na cidade ou no campo, é uma merda. Essa incrível descoberta, a par da sua filosofia ‘paleo’, permite-lhe dizer coisas acertadas, na realidade truísmos que só causam sensação por virem de um direitalha americano.

        A carneirada americana – e a tuga, e a do Ocidente em geral – está tão endoutrinada pelos mamões que até os truísmos do Carlson – a financeirização da economia, a loucura dos ‘mercados’, a offshorização da produção e dos lucros, o consumismo alarve, a mama em roda livre – soam a corajosas novidades.

        Mas claro que não se aplicam a ele: nascido em berço de ouro, chulão dos media, sempre viveu de bitaites, nunca produziu um corno, claro que a riqueza dele é intocável. Basta ver como usa o dog whistle do ‘socialismo’.

        Carlson lambeu o cu ao Trampa enquanto este estava a dar, mas descobriu um filão melhor: em vez de defender abertamente mamões, é a ‘voz do povo’. Mas sempre no capitalismo que lhe permite manter a mama.

        Gostar

      • 14 Julho, 2021 23:03

        Faço um registo desta frase que o Atento escreveu : “dai ainda haver esquerda apesar de todos os abusos feitos em seu nome”

        particularmente a parte: “abusos feitos em seu nome” .

        Ora portantos porque esses abusos feitos em seu nome, ao contrário do capitalismo não foram verdadeiramente a consequência e o resultado lógico do comuno/socialismo, certo ? Porque “distorceram o pensamento de Karl Marx” , certo ?

        É curioso o seu duplo critério. E depois ainda me fala da “carneirização” e da “endoutrinação” . Mas nada que me surpreenda.

        MAs ainda gostava de saber em que berço nasceram as fontes de informação e leitura do Atento, e o que alguma vez produziram elas na vida
        ?

        E por falar em Pai Natal, parece-me que mundo que o Atento deseja, existe apenas na canção do John Lennon, e em obras utópicas do iluminismo e do materialismo “”cientifico””, cujos seus autores irónicamente burgueses, nascidos em berço de ouro, nunca fizeram a ponta dum corno na vida.

        Mas com esses “Chulões” o Atento já parece conviver bem. Ao contrário do suposto outro, o que importa é a sua mensagem e visão.

        Gostar

      • Atento permalink
        15 Julho, 2021 00:23

        Ora portantos porque esses abusos feitos em seu nome, ao contrário do capitalismo não foram verdadeiramente a consequência e o resultado lógico do comuno/socialismo, certo?

        Certo. Não sabe porquê? É fácil.

        O socialismo prega igualdade e justiça, o governo do povo e não duma elite. Os meios de produção são geridos pelos trabalhadores, não pelo Estado; as decisões são tomadas pelos cidadãos, não por políticos ou politburos.

        Ora todas as ditaduras comunistas fizeram o oposto disto. Prometeram uma coisa, fizeram outra. É como eu prometer ajudá-lo, em vez disso escravizá-lo e roubá-lo.

        O capitalismo não: prega desigualdade, cria desigualdade. Faz o que promete. Há os ricos, os obscenamente ricos, e a maralha pobre ou remediada que sonha ser rica. Quem tem dinheiro manda, quem o não tem sujeita-se.

        Ou seja, o capitalismo nem sequer precisa ser abusado, não precisa de ditadores ou falsos profetas: promete injustiça e desigualdade e cumpre. É iníquo by design.

        Gostar

      • 15 Julho, 2021 13:40

        “De cada qual, segundo sua capacidade; a cada qual, segundo suas necessidades” Não me parece que seja propriamente a pregação da igualdade.

        Mas para além da falaciosa jargonice jacobina do Atento, e da falsa comparação entre o mundo real do capitalismo naturalmente viciado e corrompido pelo homem, versus a utopia imaginária, pretensiosamente virtuosa e idílica do que diz ser o “socialismo” que nunca foi aplicado. Regado por uma grande dose de hipocrisia e infantilismo .

        Notei que o Atento se esquivou de nos brindar, sobre as suas fontes de literatura e informação. De que berços os seus autores nasceram , e que “corno” algum fizeram eles nas suas burguesas vidas, para além de mandarem uns pedânticos truismos, uns falaciosos “bitaites” pseudo-moralistas, e uns “dog whistle” para uma classe de pessoas para a qual nunca lhes partilharam a vida plebeia e o sacrificio do seu trabalho. Andando sempre ao colo e à mama de patrocinadores filantropos “Xulões” .

        Gostar

      • Atento permalink
        15 Julho, 2021 16:00

        “De cada qual segundo sua capacidade; a cada qual segundo suas necessidades” designa um mundo onde o trabalho não é uma mera obrigação, e a abundância permite que todos tenham quanto precisam.

        Graças à ganância do capitalismo, estamos tão perto desse mundo como de Plutão.

        Quanto aos seus adjectivos, chupaminha, guarde-os para quem os peça ou aprecie.

        As minhas fontes são todas as suas, incluindo a Fox, cuja trampa come religiosamente ao pequeno-almoço, almoço e jantar, outras que conhece mas evita por serem de esquerda, e outras que não conhece por ser limitado.

        Tem razão numa coisa: muitos pensadores de esquerda eram/são tão chulecos como os seus heróis de direita, embora geralmente numa escala menor. Ao contrário de si, sou contra toda a chulice, toda a mama. Sem excepções.

        Gostar

      • 15 Julho, 2021 17:32

        Eu sempre ouvi dos pensadores apologistas do capitalismo, a pregação da prosperidade e não da “desigualdade” seja lá isso o que for. E sempre os ouvi a refutar e corretamente a falacia do termo “desigualdade” enquanto injustiça social versos a “justiça” da igualdade. Sendo que idealmente o que verdadeiramente importa não é o quanto há de desigualdade numa sociedade, mas de pobreza/prosperidade. Mas isto seria num mundo que não existe, idealizado e virtuoso, sem corrupção .

        Claro que no seu mundo imaginário que também não existe, por exemplo, o Atento esqueceu-se de dizer quem seria esse “governo virtuoso de cidadãos”, e quem é que no final verdadeiramente mandaria e teria o Poder.

        Quem levaria virtuosamente a cabo o mandato do “governo dos cidadãos virtuosos”, e a não “corrompida lei e ordem, a ser imposta ao cidadão.

        E o que aconteceria ao cidadão caso ele não aceitasse nem obedecesse. Sendo que para isso, seria preciso ao contrário do que afirma, haver uma desigualdade de Poder entre o “governo dos cidadãos” e o “cidadão”.
        Sobretudo para acabar com os seus classificados “Chulões” . E prontos lá iria a sua pretensa igualdade pelo cano de esgoto abaixo.

        E claro não surpreendentemente o Atento só iria acordar do sonho idilico, tal como todos os robespierres desta vida, no dia em que a acusação de chulão descesse sobre a sua cabeça.

        E é por isso que, por todo o lado onde começou por ser implementado, seguiram-se as consequências trágicas lógicas.
        Porque no mundo real, as contradições das suas falácias morais e pretensiosas do mundo imaginário que o Atento prega, nao puderam nem podem ser mais possiveis de escamutear.

        Gostar

      • 15 Julho, 2021 17:32

        Mas lá está . O que o Atento quer fazer é discutir o mundo real do capitalismo que é naturalmente viciado pelo homem, versus o seu mundo imaginário presunçosamente virtuoso e idealizado, do que diz ser seu pretenso socialismo.

        E logo tem sempre a carta na manga, para desonestamente se esquivar moralmente, com a tipica falácia de o socialismo nunca ter sido verdadeiramente implementado. Tolerância essa, que hipocritamente não parece admitir ao ideal do liberal/capitalismo. Pois tal como maniqueistamente afirma vem viciado por design.

        Gostar

      • Atento permalink
        15 Julho, 2021 18:00

        Sim, o capitalismo desvaloriza a desigualdade que inevitavelmente – e deliberadamente – cria. O argumento direitalha: não importa que uma minoria tenha mil, dez mil, um bilião de vezes mais, desde que a maioria prospere.

        Mas a maioria não prospera. E mesmo que prosperasse continuaria a ser injusto, obsceno, injustificável. Tudo que é humano tem limites; porque seria a riqueza excepção?

        Quem deve ter o poder é a população. Todas as decisões relevantes podem e devem ser sujeitas a votos e referendos. Já há a tecnologia, falta as regras e acima de tudo a vontade.

        Isto é tão viável quanto, a meu ver, inevitável. É o futuro. As revoluções, as democracias e a repartição mais equitativa da riqueza falham porque os líderes falham. Não podemos estar reféns de líderes; isso era nas cavernas.

        O futuro é uma democracia mais directa, trabalho automatizado e riqueza partilhada.

        Gostar

  15. 15 Julho, 2021 18:46

    Parece ser uma constante em quem vive no mundo imaginário da utopia, ignorar os detalhes por onde se esconde sempre o diado. Ignorando-os e escamuteando-os porque contradizem-lhes as falacias das boas intenções .

    Mais uma vez o Atento afirma que tem deve ter o poder é a população, “um governo de cidadãos”.
    E mais uma vez se esquiva de dizer, quem é que levaria “virtuosamente” a cabo o mandato do governo da população “virtuosa”, e a implementação das suas leis e ordem não “corrompidas” , a ser imposta ao individuo cidadão ?

    E o que aconteceria ao individuo cidadão, caso ele não aceitasse nem obedecesse ao “Poder da populaçao” ? Sendo que para isso, seria preciso ao contrário do que afirma, haver uma desigualdade de Poder entre o “governo dos cidadãos” e o “cidadão” ?

    Escreveu o atento e cito:
    “Tem razão numa coisa: muitos pensadores de esquerda eram/são tão chulecos….”

    Muitos ? TODOS. E essa é claro, é a ironia da sua dissonância e hipocrisia.

    Gostar

    • Expatriado permalink
      16 Julho, 2021 11:28

      @mg. Tenho a certeza que já notou que tem estado a trocar palavras com o Bast(ard)os agora transfigurado em atento. O gajo agradece a plataforma para repetir ad nauseum a mesma trampa na esperança de apanhar algum incauto.
      Ah, quase esquecia que o tipo é multipolar por aqui. Escrevinha também com o nick 0db.

      Gostar

  16. Atento permalink
    16 Julho, 2021 01:00

    ‘Utopia’ costuma significar algo demasiado perfeito para ser possível. Aquilo de que falo não é de todo perfeito, nem pretende sê-lo: terá defeitos e dificuldades, como qualquer outro sistema político, social ou económico.

    É apenas uma organização mais justa e equilibrada da sociedade. Quem leva a cabo a governação? Os eleitos, como agora. Mas não tomarão todas as decisões, ao contrário de agora. Que acontece a quem não obedeça? Vai preso ou sofre restrições, como agora. Que acontece quando incumprimos a Lei?

    V. e a maioria estão tão formatados por esta partidocracia que nem conseguem imaginar outro modelo; têm de pintar qualquer alternativa como uma ditadura ou uma distopia qualquer. Até aí entende-se, são limitações.

    O que mete alguma confusão é como carneiros direitalhas remediados ou pés-rapados, como o mg/expaviado/chumaninha, defendem fortunas e mamões. Terão prazer em lamber o cu a quem se está a cagar para vós?

    Gostar

  17. 16 Julho, 2021 02:04

    Meninos bonzinhos como você Atento, já outros há muito vos toparam sobre o verniz das vossas “boas intenções” , e a patologia do vosso carácter .

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: