Skip to content

Os Intocáveis

24 Abril, 2012

“Gaspar falhou as promessas de cortar nas enormes gorduras do Estado, de terminar com os negócios em que o Estado favorece os grupos económicos do regime e de combater a corrupção. Gaspar não renegociou as escandalosas parcerias público-privadas, para não incomodar as concessionárias.” “Não reestruturou a dívida pública, o que pouparia milhares de milhões, optando por continuar a favorecer os bancos. As finanças nem sequer ousaram reduzir os valores de alugueres e rendas de favor que o Estado paga pelas suas instalações, muito acima do valor de mercado.”
No Correio da Manhã

Anúncios
23 comentários leave one →
  1. 24 Abril, 2012 13:33

    Muito bem dito. Agravaram-se todas as perversões de um passado recente, sempre em prejuízo dos mais fracos, definindo tempos de intervenção por aquele taticismo saloio de prever uma descompressão nas vésperas das próximas eleições. Ignoram-se leis, continuam a usar a justiça de acordo com necessidades de conjuntura (parece que agora tocou ao Jardim), faz-se da Constituição letra morta, aldrabam-se parceiros de jornada (ai, João Proença). E ainda há quem duvide que a democracia já não mora aqui.

    Gostar

  2. Carlos Dias permalink
    24 Abril, 2012 13:58

    Por mais que se queira Portugal não consegue deixar de ter portugueses.
    E português que se preze não quer dar cabo do seu futuro (provavelmente) radioso.
    Esse é o problema principal.

    Gostar

  3. aremandus permalink
    24 Abril, 2012 14:20

    nem mais,Paulo Morais: FALHOU!!!

    Gostar

  4. aremandus permalink
    24 Abril, 2012 14:21

    mas a mim aquela equipa nunca enganou. nem sequer consigo entender como o nuno crato consegue se sentar à mesa do conselho de ministros com aquelas aventesmas!

    Gostar

  5. 24 Abril, 2012 14:24

    Tenho de assumir que o Governo está a falhar nessa matéria, mas o mais interessante é o falar inocente de quem implementou todas essas gorduras como se nada tivesse acontecido pelas suas próprias mãos.

    Gostar

  6. 24 Abril, 2012 14:35

    O Nuno Crato parece ter aprendido, depressa, a nobre arte do fingir que se faz. Onde vai a vontade de “implodir o ministério da Educação”…

    Gostar

  7. XisPto permalink
    24 Abril, 2012 15:29

    Bons itens para monitorização.

    Gostar

  8. ESMERALDA permalink
    24 Abril, 2012 15:40

    Não sei se são intocáveis! A ver vamos! Há quem esteja a exigir tudo ainda mais depressa. Como dia a cantiga “Gostava de vos ver aqui”…

    Gostar

  9. aremandus permalink
    24 Abril, 2012 15:55

    dr. paulo morais,eu sublinho:
    «Até agora, os únicos beneficiários destas políticas desastrosas são os grupos económicos do regime, que continuam, intocáveis, a lambuzar-se na gamela do Orçamento do Estado»
    e gostava que rebatessem isto, os advogados dos mexias,dos catrogas,dos ferreiras do amaral….quando penso neste vem-me à memória o dictackt orwelliano de uns porcos mais iguais que outros…

    Gostar

  10. 24 Abril, 2012 17:12

    Qual será a opinião de JMF e JCE sobre o que escreve Paulo Morais? Fiquemos caladinhos até nos chuparem o tutano?Como se diz agora?definição de interesses? Para definir os meus,devo dizer que,embora assumindo o erro na escolha do mal menor,votei neste partido maior.

    Gostar

  11. 24 Abril, 2012 17:57

    “Por mais que se queira Portugal não consegue deixar de ter portugueses.”

    Na mouche. Começo a acreditar que o problema é mesmo esse.

    Gostar

  12. Euro2cent permalink
    24 Abril, 2012 18:04

    Há é uns contratos mais iguais que outros.
    .
    Os contratos com os reformados, funcionários públicos, desempregados, etc. são para violar à vontade.
    .
    Os contratos leoninos que surgiram de forma obscura são para respeitar reverencialmente.
    .

    Gostar

  13. Fincapé permalink
    24 Abril, 2012 21:03

    Exato, Paulo Morais.
    E falhou ainda noutra coisa: até agora não conseguiu colocar toda a classe média na fila da sopa dos pobres. Mas esta vai conseguir, porque já falta pouco.

    Gostar

  14. Monti permalink
    24 Abril, 2012 21:33

    Parabéns Lobo Antunes, companheiro de Melo Antunes e do Portugal Novo de 74/75. É bom que fique registado para o futuro, o clima social, económico, político, que sob o manto diáfano da demagogia, levou o melhor território país das europas, ao abismo que prenuncia o seu fim.

    Que os seus artífices tenham seus nomes registados, ainda que para uma posteridade pouco edificante, a testemunhar como destruir um país. Sob a capa espúria da democracia, como raramente tão poucos roubaram tanto a tantos.

    Os devoristas da 3ª República, encartados e apoiados no bando dos cinco partidos ocupantes do Circo de S. Bento.

    No meu “Canto do Fantoche Democrático”, nos ministérios, parlamento & autarquias, um misto de Ali Babá-Al Capone-Al BPN- Ben Belém Al S. Bento, invadiu e tomou conta do país.

    Os herdeiros do “Canto do Fantoche Lusitano” em nada desmerecem o que o alemão seu autor, viu nos anos 60/XX no regime da 2ª República.

    Gostar

  15. the lost horizon permalink
    24 Abril, 2012 21:54

    Sr Paulo Morais tem toda a razão é verdade o que diz, mas esta é a matriz do modelo governativo do pós-25A.
    .
    É o sistema, é este modelo que permite os Intocáveis, que pode ser qualquer um qualquer purinho da silva; no fogo, não ponho as mãos por ninguém.
    .
    Não há volta a dar nisto. Penso que a Regionalização traz vantagens comparativas em relação ao que temos, porque permite estar mais perto de quem governa. A proximidade é fundamental.

    Gostar

  16. António Joaquim permalink
    24 Abril, 2012 22:14

    Na India, os intocáveis nem se podem sentar.

    Gostar

  17. JDGF permalink
    24 Abril, 2012 22:51

    “os únicos beneficiários destas políticas desastrosas são os grupos económicos do regime, que continuam, intocáveis, a lambuzar-se na gamela do Orçamento do Estado”…
    Bem, não só os grupos económicos. Não pôr de lado o sector financeiro.
    E ao qualificativo de intocáveis deveria acrescentar-se a (a)notação de ‘politica e criminalmente irresponsáveis’…e, logo, inimputáveis.

    Gostar

  18. e-ko permalink
    25 Abril, 2012 12:38

    bom, até que enfim que um blasfemo acerta na muche… já ando a dizer isto há 6 meses.

    Gostar

  19. Gleide Macêdo permalink
    25 Abril, 2012 17:25

    De verdade! sabe o que eu quero? que os portugueses e Portugal errem o caminho quando tentarem vir aqui no Brasil! com essa raça não desejo acordo, não necessito da presença asquerosa desse povo perverso, racista, imoral, sim imoral, porque essa nação que muitos brasileiros contemplam e desejam ter relações baseadas na dupla cidadania, não passa de nosso algoz, de nossos carrascos. Em nosso próprio país, foram os nossos antepassados humilhados, mortos, dizimados, saqueados, isso mesmo, somos um povo roubado: roubaram nossa língua, nossa riqueza, sepultaram nossa cultura e nossos costumes…será que ser brasileiro não implica ter vergonha na cara, e um pouco de orgulho próprio e pudor? 512 anos se passaram, mas parece que as marcas das feridas desapareceram na mente e no coração de alguns brasileiros que parecem não conhecer a nossa história, como se um excelente cirurgião plásticos tivesse realizado a melhor plástica, que foi capaz de remover as rugas do passado envelhecido e recoberto de cicatrizes dolorosas…. sou brasileira, e jamais abrirei mão do que sou em prol da hipocrisia de um país que se diz Mãe-Pátria do Brasil….aiaaii, isso me faz rir, para eu não ter que chorar, mediante a tanta ignorância e vedação dos órgãos auditivos e visuais.
    Se fosse nossa pátria mãe, pelo menos para minimizar a grande culpa pelos males causados, no passado, a nós brasleiros, deveria Portugal permitir o livre acesso para muitos brasileiros ( sem a necessidade de ter o visto), que não criam vergonha na cara, e ainda insistem em visitar e fazer apologia à “Patria-madrasta”, que de mãe não tem nada!, mas deixam no ar a idéia de que nos “descobriram”, e nos fizeram um grande favor, que perdurará pela eternidade…..faça-me o favor!!! kkkkkkkk!
    Ah, só para a informação de muitos, os portugueses tratam as mulheres brasileiras, com o fino trato de prostitutas, quando na verdade, isso é a herança que deixou aqui, quando estupraram as pobres e indefesas mulheres indígenas, mas como eles têm a fama de parvos , entre aspas, eles não se deram conta que o ano de 1500 na Ilha de Vera e Terra de Santa Cruz, já passou e até mudou de nome territorial os respectivos nomes, srsrsrsr….esqueçam esses ratos da Europa, e valorizem o Brasil, porque é mais futuro.
    Ah, só para ressaltar, antes que alguém venha retrucar minhas palavras, e entenda como rancor, retalição ou ódio por Portugal, quero dizer, que o que eu tenho como brasileira, é: MUITA VERGONHA NA CARA!

    Viva o Brasil! Vida longa para os brasileiros!

    G.M

    Gostar

  20. 25 Abril, 2012 21:18

    Que governos estão a falar?
    Não há governos. Há executores do plano da Elite (bancos e mercados financeiros). Os governos e sistemas que se deixam corromper, são os seus dedos, não o cérebro.

    Esta elite, controla os sistemas financeiros globais, saúde, alimentar, energético. Acima destes sistemas estão as mesmas empresas, as mesmas pessoas. Mas não lhes chega! Querem poder global. E a sua grande ISCA é o endividamento. Emprestaram dinheiro feito do nada ao mundo e este bateu palmas. Depois recolheu a linha, pescarão valor real (empresas, recursos, conhecimento) por tuta e meia.

    A UE é um engodo. Não é uma União. É uma república das bananas, com a polícia Merkel também a executar ordens superiores dessa Elite.

    Acham que foram as falcatruas do Berlusconi que o tiraram do poder? Não. Tal como Bush, estavam a expor de mais os seus patrões. Chegou a hora de saírem e entrarem outros executores, com uma nova cara. Quem o protegeu ao logo dos anos que esteve no poder, poderia continuar a fazê-lo. Esta escória não gosta muito de ser falada em público.

    http://artedeomissao.wordpress.com/2012/04/25/punk-economics/

    Gostar

  21. silva permalink
    26 Abril, 2012 12:52

    História da corrupção em Portugal.
    Comissário contra a Corrupção, Fong Man Chong devia investigar este caso :

    Vejamos o procedimento de gente corrupta.
    Márocas, como administrador da empresa, ao fim de uns anos e sabendo, que o seu lugar está chegando ao fim, começa a pensar o que vai ser de mim, embora com uma reforma choruda, deixo toda uma atividade que me mantinha vivo.
    Bom antes que isso aconteça vai preparar, já o caminho, aos seus amigos e familiares, que trabalhando na sombra, asseguram outro rendimento, que o deixa orgulhoso dele mesmo.
    Sendo assim, combinado com os seus amigos e familiares, constroem empresas de outsourcing, para quando envolver a empresa num despedimento coletivo, alegando a quebra de lucros, os amigos e familiares estejam, preparados para substituir ilegalmente os trabalhadores despedidos.
    Ora quem vai desconfiar de mim, administrador da empresa com cartas dadas a todos os níveis, jogando toda a influência que tem, com os médias, empresários, governos e até gabinetes de advogados, além de todo o corpo gerente da empresa.
    Estando tudo isto organizado, com o estado a meu favor mais a justiça, e a empresa a criar já o ambiente de preparação faço o ultimato o DESPEDIMENTO COLETIVO. Desgraço a vida de muita gente, mas tem que ser, pois tenho que levar uma vida de rei, dando tudo aos amigos e familiares, que se lixem os que querem trabalhar sem a minha bênção.
    O administrador tem a capacidade de enganar de tal modo que alguns, apercebendo – se mais tarde deste golpe e que no fundo ainda lhes resta um pouco de solidariedade e decência, querem mostrar – se, mas já estão de tal maneira comprometidos com o corrupto, que só lamentam o despedimento coletivo.
    NÃO HÁ NINGUÉM EM PORTUGAL QUE NÃO CONHEÇA CASOS DESTES, DESDE GOVERNOS Á POPULAÇÃO EM GERAL, MAS O MAIS GRAVE É ADTIRMOS QUE SE CONTINUE COM ESTE FLAGÊLO NACIONAL QUE ESTÁ A LEVAR O PAÍS PARA A MISÉRIA TOTAL.
    Por: luta até á morte

    Gostar

Trackbacks

  1. Esta Semana (2012/17) – Os Donos de Portugal e os filhotes; #CISPA aprovada; Mais dados para os USSA, UE diz sim ao #PNR; Guardem o ouro; Ubuntu, #!CB e LMDE « O Vigia

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: