Saltar para o conteúdo

Cortar na despesa

24 Outubro, 2012

Um bom ponto de partida para pensar onde se pode cortar na despesa pública são estes dois mapas da proposta de orçamento para 2013:

Mapa II: DESPESAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS

Mapa VII: DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

Deve ter-se em conta que se trata de mapas de despesa (aquilo que cada serviço pode gastar) e que a receita correspondente terá várias fontes (impostos, taxas, emissão de dívida e outros empréstimos e receitas de verdadeiras prestações de serviços) e que maior parcela (68% do total do mapa 2) é a gestão da dívida e da tesouraria (pagamento de dívida antiga, com emissão de dívida nova).

Há alguns números extraordinários:

 

Anúncios
43 comentários leave one →
  1. JFP permalink
    24 Outubro, 2012 13:05

    “272,6 milhões para a RTP”
    Isto não terá nada a ver com pagamento de dívida?

    Gostar

  2. piscoiso permalink
    24 Outubro, 2012 13:15

    19 000 milhões para “despesas excecionais”
    Isto é o quêêê?

    Gostar

  3. luis moreira permalink
    24 Outubro, 2012 13:16

    Os 19 mil milhões “despesas excepcionais ” não são almofadas? A RTP não dá lucro em 2013? As outras não se pode acabar com elas?

    Gostar

  4. PMP permalink
    24 Outubro, 2012 13:29

    Fiquei a saber que a constituição obriga a dar à ERC 4 milhões e 272 milhões à RTP.
    .
    Tanta patetice !

    Gostar

  5. 24 Outubro, 2012 13:33

    hehehehe,,,,, continue que pode ser que assim, a luz afinal esteja a meia luz….

    Gostar

  6. Dédé permalink
    24 Outubro, 2012 13:33

    Carlos, é ingénuo ou está a fazer da gente parvos? Então não sabe o que são os “cortes do lado da Despesa” e “as gorduras do Estado” para os seus amigos?
    PARA QUEM É POBRE A MISÉRIA NÃO É DIFÍCIL

    Gostar

  7. joao permalink
    24 Outubro, 2012 14:04

    a pegada ecologica do tuga é que está muito elevada, não ? qdo todo o mundo já descobriu que os alarmistas do carbono nos andaram a mentir estes anos todos…grandes negócios para alguns.

    Gostar

  8. Cáustico permalink
    24 Outubro, 2012 14:17

    Retive os mais de 3 mil milhões da Parvalorem.
    Etimologicamente bem esgalhado…

    Gostar

  9. PiErre permalink
    24 Outubro, 2012 14:21

    Está mais que visto que o Blasfémias aderiu definitivamente ao “Liberalismo de Estado” planeado e decretado por um governo defensor do “Capitalismo de Compadrio”.
    O lema agora é:
    – Força, força, companheiro Passos, nós seremos a muralha de aço!…

    Gostar

  10. 24 Outubro, 2012 14:35

    a enatur ainda existe ? então mas o grupo pestana mais a cgd e tal não ficaram com a concessão das pousadas de portugal ? e receben 12 milhões ? pensei que tivessem de pagar. não se percebe nada disto.

    Gostar

  11. Monti permalink
    24 Outubro, 2012 14:50

    «4 milhões de euros para a ERC (não se pode fechá-la sem mudar a constituição)»
    Uma Merda, é o que é.
    A CRP não garante uma habitação a cada tuga?

    Gostar

  12. 24 Outubro, 2012 15:27

    PMP
    Posted 24 Outubro, 2012 at 13:29

    A constituição não obriga a” dar 4 milhões à ERC”. Obriga apenas a que exista uma entidade reguladora da comunicação social. veja, p.f., o link no post.

    Gostar

  13. 24 Outubro, 2012 15:31

    luis moreira,
    Alerto no post para o facto de as despesas indicadas não serem todas financiadas com impostos. Se bem entendo os quadros, a RTP pode gastar 270 milhões, dos quais: 52 M vêm do OE (impostos), 100 a 120 de taxas (a contribuição audiovisual incluída na factura da luz) e os restantes, presumo, de outras receitas (publicidade).
    O “lucro” da RTP é a diferença entre as receitas próprias+contribuição audiovisual(>100ME)+indemnização compensatória em 2013 (52ME) e as despesas correntes (excluindo, penso eu, a amortização de divida antiga).

    Gostar

  14. 24 Outubro, 2012 15:37

    “Os 19 mil milhões “despesas excepcionais ” não são almofadas?”

    Devem ser. Mas 19.000ME (dezanove mil milhões) são mais do que saúde e educação juntas.

    Gostar

  15. Paulo permalink
    24 Outubro, 2012 15:46

    O fundo do carbono é excepcional porquê?
    Nao quer cumprir os acordos mundiais?
    Quer fazer como a esquerda tonta e não pagar a divida e esperar que tudo melhore por milagre?

    Gostar

  16. 24 Outubro, 2012 15:54

    “O fundo do carbono é excepcional porquê?
    Nao quer cumprir os acordos mundiais?
    Quer fazer como a esquerda tonta e não pagar a divida e esperar que tudo melhore por milagre?”

    Eu acho que o Estado deve assumir os acordos que celebra, mundiais ou não.
    O que me espanta é que tenha celebrado acordos como este (mas concedo, podiam estar no post algumas concessões de estradas com valores ainda mais extraordinários).

    Gostar

  17. Paulo permalink
    24 Outubro, 2012 16:02

    Podemos fazer como os chineses e americanos (antes) e nao assinar, mas será estranho ficar à espera que os outros invistam em redução da poluição e que nos tenhamos as vantagens.
    O que podíamos era emitir menos, por exemplo fazendo uma central nuclear.

    Gostar

  18. Paulo permalink
    24 Outubro, 2012 16:05

    Ou então se os srs. deputados usassem carros eléctricos em vez de A5 já era um começo

    Gostar

  19. 24 Outubro, 2012 16:18

    Se podemos abrir uma entidade e não a podemos fechar é inconstitucional, penso eu de que.
    Já agora, a ERC pode falir ou também é proibido?

    Gostar

  20. Psm permalink
    24 Outubro, 2012 16:19

    10 REFORMAS POMBALINAS integradas expressas sinteticamente para resolver e reacender rapidamente Portugal da Crise e da Austeridade:
    .
    .
    -APROVAÇÃO PELA AR e POSTERIOR INCLUSÂO NA CONSTITUIÇÃO:
    .
    1) RACIO máximo PIB/Carga Fiscal.
    .
    2) RACIO máximo PIB/Despesas do Estado (*)
    .
    (*) Reforma consequente de toda a estrutura de Governança, da Burocracia Publica e Orçamento Geral do Estado. A ultrapssagem destes racios só viabilizada por 2/3 ou 3/ 4 de votos da AR.
    .
    -BANCA EM PORTUGAL:
    .
    3) SEPARAÇÂO ABSOLUTA da Banca Comercial de quaisquer actividades especulativas, Sociedade de Investimentos Financeiros e Hedge Funds para protecção absoluta dos Depositantes que confiam nos Bancos.
    .
    4) Avaliação da utilidade de NACIONALIZAR o Banco de Portugal
    .
    5) CONTRIBUIÇÃO DE GARANTIA BANCÁRIA calculada todos os negócios de Empréstimo e Comissões da Banca para habilitar financeiramente o Fundo de Garantias Bancárias a devolver a qualquer momento os Depósitos dos Cidadãos, Empresas e Entidades Publicas que confiaram no Banco que faliu ou fechou.
    .–
    -IMPOSTOS E FISCALIDADE:
    .
    6) ABOLIÇÃO de todos os Impostos substituindo-os pelo INU – Imposto Nacional Único colectado sobre tudo o comprado e facturado dentro de Portugal (**)
    .
    7) AMNISTIA Fiscal para resolver o estado de falência do Tecido Económico Nacional e a insolvência dos Cidadãos, já praticado antes e depois do 25 de Abril.
    .
    (**) Pagamento dos Ordenados Brutos aos Empregados pelas Entidades Patronais.

    .
    -SEGURANÇA SOCIAL:
    .
    8) ABOLIÇÃO dos Descontos mensais de Empregadores e Empregados substituindo-os pelo ISU – Imposto Social Único colectado sobre tudo o comprado e facturado dentro de Portugal (***)
    .
    9) Instauração da PENSAO NACIONAL UNICA, igual a 3 vezes o SMN-Salario Mínimo Nacional, universal e igual para todos os Reformados Portugueses.
    .
    10) Criação do Fundo Nacional de REFORÇO DA PENSÃO NACIONAL UNICA, gerido pelo Estado, para quem queira depositar mensalmente um valor alterável a qualquer momento para assegurar um reforço publico do valor mensal da Pensão Nacional Única atingida a idade de reforma até ao falecimento (****)
    .
    (***) Pagamento dos Ordenado Brutos a todos os Empregados pelas Entidades Patronais.

    (****) Na transição do velho para o novo Sistema, passariam para o Fundo de Reforço da Pensão Única, os valores já descontados por Empregados e Empregadores correspondentes à diferença entre o valor da Pensão Única e a Pensão em vigor no momento da Inscrição na Segurança Social
    .
    .
    São impotentes os discursos partidários habituais para confundir a Árvore com a Floresta.

    A ÁRVORE, a ‘mãe de todas as guerras’ de Portugal e dos Portugueses, chama-se DINHEIRO
    .
    A FLORESTA, acessória e consequente, chama-se Estado, Burocracia Publica, Bancos, Criação de Riqueza, Poder de Compra, Saúde, Pensões, Justiça, Educação etc.
    .
    Estas Reformas, e outras previstas, desencadeiam a maior Reforma de Portugal desde Marquês de Pombal e reacendem Portugal
    .
    Quem tiver olhinhos vê o alcance, a estratégia politica e a força da reforma que resolverá Portugal com uma visão que observa o País de fora do sistema imobilizado, imobilizador, paralisado e destruidor continuo do Tecido Económico e do Aparelho Produtivo em Portugal

    Gostar

  21. PMP permalink
    24 Outubro, 2012 16:48

    Carlos Loureiro ,
    .
    A constituição não obriga a gastar o que se gasta no estado burocratico.
    .
    A mesma constituição em 1991 permitia uma despesa burocratica muito inferior Á ACTUAL.

    Gostar

  22. murphy permalink
    24 Outubro, 2012 17:11

    Obviamente ainda existem muitas áreas onde os cortes são possíveis de fazer, o problema é isso implicar com os previlégios da corte … é preciso cortar é em organismos inúteis na capital!
    Por ex.: faz algum sentido que a maioria dos funcionários do ministério da agricultura esteja em Lisboa?
    Faz algum sentido que na sede do min. da educação estejam milhares de professores a “acotevelarem-se” e entretidos a a trocar papeis entre si?…
    Por ex.: fecharam-se, sem grande alarido, serviços de saúde e maternidades pelo País, mas o fecho da mat. Alfredo da Costa provoca logo uma “revolução”? (e nem vamos falar nos serviços alternativos ao dispor das populações)
    As centenas de estruturas existentes em Lx, preenchidas pelos funcionários públicos mais bem remunerados, em vez de representarem mais valias pela prestação de serviços públicos aos cidadãos, são pouco mais que um “peso morto” suportado pelos impostos dos portugueses.
    Mas cortar no “estilo de vida” da capital é mto complicado, já que qq corte tem um eco enorme nos media (afinal os meios de comunicação tmb já só existem na capital). Ministérios, direções gerais, fundações, observatórios, institutos, etc.. São a corte com o rótulo de “ética republicana” que temos que sustentar …

    Gostar

  23. 24 Outubro, 2012 17:15

    Já repararam que desapareceu das conversas públicas o “buraco das contas da Madeira”?
    Bem… essa tal coisa “pequenina”, a que A.J. Jardim também chamava “abençoada dívida”, é de 8 mil milhões de euros (valores oficiais), pelo que quase tudo o que se anda para aí a discutir são trocos.
    A título de exemplo:
    Aquando da introdução das taxas moderadoras, Correia de Campos esclareceu, na TV, que elas permitiriam encaixar 16 milhões por ano. Ou seja: a Madeira é responsável pelo equivalente a 500 anos de taxas moderadoras…

    Gostar

  24. 24 Outubro, 2012 17:21

    “Já repararam que desapareceu das conversas públicas o “buraco das contas da Madeira”?”

    Haverá algum problema nos Açores?! 🙂

    Gostar

  25. LDR permalink
    24 Outubro, 2012 18:25

    Soube-se hoje que houve a proposta da Troika dos trabalhadores da AP trabalharem 40 horas.
    O passinhos não aceitou.

    Gostar

  26. 24 Outubro, 2012 18:39

    aquilo que os “inimigos” da troika escondem paranoicamente:
    http://economia.publico.pt/Noticia/fmi-aprova-pagamento-de-nova-tranche-de-1500-milhoes-a-portugal-1568646
    é que portugal PRECISA dos 78 MIL MILHÕES de €uros para poder sobreviver
    para haver reformas…pensões…importação de medicamentos, etc

    os “inimigos” da troika.obviamente, não querem q portugal receba estas tranches

    para haver miséria e fome a sério

    e depois intoxicarem o povo.como já fazem……….para a “revolução armada”……….

    Gostar

  27. 24 Outubro, 2012 20:01

    1) A explicação para os 19 mil milhões de despesas excecionais está na página 158 do relatório do orçamento de Estado.
    2) O fundo português de carbono tem a ver com isto:
    http://www.cumprirquioto.pt/carbon/List.action

    Gostar

  28. lucklucky permalink
    24 Outubro, 2012 20:23

    “A RTP não dá lucro em 2013? ”
    .
    Jornais e jornalistas mentirosos é o que dá…
    .
    É fácil dar “lucro” com contribuição do orçamento de estado e taxas todos os anos.
    É como uma empresa que dá “lucro” obrigando os accionistas a contribuirem com mais capital todos os anos…muito mais que os dividendos.

    Gostar

  29. trill permalink
    24 Outubro, 2012 21:22

    que é isto?!

    ““Os 19 mil milhões “despesas excepcionais ” não são almofadas?”
    Devem ser. Mas 19.000ME (dezanove mil milhões) são mais do que saúde e educação juntas.”

    Gostar

  30. trill permalink
    24 Outubro, 2012 21:22

    19 MM de “almofadas”?!!!!

    Gostar

  31. trill permalink
    24 Outubro, 2012 21:24

    é evidente que a rtp não dá lucro.
    .
    a questão é ter-se a capacidade para de forma isenta nos questionarmos se nos dias que correm vale a pena o Estado patrocionar uma tv.
    .
    eu claramente acho isso absurdo. Aberrante. E ainda por cima quem gasta electricidade para taxa audiovisual, veja ou não a rtp!!!

    Gostar

  32. trill permalink
    24 Outubro, 2012 21:27

    as funções básicas do estado são a defesa (que é outra aberração) e a segurança, a saúde (porque isto é Europa e não américa, onde as pessoas morrem por não terem seguro de saúde), a educação obrigatória (repito a educação obrigatória), e a segurança social.

    Gostar

  33. trill permalink
    24 Outubro, 2012 21:28

    o resto são excrescências e invenções de cargos para os boys.

    Gostar

  34. trill permalink
    24 Outubro, 2012 21:30

    o $$$ gasto nas “instituições políticas” ao qual se junta o disperso pelas despesas dos ministérios com os IP’s são, nesta altura em que portugueses passam fome, despesas criminosas, que podem ser reduzidas a metade, ou menos.

    Gostar

  35. blitzkrieg permalink
    24 Outubro, 2012 21:32

    É óbvio que, havendo coragem política e capacidade de gestão, é viável cortar 6 a 8 mil milhões deste orçamento. São precisos cortes ENORMES nas reformas, nos militares, nas empresas de transportes (estão tão mal, mas tão mal geridas… o desperdício mete dó…) , etc. para evitarmos ter daqui a 4 meses mais uma dose de aumentos ENORMES de impostos. Infelizmente, aqueles mariquinhas que nos governam não têm tomates para fazer o que é preciso. E se nem a Troika os obriga, não sei de onde virá a salvação. Já decidi que não fico cá mais 2 anos a ser espoliado até ao osso… ou muita coisa muda ou levo a família (e respectivo consumo, que é grande, porque já somos família numerosa) e rendimentos para outra geografia.

    Gostar

  36. trill permalink
    24 Outubro, 2012 21:46

    é claro que em sentido mais amplo pode ser entendido como “obrigação do Estado” favorecer a investigação médica e farmacêutica, assim como a investigação científica. O que é diferente de alimentar cursos superiores redundantes, sem saída para os estudantes, nem sendo uma “mais-valia” para o país, alguns sendo uma clara e gritante menos-valia para o país, como as ciências da educação.

    Gostar

  37. Buiça permalink
    24 Outubro, 2012 23:26

    Obrigado ao António Parente.
    Tive que ir ver para que eram os 19 mil milhoes:
    1 – Fica o Governo autorizado, através do membro do Governo responsável pela área das
    finanças, com a faculdade de delegação:
    a) A adquirir créditos de empresas públicas, no contexto de planos estratégicos de
    reestruturação e de saneamento financeiro;
    b) A assumir passivos e responsabilidades ou adquirir créditos sobre empresas
    públicas e estabelecimentos fabris das Forças Armadas no contexto de planos
    estratégicos de reestruturação e de saneamento financeiro ou no âmbito de
    processos de liquidação
    c) A adquirir créditos sobre regiões autónomas, municípios, empresas públicas que
    integram o perímetro de consolidação da administração central e regional e
    entidades públicas do setor da saúde, no quadro do processo de consolidação
    orçamental.
    2 -O financiamento das operações referidas no número anterior é assegurado por dotação
    orçamental inscrita no capítulo 60 do Ministério das Finanças

    É isto e mais o que for preciso assumir dos serviços, institutos e fundações a extinguir.
    Importantíssima esta rúbrica das excepcionais.
    O resto são tremoços.

    Gostar

  38. JCA permalink
    25 Outubro, 2012 02:10

    .
    Curiosidades:
    .
    =It is wind power that will send our bills sky-high
    David Cameron’s promise to control energy bills runs counter to the Government’s own ‘green’ policies
    http://www.telegraph.co.uk/comment/9622068/It-is-wind-power-that-will-send-our-bills-sky-high.html
    .
    =New Home Sales Hit 2 Year High
    http://money.cnn.com/2012/10/24/real_estate/new-home-sales/index.html?hpt=hp_t3
    .
    =Tobin-style tax gets green light from European commission
    http://www.guardian.co.uk/business/2012/oct/23/tobin-tax-european-commission-eurozone
    .
    ‘My fellow Americans, with a heavy heart, and in necessary fulfillment of my oath of office’: How JFK would have announced WW3 if the Cuban Missile Crisis had gone wrong
    Read more: http://www.dailymail.co.uk/news/article-2218288/Cuban-Missile-Crisis-Robert-Kennedys-notes-reveal-US-invasion-plans-brought-WWIII.html#ixzz2AGU2XF6n
    .

    Gostar

  39. JCA permalink
    25 Outubro, 2012 02:34

    .
    Curiosidades da vida:
    .
    =QUANDO A BELEZA É A CULPADA ou COMO A BELEZA PODE ENGANAR UM JUIZ ou UM POILICIA
    .
    “Un estudio de la Universidad de Granada desvela que el atractivo físico resta credibilidad a las víctimas de violencia de género si están acusadas de homicidio en defensa propia.
    .
    Están los que confirman nuestras sospechas sobre la erótica del poder (las personas atractivas triunfan más y tienen más que éxito que el resto de los mortales) y los que desvelan los prejuicios que tenemos sobre nuestro propio género (ser atractivo perjudica a aquellos que estén siendo evaluados por personas de su mismo sexo).”
    .
    http://smoda.elpais.com/articulos/cuando-la-belleza-es-culpable/2593
    .

    Gostar

  40. JCA permalink
    25 Outubro, 2012 02:37

    .
    Curiosidades da guerra:
    .
    =Angela Merkel unveils gipsy war dead memorial
    Angela Merkel has unveiled a memorial in Berlin to the hundreds of thousands of gipsies murdered by the Nazis during the Second World War.
    http://www.telegraph.co.uk/history/world-war-two/9630121/Angela-Merkel-unveils-gipsy-war-dead-memorial.html
    .
    =Wilhelm Brasse, el fotógrafo de Auschwitz
    Entre sus tareas estaba retratar a las víctimas de los experimentos científicos del médico nazi Josef Mengele
    http://internacional.elpais.com/internacional/2012/10/24/actualidad/1351100703_149243.html
    ,

    Gostar

  41. JCA permalink
    25 Outubro, 2012 02:40

    .
    Curiosidades da alimentação e da saúde:
    .
    =Cancer Warning Can No Longer Be Ignored
    http://farmwars.info/?p=9375
    .
    Controversy flares over “Agent Orange corn”
    http://www.cbsnews.com/8301-505263_162-57451270/controversy-flares-over-agent-orange-corn/
    .
    Una técnica evita el paso de madre a hijo de dolencias genéticas
    http://sociedad.elpais.com/sociedad/2012/10/24/actualidad/1351091292_778573.html
    .

    Gostar

  42. JCA permalink
    25 Outubro, 2012 04:59

    .
    Convém nas emoções “Catastrofistas” e ‘Alarmistas’ nunca perder de vista a frieza dos NUMEROS que é o que interessa.
    .
    .
    No fim de 2011 ‘O quem deve a Quem” era apresentado assim (hoje são piores mas para todos estes mesmos Países):
    .
    http://www.bbc.co.uk/news/business-15748696
    .
    .
    Revelam por exemplo relativamente a Portugal,
    .
    .
    -no TOTAL DA DIVIDA EXTERNA:
    .
    a de Itália era 5 vezes maior, Irlanda 4.3, Japão 5, Alemanha 10.5, Espanha 4.8, França 10.5, Usa 27.3, UK 18,3
    .
    .
    -no TOTAL DA DIVIDA EXTERNA POR HABITANTE (cada habitante “deve”):
    .
    Português = 38.081 € , Irlandês = 390.969 € (10 vezes mais que cada Português), Itália = 32.875 €, Grécia = 38.073 €, Japonês = 15.934 €, Alemão = 50.659 € (1,3 vezes mais que cada Português), Espanhol = 41.366 €(1,1 mais que cada Português), França = 66.508 € (1,7 mais que cada Português), Americano = 35.156 €, Inglês = 117.580 € (3,1 mais que cada Português)
    .
    .
    -no TOTAL DA DIVIDA EXTERNA RELATIVAMENTE AO PIB:
    .
    Portugal = 251%, Italia = 163%, Irlanda 1.093%, Grécia = 252%, Japão = 50%, Alemanha = 176%, Espanha = 284%, França = 235%, Usa = 101%, UK = 436%
    ,

    Gostar

  43. Trinta e três permalink
    25 Outubro, 2012 10:49

    Na página 158, a tal que explica as “despesas excecionais”, pode ler-se : “Por último, destaca-se a diminuição dos encargos com serviços partilhados (56,9%) e o aumento das despesas com a reprivatização do BPN”.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: