Saltar para o conteúdo

Vai-se a ver e afinal saiu asneira

30 Agosto, 2009

«São as conjunturas que levaram o País e o mundo a estarem como estão. O engº Sócrates tem uma posição mais futurista com que me identifico. Muito mais do que a da oposição.» – O autor desta bela prosa é o Zé Pedro,  dos Xutos e Pontapés. Que o auto-denominado Zé Pedro  no seu meio século de vida  não tenha ainda percebido o que foi o futurismo apesar de passar a vida no mundo dito do espectáculo e da cultura já dá que pensar. Mas enigmático mesmo é um blogue de apoio ao PS  cite esta baboseira da “posição mais futurista”  como um elogio a Sócrates. Pessoalmente não vislumbro futurismo algum quer no dito Zé Pedro quem em José Sócrates mas  se os simplexes fizerem questão até podemos ir por aí. Vai ser fantástico!!!

76 comentários leave one →
  1. g.fm permalink
    30 Agosto, 2009 12:46

    Cada um vislumbra aquilo que quer ou que consegue. Ficou-me a curiosidade: a Helena Matos vislumbra futurismo em quem. Não me diga que é na Ferreira Leite e no Cavaco Silva.

    Gostar

  2. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 12:55

    Olha aí, ó tolinho- o que é futurismo?

    Sabes?

    Ora explica lá para te percebermos melhor.

    Gostar

  3. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 12:57

    Na volta ainda se descabelam por andarem a exigir o futurismo do António Ferro no bom do tempo do Salazar.

    Gostar

  4. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 12:58

    Mas eles são assim- têm cartão jovem até à meia idade- só temos que aprender com o futurismo fascista desta juventude.

    “:O)))

    Gostar

  5. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 12:59

    Deve ser para depois fazerem a muralha de aço contra a Direita “facista” e reaccionária do futurismo do passado.

    eheh

    Gostar

  6. g.fm permalink
    30 Agosto, 2009 13:04

    Za-Zie, não sei(não te explicaste) se o tolinho sou eu, mas cá vai. Não tenho muitas certezas. Questionei a Helena Matos, exactamente para ver se vislumbro o significado de futurismo, para ela. Não te questiono a ti, porque sinceramente não me interessa minimamente o teu conceito, desculpa lá. 🙂

    Gostar

  7. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 13:05

    Pois vai ao Google e informa-te antes de fazeres perguntas mongas como as do Sócrates.

    Informa-te do que foi o futurismo.

    Aliás, andas na escola? Em que ano?

    Nunca te ensinaram em que consistiu o futurismo?

    Gostar

  8. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 13:07

    Não há significado de uma coisa de acordo com cada um. Não há o futurismo para a HM a ser diferente do futurismo para o Zé Pedro, entendes?

    Há apenas uma coisa que foi futurismo e que até teve por cá seguidores diversos. E essa coisa também costuma ser chamada de fascismo pelos mesmos que agora a usam para combater esses fantasmas do passado.

    Gostar

  9. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 13:08

    Olha, tenta fazer exames assim, com o “para mim é isto” que vais longe.

    Gostar

  10. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 13:10

    Esta malta é todo simplex. Na volta percebe-se como gostam dos engenheiros pós modernos que também se licenciam por fax com o “para mim, teu colega de sempre”

    Gostar

  11. Crossfire permalink
    30 Agosto, 2009 13:16

    Cara Helena se o PSD apenas propõe suspender, parar e rasgar o que até aqui já foi feito, e o PS quer agir, parece-me claro quem é que é progressista e pensa no que pode fazer, para o bem do país, não lhe parece?

    Nota: Se na sua opinião, as palavras do senhor Zé Pedro nada valem por causa da sua idade, e do seu estilo de vida, é-me claro que você ainda não percebeu muito bem o que é a democracia…

    Gostar

  12. 30 Agosto, 2009 13:18

    Aquilino Ribeiro e Fernando Pessoa estavam lá.
    Se os Xutos sabem do que falam e cantam, não sei. Não sou fã.
    Há pouco tempo arranjaram uma cançoneta por aqui saudada, onde veladamente criticavam quem agora saudam.
    Lá vão ganhando o guito.
    O Herman é que anda um bocado em baixo.
    Tiveram de ir buscar uma coisa(post abaixo) de 1999.

    Gostar

  13. K2ou3 permalink
    30 Agosto, 2009 13:19

    Cz um amigo meu, que por acaso é da marinha,

    “Deus nosso Senhor, não tem culpa do que fazem cá em baixo”.
    E tem toda a razão.Portugal tinha todas as condições de passar muito mais ao largo da”Crise”, não fossem terem querido encostar-se á “Crise Internacional”, Internacionalização.
    Tal como querem encostar-se á Gripe A.
    Compare-se com o Japão!.

    Somos demasiado pequenos.

    Gostar

  14. g.fm permalink
    30 Agosto, 2009 13:30

    “Olha, tenta fazer exames assim, com o “para mim é isto” que vais longe.”

    Za-Zie, para isso estás cá tu. Deus me livre passar-me pela cabeça dar-te lições.:)

    Gostar

  15. 30 Agosto, 2009 13:32

    12,

    Aquilino Ribeiro fez parte do grupo do Futurismo ?

    Gostar

  16. 30 Agosto, 2009 13:36

    Ora façam o favor do seguinte:

    1 – Tratarem o Zé Pedro e qualquer outro membro dos Xutos, por “Comendador” (dado por JSampaio, ao que isto chegou !…

    2 – Continuarem a apoiar Sócrates e o PS, para, na campanha das Legislativas, contratarem os Xutos e, se novamente no governo, os manterem como artistas-do-regime…

    Gostar

  17. helenafmatos permalink
    30 Agosto, 2009 14:16

    1- Sabe o que o foi o futurismo?

    Gostar

  18. Anónimo permalink
    30 Agosto, 2009 14:21

    #18 – “Sabe o que o foi o futurismo?”
    posto dessa maneira, até pareces a alessandra matos.

    Gostar

  19. helenafmatos permalink
    30 Agosto, 2009 14:23

    « Se na sua opinião, as palavras do senhor Zé Pedro nada valem por causa da sua idade, e do seu estilo de vida, é-me claro que você ainda não percebeu muito bem o que é a democracia…» – tendo em conta a idade e o estilo de vida só posso concluir que não se esforça por aprender um pouco mais. Mas esse é um direito que lhe assiste e desde que em nome da defesa dos ignorantes de facto o governo não se proponha dar-lhe uma licenciatura o caso não me interessa. O que já dá que pensar é que se coloque uma frase destas num blogie de apoio a Sócrates. Enfim estão no seu direito de se reivindicarem futuristas mas duvido que seja mesmo isso que querem dizer

    Gostar

  20. 30 Agosto, 2009 14:27

    Mrs. Helena Matos,

    Para o senhor comendador Zé Pedro e para os outros senhores comendadores dos Xutos, tanto faz: FUTURISMO e futuro é ‘a mesma coisa’.

    E para Sócrates…TAMBÉM !

    Gostar

  21. jorge paulo permalink
    30 Agosto, 2009 14:36

    Vejam lá ao que isto chegou: um músico que foi, e é ainda censurado nas rádios portuguesas, vai a um comicio de quem o mandou censurar, para o apoiar; tanta vergonha tem um como o outro. O Zé Pedro, e o Zé Sócrates. É como se o Zeca Afonso fosse cantar a uma manifestação de apoio ao Marcelo Caetano. Mas não nos devemos admirar com casos como este. Então o Sócrates não tem já o seu ” Moreira Batista” Santos Silva, e o seu ” SNI”ERC ? E ainda tem a lata de acusar os outros de Salazarentos.

    Gostar

  22. 30 Agosto, 2009 14:36

    pois , o presente não pode deixar de ser mau : uns vivem no passado , ele é descobrimentos , d. sebastião que há-de regressar no nevoeiro e tal ; outros no “futurismo” que eu não sei o que é ( será coisa tipo ” tempos modernos” do tati? ou do chaplin? ); e claro , o presente que se lixe , o que me lixa a mim , que vivo no presente.

    Gostar

  23. primitivista permalink
    30 Agosto, 2009 14:37

    Dá vontade de rir ver o Sócrates e demais Socialistas a louvarem o progresso e a modernidade e afirmarem-se como os verdadeiros profetas da mensagem libertadora. Eles afirmam ter a superioridade moral de quem é moderno e progressista, de quem evolui. São eles, os arautos da inovação, contra os que vivem agarrados ao passado, os retrógrados.

    No próximo dia 27 vamos mandar os paladinos da superioridade moral moderna, modernizar as casas e as vidas deles e deixarem os Portugueses em paz. Os Portugueses gostam da fruta ao natural, com caroços, com semente, verdadeira, cheia de potencial. Estamos fartos destes iluminados que sabem sempre qual o caminho do futuro, em nosso nome, pois nós, coitados, não conseguimos vislumbrar os amanhas que cantam.

    Contra os “armanis” ocos e de retórica ignóbil, contra os mimados modernistas escravos do progresso e putas das máquinas, contra os que desprezam os endocarpos lenhosos portadores de vida potencial, vamos correr com esta cambada de iludidos que querem iludir.

    Gostar

  24. EMS permalink
    30 Agosto, 2009 14:41

    Não sei como é que a Helena concluiu que o termo “futurista” é exclusivo de um movimento artístico de há cem anos. Qualquer dicionário dir-lhe-á o contrário, mas isso de perder tempo a consultar dicionários poderia estragar-lhe o gozo de atacar alguém. Afinal não devemos deixar que a verdade estrague uma boa historia. È isso, não é Helena?
    Já agora estimada Helena, pensando noutro movimento artístico mais ou menos contemporâneo desse tal de futurismo, o modernismo. A que chama a Helena alguém que declare gostar de coisas modernas? Para ai antiquário, imagino eu.

    Gostar

  25. Pizarro permalink
    30 Agosto, 2009 14:47

    Porra, já que não se sabe, custa alguma coisa ler um bocadinho? A tirado do “para ver se vislumbro o significado de futurismo, para ela. Não te questiono a ti, porque sinceramente não me interessa minimamente o teu conceito, desculpa lá” é a melhor ehehehe. Vá lá à wikipedia e na volta ensine o querido líder sobre o que é o short-selling.

    Gostar

  26. Marafado de Buliquei-me permalink
    30 Agosto, 2009 14:49

    Cá pra mim , que sou ignorante, a Srª Dª Helena aprendeu futurismo com o Cardeal Cerejeira e mais recentemente com a Srª Drª (?) (licenciada ?) MFL.

    Gostar

  27. 30 Agosto, 2009 14:53

    E o exibicionismo sabem o que é?
    O futurismo pode ser uma forma de exibicionismo.

    Gostar

  28. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:00

    Futurismo é “manifestar-se preocupado com os lobbies que muitas vezes se sobrepõe ao governo”. Zé Pedro dixit- palavras para quê, é um artista português.

    Gostar

  29. Anónimo permalink
    30 Agosto, 2009 15:02

    Oh helena! quer saber o que foi o futurismo ou o que significa actualmente?

    Gostar

  30. 30 Agosto, 2009 15:04

    Narcisismo também rima com futurismo.

    Gostar

  31. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:21

    Conta lá o que significa actualmente.

    ehehe

    Ele há cada um…

    Gostar

  32. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:21

    Já têm manifesto?

    “:O)))))

    Gostar

  33. 30 Agosto, 2009 15:23

    O prolixismo também é de ter em conta, principalmente nas caixas de comentários.

    Gostar

  34. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:25

    Futurismo é fazer-se como o engenheiro que apelar aos jovens para lutarem pelos seus direitos e para salvarem aquilo que a sua geração não conseguiu salvar

    Futurismo é viver-se muito preocupado com o planeta mas diminuir a multa às empresas que poluem por causa da competitividade do mercado.

    Gostar

  35. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:26

    Zé Pedro Dixit- excepto o detalhe da legislação da porcaria poluente mais competitiva.

    Gostar

  36. 30 Agosto, 2009 15:27

    Miss Za-Zie, 32

    Boa (!) pergunta ao # 30.

    Também eu gostaria de saber pelo comentador 30, o “que significa actualmente”…

    Gostar

  37. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:28

    É, então o prolixismo de “ponto final” que não diz nada ainda é mais prolixo.

    Gostar

  38. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:30

    Por acaso também porque, o mais engraçado é que nem é a primeira vez que se cita o apoio ao Sócrates associado às ideias do modernismo futurista.

    Na António Arroio já tinha sucedido o mesmo e também estranhei que fosse invenção dos alunos.

    Gostar

  39. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:31

    Eu já estou por tudo. Não me admirava nada que até andassem a inventar um futurismo cova-da-beira

    “:O)))

    Gostar

  40. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:32

    Não esquecer que esta é a malta doutrinada pelo choque tecnológico, fim da crise técnica e pelo Simplex com Magalhães para os jogos.

    Gostar

  41. g.fm permalink
    30 Agosto, 2009 15:36

    Helena Matos, creio que o que penso sobre o futurismo não tem interesse para ninguém. Também não lhe vou dar lições a si. Já o seu conceito interessa-me. A Helena é historiadora, jornalista e blogger (num blogue com muita freguesia), de certa forma ajuda a formar a opinião de pessoas como eu. Não me parece que dizer que não vislumbra futurismo no Zé Pedro e no primeiro-ministro contribua para o esclarecimento dos menos esclarecidos. Já agora, em quem é que vislumbra sinais de futurismo?

    Gostar

  42. 30 Agosto, 2009 15:37

    Miss Za-zie,

    Oportunos os seus últimos três comentários….

    Gostar

  43. 30 Agosto, 2009 15:39

    G.Fm, 42

    “Futurismo” no senhor comendador Zé Pedro ?

    “Futurismo” no “6º Mais Elegante do Mundo” ?

    Homessa !

    Gostar

  44. 30 Agosto, 2009 15:41

    É certo que tem de haver respeito pelo movimento futurista, dos primórdios do século passado.
    Se quiserem falar em qualquer coisa perspectivando o futuro, futurismo é que não pode ser, sem pagar direitos de autor. Quando não têm à perna os passadistas.

    Gostar

  45. 30 Agosto, 2009 15:47

    #38 za-zie disse
    30 Agosto, 2009 às 3:28 pm

    É, então o prolixismo de “ponto final” que não diz nada ainda é mais prolixo.

    O pior de todos os “ismos” é o zaciecentrismo. É uma corrente que defende que tudo o que acontece ou se diz é dirigido ao zaziecentrista.
    Este movimento artístico passou a ter menor expressão após o lançamento do Xanax. Todavia ainda há formas que persistem, nomeadamente o zaziecentrismo multi-resistente que tem conseguido persistir apesar dos avanços da farmacologia.

    Gostar

  46. g.fm permalink
    30 Agosto, 2009 15:49

    MJRB, toda a gente percebeu o que o Zé Pedro quis dizer. Só se for por não se ter mais nada para dizer é que se vem discutir o que é, ou foi, o futurismo em termos históricos. Ele é músico não é historiador. No sentido em que ele o disse, concordo com ele, obviamente. Na Ferreira Leite só vislumbro passadismo.

    Gostar

  47. 30 Agosto, 2009 15:59

    G.Fm 47

    Precisamente por ele, o senhor comendador Zé Pedro ser músico (depreendendo-se que terá um mínimo de cultura geral), deveria saber que não se aplica à conjuntura política e a Sócrates, o termo “futurismo”…

    Mas ‘deixe lá, G.Fm, que Sócrates é da mesma fornada cultural…

    Gostar

  48. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 15:59

    Ora bem: agora temos a dicotomia modernista da campanha: movimento futurista à inginheiro desmemoriado contra movimento passadista.

    Mas nem vale a pena perder-se tempo com estas tretas. Ele é que nem com Cerebrum é capaz de se recordar do único prof que até era colega e tinha sido parceiro da única empresa que também teve e que n’assalembrava”.

    Gostar

  49. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 16:00

    é o chamado futurismo n’amalembro.

    Gostar

  50. 30 Agosto, 2009 16:01

    50,

    Boa !!

    Gostar

  51. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 16:02

    O Zé Pedro é mais “futurismo com garantias dadas pelo que mais der”.

    Gostar

  52. g.fm permalink
    30 Agosto, 2009 16:09

    Já começo a achar que ninguém s’alembra. Com tanto paleio e cultura e não há meio de nos dizerem, afinal, o que é o futurismo, ou seja, onde é que foi que o Zé Pedro se enganou.

    Gostar

  53. 30 Agosto, 2009 16:18

    Não se pode por num altar as pessoas qdo dizem coisas que nos interessam e deita-las abaixo qdo estas emitem opiniões dispares da nossa. Os nossos jornalistas cada vez se parecem mais com os espanhóis, opinativos e opinion makers. Seja jornalista, relate factos, deixe as pessoas formularem opiniões próprias, e já agora, um bocadinho de decoro e boa educação não lhe ficava nada mal, é q só pk as pessoas pensam diferente de nós não as faz idiotas ou estúpidas.

    Gostar

  54. lucklucky permalink
    30 Agosto, 2009 16:28

    Com o poder que Estado conseguiu arrecadar aos Portugueses durante o Consulado Sócrates certamente o País ficou ainda mais Social-Fascista.

    Gostar

  55. Antonio Medeiros permalink
    30 Agosto, 2009 16:41

    Futurismo e´fazer uma música insultuosa para o sr. engenheiro, esta ser censurada nas rádios e a seguir cantar loas ao sr. engenheiro, não vá empresário dos xutos ter problemas na marcação de concertos futuros…Zé Pedro um rockeiro futureiro mas sem coluna vertebral….quem se mete com o PS leva….

    Gostar

  56. 30 Agosto, 2009 16:41

    G.Fm, 53

    “Posição mais futurista” — comendador Zé Pedro dixit.

    A si, chega-lhe para entender o lapso ?, admitamos que só por lapso de sua excelência-comendador…

    Gostar

  57. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 16:43

    «qdo estas emitem opiniões dispares da nossa»

    Qual foi ela- a dita “opinião díspare”?

    E qual foi ela a “opinião própria” e acerca de quê?

    Gostar

  58. 30 Agosto, 2009 16:46

    Mr. António Medeiros, 56.

    Exactamente isso !

    Os Xutos tiveram duas ou três músicas/letras interessantes –e só interessantes para o contexto português– nos anos 1980.
    Depois, aburguesaram-se. Exploraram o filão e o público indigente e inculto.

    E no contexto do Rock estrangeiro são…pouco mais do que nada ! Nem numa nota de rodapé um historiador os coloca.

    Gostar

  59. Anónimo permalink
    30 Agosto, 2009 17:05

    O senhor engenheiro são os tios Belmiro! Os tipos que comem tudo tudo e ainda se queixam.

    Já pensaram como é possível alguém fazer como os chineses e imitar todas as marcas e vende-las mais barato?

    Gostar

  60. Anónimo permalink
    30 Agosto, 2009 17:12

    O tio Belmiro devia produzir o publico – marca continente

    Gostar

  61. g.fm permalink
    30 Agosto, 2009 17:49

    Os Xutos também têm aquele tema que fala do homem do leme. É, se a memória não me falha, do tempo em que o Cavaco Silva era primeiro-ministro. Bem vistas as coisas é um tema que mantém o seu quê, não de futurismo, mas de actualidade…

    Gostar

  62. Anónimo permalink
    30 Agosto, 2009 20:32

    #32 – “Conta lá o que significa actualmente”
    para ti deve ser o supra sumo da barbatana mussolini

    #37 – “Também eu gostaria de saber pelo comentador 30”
    para ti deve ser o último cd dos xutos

    para mim é cortar com o moralismo e o passado que a velha pretende. suponho que o zé pedro queria dizer o mesmo.

    Gostar

  63. 30 Agosto, 2009 20:56

    64,

    Mas afinal, o que significa para si “o futurismo actualmente” ?

    Gostar

  64. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 21:32

    O “futurismo actualmente” é um futurismo priáptico nem coiso, nem sai de cima.

    “:O))))

    Gostar

  65. Anónimo permalink
    30 Agosto, 2009 21:33

    #65 – provocação à má consciência da dona helena, não fui eu que escrevi o poste. percebeste ou queres que faça um boneco.

    Gostar

  66. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 21:35

    Eles deviam andar a chicotear-se por precisarem de esperar 35 anos para revolucionarem os costumes.

    E, ainda por cima, revolucinam-nos em cópia de dondoca americana, com noiv@s de Arraial e flor de laranjeira.

    Gostar

  67. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 21:36

    Faz antes um bobó ao líder.

    Gostar

  68. za-zie permalink
    30 Agosto, 2009 21:37

    Mas, enquanto esperas audiência de joelhos, experimenta lá o boneco futurista e xuxualista democrático.

    Gostar

  69. Anónimo permalink
    30 Agosto, 2009 22:01

    #66 – “nem coiso, nem sai de cima.”
    #69 – “Faz antes um bobó ao líder.”
    #70 – “enquanto esperas audiência de joelhos”

    agradeço as atenções, mas não estou interessado nos serviços. experimenta ali para os lados do técnico, pode ser safes a noite.

    Gostar

  70. 30 Agosto, 2009 22:03

    67,

    “Socrates tem uma posição mais futurista”, quem sou eu para questionar o comendador Zé Pedro… Comendador é comendador, carago !

    Bons (sonhadores) momentos para si, pelos resultados do “futurismo” de Sócrates.
    Boa colheita até final desta legislatura.

    Gostar

  71. Anónimo permalink
    30 Agosto, 2009 22:27

    #72 – ora voilá! e a múmia é retrógrada e moralista e não vem mal nenhum ao mundo. é por isso que concorrem em listas diferentes. afinal o que é que o poste queria ridicularizar?

    Gostar

  72. anti-liberal permalink
    31 Agosto, 2009 01:52

    .

    No meio desta merda toda a Zazie é que se farta de reinar!…
    O resto do pessoal não dá nem para encher pneus.

    Nuno

    Gostar

  73. 1 Setembro, 2009 22:54

    MJRB, o senhor José Pedro Reis é Comendador porque fez coisas. Reconhecidas. Durante (quase, quase…) trinta anos. Havemos de estar todos na cova e essas coisas ainda hão-de ser lembradas (ou assobiadas). Percebe porque é que nem eu nem você somos Comendadores? Não perceber o lugar na história de uns quantos rapazes filhos da classe média dos Olivais, que mudaram a história é assim uma coisa um bocado obtusa.

    Gostar

Trackbacks

  1. O futurismo no contexto de um momento cultural Simplex « O Insurgente
  2. Silly season – prolongamento at Aspirina B

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: