Saltar para o conteúdo

Felicidades para o futuro guarda-redes do Chelsea

12 Junho, 2008

Só pode. Scolari fez tudo por este homem. Agora não o vai abandonar às mãos frias e utilitaristas de outro seleccionador qualquer, porventura mais atento a questões técnicas e de valia do jogador. No Bétis viu-se o que sucedeu: em poucos meses estava no banco. Na selecção, uma vez mais, Scolari foi Pai, Mãe e Padrinho. Ainda hoje, o sargentão deve convencer Abramovich que Ricardo é um goleiro ímpar. Com Scolari a mandar, este fenómeno das balizas tem todas as condições para remeter Petr Chech para o banco. Só pode…

Anúncios
74 comentários leave one →
  1. 12 Junho, 2008 11:37

    Ai essa azia…

    Gostar

  2. Pedro Velasco permalink
    12 Junho, 2008 11:44

    É bem melhor que o Hilário … que já não me lembro bem onde é que em tempos jogou, antes de ir para o Chelsea.

    Mas não deixo de admirar os prodígios de imaginação inspirada pelo ressabiamento, neste momento em que a NOSSA selecção e o NOSSO treinador estão simplesmente fantásticos.

    Gostar

  3. 12 Junho, 2008 11:49

    Bem, Ricardo é o que é, mas pelo menos nunca mais assisti a nenhuma exibição de um guarda-redes português numa fase final como a de triste memória num Portugal-Estados Unidos.

    E depois, Ricardo deu-nos aqueles dois grandes momentos contra a Inglaterra. Só por isso, já fica na história.

    Gostar

  4. 12 Junho, 2008 11:55

    «Só por isso, já fica na história.»

    Julgo que não – deve ficar na história graças ao golo da Grécia na final do Euro 2004…

    Gostar

  5. Roídodefundo permalink
    12 Junho, 2008 12:00

    a vós portistas, ficou-vos mesmo atravessado o facto deste seleccionador nunca ter colocado o Vítor Baía na baliza de Portugal.
    Admito que na altura também tive as minhas dúvidas.
    Mas deixe-me perguntar-lhe. O Vítor Baía teria defendido 3 penaltis e marcado ele próprio 1, que nos deu a vitória sobre a Inglaterra?
    Não sabe pois não?
    Pois é, ninguém sabe.
    Mas o Ricardo consegui-o, isso ninguém pode negar.
    Saudações Leoninas.

    Gostar

  6. Francisco permalink
    12 Junho, 2008 12:04

    Engraçado…
    Na minha memória, e ainda bem fresco, está um golo de um tal Poborky (será assim que se escreve?) que eliminou Portugal num campeonato qualquer: um chapéu alto e lindo, lindo…
    Só não me lembro quem era o guarda-redes… seria o Ricardo? Ou o Quim?

    Gostar

  7. 12 Junho, 2008 12:11

    Ainda existem paises? Então o guarda redes da Republica Checa foi,ontem jogar contra o seu futuro treinador? E Ricardo está a jogar onde? Em Espanha? O Vitor Baia é aquele que foi agraciado com uma medalha pelo Cavaco, não é? Bonito!

    Gostar

  8. 12 Junho, 2008 12:15

    Na pag. 29 do Público de hoje, escreve Bruno Prata:
    “Pode alguém sonhar ser campeão com, talvez, o pior guarda-redes das 16 equipas ?”
    E no Guardian de hoje:
    “The most expensive squad at the Euros may be a centre-forward (Nuno Gomes) and goalkeeper (Ricardo) short of proving themselves the best, but we’ll enjoy watching them try”.
    Mas há alguém a pedir o regresso de Baía para substituir Ricardo ?

    Gostar

  9. balde-de-cal permalink
    12 Junho, 2008 12:17

    talvez possa levar em saldo a equipa do pintinho … penso eu de que

    Gostar

  10. FGV permalink
    12 Junho, 2008 12:23

    ALKA-SELTZER

    Gostar

  11. Vita Lino permalink
    12 Junho, 2008 12:27

    O CAA, quando o Ricardo defendeu os penalties todos, prometeu aqui, em jura solene, que não voltaria a falar mal de Ricardo.
    Nem ao menos nisso conseguiu cumprir.

    Gostar

  12. Vita Lino permalink
    12 Junho, 2008 12:29

    Azia rima com Baía.

    Gostar

  13. 12 Junho, 2008 12:33

    -O Ricardo é um frangueiro toda a gente o sabe, teve dois momentos fabulosos contra a Inglaterra, poderá voltar a ter mais algum grande momento, mas os portistas têm alguma dor de cotovelo pelo Vitor Baía. Para sermos justos, o Ricardo merecia ter sido titular em 2002 e não foi, estava em grande forma, tinha feito grandes épocas no Boavista, quer a nível nacional e internacional, e assegurado a titularidade incontestavel da baliza na selecção durante a fase de apuramento. Uma canalhice do Oliveirinha roubou-lhe a titularidade para Baía, que vinha duma lesão, e que teve no mundial uma prestação mediocre. Depois Ricardo foi para o Sporting, Baía foi treinado (recuperado) por Mourinho no Porto, Scolari nunca o convovou (terá sido impedido?), foi uma canalhice, Ricardo comecou a somar desastres em momentos decisivos, na final do EURO 2004, no Benfica-Sporting que decidiu o título de 2005, no Sporting-CSKA, fora mais uns quantos frangos avulsos com regularidade. Seria bom que um dia fossemos verdadeiramente esclarecidos, porquê Baía titular em 2002? porquê Ricardo titular em 2004? Se foram compensações Portugal saiu a perder, se não foram então o que realmente aconteceu?

    Gostar

  14. ordralfabeletix permalink
    12 Junho, 2008 12:43

    “No Bétis viu-se o que sucedeu: em poucos meses estava no banco”

    O CAA não viu, por certo. No Bétis Ricardo foi sempre titular , tendo realizado algumas exibições catalogadas de brilhantes pela crítica (Marca, As, Mundo Deportivo). Até que um dia… ficou de fora por lesão num ombro num domingo e na 4ª feira seguinte jogou pela selecção. O treinador do Bétis não gostou e encostou Ricardo até ao final da época.

    Ou seja o que se viu é que Ricardo foi afastado do Bétis por se ter sacrificado pela selecção. Ou pelo Pai, Mãe e Padrinho. De qualquer forma, CAA fique descansado que o Cech vai ficar pelo Chelsea. Tal como o Ricardo Carvalho já não irá para o Inter. E há até quem diga que o “minino” (mais um a deixar o Dragão) também vai mudar de agulha e deixar o Inter pelo Chelsea.

    Já agora CAA porque não diz que no Chelsea são ceguinhos? Então vão ficar 8 milhões de euros/ano por um incompetente?

    Gostar

  15. JEM permalink
    12 Junho, 2008 12:49

    O CAA está cheio de saudades do Oliverinha e dos seus passeios nocturnos pelas praias de Macau.

    Gostar

  16. ordralfabeletix permalink
    12 Junho, 2008 12:49

    “Na pag. 29 do Público de hoje, escreve Bruno Prata:”

    O Bruno Prata pertence ao clube do CAA: portistas ressabiados

    Gostar

  17. 12 Junho, 2008 13:10

    E Duncan Castles do Guardian, também pertence ao grupo de ressabiados ?
    http://blogs.guardian.co.uk/sport/2008/06/11/portugals_team_of_millions_pro.html

    Gostar

  18. Vita Lino permalink
    12 Junho, 2008 13:19

    O CAA MORREU

    “Blasfémias, 1.7.06
    CARO JCD,
    Prometo-te que, até ao fim da minha vida, nunca mais direi mal do Ricardo.”

    Gostar

  19. 12 Junho, 2008 13:21

    O que se retira dos comentários, é que Scolari, por mais bandeirinhas à janela que ponham, é discriminatório relativamente ao melhor clube de futebol português da actualidade(FCP), com o apoio do clube com maior massa associativa(SLB), que não o melhor. A prevalência da quantidade sobre a qualidade, só o leva o lugares secundários.
    O tal “Quase é nada”, como diz Mourinho.

    Gostar

  20. 12 Junho, 2008 13:21

    «O CAA, quando o Ricardo defendeu os penalties todos, prometeu aqui, em jura solene, que não voltaria a falar mal de Ricardo.»

    Mas eu não estou a dizer mal!
    Então afirmar que o guarda-redes suplente do Bétis vai para o Chelsea é apoucar o rapaz???
    Pelo contrário – a Europa inteira (e o mundo) anseiam pelas formidáveis saídas a cruzamentos do possuidor daquela voz tão tonitruante, esperam pelas suas declarações sempre tão humildes nas (pouquíssimas) vezes em que falha e, em Londres, todos desejam apreciar o seu formidável sentido posicional.

    Que sossegue a turba e que todos se mantenham com os seus inseparáveis alucinogéneos que estou a elogiar desmesuradamente o futuro goalkeeper…

    Gostar

  21. 12 Junho, 2008 13:38

    Tal como os actos, as palavras definem os Homens… e os homens.

    Gostar

  22. mariarroba permalink
    12 Junho, 2008 13:41

    CAA, deixe lá, que o presidente até medalhou a raça de Baía. E até o cáracter do rapaz porque nunca o ouvi dizer nada de desabonatório relativamente a Ricardo. Aliàs, no futebol, raramente um jogador diz mal de outro. É uma regra. pena é que quem se insurgiu contra o afastamento de Baía da selecção continue a criticar ricardo e a ironizar com o homem,enfim, revelando um mau perder que Baía não tem. Nem podia ter : então não se recorda da vez em que foi ele o escolhido por Oliveira para a fase final depois de ter sido Ricardo a fazer toda a fase de qualificação? Não se recorda?
    Está à espera da derrota de Portugal para festejar?

    ps – Lembro-em vagamente de ler coisa qualquer coisa sobre a passagem a dada altura menos auspiciosa do Baía pelo Barcelona, ou não?

    Gostar

  23. 12 Junho, 2008 13:54

    «Tal como os actos, as palavras definem os Homens… e os homens.»

    Pois é.
    Um outro critério que prefiro é aquele que distingue os que dão a cara e os que se escondem atrás de cognomes vagamente apaneleirados.

    Gostar

  24. 12 Junho, 2008 14:01

    EStou com o CAA.

    Gostar

  25. ordralfabeletix permalink
    12 Junho, 2008 14:08

    O Duncan Castle pertence ao grupo dos desatentos. O ricardo não é, seguramente, um dos pontos fortes da selecção.

    mqas o ponto fraco está cotado pelo Castle em 20milhões de euros. Mas isso foi no tempo em que o Abramovich desbaratava e o clube que o vendeu é o mesmo que vendeu o Secretário ao Real Madrid.

    O ponto fraco na selecção não é o Ricardo nem sequer o Nuno Gomes. Não serão bons, mas não temos melhor. O ponto fraco é o Paulo Ferreira. Ataca pouco e mal e naquela defesa destoa claramente.

    PS: Há gente que não consegue despir a camisola do seu clube quando fala da selecção. O CAA só tem olhos para ex-portistas. mesmo os que como o Pepe dizem que se voltarem ajogar em Portugal éno… Marítimo.

    Gostar

  26. Joao Pinto permalink
    12 Junho, 2008 14:08

    Deve ser doloroso estar sempre à espera que o Scolari tome decisões idiotas, e depois ver que ele acerta 90% das vezes.
    Agora a prestação geral do Ricardo é má por causa do golo da Grécia, por um jogador que estava a ser marcado pelo Costinha, golo esse que deve ter sido efusivamente festejado por esta criatura mesquinha.
    Tenha calma CAA, lá para as meias somos eliminados e pode cagar aqui a sua posta irónica. Depois volta um Oliveirinha e o mundo reentra nos eixos

    Gostar

  27. 12 Junho, 2008 14:09

    É também na boçalidade do insulto que se percepciona a raça excrementícia do… homem.

    Gostar

  28. Dies Illa permalink
    12 Junho, 2008 14:17

    CAA = Com Abundante Azia

    Gostar

  29. Anónimo permalink
    12 Junho, 2008 14:36

    A prevalência da quantidade sobre a qualidade, só o leva o lugares secundários.
    O tal “Quase é nada”, como diz Mourinho.

    7,5 milhões de Euros. Um bolso cheio de nadas.

    Gostar

  30. 12 Junho, 2008 14:47

    Ricardo não vai, obviamente, para o Chelsea. Mas Ricardo não é tão mau quanto CAA quer fazer crer. Treme nas saidas ás bolas cruzadas, é um facto. Mas é exímio entre os postes (ontem salvou golo certo) e joga com os pés como muito poucos. É repentista na colocação da bola em jogo e normalmente fá-lo com precisão. É humilde e trabalhador. Baía não era um bom elemento para o grupo, foi sempre essa a explicação.Acresce: A história do Baía, não prescreveu?
    E também: a escolha de Ricardo assenta numa teimosoa de Scolari, é certo e é essa a tese de CAA. Mas não tem sido essa teimosia, digamos, bem sucedida?

    Gostar

  31. 12 Junho, 2008 14:55

    Lembrem-me uma coisa: quantos campeonatos (europeus e mundiais) já ganhou a seleção?

    Gostar

  32. honni soit qui mal y pense permalink
    12 Junho, 2008 14:58

    Sais de fruto.Olhe que ainda vai o Baia .

    Gostar

  33. 12 Junho, 2008 15:06

    óh, que distraído sou. Então CAA está é a disfarçar. Aproxima-se a decisão sobre o FCP. Não é?

    Gostar

  34. Filipe permalink
    12 Junho, 2008 15:47

    Não sei qual é a complicação. No mundial de 2002 Ricardo estava em melhor forma que Vitor Baía, logo devia ser ele o escolhido. Não o foi perguntem porquê ao Oliveira ou a quem o contratou. Nesse mundial os centrais (salvo erro J Costa e F Couto) também estavam muito lentos. Ok, e o que é que isso tem a ver com quem devia estar na baliza actualmente? Se a grande exibição do Ricardo contra a Inglaterra for a única justificação então o Eusébio devia substituir o N Gomes.

    Gostar

  35. Joao Pinto permalink
    12 Junho, 2008 15:50

    Com essa é que apanhou o Scolari nas curvas oh Do Contra. Está cheio de razão!
    Fora Scolari!

    Gostar

  36. 12 Junho, 2008 16:21

    Com critérios utilitaristas você não podia falar de futebol em nenhum blog, dado que andou anos a dizer mal do único treinador que conseguiu ser qualificado para um mundial e um europeu, e chegou ás meias finais de um e à final do outro.

    Gostar

  37. 12 Junho, 2008 16:59

    E no Guardian de hoje:
    “The most expensive squad at the Euros may be a centre-forward (Nuno Gomes) and goalkeeper (Ricardo) short of proving themselves the best, but we’ll enjoy watching them try”.

    Claro que só é cego quem quer….e quem é tolhido na sua lucidez pelos anti-portismos primários que acham que mesmo hoje, com um Quim bem melhor, falar do Ricardo é falar do Baía!!!

    Gostar

  38. 12 Junho, 2008 17:11

    De resto, agora, também não há alternativa. É isso que também é referido na peça (por alguns cegos supra vilipendiada, do Público)…

    Os erros do Ricardo são crónicos e obedecem ao mesmo tipo: má colocação e incapacidade de se impor, no um contra um , nas bolas pelo ar, na pequena área. De resto, já nos tempos do Boavista, com grandes exibições debaixo dos postes, apresentava essas lacunas (são falhas de “escola”…). Além dos altos e baixos de concentração/psicológicos que intranquilizam, por vezes, a defesa .

    Claro que também tem pontos fortes: debaixo dos postes e a fazer as “manchas” (saídas aos pés). Agora, está longe de ser um grande guarda-redes, de selecção de top! (é um guarda redes bom, bonzinho…)

    Por isso é que o Benfica (e bem!…concerteza também era por azia, ou solidariedade com o Baía!!), depois de ter tudo acertado com ele, acabou por não o contratar.

    E, enfim, e há o golo da final contra a Grécia, no Euro-2004, que se transformou em tabu, ninguém fala e já se esqueceram (a meu ver, foi o primeiro a provocar a “debaque” que a selecção teve nessa final, de vitória anunciada e perdida)…Isso também só por cegueira é que se finge que se esquece, até mesmo porque ajudou e muito a deixar fugir um título (que a selecção ainda não tem)!

    Gostar

  39. 12 Junho, 2008 17:23

    Pergunat o dinis, supra:
    ” (…) escolha de Ricardo assenta numa teimosoa de Scolari, é certo e é essa a tese de CAA. Mas não tem sido essa teimosia, digamos, bem sucedida”?

    Não há, agora, alternativas. Por isso, se tivesse apostado, em tempo, no Quim, não sabemos o que teria sucedido… Mas, respondendo diractamente à questão, não, por isto: 1º jogo e, sobretudo, final (ambos perdidos, contra a mesma Grécia) do Euro-2004 (ver, comentário antecedente)

    Gostar

  40. 12 Junho, 2008 17:37

    PMF, essa é antológica. Mas poderíamos nós ter disputado a final sem ter passado pela Inglaterra? E não foi Ricardo decisivo nesse facto?
    Ricardo ganhou definitivamante a titularidade nesse jogo. Scolari é dado a superstições. Ricardo (acha ele) dá-lhe sorte.E a nós não nos tem dado muito azar. Caramba pessoal, perdemos a final? Sim, mas CHEGAMOS LÁ….custa muito ver isso?

    Gostar

  41. 12 Junho, 2008 17:53

    Dinis,

    quem lhe garante que não chegaríamos? O que lhe garanto é que o erro da final (esse sim) foi individual e decisivo!

    Enfim, por essa lógica (a do reconhecimento), nem valeria a pena haver selecionador, visionamento de jogadores, de jogos, etc: quem, alguma vez, tivesse feito uma grande exibição, estaria, para todo o sempre, imune às críticas e, independentemente de tudo, poderia arrastar-se em campo! O reconhecimento de um grande jogo, não impede que se vejam os erros (crónicos)!

    Gostar

  42. Gabriel Silva permalink*
    12 Junho, 2008 17:55

    Certo é que Scolari é de longe o selecionador com melhores resultados na história do futebol português.

    Gostar

  43. 12 Junho, 2008 18:00

    Já agora, caeroi Dinis,

    a melhor selecção que eu me recordo (ainda que já vagamente) de ter visto jogar (Brasil, Mundial de 1982, em Espanha), a selecção do Zico, do Paulo Roberto Falcão, de um defesa direito que, salvo erro, era o Leonardo, do Júnior, do Toninho Cerezo e quejandos, caíu ingloriamente às mãos 8fracas mãos) de um guarda-redes (Valdir Peres) que tinha sido seleccionado porque tinha a epecialdiade de defender muitos penalties!

    De resto, a analogia com essa selecção mete-me arrepios: os “elos mais fracos” eram (e por onde acabaram por ir á vida!) o guarda-redes e o ponta de lança, o célebre Serginho que, muitos anos mais tarde, jogou (quer dizer, correu atrás da bola) por cá, em Portugal, em fase de pré-reforma (que já deveria ser mesmo, no Brasil, de reforma!). E assim, aquela selecção-maravilha (um dia “A Bola” tinha como título “Os deuses desceram à terra!”), sucumbiu ingloriamente àos pés da Itália.

    Gostar

  44. 12 Junho, 2008 18:03

    Gabriel,

    o que é que isso tem a ver?! Claro que é, mas por isso, não se pode ver lucidamente (como a própria imprensa inglesa vê, só para referir uma notícia de hoje) e criticar o Ricardo?

    Até mesmo porque não há, actualmente, alternativa, não vejo o que é que uma coisa invalida a outra…

    ( PS – Já agora, e se os resultados fossem porventura ainda melhores, com outras escolhas?)

    Gostar

  45. 12 Junho, 2008 18:05

    PMF,
    Eu tenho as minhas dúvidas de que o erro foi individual e decisivo. Ainda ontem ouvi os comentadores dizerem que o golo dos checos se deve a erro de marcação da defesa. Ou seja, quando uma bola é cabeceada na área pelo atacante: é golo! A ideia é não deixar cabecear e essa é reponsabilidade dos defesas. Mas o meu ponto é outro. Scolari é dado a esoterismos. Superstições, Ricardo dá-lhe sorte (acha ele, repito) portanto, enquanto scolari for selecionador (falta pouco) Ricardo é titular. É justo? Não sei… mas é assim. Não disse nada do que me aponta. Sorry.

    Gostar

  46. 12 Junho, 2008 18:16

    Gabriel,

    «Certo é que Scolari é de longe o selecionador com melhores resultados na história do futebol português.»

    Humberto Coelho levou-nos ao 3º lugar do Euro 2000. Na Holanda e não em casa. Cilindramos todos os adversários. Só perdemos com a melhor França deste século que veio a seu campeã da Europa e do Mundo – e com uma mão a 9 minutos do fim do prolongamento.

    Madail despediu Humberto no final desse jogo.

    Gostar

  47. 12 Junho, 2008 18:17

    PMF,
    Só vi agora o 45. Também me lembro dessa selecção. O que eu chorei nesse jogo. Enfim, boas memórias. lembro-me de uma Brasileira lindíssima que trabalhava no café do bairro a chorar copiosamente e nós (mais ganapos)a tentar consolar… UI, do que me veio lembrar. vê? Bola é isto. Com o Ricardo ou outro qualquer!

    Gostar

  48. Gabriel Silva permalink*
    12 Junho, 2008 18:22

    CAA,
    Humberto foi excelente.
    Mas foi 3º.
    Scolari foi 2º (europeu) e 4º mundial)

    Madail não prima pela… hum…. acho que em nada!

    Gostar

  49. 12 Junho, 2008 18:35

    Scolari teve a sorte de apanhar os restos da equipa que Mourinho fez, campeã europeia e mundial de clubes.
    Quanto a Ricardo, acho que é um bom guarda-redes, quando não está ninguém na pequena área. Quando há jogadores nessa zona, ou em vias de lá entrar, Ricardo é uma alheira.

    Gostar

  50. Dói muito? Isso passa permalink
    12 Junho, 2008 19:46

    Se Scolari levar Ricardo são menos dois nabos em Portugal. Já só vão ficar alguns milhões. Se desse para fazer gasóleo do nabo éramos um país rico.

    Gostar

  51. ordralfabeletix permalink
    12 Junho, 2008 22:25

    “O que lhe garanto é que o erro da final (esse sim) foi individual e decisivo!”

    Ou seja, o Charisteas saltou com o Ricardo Carvalho e o Costinha e o erro do Ricardo foi individual.

    Já os penaltys que defendeu foi com a ajuda do Paulo Ferreira e do Maniche.

    “Scolari teve a sorte de apanhar os restos da equipa que Mourinho fez”

    Aonde andam hoje esses restos? Sobram o Deco e o Ricardo Carvalho. Por essa ordem s de ideias podemos dizer que o Scolari está a aproveitar a escola do Sporting (C.Ronaldo, Simão, Moutinho). Ou o Boavista campeão de 2001 (Ricardo, Petit).

    Não. o vosso problema é que o sr. Scolari nunca obedeceu à voz do dono. Que estava a mandar nos seleccionados como nos árbitros. Que gostava de seleccionadores dóceis, que dispensavam jogadores do seu clube quando dava jeito e os convocavam quando era útil. Como este não obedeceu, criou um conflito. E como qualquer pastor que se preze, o seu rebanho foi atrás. Ainda hoje, com o pastor sem cajada, lá vão fazendo méeeeee.

    Gostar

  52. 13 Junho, 2008 00:32

    Gostei Ordrafabeletix !

    Essas são as verdadeiras razões porque umas certos figurinhas,nunca gostaram do Sargentão!

    E agora que se vai,talvez fosse a ocasião ideal para explicar as verdadeiras razões que o

    levaram a não convocar mais o V.Baia !

    Mas porque não gosto de mistérios, vou deixar uma pequena pista…

    O Oliveirinha após o Mundial de 2002 foi de vela e não gostou,e vai daí não foi de modas,F.P.F

    no tribunal por ruptura unilateral de contrato!

    O Oliveirinha ganhou o dito processo,e a massaroca da indemenização foi-lhe direitinha para o

    bolso e não foi nada pouca por sinal!

    Uma das testemunhas arrolada era exactamente o então guarda-redes do FCP e da selecção

    Vitor Baía,e o resto da história fica para o Scolari contar se quiser…

    Gostar

  53. 13 Junho, 2008 02:35

    Mr. CAA,

    penso que me permite que “assine” este seu post. Sibilino e certeiríssimo !

    Gostar

  54. Zenóbio permalink
    13 Junho, 2008 10:53

    CAA,

    Tome umas pastilhas para a azia e deixe de ser sectário.(O Scolari não vai à bola com goleiros de sexualidade dúbia)

    Gostar

  55. Tolstoi permalink
    13 Junho, 2008 10:58

    Neste mundo, muitos falam, muitos menos têm resultados, e muitos menos ainda conseguem resultados à escala internacional, quer queiram ou não os do primeiro grupo, Scolari encontra-se no último. Factos são factos.

    Gostar

  56. mariarroba permalink
    13 Junho, 2008 15:43

    A coisa afinal é simple: CAA não gosta do Ricardo por causa do Baía e não gosta do Scolari por causa do Humberto que o Madail despediu. Quem já não argumentou assim? Eu,por exemplo, na escola primária, nunca gostei o Luisinho porque o professor não atinava com o Huguinho.

    ps um nadica importante – lembro-me ter havido uma certa pressão nortenha para que Humberto fosse despedido, ou não? já não me recordo bem mas ele não foi substituido pelo António Oliveira?

    Gostar

  57. mariarroba permalink
    13 Junho, 2008 15:44

    CAA, eu sei que não costuma responder-me mas, por favor,falta de memória, não. Ora pense lá bem e diga-nos quem despediu Humberto.

    Gostar

  58. 13 Junho, 2008 16:10

    «Ora pense lá bem e diga-nos quem despediu Humberto.»

    Foi o idiota do Madail. E mais ninguém. Puxe lá pela memória para recordar que o Oliveira foi a 3.ª escolha e o ‘Norte’, como dizem os parolos de lisboa, nada teve com isso.

    o Humberto foi um excelente seleccionador. É a minha escolha novamente.

    Gostar

  59. mariarroba permalink
    13 Junho, 2008 16:37

    CAA: Como dizem ‘os parolos de lisboa’ não sei. Eu que sou do Norte, digo ‘o Norte’ pela simples razão de que não é o sul. só por isso. É uma designação, digamos, bussularmente aceite.
    Oliveira foi a terceira escolha não foi? Então há-de explicar-nos por que razão falharam as outras duas (essas sim, do Madail’ que,”idiota”, teve a veleidade de ter ideias. Se não conseguir, pergunte às duas primeiras escolhas que elas contam-lhe… Começe pelo sul, em Palmela, talvez…

    Gostar

  60. mariarroba permalink
    13 Junho, 2008 16:39

    CAA: Como dizem ‘os parolos de lisboa’ não sei. Eu que sou do Norte, digo ‘o Norte’ pela simples razão de que não é o sul. só por isso. É uma designação, digamos, bussularmente aceite.
    Oliveira foi a terceira escolha não foi? Então há-de explicar-nos por que razão falharam as outras duas (essas sim, do Madail’ que,”idiota”, teve a veleidade de ter ideias). Se não conseguir, pergunte às duas primeiras escolhas que elas contam-lhe ou ararnjam quem lhe conte. Começe pelo sul, em Palmela, talvez…

    Gostar

  61. 13 Junho, 2008 16:43

    Hi CAA, 25th, How I did like that, my friend… heheheh! “Cú-gnomos apanaleirados”?!… excuse my portuguese, but it is really great!…. eheheheh!

    Gostar

  62. essagora permalink
    13 Junho, 2008 16:59

    jcd,
    veja lá o vídeo e explique-me o que é que o Ricardo teria feito melhor?

    É que eu nunca consegui perceber como é que há quem diga que o Baía nos “enterrou” neste mundial com base neste jogo.
    Pode também ajudar se nos lembrarmos das defesas miraculosas que ele fez na segunda parte do jogo com a Coreia, quando estávamos em inferioridade numérica virtualmente eliminados e praticamente já ninguém defendia senão ele. Foi ele que permitiu manter a esperança acesa até ao fim, com um punhado de defesas inacreditáveis, até ao momento em que o o Sérgio Conceição chutou rematou ao poste.
    Mas não… Pelos vistos ele enterrou-nos e deu frangos monumentais…..

    Gostar

  63. 20 Junho, 2008 02:41

    Petição pelo Xau ao frangueiro:

    http://democraciaemportugal.blogspot.com/

    Assinem!!!

    Gostar

  64. mantrus permalink
    20 Junho, 2008 12:14

    Empalem esse FDP ou atravessem o pais com ele, para poder ser apedrejado pelo povo…
    PT vs. GR 2004 + PT vs. DE 2008 Obrigado Ricardo,

    Gostar

  65. Miguel permalink
    20 Junho, 2008 13:57

    Mais uma mentira repetida até a exaustão, que muitos já aceitam como verdade: Baía não teve NENHUMA culpa na eliminação do Mundial da Coreia…

    Pelo contrário Ricardo em 2004 contra a Grécia e ontem contra a Alemanha foi directamente culpada em 3 (de 4) golos…

    Gostar

  66. Munga permalink
    21 Junho, 2008 02:19

    Ricardo foi o responsável pelos 5 golos que houve no jogo.

    Gostar

  67. Munga permalink
    21 Junho, 2008 02:23

    Um medíocre Simão, um fraco Petit, um péssimo Paulo Ferreira, não tiveram culpa nenhuma. A culpa é do Ricardo.

    Gostar

  68. Munga permalink
    21 Junho, 2008 02:26

    A culpa da derrota portuguesa é do Ricardo Quaresma!
    Não jogou mesmo nada!

    Gostar

  69. Munga permalink
    21 Junho, 2008 02:27

    O Ricardo Scolari não terá nada a ver com o assunto?

    Gostar

  70. Munga permalink
    21 Junho, 2008 02:29

    O Ricardo Madaíl é que deveria ter posto outra equipa a jogar.

    Gostar

  71. 3 Julho, 2008 15:37

    SR scolari se não levar o ricardo para o chelsea vamos todos pensar que é um acto de covardia ao deixar cair o seu melhor guarda redes. Leve-o até porque o senhor não deve durar lá muito tempo e no Bétis já ninguém deve querer lembrar-se deste rei dos frangos…
    lembram-se do golo do luisão que deu um campeonato ao benfica? se não é igual ao golo da grecia e a trinta e tal golos sofridos na selecção por este GR eu sou o presidente dos EUA.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: