Skip to content

Estranha-se –> entranha-se

20 Dezembro, 2011

1º dia: Alguém diz uma coisa óbvia mas desconfortável

2º dia: onda de indignação

3º dia:  ele até tem uma certa razão

4º dia:  jornais publicam dicas para emigrar

 

Isto é normal num país em que as pessoas não sabem raciocinar com frieza.

About these ads
25 Comentários leave one →
  1. Ze Manel das Couves permalink
    20 Dezembro, 2011 11:45

    Sangue latino…

  2. 20 Dezembro, 2011 11:47

    Isto é normal num país hipócrita e cínico, bom pasto para o género guterres a que percence e secretário-geral, mas também para comentadores do PSD que gostam de surfar nestas ondas pedagógicas do mundo surrealista. Curioso é que o porta-voz do PS disse há pouco tempo que só cá estava porque tinha bom emprego, caso contrário teria emigrado. O resultado foi nada e silêncio. O problema assenta numa espécie de desonestidade entre o popularucho e o vigarista, que vai de encontro ao que os potenciais votantes querem ouvir. Pena foi o senhor Seguro não ter dito que se fosse PM arranjava empregos aos professores e preferia que eles ficassem por cá no desemprego, o que lhe seria altamente conveniente, diga-se de passagem. Estou para ver quem vai ser o jornalista “anormal” que se lembra de perguntar ao efectivo da Fenprof se eles já encetaram algum processo de contactos com países lusófonos no sentido de resolver o problema dos professores interessados.

  3. Larápio permalink
    20 Dezembro, 2011 11:49

    O estado deve garantir emprego a todo o indígena que queira ser professor, nem que seja preciso darem aulas uns aos outros.

  4. honni soit qui mal y pense permalink
    20 Dezembro, 2011 12:14

    o larápio tem toda a razão …

    logos seriam muitos votos para o Partido Sarjeta do Largo do Rato

  5. afédoshomens permalink
    20 Dezembro, 2011 12:32

    o joão ainda está por cá? não emigrou ainda? singapura aceita toda a horda de cretinos liberais

  6. afédoshomens permalink
    20 Dezembro, 2011 12:38

    lê-se a notícia e sugere-se a emigração para espanha……….!!!! pois….

  7. afédoshomens permalink
    20 Dezembro, 2011 12:39

    outra coisa curiosa é que aos portugueses nacionais passos sugere a emigração,mas nada diz sobre os imigrantes que cá temos,vulgo gratia, médicos da costa rica, brasileiros,ucranianos,cabo-verdianos. já estes são cá indispensáveis?

  8. Zé Carioca permalink
    20 Dezembro, 2011 13:07

    1º A “coisa” é obvia? Esse “alguém” é um cidadão comum? Ah, a coisa afinal é “desconfortável”?
    É desconfortável não ter uma solução para ela, e esse alguém ser um banana dum cidadão normal, então a “coisa” torna-se óbvia!;
    2ª Óbviamente, como o “alguém” é um banana dum cidadão normal, que até nem preparou/arranjou nenhuma solução para a “coisa”, porque não tinha nem tem obrigação disso, então, pasme-se, houve uma onda de indignação;
    3ª como não chegasse ter alguma razão e não fosse sua competência arranjar/preparar essa(s) “coisas óbvias”;
    4º vai daí, os jornais dão uma “mãozinha”

    Se um dia estiver no café a “politicar”, e se o PM PPC se sentar à sua mesa e politicar como você, não se admire, é apenas mais um “alguém” a dizer o que é “óbvio”. Abraços.

  9. A.Silva permalink
    20 Dezembro, 2011 13:40

    Os incompetentes assumem-se e afirmam a sua incapacidade para governar,.
    Mas não são só os governantes que revelam a sua incapacidade é toda direita que assume o seu falhanço e mostra que não tem soluções para os problemas das sociedades actuais.
    O capitalismo não tem futuro a não ser no inferno!

  10. lucklucky permalink
    20 Dezembro, 2011 13:55

    Passos Coelho deveria ter dito isto:
    .
    “Os professores desempregados tem uma boa oportunidade de provar o seu valor uma vez que a partir de agora há liberdade de ensino em Portugal.
    Podem começar por mandar para o lixo os programas do Kremlin da 5 de Outubro e criar as suas escolas em Liberdade.
    Podem por exemplo apresentar ás pessoas projectos educativos em que os seus filhos vão conseguir ler na 3ªclasse. Que ao 9ºAno estão prontos para a Universidade.”

    Mas isto Passos não fez. Está preso às corporações.

  11. António Joaquim permalink
    20 Dezembro, 2011 13:58

    Não sabia que o sr. Passos Coelho era cobrador de penhoras.

  12. António Parente permalink
    20 Dezembro, 2011 14:59

    Recuso-me a aceitar que no país em que vivo haja governantes, jornalistas, ou quem quer que seja, que convide os outros cidadãos a emigrarem. É uma coisa que me indigna profundamente. Nem mil comentadores nem mil artigos de jornal me fazem mudar de opinião.

  13. brmf permalink
    20 Dezembro, 2011 15:22

    A questão é: será que o Primeiro-Ministro foi eleito para dizer coisas óbvias, do tipo, o João Miranda tem de comer senão morre à fome? Exige-se um bocadinho mais ao PM, penso eu de que… Mas também acho que é assunto sem a importância dada.

  14. JoaoMiranda permalink*
    20 Dezembro, 2011 15:40

    brmf,

    Sim, no estado actual de ilusão faz sentido que o PM diga coisas óbvias. O óbvio tornou-se subversivo.

  15. lucklucky permalink
    20 Dezembro, 2011 15:45

    Isto não vai fazer parte da nenhuma página dos jornais tugas:

    http://www.weeklystandard.com/blogs/missing-bush_613588.html

  16. 20 Dezembro, 2011 16:38

    Já agora, se todos os habitantes emigrassem, a coisa ficava muito mais fácil de gerir.

  17. Pi-Erre permalink
    20 Dezembro, 2011 16:49

    Ora, o que o Primeiro-ministro deveria ter sugerido era que os bebés emigrassem mal acabassem de nascer. Assim o Estado pouparia muito dinheiro em subsídios, educação, saúde, etc., etc. A crise seria finalmente resolvida. E em definitivo !
    É para isso que o Estado serve. Conhecem mais alguma utilidade?

  18. J. Madeira permalink
    20 Dezembro, 2011 17:02

    Melhor dito será ; isto acontece porque as pessoas não sabem racicionar.
    Porque se soubessem, não se deixavam iludir e enganar pelos jornaleiros e comentadeiros ao
    serviço dos seus próprios interesses e de outrém! Jamais, Passos Coelho estaria a debitar as
    enormidades tão pouco, chegaria a P.Ministro!!!

  19. Golp(ada) permalink
    20 Dezembro, 2011 18:45

    Alguém me elucida sobre este artigo hermético:
    .

    http://economia.publico.pt/Noticia/proposta-de-revisao-dos-pagamentos-a-producao-electrica-em-janeiro-1525840

    .
    Pessoas que vendam electricidade à EDP passarão a receber menos?!?
    Se for o caso não me surpreende dado isso é mais um esquema pra depois de fazermos um investimento à partida vantajoso, com o passar do tempo, mudam as regras do jogo e passam a pagar menos.
    Teêm a faca e o queijo na mão…

  20. Pi-Erre permalink
    20 Dezembro, 2011 19:01

    Raciocinar com frieza?! Mas alguém consegue raciocinar com frieza quando se encontra perante um perigo iminente? Só se for um animal de sangue frio: lagarto, salamandra…

  21. 20 Dezembro, 2011 19:27

    Se o outro que foi para Paris dissesse uma barbaridade dessas,
    caía o Carmo e a Trindade.
    Mas como foi o queque laranja, em quadra natalícia, engole-se.

  22. afédoshomens permalink
    20 Dezembro, 2011 19:38

    os abrantinos não estão a dormir:
    ‘Se não tivéssemos feito isso [aplicar uma sobretaxa sobre o subsídio de Natal] nem sequer nos tinham deixado utilizar os fundos de pensões para pagar o défice.’
    Passos Coelho
    ‘Foi necessário recorrer à sobretaxa sobre o subsidio de Natal deste ano para que o país desse um sinal claro de que pretende emendar as suas contas públicas e só nessa circunstância é que o triunvirato – o FMI e a União Europeia – aceitaram a receita extraordinária dos fundos de pensões.’
    Paulo Portas

    Depois de a troika ter desmentido Passos Coelho e Paulo Portas, é o próprio ministro das Finanças que tira hoje o tapete a Passos e a Portas, garantindo que o corte de metade do subsídio de Natal de 2011 foi “uma opção do Governo” e não uma imposição da troika.

    O primeiro-ministro e o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros podem mentir ao país e nada acontece?

  23. 21 Dezembro, 2011 07:52

    Sempre disse que o inconsciente colectivo nacional tinha qualquer coisa de patológico.

  24. IFIGENIO OBSTRUZO permalink
    21 Dezembro, 2011 10:10

    Brasil brasileiro…the same mistake?

    http://www.bbc.co.uk/news/business-13932991

    s Brazil’s economic boom a bubble ready to burst?
    By Mark Broad Economics reporter, BBC News, Rio de Janeiro
    Rio de Janeiro cityscape of buildings Rio de Janeiro’s property boom underlines the speed of Brazil’s economic expansion
    Continue reading the main story
    Related Stories

    UK plc wakes up to Brazil chances
    Brazil interest rates hit 11.75%

    “House prices in some parts of Rio are up nearly 80% in the past year,” says Ronaldo Coelho Netto, an estate agent in Rio de Janeiro, looking up at a new development near the city centre.

    The Paco Real residential area is in a part of the city that was previously only considered a des-res by Rio’s criminals and drug lords.

    But times have changed and a new mood is sweeping the country.

    Football’s World Cup comes to Rio in 2014 and the Olympics in 2016. The vast oil reserves off the city’s coast will begin pumping crude imminently.

    Like Brazil as a whole, Rio is booming and the city’s new middle class have caught the property owning bug.

    The house price boom shows no immediate signs of abating.

    Raids led by armed squads of police are not the traditional route to pulling up property prices, but it’s working in Rio.

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34.850 outros seguidores

%d bloggers like this: