Skip to content

Tendo em conta que esta eloquente prosa é redigida por criaturas que se apresentam como representantes dos professores…

25 Outubro, 2016

A direita anda entre o assustado e o desorientado. Incapaz de fazer oposição credível, e cada vez mais radicalizada nas suas posições, dispara em todos os sentidos, incluindo os dos pés. 

ainda acham que vale a pena falar sobre o estado do ensino?

 

Advertisements
19 comentários leave one →
  1. LTR permalink
    25 Outubro, 2016 12:04

    Quando as fornadas produzidas pelo sistema educativo destas criaturas saírem cá para fora, o PIB vai disparar, para baixo.

    Gostar

  2. Licas permalink
    25 Outubro, 2016 12:23

    a direita é uma farsa vossa…

    Gostar

  3. Colono permalink
    25 Outubro, 2016 12:28

    Ku Kuzanga Blota Ku Mortamaza Ku Galambuco má Ku Kosta So Krates Soareku Rouba Machamba povo Manmbuangongo.

    Tuka Ku

    Gostar

  4. Licas permalink
    25 Outubro, 2016 12:29

    manuela ferreira leite sabe bem quem é esta direita intriguista que pulula pela blogosfera.

    Gostar

  5. PiErre permalink
    25 Outubro, 2016 12:46

    E ninguém põe estes indivíduos em sentido?

    Gostar

  6. campus permalink
    25 Outubro, 2016 13:14

    Era o pé que tinha mais à mão….

    Gostar

  7. campus permalink
    25 Outubro, 2016 13:17

    Não há aí um reitor que ofereça uma licenciatura ao adjunto do costa ?

    Gostar

  8. António Carvalho permalink
    25 Outubro, 2016 13:23

    Já agora, a distinta bloguista pode emendar a prosa citada?

    Gostar

    • 25 Outubro, 2016 14:11

      Toma lá tolinho que hás-de ser mais outro que anda a toque de caixa

      «A direita anda entre o assustado e o desorientado. Incapaz de fazer oposição credível, e cada vez mais radicalizada nas suas posições, dispara em todos os sentidos, incluindo os dos pés. O problema da direita é saber que, por muito más que sejam as políticas desenvolvidas pelo atual Governo, e algumas são, as soluções que teria, caso ainda governasse, seriam muito piores. E a direita sabe que os portugueses também sabem isso, daí o seu afundamento, por exemplo, em sondagens e eleições ultimamente realizadas.
      Face à situação, os seus dirigentes, deputados, assessores e comentadores de serviço desdobram-se no esforço de branquear políticas anteriores, mas parece não haver lixívia que alcance o feito.
      Alvo preferido da direita são, agora, os Sindicatos, em particular a Fenprof, e, cirurgicamente, o seu secretário-geral, que foram transformados em cepo das suas investidas. Este ataque aos sindicatos e aos sindicalistas (não incluindo aqui os que, quando no poder, a direita usa como calçadeira, medindo, depois, todos pela mesma bitola) não é novo, mas neste momento persegue dois objetivos: i) fazer crer que as políticas atuais são iguais ou piores que as suas, a diferença está no nível da contestação sindical; ii) fragilizar os sindicatos preparando, assim, terreno para um futuro que a direita não vê próximo, nem fácil de atingir.
      João Tavares teria este serviço a cumprir, mas, talvez, porque a encomenda tivesse urgência, acabou por ser descuidado, o que surpreende, pois concorde-se ou discorde-se dele, e, normalmente, discorda-se, reconhece-se cuidado e coerência no que escreve ou diz. No caso em apreço, contudo, espalhou-se ao comprido. Senão repare-se:
      – Vem falar no desaparecimento do secretário-geral da Fenprof logo no dia em que este apareceu a entregar no tribunal uma ação contra o Ministério da Educação;
      – Dá como exemplo de silenciamento o da falta de assistentes operacionais nas escolas, que é, precisamente, o principal problema denunciado pela Fenprof nesta abertura de ano letivo, tendo sido o seu secretário-geral, quem, publicamente, denunciou o problema com exemplos concretos, um deles, até, citado por Tavares no seu escrito: a escola de Canelas;
      – Afirma que o site da Fenprof mantém o tom crítico habitual, para acrescentar que o que mudou radicalmente foi o número de intervenções de Mário Nogueira, parecendo, por um lado, que o secretário-geral da Fenprof é alheio ao tom das tomadas de posição da organização que coordena, mas, por outro lado, é culpado por os grandes meios de comunicação social, incluindo o jornal em que escreve, não acompanharem as iniciativas para que são convidados (conferências de imprensa, encontros, plenários, e muitas outras), preferindo ignorá-las.
      Não, a Fenprof não muda ao sabor dos governos e só há um interesse que serve: o dos professores que representa! Bastaria a Tavares ver, ouvir e/ou ler, com mais atenção, o que está no site da Fenprof (e quem sabe se não o fez…) para perceber por onde tem andado Mário Nogueira. Porém, se o fizesse (ou reconhecesse o que nele encontrou), lá se ia a oportunidade de servir a grande casa que o acolhe, tendo mesmo, provavelmente, de criticar os órgãos de comunicação social que compram a sua presença. Ora, até os bichinhos sabem que não se morde a mão que os alimenta.»

      O Departamento de Informação e Comunicação da Fenprof

      Gostar

      • 26 Outubro, 2016 11:33

        A vírgula depois de talvez está incorrecta. Deve ser assim:

        João Tavares teria este serviço a cumprir, mas, talvez porque a encomenda tivesse urgência, acabou por ser descuidado, o que surpreende, pois, concorde-se ou discorde-se dele, e, ….

        Parece que os tipos já emendaram algumas coisas no artigo online.

        Gostar

  9. Juromenha permalink
    25 Outubro, 2016 14:18

    E afinal o roque adjunto, à semelhança do pilha-galinhas, também aldrabou quanto à ” engenharia”.
    A coisa , na quadrilha “súcia”, parece epidemia..
    E o “dr.” vara, que é feito do “dr.”?…

    Liked by 1 person

    • licas permalink
      25 Outubro, 2016 15:47

      Eu já perguntei, e volto a fazê-lo:
      Onde Vara se escondeu?
      Como foi essa de sacar “massa” da CGD?

      Gostar

  10. honi soit qui mal y pense permalink
    25 Outubro, 2016 14:26

    não !

    Gostar

  11. AAA permalink
    25 Outubro, 2016 14:39

    Na fenprof as vírgulas são mais baratas às dúzias.oo

    Gostar

  12. licas permalink
    25 Outubro, 2016 15:56

    Jogo de bisca foleira

    Maduro foi a Guterres
    Saudá-lo sem retardo,
    Almagro foi o visado,
    Acredita em mim, não erres:
    Foi acender o rastilho,
    Safado da puta filho.

    Porque Almagro pôs a nu
    O Nicolás ditador,
    Assim, sem tirar nem pôr,
    Quer guerra lá na ONU:
    Entretanto marca passo
    Revocatório lasso.
    Jogada tão aparente
    D´agora querer paleio,
    Os simples vão no enleio
    Desse de Fidel agente:
    Escutar Oposição,
    Onde já se viu então?

    licas fecit

    Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    25 Outubro, 2016 17:16

    Prosa muito misericordiosa para com a dita direita.
    Estando a direita a dar contínuos tiros nos pés há que chamar a atenção que uma boa oposição é essencial para o país.
    A que existe é uma caricatura.

    Gostar

  14. 25 Outubro, 2016 18:23

    ó Arlindo, os outros avençados recebiam 3.500 mas tu és tão fraquinho na defesa da tua ideologia, que ainda tinhas que pagar para eles te fazerem um blog com a tua prosa. A propósito já deste o dizimo para o teu partido que está falido ?

    Gostar

  15. José Domingos permalink
    26 Outubro, 2016 00:39

    Existe direita em Portugal, ou são só os situacionistas.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      26 Outubro, 2016 21:58

      Não existe Direita em Portugal veja-se como criatura Presidente que é supostamente de Direita está muito contente por se encontrar com um assassino Comunista.
      Ainda não vi nenhum dos ditos partidos de “direita” a protestar.

      A “Direita” só serve para legimitar a Esquerda. São uma espécie de bobos da corte tolerados.

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: