Saltar para o conteúdo

Petição de reforço à petição de reforço à petição dos 74

30 Março, 2014

inception

Foi lançada a petição de reforço à petição de reforço à petição dos 74.

Seria importante lançar uma petição de reforço à petição de reforço à petição de reforço à petição dos 74. Isto não é para brincadeiras, é um assunto sério.

 

24 comentários leave one →
  1. balde-de-cal permalink
    30 Março, 2014 16:51

    dizia-se em Coimbra nos anos 50
    ‘in oculum descansum est’

    em Lisboa ‘vai comer no ilhó’

    Gostar

  2. Zé da Póvoa permalink
    30 Março, 2014 17:38

    Se outros méritos não tivesse (e tem) o aparecimento desta tomada de posição conjunta de personalidades de alto gabarito e diversidsade da sociedade portuguesa, pelo menos serve para manter nervosos os (des)governantes e em especial os seus jagunços distribuidos pelos meios de comunicação e canais net na “nobre” missão de defender o indefensável.

    Gostar

  3. Monti permalink
    30 Março, 2014 17:50

    That is the politics…
    And the economy…
    A bem do Regime.

    Gostar

  4. Sem Norte permalink
    30 Março, 2014 18:02

    Quem é capaz disto também é capaz de criar partidos ficção para reforço de tempos de antena.

    Gostar

  5. manuel permalink
    30 Março, 2014 18:49

    O orçamento de estado também pagará” os blogs governamentais e pró-governamentais”? Depois da saída desta maioria ,vamos ver. E quem paga esta contra-propaganda?

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      30 Março, 2014 18:51

      E comentadores? Ui!
      Eu ganhava muito mais como comentador em blogues do que como escritor em blogues.

      Gostar

  6. 30 Março, 2014 18:52

    ” Isto não é para brincadeiras, é um assunto sério.”

    Vitorcunha,

    Tambem acho que o assunto não é para brincadeiras logo é um assunto serio.
    Se é serio, porque continua voçê a brincar com ele???
    Acho que já lhe fiz esta pergunta se não fiz faço agora: Está mesmo convencido que a divida é pagavel, com um deficit de 2% para 2015????

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      30 Março, 2014 18:56

      Há alguns passos para compreender a questão:

      1. Perceber o que é o PIB.
      2. Perceber o que é uma dívida.
      3. Perceber o que é um déficit.
      4. Perceber o que é uma taxa de juro.

      Sugiro experimentar na prática. Um cartão de crédito ou um crédito à habitação servem.

      Gostar

      • 30 Março, 2014 19:23

        vitorcunha,

        EU perguntei-lhe simplesmente se está mesmo convencido que a divida é pagavel, com um deficit de 2% para 2015.

        e você não respondeu simplesmente a nada.

        Quanto ao que disse nem vou comentar porque sendo eu um autodidata formado nas ruas da vida desde que nasci ,impiricamente sei do que fala, mas fisicamente e no terreno garanto-lhe que a divida NÃO é pagavel e por uma simples razão, NÃO há economia, apenas há meia duzias de empresas do sistema que…amigo, a pequena economia desapareceu por completo e é essa economia que sustenta o pequeno onsumidor que é aquele que cria riqueza

        Quer responder á minha 1ª pergunta???

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        30 Março, 2014 19:34

        Quer responder á minha 1ª pergunta???

        Não. Mas vou responder na mesma: sim.

        Gostar

      • 30 Março, 2014 22:04

        Grande resposta…mas em Baleizão esta resposta tem um nome: FALTA de ARGUMENTOS.

        Simples, um cartão de crédito ou um crédito à habitação servem enquanto existir receita (economia) Quando não haver são IMPAGAVEIS.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        30 Março, 2014 22:23

        Repare, explicar-lhe que existe PIB e impostos é um bocadinho fora do âmbito deste blogue. Há alguns requisitos mínimos.

        Gostar

      • 30 Março, 2014 23:06

        vitor,

        Deixe estar não se esforce, mas lavantar um tema sem o conseguir sustentar…

        Já reparou que até as vedetas que por norma dão umas dicas a seu favor não se querem comprometer???

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        30 Março, 2014 23:08

        É amarelo! O céu é amarelo! Vocês nem se esforçam para tentar demonstrar que o céu não é amarelo.

        Gostar

    • Tácio Viriato permalink
      30 Março, 2014 23:51

      Bolota, agora a sério: porque não se pergunta a si próprio: porque raio tem que haver um défice de 2%? Ou melhor: porque raio tem que haver défice?
      Depois, analisa o que significa défice: gastar mais do que se gera. Ou melhor: do que se tem.
      Ora quando gastamos mais do que se temos, há que pedir emprestado a alguém. Até aqui a coisa está explicada.
      Ora o que sucede se vai pedir a quem já deve e, entretanto, diz que não tem possibilidade de pagar o atrasado?
      Leva o que se pode chamar: um manguito do mercado.
      Aí, você pensa que se o estrangeiro não empresta pede-se cá dentro. Ora cá dentro, também estão credores: a banca e a SS.
      Além de não terem para emprestar ao estado, como o estado não lhes paga e também não tem para emprestar, têm que pedir ao estrangeiro.
      E é aí que deparam com o manguito.
      Aí, vai ao PCP, um partido com soluções “banha da cobra” que dá a receita: passar ao escudo.
      Começamos a nadar em escudos, um papel-moeda com serventia universal: comprar batatas (quando as houver) e limpar o cu.
      E claro que o PCP garante que assim passamos a exportar, porque a moeda não vale um caracol e a estranja aproveita.
      O que está certo.
      Então porque raio, em vez de desvalorizarmos 40 ou 50% do nosso poder de compra – com o escudo – não aceitámos a TSU, ou baixar os salários 5%?
      E depois de toda esta trapalhada, até aos descendentes dos descendentes, dos descendentes resultantes das suas quecas, terão que pagar.
      Caso não o façam, já sabe: MANGUITO
      cpts

      Gostar

  7. JorgeGabinete permalink
    30 Março, 2014 19:38

    Os manifestos multiplicar-se-ão até ao silenciamento da direita (à direita do poder, diga-se no meu caso), estritamente dentro do amor à liberdade e tolerância desses pândegos.
    Todas as semanas esse manifesto é votado no parlamento desde início da legislatura mas todas as semanas é notícia quando lançado, poucas por recusado.
    Parabéns VC (e demais autores, embora menos prolíficos), do sintomático que é ter estes comunistas saídos das cloacas de PCP’s e sucedâneos a enxamearem o blog, claro que não em busca da confrontação mas, isso sim, numa guerrilha infantil, no desespero de calar vozes que denunciam/recusam as chico-espertices programáticas, mas não só. Mas cuidado que hoje as ofensivas vêm de todo o lado,anuncia-se agora a judicatura do blog como no caso:
    http://www.publico.pt/sociedade/noticia/blogger-condenado-a-pagar-5000-euros-a-fernando-ruas-por-textos-e-comentario-difamatorio-1630304
    Aquilo que seria mau gosto na pior das hipóteses, vira atentado à honra e bom-nome e faz-se jurisprudência sobre a responsabilização de autores pelo conteúdo de comentários.
    No caso em apreço por aqui, responsabilizar alguns comentadores pelo que dizem seria como os educar, e para eles está fora de questão. com ou sem NEE.
    Não sou jurista, mas muito me surpreenderia, existindo recurso, que um tribunal superior validasse tamanho precedente.

    Gostar

    • neotonton permalink
      30 Março, 2014 19:59

      fotomontagens?
      .
      O Piscoiso. Foi o Piscoiso…ou alguma das suas tias. 🙂

      Gostar

      • JorgeGabinete permalink
        30 Março, 2014 20:59

        Quando sobrepôr numa imagem uma figura pública e um troglodita é atentado ao bom nome, até eu fico preocupado.

        Gostar

  8. Carlos III permalink
    30 Março, 2014 19:58

    Creio que é impossível dizer quando será paga a mencionada dívida, ou se será mesmo paga, mas também não me parece que isso, em si, seja um problema. O tempo será função das garantias exigidas: se for para pagar em 35 anos as exigências serão umas; se for para pagar em 15 anos as exigências serão outras. Neste momento ninguém sabe responder. Não obstante, não vejo nada de especial no tema até porque há muitas outras variáveis imponderáveis: o clima, o crescimento económico mundial, a demografia, as guerras (vamos lá a ver se o Putin sempre quer tomar conta da Europa ou não…) etc. O resto é retórica delirante quer venha da esquerda quer venha da direita. Assinar petições ainda vai dando projecção social.

    Gostar

    • 30 Março, 2014 22:22

      Neste momento ninguem pode responder, mas…como é que 140 individualidades defendem a renegociação e assim tentarmos pagar a divida e o nosso 1º não????

      Gostar

      • Carlos III permalink
        30 Março, 2014 23:13

        Se calhar o nosso PM está é a preparar-se para dar um belo calote aos credores…

        Gostar

  9. JDGF permalink
    30 Março, 2014 23:50

    Desta vez o incómodo é não poder no imediato deitar para o lixo o manifesto tão repentinamente amaldiçoado.
    Pelo andar da carruagem [o manifesto agora peticionário] vai estrebuchar mais algum tempo.
    Interessaria saber a quem o tempo favorece e a quem pode prejudicar…

    Gostar

Trackbacks

  1. Uma sabotagem idiota – Aventar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: