Skip to content

A morte de um conceito de serviço público

31 Janeiro, 2011

Leio no Aventar que o Colégio Paulo VI de Gondomar tem contrato de associação, mas pelos vistos selecciona os alunos e tem muitas escolas públicas à volta. Em qualquer lugar do mundo esta escola seria considerada uma escola de sucesso, sucesso que seria estimulado e apreciado. Afinal é uma escola com imensos concorrentes à volta que consegue atrair mais alunos que aqueles que pode acolher. Não haverá na rede pública portuguesa muitas escolas assim. E o que se defende então em Portugal? Defende-se que de entre as escolas  de Gondomar, a que deve sair da rede pública é a que sabemos ter procura superior aos lugares disponíveis. Mas porque é que deve sair o o Colégio Paulo VI em vez de se fechar a pior escola de Gondomar? Porque no Colégio Paulo VI os professores não são funcionários públicos e na pior escola de Gondomar são. É só isso. O factor mais importante que distingue uma escola pública de uma associada é esse. Conclui-se que o que distingue o serviço público de educação não é a qualidade percepcionada pelos utentes mas o estatuto laboral do corpo docente.

Anúncios
34 comentários leave one →
  1. A. Silva permalink
    31 Janeiro, 2011 12:51

    Se calhar, porque no colégio Paulo VI, só pode entrar quem tiver mais dinheiro, não é livre.
    É esse o conceito de liberdade para a direita, quem tem dinheiro pode ter acesso a educação de qualidade, quem não tem vá bugiar que o pessoal tem mais que fazer.
    São doidos mas é!

    Gostar

  2. A C da Silveira permalink
    31 Janeiro, 2011 13:19

    Mas a estupidez não tem limites? este Silva tambem deve ser daqueles que pensam que o estado é que tem que resolver tudo. E depois dizem mal dos politicos que afinal são… o estado. Já não há pachorra.

    Gostar

  3. Bulimunda permalink
    31 Janeiro, 2011 13:38

    CONHECE JOBIM O BAGUIM? E AS VÁRIAS FREGUESIAS DE GONDOMAR..DROGA PROSTITUIÇÃO MISÉRIA SOCIAL DESEMPREGO ETC..CLARO QUE AS PUBLICAS ESTÃO COMO ESTÃO COM ESSA GENTE TODA..PORQUE É A ÚNICA QUE OS ACEITA..NO TAL COLÉGIO PODEM ESTAR LONGE DA ESCUMALHA..TIPO CONDOMÍNIO PRIVADO…
    http://bulimunda.wordpress.com/2011/01/31/sempre-que-tiveres-duvidas/

    Gostar

  4. Bulimunda permalink
    31 Janeiro, 2011 13:40

    NÃO TARDA TODO ESTE PAÍS SERRA UM IMENSO CONDOMÍNIO PRIVADO COM VÍDEO VIGILÂNCIA E GUARDAS COM UZI À PORTA…

    Gostar

  5. JPT permalink
    31 Janeiro, 2011 13:50

    A existir (e existirá sempre) a segregação social não deve ser paga como recursos públicos. Por isso, “liberalismo JUSTO” não é afectar recursos públicos a entidades privadas que concorrem com o ensino público, apenas pela razão de essas entidades privadas prestarem um melhor serviço (mau seria se não o prestassem, tendo em conta que, pela natureza das coisas, dispõem de estudantes de estratos sócio-económicos mais elevados, de profissionais mais motivados e de melhores instrumentos de gestão). “Liberalismo JUSTO” é afectar recursos públicos à melhoria do ensino público, de modo a assegurar que todos os alunos dispõem de IGUAIS CONDIÇÕES DE CONCORRÊNCIA. Obviamente, que apenas isto nada resolve sem uma revolução na avaliação do desempenho dos professores e, sobretudo, nas consequências concretas desse mau desempenho, e de soluções realistas (e não idealistas) para os problemas da ordem e da disciplina nas salas de aulas. PS: o conceito de que não há “recursos públicos” porque eles são dos contribuintes não é “liberalismo”, é uma tautologia imbecil (tautologia, porque é verdade, imbecil porque, levada às últimas consequências, nos afasta dos fins da sociedade e do Estado).

    Gostar

  6. Fredo permalink
    31 Janeiro, 2011 14:01

    O João Miranda volta ao ataque!
    Cheira-me a Grande Educador do Povo: Mais subsídios para as escolas privadas, já!!!

    Gostar

  7. JoaoMiranda permalink*
    31 Janeiro, 2011 14:02

    ««A existir (e existirá sempre) a segregação social não deve ser paga como recursos públicos.»»
    .
    Nesse caso vamos ter que fechar dezenas de escolas públicas que praticam segregação social.

    Gostar

  8. JoaoMiranda permalink*
    31 Janeiro, 2011 14:03

    Caro Fredo,
    .
    Está com falta de argumentos para responder ao post?

    Gostar

  9. António Parente permalink
    31 Janeiro, 2011 14:07

    Muito bem, João Miranda.

    Gostar

  10. JoaoMiranda permalink*
    31 Janeiro, 2011 14:10

    ««“Liberalismo JUSTO” é afectar recursos públicos à melhoria do ensino público, de modo a assegurar que todos os alunos dispõem de IGUAIS CONDIÇÕES DE CONCORRÊNCIA.»»
    .
    Voltando ao post: de que forma é que retirar da rede pública a escola de Gondomar com maior procura (em vez de retirar a pior) contribui para esse objectivo?

    Gostar

  11. 31 Janeiro, 2011 14:26

    Muito bem.

    Gostar

  12. Fredo permalink
    31 Janeiro, 2011 14:49

    Caro João Miranda,
    Acha que SUBSÍDIOS a escolas privadas são falta de argumento?

    Gostar

  13. 31 Janeiro, 2011 15:10

    Caro João Miranda,
    A lei diz que os contratos da associação existem quando não há oferta pública à volta. O que não é o caso do Colégio Paulo VI. Lamento, mas não fui eu que fiz a lei.

    Gostar

  14. mesquita alves permalink
    31 Janeiro, 2011 15:37

    Caro João Miranda,
    O que é para si uma escola de sucesso? A que os alunos têm melhores notas? E se estas forem forjadas?
    Toda a gente do ensino, sabe, que há um colégio na zona da Boavista, para onde os pais enviam os filhos que querem entrar em medicina. O truque é fácil, são competentes e rigorosos nas disciplinas nucleares, e dão 3/4 valores a mais às outras disciplinas. Estas últimas não são escrutinadas pelos exames nacionais.Obviamente que este truque inflaciona a média de entrada na faculdade…

    Gostar

  15. Arlindo da Costa permalink
    31 Janeiro, 2011 15:54

    Se recebem subsídios não são privadas.
    É como a maioria dos «empresários subsidiados» e chulos.
    Não são «empresários», são funcionários públicos muito bem pagos pelos contribuintes!

    Gostar

  16. JPT permalink
    31 Janeiro, 2011 16:24

    “Nesse caso vamos ter que fechar dezenas de escolas públicas que praticam segregação social”. Desconheço. Não quer dizer que não exista, como tanta coisa que eu desconheço. Eventualmente até poderá ser uma solução improvisada pelas escolas para resolver problemas (de ordem pública) que o ministério da educação finge que não existem. Quem não tem cão…
    “de que forma é que retirar da rede pública a escola de Gondomar com maior procura (em vez de retirar a pior) contribui para esse objectivo [assegurar que todos os alunos dispõem de IGUAIS CONDIÇÕES DE CONCORRÊNCIA.]»
    Apoiar a melhor escola de Gondomar só poderia contribuir para que todos os alunos tivessem “iguais condições de concorrência” se todos os alunos de Gondomar pudessem integrar essa escola, independentemente dos seus recursos económicos e origem social. É assim? Se, pelo contrário, essa escolar integrar apenas os alunos que têm as melhores condições económicas e sociais, isso só contribuirá para que a melhor escolha fique ainda melhor (pois dispõe de mais recursos e pode acolher ainda alunos com mais condições para atingir o sucesso escolar) e a pior ainda pior (pois dispõe de menos e o seu pool de alunos ainda é mais desfavorecido), agravando as desigualdades. Isto parece-me óbvio, mas, se calhar, estou enganado.
    PS: esta é uma causa errada para a direita liberal, é o prolongamento de uma luta velha num terreno propício à artilharia dos “socretinos”. É pena que não se apercebam disto.

    Gostar

  17. 31 Janeiro, 2011 17:14

    QED.

    Gostar

  18. Arlindo da Costa permalink
    31 Janeiro, 2011 17:23

    Os ex-comunistas do KGB da Rússia são 100 vezes mais liberais do que os «liberais» tugas encostados ao PSD do Sr. dos Passos&Cª,Lda.
    «Liberais» em Portugal são aqueles que fazem o seu negócio nas praças e nas feiras e que não recebem um tusto para fazer o seu negócio.
    E cá em baixo a concorrência é feroz.
    Não é como a «concorrência» dos monopólios da electricidade, águas, renováveis, comunicações, gas, combustiveis, correios,etc.
    Muito me divirto com o «liberalismo» dos nossos ideólogos tugas!
    É de partir o côco!!!!

    Gostar

  19. João Miranda permalink*
    31 Janeiro, 2011 17:52

    ««O que é para si uma escola de sucesso?»»
    .
    Uma escola de sucesso é uma onde os pais querem meter os filhos.

    Gostar

  20. A C da Silveira permalink
    31 Janeiro, 2011 17:55

    Para o governo e os seus apoiantes o unico dinheiro bem gasto com privados é o que o governo gasta em inuteis acessorias com os grandes escritorios de advogados de Lisboa; em 2010 foram só 500 milhões de euros para pagar trabalhos que as acessorias juridicas dos ministerios tinham obrigação de saber fazer.
    Esta discussão dos contractos com as escolas privadas já mete nojo. São 97 escolas entre cerca de 2500, seria assim tão dificil uma ministra de Educação competente resolver as coisas com “BOM SENSO”, ou o governo quiz apenas abrir mais uma frente no confronto com o Presidente da Republica? Andamos há uma semana a esgrimir preconceitos e pontos de vista, muitos deles ridiculos ( a historia do golf é bem reveladora da maneira como o governo tem lidado com este assunto).
    Um país que vai tristemente a caminho da bancarrota deveria gastar as suas energias a discutir assuntos mais importantes; por exemplo como escapar da tragedia colectiva que nos espera ao virar da esquina. E trabalhar mais, falando menos.

    Gostar

  21. João Miranda permalink*
    31 Janeiro, 2011 17:55

    ««A lei diz que os contratos da associação existem quando não há oferta pública à volta. »»
    .
    Eu não concordo com a lei. O deve interessar é a qualidade. Tendo qualidade, o Estado deve fazer contratos de associação com as melhores. As que sobrarem, se forem públicas devem fechar. Se forem privadas, perdem contrato de associação.

    Gostar

  22. João Miranda permalink*
    31 Janeiro, 2011 17:57

    ««Acha que SUBSÍDIOS a escolas privadas são falta de argumento?»»
    .
    Desde que o Estado pague o mesmo quer às escolas públicas quer às associadas, o argumento do subsídio é irrelevante. Tanto faz que o dinheiro seja pago a privados ou a funcionários públicos.

    Gostar

  23. 31 Janeiro, 2011 18:14

    Há ainda a razão profunda, escondida.
    O colégio Paulo VI É CATÓLICO!!!
    E a máfia socialista com experiência na maçonaria é jacobina.

    e incompetente
    e corrupta.

    e inapta

    Gostar

  24. 31 Janeiro, 2011 18:53

    Caro Mesquita Alves:
    “Toda a gente do ensino, sabe, que há um colégio na zona da Boavista, para onde os pais enviam os filhos que querem entrar em medicina. O truque é fácil, são competentes e rigorosos nas disciplinas nucleares, e dão 3/4 valores a mais às outras disciplinas. Estas últimas não são escrutinadas pelos exames nacionais.Obviamente que este truque inflaciona a média de entrada na faculdade…”
    Não é só no Colégio da Boavista – o esquema repete-se praticamente em todos os colégios privados.
    Seria interessante que o ME fizesse um levantamento das notas de Educação Física, Àrea de Projecto e quejandas por essas instituições onde se compra a nota.

    Gostar

  25. Miguel permalink
    31 Janeiro, 2011 21:22

    Estudei numa escola pública.
    Do 10º ao 12º a escola que frequentei, na classificação, não era das melhores. Na realidade não me lembro bem em que lugar estava, mas recordo que não tinha nenhum destaque.
    No entanto, tive excelentes professores. Professores preocupados, que sabiam como ensinar. Professores que me ajudaram na minha “rebelde” juventude. Mas também tive maus professores, dois ou três.

    Em Dezembro de 2010 acabei o meu mestrado com distinção. E parte desse sucesso, foi graças a esses excelentes professores.

    A escola não está no topo da classificação, nem lá perto chega. Afinal andavam muitos maus alunos lá. Da minha turma de 32 alunos, só 7 acabaram o mestrado comigo. Mas também 7 excelentes alunos.

    Volto a repetir, a escola não está no topo da classificação, nem lá perto chega. Mas segundo a sua teoria, a minha escola deve fechar, em prol “das mais procuradas”. Mas eu não tinha dinheiro para a privada. Para onde ia?

    Sabe responder? Ou espere, deixe adivinhar, você é funcionário público. Talvez das finanças…

    Gostar

  26. lucklucky permalink
    31 Janeiro, 2011 22:28

    “Estas últimas não são escrutinadas pelos exames nacionais.Obviamente que este truque inflaciona a média de entrada na faculdade…””
    .
    Mais uma demonstração da desgraça sociallista, quem deve seleccionar os alunos e com que critérios devem ser as Universidades.
    O Ministério da Educação a mais maléfica entidade estatal em Portugal deve ser fechado, abolido.
    .
    E não é abolido por causa dos Funcionários Publicos e do poder que a Esquerda quer ter sobre a educação.

    Gostar

  27. Fincapé permalink
    31 Janeiro, 2011 22:36

    Penso que há uma enorme irresponsabilidade nos valores dos custos que vão sendo atribuídos ao ensino público e ao privado.
    Não vi ainda nenhum argumento com o mínimo de interesse em esclarecer a situação. Embora este não seja o único argumento válido.
    Há quem chegue a dividir o orçamento da Educação pelo número de alunos. Só espero que não andem economistas, matemáticos ou mesmo pessoas com a quarta classe antiga a dizer essas patacoadas!

    Gostar

  28. lucklucky permalink
    31 Janeiro, 2011 22:39

    O Colégio Paulo VI deveria com o seu sucesso replicar-se, além disso as suas boas práticas seriam copiadas por outros colégios livremente. Mas como é preciso manter o Poder da Esquerda sobre a Educação as boas práticas não interessam. É Poder que eles querem.

    Gostar

  29. Portela Menos 1 permalink
    31 Janeiro, 2011 22:51

    “É Poder que eles querem” diz lucklucky referindo-se à esquerda;
    ié, a direita só pretenderá “comissões parlamentares” !
    há cada maduro!

    Gostar

  30. PMP permalink
    31 Janeiro, 2011 23:03

    Este governo e os seus apoiantes não estão preocupados com a qualidade do ensino, pois os filhos das elites que estão no poder vão para as escola privadas de elite.
    .
    Querem é que a classe média fique em desvantagem permanente em relação ao que eles consideram ser a “nata”.
    .
    Por isso querem acabar com as escolas associadas.

    Gostar

  31. Tiago Órfão permalink
    1 Fevereiro, 2011 06:31

    “Nesse caso vamos ter que fechar dezenas de escolas públicas que praticam segregação social.”

    infelizmente para si não é esse o caso das escolas públicas que perdem muitos dos seus potenciais melhores alunos para o Colégio Paulo VI e que são forçadas, ao contrário do colégio, a lidar com os alunos mais problemáticos da região.

    Aliás, a “segregação social” nas escolas públicas é acontecimento muito limitado, pelo que usar esse argumento para fingir que as escolas públicas e privadas competem nos mesmos termos é de uma desonestidade impressionante.

    Gostar

  32. ani permalink
    1 Fevereiro, 2011 10:58

    “Se calhar, porque no colégio Paulo VI, só pode entrar quem tiver mais dinheiro, não é livre.”

    Leu os critérios, quando e porque são aplicados?

    Gostar

  33. Pedro permalink
    1 Fevereiro, 2011 18:06

    «Em Dezembro de 2010 acabei o meu mestrado com distinção. (…)
    Mas segundo a sua teoria, a minha escola deve fechar, em prol “das mais procuradas”. Mas eu não tinha dinheiro para a privada. Para onde ia?
    »

    Fizeste o mestrado com distinção mas não sabes ler a merda dum texto. Então o Miranda está a defender os contratos de associação e tu respondes que não tens dinheiro para a privada? Nestas escolas privadas, não são os alunos que pagam, é o Estado. Burro.

    Tiraste o mestrado em quê, já agora? Deve ser bonito esse curso, deve. Que cambada…

    Gostar

Trackbacks

  1. Ensino privado e de como o barato sai caro | Aventar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: