Skip to content

Marcelo, um símbolo de Abril

25 Abril, 2017

Um dos melhores símbolos do país que saiu do período que foi de 25 de Abril de 1974 a 25 de Novembro de 1975 é Marcelo Rebelo de Sousa. Quando atacado ele é o filho do ministro do Estado Novo, o colonialista filho de colonialista, o beato… Quando aplaudido ele é “o Marcelo” ou mais propriamente o “Marcelo da TVI” e mais nada porque a direita não se diz de direita, aliás até se sente de esquerda. O consenso que rodeia Marcelo não passa de um trégua táctica que se pode transformar numa guerrilha feroz em escassas horas. Tivemos um pequeno vislumbre dessa passagem de ‘Marcelo presidente consensual e dos afectos’ a ‘Marcelo, o hiperactivo a cheirar a bafio do Estado Novo’ a propósito de umas declarações de Marcelo sobre a escravatura

Anúncios
11 comentários leave one →
  1. Aventino permalink
    25 Abril, 2017 14:00

    Marcelo é um funcionário público, por isso…

    Gostar

  2. Anónimo permalink
    25 Abril, 2017 14:36

    Subtil aproximação ?. .
    Distraído ouço de repente o Exmo. PR, em passo rápido, a afirmar:
    “… Possivelmente, com passos lentos mas profícuos…” ?, ou
    “… Possivelmente com Passos, lentos mas profícuos…” ?.
    Subtil aproximação ?. A transcrição ?. Ok, não. Sossego.

    Gostar

  3. 25 Abril, 2017 15:31

    MarceloCarmonaThomaz.

    Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    25 Abril, 2017 17:37

    Fica muito feio cuspir no prato da liberdade onde diariamente se lambuzam.

    Gostar

    • 25 Abril, 2017 17:44

      É muito feio e inadmissível que certos “democratas de última hora” só por conveniência pessoal, partidária e/ou profissional se lambuzem na manjedoura do Estado deixando migalhas para os tugas.
      Também é reprovável que governantes e militantes de partidos como o P”S” procedam de igual modo desrespeitando a Liberdade.

      Gostar

  5. jmpg permalink
    25 Abril, 2017 18:19

    O pai do Marcelo se visse morria de novo

    Gostar

  6. carlos alberto ilharco permalink
    25 Abril, 2017 21:24

    Coitado, hoje tive pena dele.
    Deve ter ficado tão triste quando viu as bancadas da esquerda não reagirem com aplausos vibrantes a tanto afecto que tem distribuído por todo o lado.
    Nem lhe pediram uma selfie.
    Não se faz.

    Gostar

  7. Prova Indirecta permalink
    26 Abril, 2017 09:03

    Gostar

  8. Prova Indirecta permalink
    26 Abril, 2017 09:04

    ( O óbvio ululante )

    Gostar

  9. 26 Abril, 2017 16:02

    A hipocrisia não tem limites. A vivente autora dest post preocupada com a Teodora e o ataque entre aspas à Independência deste órgão e a atacar de forma despudorada a figura do presidente da república porque não está a fazer o jogo da direita já para não falar dos ataques ao tribunal constitucional cuja existência várias vezes a direita chegou a equacionar . Quanto ao referendo sobre a regionalização , claro que é constitucional e como tal um estado de direito e o seu presidente deve defender a sua constituição . A não ser que agora a direita ou melhor dizendo a direita radical defenda igualmente a estratégia de Maduro na Venezuela?

    Gostar

  10. 26 Abril, 2017 16:08

    Desde 1976 que está previsto na constituição a regionalização

    “”. A instituição em concreto das regiões administrativas, com aprovação da lei de instituição de cada uma delas, depende da lei prevista no artigo anterior e do voto favorável expresso pela maioria dos cidadãos eleitores que se tenham pronunciado em consulta directa, de alcance nacional e relativa a cada área regional.
    2. Quando a maioria dos cidadãos eleitores participantes não se pronunciar favoravelmente em relação a pergunta de alcance nacional sobre a instituição em concreto das regiões administrativas, as respostas a perguntas que tenham tido lugar relativas a cada região criada na lei não produzirão efeitos.”Constituição da República Portuguesa, Artigo 256º do Capítulo IV do Título VIII da Parte III.[1] Esta alteração, introduzida em 1997, faz com que a Regionalização esteja dependente da aprovação em referendo popular”

    O apelo aqui feito pela vivente para que o PR não respeite a constituição diz bem do pensamento da extrema direita portuguesa e de alguns novos “democratas ” que ainda não curaram de forma definitiva os seus desejos golpista herdados de uma juventude esquerdista .

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: