Skip to content

Assim se fazem as coisas

14 Outubro, 2016

O artigo sobre as declarações de João Bilhim, presidente da comissão que organiza os concursos para dirigentes no Estado (CRESAP), é profundamente revelador de uma das maiores mistificações da política portuguesa: as polémicas versus a paz.

Repare-se que nesta frase «João Bilhim, que deixou de ser presidente da polémica comissão que organiza os concursos para dirigentes no Estado esta semana, está a ser ouvido na comissão de Orçamento e Finanças

Sublinhe-se o polémica. De facto todas as semanas surgia um problema com a CRESAP. Logo a  CRESAP era polémica. Assim que a clientela da geringonça deitar a mão à CRESAP as polémicas desaparecerão e ninguém mais escreverá a “polémica comissão“. E é nesta mistificação que vivemos: havia austeridade e acabou a austeridade; havia foem e acabou a fome; havia tensão e agora não há; havia polémicas e agora não há.

As corporações montam os arraiais da polémica. Quando conseguem o que querem – mais aparelho de Estado ao seu serviço – calam-se. E V~em dizer-nos que foi conseguida  a paz. Este é o logro em que vivemos.

 

 

Anúncios
31 comentários leave one →
  1. oscar maximo permalink
    14 Outubro, 2016 11:30

    Só sabendo se esta senhora votou no Marcelo poderia indignar-me condignamente.

    Gostar

    • PiErre permalink
      14 Outubro, 2016 16:03

      O que é que isso tem a ver com o assunto?

      Gostar

    • oscar maximo permalink
      14 Outubro, 2016 20:19

      Pensava eu que Marcelo era o Mestre de Cerimónias do desanuviamento e “ghostbuster” das polémicas.

      Gostar

  2. Artista Português permalink
    14 Outubro, 2016 11:44

    Se havia alguma dúvida, já o filho do pai do regime tinha deixado tudo bem claro, como declarou ao Jornal de Negócios: “A política não se pode fazer com meninos do coro”

    Gostar

  3. Anónimo permalink
    14 Outubro, 2016 12:31

    Comunicação social dependente/subserviente ao poder, sim, e não é só por cá.

    O partido Democrata, nos EUA, o da candidata Sra. Hilary teve um PR, o seu marido, que comprovadamente praticou atividade sexual com uma “interna” no gabinete oval da Casa Branca quando ERA presidente.
    O partido Democrata, nos EUA, teve um PR de nome John F Kennedy cuja actividade sexual extra conjugal encheu biografias, e era notória, até por ser com quem era.
    O partido Democrata, nos EUA, está ofendidíssimo. Desde a sua candidata passando pela primeira dama, o rival, candidato, foi apanhado a contar uma aventura de saias, ainda por cima mal sucessida (!).
    Umas senhoras apareceram a afirmar que foram (permisso) apalpadas à sucapa….
    O partido Democrata, nos EUA, de repente acordou puritano. !!!

    O partido Democrata, nos EUA, pôs a comunicação social norte americana, TVs e Jornais, o Departemento de Justiça e o FBI a encobrir a sua candidata, que questionada sobre a sua conduta discutível como funcionária pública, respondeu 26 vezes ao FBI e 21 vezes sobre juramente, que “não me lembro”. Acontecimentos recentíssimos. Mas em campanha fala pelos cotovelos. Alzeimer selectivo?.

    Por cá jornalistas que recolheram informação com o taxista e com o barman do Hotel espalham a sua triste “dependência”, despudoradamente, a viva voz.

    A comunicação social transformou-se numa anedota de muito mau gosto.

    Liked by 2 people

    • 15 Outubro, 2016 20:59

      Gavin é phoda :}

      Gostar

      • Anónimo permalink
        16 Outubro, 2016 19:41

        Exacto J. As neófitas publicamente púdicas nem percebem o ridículo da sua posição.
        Entretanto. Quizeram um PR mulato -mesmo que socialista em terra de mercados- para poderem afirmar o que era importante: “não somos racistas”. Tudo bem. Mas o evidente racismo está por lá para durar.
        Agora as eleitoras norte -americanas querem eleger uma mulher, mesmo que razoavelmente venal. “Why not?”. Mas pronto, é uma mulher. Fortifica o ego, feminino, de algumas mulheres. 🙂
        Em política acontecem destas coisas.

        Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    14 Outubro, 2016 12:32

    O Bilhim era uma boa bilha. Não sei como o Estado gente daquela qualidade.

    Gostar

  5. Juromenha permalink
    14 Outubro, 2016 12:46

    Sem surpresa : a Prostituição Social Portuguesa igual a si própria.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      14 Outubro, 2016 15:42

      Quer me parecer que a(o)(s) prostituta(o)(s) passaram a controlar o negócio.

      O Bloco de Esquerda foi construído pelos Expresso, SIC, TVI , Publico etc. sem eles não existia.

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      14 Outubro, 2016 19:32

      Não mas sem eles o BE não existiria mesmo

      Gostar

  6. licas permalink
    14 Outubro, 2016 14:32

    Assim se fazem as coisas. . .

    Prevendo a mais que provável derrota na deliberação na AN do seu “pressupuesto” (Orçamento) para o próximo ano, um Presidente precavido (N. Maduro) reúne com os seus correligionários uma por si inventada “Assembléia Popular” onde se decreta que o Decreto é “pelo menos” de excelência inultrapassável. E avisa: Se formos derrotados apelaremos ao Poder Judicial e Eleitoral (ambos preenchidos por Chavistas, saiba-se) para que a afronta Anti-Revolucionária seja invalidada.

    (a parte chata é que só funciona para povos bacocos, digo eu)

    Gostar

  7. licas permalink
    14 Outubro, 2016 14:55

    Era assim

    De lápis azul em punho
    Vigiando os jornais
    Coronéis do tipo grunho
    Faziam cortes letais:
    O Governo à defesa
    Qual lúgubre vileza.

    Precisos quarenta anos
    Vivi cá fora, mas preso,
    Sim, a pérfidos arcanos
    De que fui sempre avesso
    Tempo de se ser prudente
    Como era evidente.

    Estava para ter ninguém
    Conversa assim à toa
    Se à PIDE chega bem
    Vai um adeus a Lisboa:
    Levas porrada a eito
    Até ficares desfeito

    Havia o Tarrafal
    Hotel de morte nas Ilhas,
    Com tratamento brutal,
    Cuidadinho senão “quilhas”:
    Bico calado meu caro
    Era o melhor preparo.

    licas fecit

    Gostar

  8. licas permalink
    14 Outubro, 2016 15:19

    Maduro traficante

    Putin e o Erdogan,
    Os Ianques sob mira,
    Não julgo tática vã,
    Coisa que logo se tira:
    Maduro, fundos sedento,
    P´ra não perder o assento.

    Sem mão na Economia,
    Quer levar crudo a alta
    Com sócios p´ra carestia
    Junta pois aquela malta:
    Rareando a produção
    Aumenta a cotação.

    Dando ao “gado” alimento
    Em porções só diminutas
    O Índio sempre sem tento,
    Dotado de vistas curtas:
    Vai aplaudindo assim
    Socialismo mirim.

    licas fecit

    Gostar

  9. lucklucky permalink
    14 Outubro, 2016 15:40

    É a construção da narrativa pelo jornalismo marxista dos Expressos, SIC, TVI, RTP, Publicos etc.

    A mais desonesta profissão que existe.

    Gostar

  10. Chopin permalink
    14 Outubro, 2016 15:50


    A Cambra de Lisboa também era muito polémica. Era notícia de telejornal todos os dias.
    Santana Lopes veio à janela; Santana não veio à janela; Carmona Rodrigues respondeu A; Carmona respondeu B.
    Com a entrada destes senhores que controlam o jornalismo, tudo ficou na paz do Senhor. Até a construção de Mesquitas com dinheiro dos contribuintes é incontroverso.

    Gostar

  11. basto_eu permalink
    14 Outubro, 2016 15:52

    Assim se fazem as coisas,
    e, como uma desgraça nunca vem só, agora a seguir à desgraça económica veio também juntar-se -lhe a desgraça política, com a anuência do PR dos afectos.
    Só a UE neste momento tem mão, no poder do governo em Portugal.
    Portugal tem uma sociedade cada vez mais envelhecida, empobrecida e embrutecida.
    Costa para se manter no lugar, ao qual não teve acesso por mérito próprio, (pois perdeu as eleições) promete restituir à função pública os salários sem ter dinheiro para isso.
    Promete aumentar as reformas mais baixas para conquistar mais votos, (dá-lhe meio euro agora e depois de forma encapuçada tira-lhe 10 depois).
    Costa prova como é possível mandar no país, desviando todos os recursos para os dependentes do Estado.
    Sejam eles funcionários públicos, pensionistas, subsidiados, parceiros, protegidos, instalados, e vitalícios.
    Toda esta camarilha pública vive, à custa do esmifrado privado que, não tem quem o defenda, nem sequer o PR, que, seria suposto sê-lo de todos.
    Os dependentes do Estado são tantos que nem precisam de mais ninguém para fazer ou formar um bloco eleitoral em causa própria.
    Só precisam de um chefe.
    Um chefe que esteja disposto a sacrificar todos em benefício de uns tantos, os FP.
    Costa é esse. E em 2016 já estamos a ver o filme em réprise, (como dizia Marcelo) do que se passou em 2009.
    Felizmente que por decreto de Costa a austeridade acabou.
    Não fora isso…

    .

    Gostar

  12. lucklucky permalink
    14 Outubro, 2016 15:55

    Segundo a Narrativa construída pelo Jornalismo Marxista a Austeridade acabou:

    https://pbs.twimg.com/media/Cuu-jv_W8AAv8PL.jpg:large

    Gostar

    • licas permalink
      14 Outubro, 2016 18:19

      Desconstrucionando:

      ___1) Os Decretos que fundaram a PIDE, a Legião Portuguesa e a Mocidade Portuguesa, onde, por exemplo no fardamento, o cinto com enorme S queria dizer “SERVIR”.
      ___2) Os relatos, pós 25A74, dos que foram “tratados” na Polícia Política, em particular da “piada” de um médico perante a morte por doenças curáveis no Tarrafal, ironizava dizendo que a seu trabalho era “passar certidões de óbito” (sic). As “brincadeiras” da estátua (se te mexes, levas) ou da privação do sono.
      ___3) A completa ausência de Críticas aos sucessivos Governos de 26 a 74 nos Jornais e Revistas. Temos que destruir como inexistentes também as Comissões de Censura com os seus coronéis.
      ___4) Negar os “saltos” nos filmes que deixava o espectador a majicar do que se teria passado de indecente no critério do Grande Chefe ou “anti-revolucionário” em relação ao Estado Novo”.
      ___5) Penitenciarmo-nos por induzir os Livreiros do crime de contrabandear obras interditas.
      E FINALMENTE apodar de Marxista todo e qualquer que ponha em dúvida
      ________O Patriotismo de Salazar
      ________A sua benevolência em aceitar reparos
      ________A lisura e trato em relação aos que se lhe opunham
      ________A completa admissão e defesa da alternância no Poder.
      ________A total independência da Igreja em relação ao Estado, e deste no que se refere ao Judicial.

      Gostar

      • licas permalink
        14 Outubro, 2016 18:32

        Eu, com o passaporte que Lucklucky me concedeu, vou, já
        j+a, inscrever-me como militante do Partido. . .

        Gostar

      • lucklucky permalink
        14 Outubro, 2016 18:33

        E tivemos um pouco de Maskirovka vinda do Licas comme d’habitude a defender o Totalitarismo Em Construção.

        Gostar

      • 14 Outubro, 2016 18:39

        Gostar

      • lucklucky permalink
        14 Outubro, 2016 18:44

        Ainda não ouvi uma palavra sobre “Austeridade”

        Licas.

        A cassete chegou ao fim?

        Gostar

  13. Emparedado permalink
    14 Outubro, 2016 17:08

    Lancem a bomba…

    Gostar

  14. licas permalink
    14 Outubro, 2016 19:00

    lucklucky PERMALINK
    14 Outubro, 2016 18:44

    O que é absolutamente grave é que trocas “àpodos” por discussão
    Não sabendo, ou não podendo argumentar, ficas ipso facto reduzido a “besta”
    ou seja, animal irracional.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      14 Outubro, 2016 21:44

      Foi assim tão mau Licas.
      A um Marxista raivoso só restam as injurias enquanto não se pode perseguir e matar.

      Mas lá chegaremos não é Licas, lá chegaremos….talvez em menos de 10 anos.

      Gostar

      • licas permalink
        14 Outubro, 2016 23:02

        A um Salazarista não adaptado aos novos tempos
        a liberdade individusl do Cidadão não interessa grande coisa.
        Faço a mesma pergunta Lucklucky:
        Isto que temos é assim tão mau?

        Pergunta-me: Como sera daqui a 10 anos?

        Presumivelmente haverá outro Governo, pois ao contrário
        das Ditaduras, do resultado das eleições muda sempre algo.
        Salazar, esse, esteve ininterruptamente a mandar desde 26 a 70
        com o apêndice M. Caetano até 74. Lembre-se que a França
        teve governos de Esquerda Radical no pós II Guerra Mundial.

        Tenha paciência que a Geringonça daqui a um ano já rangerá
        por todos os parafusos, adianto.

        Ninguém lhe tira (não estamos no Salazarismo) a liberdade
        das suas convicções. nem das minhas. mesmo “Marxistas”
        segundo a sua opinião. Marxista, eu?
        No final, final, é essencial à Democracia que cada um de nós.
        todos os Tugas, tenha opinião própria. Essencial e Insubstituível.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        15 Outubro, 2016 00:20

        Quando tu dizes isto:

        “a liberdade individusl do Cidadão não interessa grande coisa.”

        e isto

        “Isto que temos é assim tão mau?”

        Percebe-se logo que para ti a Liberdade Individual do Cidadão não interessa.
        Ou seja nem percebes como este Governo, o anterior e os anteriores desde meados dos anos 80 se dedicam a tirar poder Cidadão e a construirem um Estado Fascista a que só falta tirar as eleições.

        Sobre memórias, a França teve Governos da Esquerda “Radical” SFIO e o Parti Radical desde 1936 até ao começo da Guerra e foram um dos grandes responsáveis pela derrota da França. E como quase toda a Esquerda o comportamento não foi diferente do que temos hoje.

        “Tudo é do Estado. Nada Fora do Estado.”

        Tal como esse Socialista radical Mussolini.

        Gostar

  15. licas permalink
    14 Outubro, 2016 21:39

    apodos = zombarias

    Gostar

  16. licas permalink
    15 Outubro, 2016 00:31

    Oh Lucky

    Estás tarado da cuca

    Então eu defendo que a liberdade do Cidadão não interessa nada??????

    Sabes ler e interpretar txtos: tens essa capacidade ou estás a gozar?

    disse, e repito:
    A um Salazarista não adaptado aos novos tempos
    a liberdade individusl do Cidadão não interessa grande coisa.

    Lá no Hospital Psiquiátrico onde estás internado deixam-te brincar com a NET?

    Gostar

  17. 15 Outubro, 2016 20:45

    Governo de aldrabões. O partido socialista pratica desde sempre a usurpação dos lugares do poder. O País vai-se arruinando.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: