Saltar para o conteúdo

Consequências do Kraussgate – Presidente da Iniciativa Liberal demite-se

23 Agosto, 2018
by

Presidente da Iniciativa Liberal demite-se. Uma reacção que pode parecer exagerada, mas está coberta de dignidade. Agora é comparar com o que se passa noutros partidos em ssituações com ordens de magnitude várias vezes inferior. Fica a mensagem de demissão abaixo.

𝗢𝗯𝘃𝗶𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗲, 𝗱𝗲𝗺𝗶𝘁𝗼-𝗺𝗲. 𝗟𝗶𝗯𝗲𝗿𝗱𝗮𝗱𝗲 𝗶𝗺𝗽𝗹𝗶𝗰𝗮 𝗿𝗲𝘀𝗽𝗼𝗻𝘀𝗮𝗯𝗶𝗹𝗶𝗱𝗮𝗱𝗲.

Ontem, a Comissão Executiva da Iniciativa Liberal deliberou, por maioria, tomar uma posição sobre a origem da página de Facebook do partido – posição esta tornada, hoje, pública nessa mesma plataforma. Não me revendo nessa posição, manifestei convicta e profundamente que, sendo a Iniciativa Liberal uma plataforma de cidadania ativa e uma alternativa assumida à atual forma de fazer política, deveria assumir todas as responsabilidades com a mesma convicção com que luta, diariamente, por uma maior liberdade política.

Assim, considero que a direção da Iniciativa Liberal deveria aproveitar esta oportunidade para, sem quaisquer subterfúgios, assumir o erro e dar o exemplo de responsabilidade que sempre exigiu da restante classe política – ainda que a responsabilização se insira nas opções estratégicas anteriores à eleição desta Comissão Executiva.

Votei vencido pela convicção inabalável de que o liberalismo implica responsabilidade. Acreditando que não é possível apontar o caminho sem estar disponível a percorrê-lo, apresentei a minha demissão, por não me rever na posição aprovada pela direção do partido.

Resta acrescentar que a Iniciativa Liberal é muito mais importante do que cada um de nós, já que dela dependem todos os cidadãos que lutam diariamente por um Portugal mais liberal. O atual momento não é de crise: antes uma clara demonstração prática da liberdade que assiste a todos os liberais.

Estas diferenças de posição surgem e surgirão sempre na construção de uma plataforma de cidadania que garanta mais liberdade política, mais liberdade social e mais liberdade económica.

Demonstramos, também aqui, que a liberdade do debate e a responsabilidade das ações são, e devem ser, a nova forma de fazer política em Portugal.

Anúncios
12 comentários leave one →
  1. Mario Figueiredo permalink
    23 Agosto, 2018 16:45

    Qual foi a decisão da mesa que levou à demissão?

    Gostar

  2. 23 Agosto, 2018 17:19

    Nos dias de hoje, seja qual for o país,
    o Liberalismo já não pode ser defendido
    porque impossibilita por definição o Estado Social. . .digo eu.

    Gostar

  3. rui a. permalink*
    23 Agosto, 2018 17:23

    Mas, afinal, em que é que se desentenderam? E o que têm as explicações da IL a mais ou a menos, que justifique uma tão drástica decisão?

    Gostar

    • 23 Agosto, 2018 17:49

      Agora a falar a sério- sentiram-se enganados porque não sabiam…

      Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      23 Agosto, 2018 17:56

      Segundo o que está a ser avançado na Renascença, a comissão política decidiu criar uma página nova. E este marmanjo pelos vistos não gostou da decisão.

      Eu nem sei que diga… prima donas e dramas de polichinelo num partido que ainda nem sequer foi a votos no país. Ainda se tivesse sido o problema da verborreia anacleta em relação ao partido da Aliança, percebia-se se a Comissão quisesse se demarcar e o menino não gostasse.

      Mas nada pode admirar, na verdade. O seu último post sobre o assunto (e que abaixo deixo o link porque foi uma delicia de ler) já diz tudo o que havia para dizer sobre o partido e as pessoas. E se reconheço que a resposta que o CGP lhe deixou tem algum mérito, ainda assim penso que peca pela ingenuidade de quem gostaria muito que o bolo tivesse brinde.

      https://blasfemias.net/2018/08/23/o-problema-e-o-cesar-nao-tanto-a-sua-mulher/

      Liked by 1 person

    • Mario Figueiredo permalink
      23 Agosto, 2018 18:07

      Ainda se tivesse sido o problema da verborreia anacleta em relação ao partido da Aliança, percebia-se se a Comissão quisesse se demarcar e o menino não gostasse.

      Para esclarecer, digo isto porque esse ao menos seria um assunto de verdadeiro carácter político. Mas tá quieto! Esses ninguém lhes quer tocar. O liberalismo em portugal ainda não passou do estatuto de novela da tarde.

      Gostar

  4. carlos alberto ilharco permalink
    23 Agosto, 2018 17:43

    deixem-me ver se percebo.
    Um partido/movimento/iniciativa antes de o ser deixou de o ser.
    É isto?

    Gostar

  5. Arlindo da Costa permalink
    24 Agosto, 2018 05:28

    Não me digam que a Zazie também faz parte da mesa da Iniciativa Liberal….

    Gostar

  6. Luis Lavoura permalink
    3 Setembro, 2018 15:20

    Sinceramente, acho que a discordância do presidente com a decisão da Comissão Executiva não é motivo razoável para a demissão do presidente, num assunto deveras irrelevanete como a origem de uma página de Facebook. Não posso portanto, ao contrário do CGP, louvar a decisão do presidente.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: