Saltar para o conteúdo

EFACEC: um morto-vivo pago pelos Portugueses

2 Novembro, 2022

Os socialistas andaram anos a bajular a oligarquia angolana e a seduzi-los a serem accionistas da EFACEC tendo feito tudo para facilitar a entrada de Isabel dos Santos no capital desta empresa portuguesa. Entretanto os ventos políticos e da opinião pública mudaram e, com a mesma desfaçatez, os socialistas passaram a considerar o capital angolano um activo tóxico.

Vai daí que o governo de António Costa resolveu nacionalizar a EFACEC ficando com a quota de mais de 70% que pertencia à filha do ex-presidente de Angola. Siza Vieira, que à altura era o ministro Ronaldo da Economia, engendrou uma operação absolutamente magnífica e cheia de virtudes, vista aliás pelo presidente da República como um imperativo nacional. (ver vídeo aos 1m00s)

Os mais reputados e esclarecidos comentadores e analistas da nossa praça consideravam a empresa fantástica e a decisão do governo excelente (ver vídeo aos 2m03s)

A generalidade dos partidos políticos ou aplaudiram a opção do governo ou, através do seu silêncio, concordaram tacitamente com a nacionalização. Com a excepção, reconheça-se, do ex-líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos.

Mas na verdade, à boa maneira socialista, o que o governo fez foi utilizar o dinheiro dos contribuintes para nacionalizar a EFACEC escondendo a situação económico-financeira calamitosa da empresa ao mesmo tempo que manteve em funções a equipa de gestão que conduziu a resultados desastrosos.

Há mais de dois anos que a empresa é um sorvedor de dinheiro dos portugueses, com injecções de capital por parte do Estado, garantias públicas e mais endividamento. Em 2021, a EFACEC teve um prejuízo consolidado de 184 milhões de euros e uma dívida líquida de 193 milhões de euros. Este ano a empresa já agravou o buraco.

Ao contrário da narrativa com que quiseram enganar os portugueses, a EFACEC revela-se uma empresa inviável. Mas o governo socialista não tem pudor em torrar dinheiro dos contribuintes numa empresa zombie, falida, mal gerida e sem mercado.

Entretanto o actual ministro da economia, o pseudo-poeta Prof. Lero-Lero, já se comprometeu a resolver o imbróglio criado pelos próprios socialistas que é o mesmo que dizer que a conta será paga pelos portugueses que trabalham e que continuam a ser alvo de um saque fiscal.

A minha crónica-vídeo de hoje, aqui:

4 comentários leave one →
  1. Alexandre N. permalink
    2 Novembro, 2022 22:07

    Ora a EFACEC, se calhar, tem muito potencial, basta ver que até foi responsável pelo sistema LIDAR na missão da NASA com vista à destruição de meteoros em colisão com a Terra.
    Calculo que o problema da empresa seja mesmo a GERÊNCIA tal como a maioria das empresas PÚBLICAS.
    Portugal tem capital humano, o problema de Portugal são mesmo as GERÊNCIAS

    Gostar

    • JACQUELINE BORRALHO permalink
      3 Novembro, 2022 08:11

      Claro! Com gente formada na incubadora de PS’s

      Gostar

    • JACQUELINE BORRALHO permalink
      3 Novembro, 2022 08:14

      Claro! Com gente formada na incubadora de PS’s ! E no futuro há-de ser lindo! Passam de ano os estudiosos e os que não se interessam pela escola!

      Gostar

  2. Duarte de Aviz permalink
    6 Novembro, 2022 22:31

    As bestas comentadeiras são sempre as mesmas. Porquê esperar algo diferente?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: