Saltar para o conteúdo

E que tal um serviço nacional de alojamento local?

22 Julho, 2018

O que não é Estado é cada vez mais visto como uma anomalia. Um desvio. Uma malformação que há que corrigir e controlar, na impossibilidade de erradicar como prova a recente legislação sobre alojamento local. Vale a pena escalpelizarmos o que agora foi aprovado no parlamento sobre o alojamento local pois o que aí está nesse tropel de medidas é o retrato de um governo acantonado no Estado

Anúncios
3 comentários leave one →
  1. Artista Português permalink
    22 Julho, 2018 11:34

    Um Observatório também não caía mal. Podia até ser aproveitado por um certo tipo de voyeurismo de buraco da fechadura.

    Gostar

  2. JgMenos permalink
    22 Julho, 2018 13:32

    A condição primeira de todo o progressista é não temer o ridículo.

    A competição em demonstrar tão alta virtude é central para o progresso da cretinagem institucional e para a dinâmica grupal.

    Gostar

  3. Arlindo da Costa permalink
    23 Julho, 2018 21:36

    Alojamento local selvagem e sem regras só em El Salvador, Guatemala ou Nicarágua. Vivemos num país moderno. E temos que seguir as melhores práticas. Isto é, as regras e boas práticas que estão em vigor em Berlim, Barcelona, Luxemburgo, Amesterdam, etc.

    Quem quiser bagunça que vá proselitar para os muceques de Luanda!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: