Saltar para o conteúdo

O socialismo assistido

13 Março, 2022

Hoje no Observador trato do socialismo assistido. Aquele que não trata das expectativas num futuro melhor mas sim de que ideologicamente sedados suportemos a degradação da nossa vida. «O Autovoucher é mais um produto na montra do socialismo assistido. Em 2016, o Governo de António Costa resolveu anunciar o fim da austeridade. Esse final passava, entre outras coisas, pelo fim da taxa extraordinária de IRS. Ora como o Governo não abdicava da receita fiscal tinha de ir buscar o dinheiro a algum lado. Onde? Às bombas de combustível que é o mesmo que dizer ao Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP). E assim, no meio da celebração do fim da austeridade e envolto na patetice beata do discurso da descarbonização que levou a que se olhasse para a tributação dos combustíveis como se se estivesse a falar de impostos sobre o tabaco ou o jogo (como se deixar de usar combustíveis fosse uma opção como deixar de fumar!) todos os portugueses — até aqueles cujos baixos rendimentos os tinham isentado de pagar sobretaxa de IRS! — começaram a pagar mais impostos. Simplesmente isso acontecia de forma indirecta quando abasteciam o automóvel. »

8 comentários leave one →
  1. lucklucky permalink
    14 Março, 2022 01:24

    O autovoucher é um mecanismo de criação de fidelidade e ao mesmo tempo de verificação dessa fidelidade.

    Testa a obediência de um povo ao Governo e à sua narrativa.
    O voucher força-te a fazer para o governo te dar.

    Gostar

  2. Prova Indirecta permalink
    14 Março, 2022 08:17

    depois da máscara e do esquema vacinal da Pfizer , eis aí o autovoucher , sigamos para bingo . Os gregos inventaram uma figura de estilo para indicar uma solucao inesperada e mirabolante para terminar as obras de ficção , Deus ex machina , este Costa é uma verdadeira tragédia

    Gostar

  3. Weltenbummler permalink
    14 Março, 2022 08:29

    dizia um cómico Brasileiro
    « vai um silêncio no meu bolso! »

    «e tudo o socialismo levou! »

    Gostar

  4. Desalinhado permalink
    14 Março, 2022 09:28

    Como disse e bem Carlos Barbosa, presidente do ACP, “o automóvel é uma autêntica repartição de finanças para o Estado”, pois o sector representa 32% dos impostos em Portugal.
    A escalada dos preços dos combustíveis funciona simultaneamente como um maná de receita fiscal do qual este Governo (ainda por empossar) nunca abdicará.
    E a ser verdade que a escolha para novo ministro das finanças recaia em Fernando Medina, então corre-se o risco acrescido de ele se enganar novamente, até por vício adquirido na câmara, que em vez de enviar o Orçamento para a Assembleia, por descuido, o faça chegar primeiro à embaixada russa em Lisboa.
    E todavia, enquanto os desesperados ucranianos fogem das bombas para salvarem a vida, nós, os portugueses, corremos para “elas”, para as da gasolina, evidentemente, para atestar os depósitos e salvar as carteiras.
    E nesta guerra sem quartel, mesmo às portas da Europa, há quem garanta já ter visto por lá um tanque de combate com a bandeira do Partido Comunista Português (não terá sido a da extinta União Soviética?) e o António Costa entrincheirado com uma
    bazuca apontada (possivelmente contra si próprio e as más consciências dos líderes europeus?) que andavam tão distraídos que nem reparavam nas “traquinices” que o pequeno Putin ia fazendo e provocando, para só agora o Papa, em nome de Deus, e o secretário-geral das Nações Unidas, em nome da Humanidade, apelem ao fim da guerra, todos salpicados de sangue e co-responsáveis por todos os mortos, feridos e destruição que já ocorreram.
    E aquelas crianças, mulheres e idosos, que deixaram para trás os homens na frente de batalha, em fuga desesperada pelos corredores frios do medo e da angústia, um dia, se ainda houver futuro, iram-nos cobrar, seguramente, a nossa hipocrisia cobarde de os ter deixado sozinhos e abandonados aos ditames expansionistas de um louco.

    Gostar

  5. Jorge permalink
    14 Março, 2022 10:20

    A alegria com que vejo alguns amigos a informar que já receberam este mês 5 euros do auto voucher é equiparavel à alegria com que anunciavam ao mundo que já tinham levado a 3 dose da vacina….ao mesmo tempo que não largavam a máscara.

    Liked by 1 person

  6. Azeitona de Moura permalink
    14 Março, 2022 12:23

    Finalmente um post com principio, meio e fim.
    Sobretudo (ou gabardine,agora que está a chuviscar) com argumentos irrefutáveis mesmo pela chusma dos associados da “rat academi”
    Eu diria que estes xuxas são como outro que nos rouba o porco e depois vem vem com toda a meiguice oferecer-nos uma chouriço e os trouxas ainda por cima agradecem e defendem
    gratias agimus carnifex

    Gostar

  7. 14 Março, 2022 14:38

    Realmente esta estratégia marketeira de “socialismo assistido” com vouchers, é de uma desfaçatez .
    Com todo este brutal aumento de impostos, qualquer dia estes comuno-socialistas ainda se lembram de criar um concurso da fatura da sorte e começarem a sortear automoveis, para premiar os seus vassalos cumpridores…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: