Saltar para o conteúdo

No intervalo da reunião de terraplanistas

11 Janeiro, 2022

Na vida de um negacionista também há momentos em que, inadvertidamente, somos confrontados com a opinião sábia, avisada e cientificamente certa da vasta maioria dos portugueses. A opinião da ciência democrática, portanto. Um desses momentos aconteceu há pouco, quando ouvi uma estação de rádio nacional entre a mudança de um álbum do Eric Clapton para o último do Van Morrison. Aproveito agora o intervalo da reunião do núcleo regional de flat earthers para escrever isto, pois depois estarei muito ocupado no congresso científico onde esperamos definir mais uma dezena de géneros ainda por documentar.

Parece que há uma incerteza sobre a hora a que voluntariamente deverão ir votar as pessoas em isolamento voluntário no dia das eleições. Pelo que percebi, estão a tentar definir um horário e condições para que pessoas voluntariamente cumpram a recomendação a definir por se sentirem obrigadas ao isolamento que lhes foi recomendado por gente sem nada útil para fazer que não o de recomendar cenas aos propensos a recomendações. Compreendo a causa: pessoas que se julgam obrigadas a isolamento também tendem a ser pessoas que julgam ter a obrigação de escolher o asno que se mostre asno suficiente para lhes recomendar recomendações. Estou ansioso para ver como vão lidar com a recomendação de uso de máscara quando lhes aparecer um daqueles que não vai em recomendações na mesa de voto. Infelizmente, penso que não vão usar voto por correspondência, para pena minha, pois teria muito mais tempo para refinar o desenho da pila que o boletim de voto merece. Assim, com o voto presencial, terá que ser daquelas rápidas, depiladas, como as de um dos géneros ainda por definir.

Estão a chamar. Acabou o intervalo. Vou terminar o texto por aqui, fraquinho e sem nada de útil para dizer nos tempos que correm, que um senhor está ali a apresentar as provas irrefutáveis de que as vacinas estão a fazer muito bem às pessoas e a dar cabo dos cofres da Pfizer e companhia.

22 comentários leave one →
  1. JgMenos permalink
    11 Janeiro, 2022 12:04

    «A opinião da ciência democrática»
    Parei de ler nesse ponto.

    Gostar

  2. Pedro Dias permalink
    11 Janeiro, 2022 12:49

    Ora, esses tais voluntários podem votar por telepatia.

    Gostar

  3. Chopin permalink
    11 Janeiro, 2022 16:37

    Há uns anos atrás, contestar uma tese, chamava-se fazer ciência. Hoje, chama-se negacionismo. Ahaha!
    Os enganacionistas não toleram os negacionistas.

    Liked by 1 person

  4. 11 Janeiro, 2022 18:57

    Em democracia é comum referir que vale tanto um voto de uma “besta” como de algum “bestial”. Desta vez parece que não vai ser assim, e ainda bem, porque só um “tontinho”, que esteja a cumprir isolamento por contacto de risco ou por teste positivo à COVID, é que não irá exercer o seu direito de voto na mesma. Este e os restantes, que estoicamente ficarão em casa cumprindo as regras da DGS, podem e devem abster-se de votar e serão dispensados de realizar qualquer ato que implique o recurso à inteligência. Deverão sim ficar a aguardar instruções superiores enquanto agendam a próxima inoculação.

    Gostar

  5. maria permalink
    11 Janeiro, 2022 19:22

    O último parágrafo reflete uma verdade que talvez uns 9 mihões de pacóvios por cá se deixam manobrar como rebanho. É triste mas é o que temos.

    Gostar

  6. voza0db permalink
    11 Janeiro, 2022 21:37

    Uma boa para essas reuniões de terraplanistas!

    Gostar

    • Chopin permalink
      12 Janeiro, 2022 01:32

      Parece que o Dr Fauci mentiu na comissão do senado 🙂

      Gostar

  7. voza0db permalink
    11 Janeiro, 2022 21:40

    Espero que pelo menos ofereçam umas cenouras aos votantes com etiqueta PCR!

    Gostar

  8. Prova indirecta permalink
    12 Janeiro, 2022 09:37

    Atrevo-me a deixar-vos aqui um pedaço de antologia jornalística , do José da Porta da Loja.De fazer corar de inveja,qualquer pasquim desta estrumeira de país que volta sucessivamente nos mesmos de sempre.

    https://portadaloja.blogspot.com/2022/01/o-buraco-negro-do-poder-politico.html

    Gostar

  9. Prova Indirecta permalink
    12 Janeiro, 2022 13:56

    Já acabou essa eeunião ? Parece que o Jerónimo -esse grande paladino do SNS – escolheu ser operado no Hospital Da CUF e por um dos melhores cirurgiões . Que bem que cantava o Zeca ” pára-raios nas igrejas / são para mostrar aos ateus / que os cristãos por mais que o sejam / não têm confiança em Deus ” , citei …

    Gostar

    • lucklucky permalink
      12 Janeiro, 2022 23:20

      Para o Marxismo todos os homens são iguais, mas há uns mais iguais que outros…

      A CGTP domina o sindicato de professores funcionários publicos mas nada tem contra a ADSE que ajuda estes a fugir ao SNS…

      Gostar

  10. FreakOnALeash permalink
    13 Janeiro, 2022 12:08

    Obligatory Libertarian Police Department:
    I was shooting heroin and reading “The Fountainhead” in the front seat of my privately owned police cruiser when a call came in. I put a quarter in the radio to activate it. It was the chief.
    “Bad news, detective. We got a situation.”
    “What? Is the mayor trying to ban trans fats again?”
    “Worse. Somebody just stole 474 million dollars’ worth of bitcoins.”
    The heroin needle practically fell out of my arm. “What kind of monster would do something like that? Bitcoins are the ultimate currency: virtual, anonymous, stateless. They represent true economic freedom, not subject to arbitrary manipulation by any government. Do we have any leads?”
    “Not yet. But mark my words: we’re going to figure out who did this and we’re going to take them down… provided someone pays us a fair market rate to do so.”
    “Easy, chief,” I said, “Any rate the market offers is, by definition, fair.”
    He laughed. “That’s why you’re the best I got, Lisowski. Now you get out there and find those bitcoins.”
    “Don’t worry,” I said. “I’m on it.”
    I put a quarter in the siren. Ten minutes later, I was on the scene. It was a normal office building, strangled on all sides by public sidewalks. I hopped over them and went inside.
    “Home Depot™ presents The Police!®” I said, flashing my badge and my gun and a small picture of Ron Paul. “Nobody move unless you want to!” They didn’t.
    “Now, which one of you punks is going to pay me to investigate this crime?” No one spoke up.
    “Come on,” I said. “Don’t you all understand that the protection of private property is the foundation of all personal liberty?”
    It didn’t seem like they did.
    “Seriously, guys. Without a strong economic motivator, I’m just going to stand here and not solve this case. Cash is fine, but I prefer being paid in gold bullion or autographed Penn Jillette posters.”
    Nothing. These people were stonewalling me. It almost seemed like they didn’t care that a fortune in computer money invented to buy drugs was missing.
    I figured I could wait them out. I lit several cigarettes indoors. A pregnant lady coughed, and I told her that secondhand smoke is a myth. Just then, a man in glasses made a break for it.
    “Subway™ Eat Fresh and Freeze, Scumbag!®” I yelled.
    Too late. He was already out the front door. I went after him.
    “Stop right there!” I yelled as I ran. He was faster than me because I always try to avoid stepping on public sidewalks. Our country needs a private-sidewalk voucher system, but, thanks to the incestuous interplay between our corrupt federal government and the public-sidewalk lobby, it will never happen.
    I was losing him. “Listen, I’ll pay you to stop!” I yelled. “What would you consider an appropriate price point for stopping? I’ll offer you a thirteenth of an ounce of gold and a gently worn ‘Bob Barr ‘08’ extra-large long-sleeved men’s T-shirt!”
    He turned. In his hand was a revolver that the Constitution said he had every right to own. He fired at me and missed. I pulled my own gun, put a quarter in it, and fired back. The bullet lodged in a U.S.P.S. mailbox less than a foot from his head. I shot the mailbox again, on purpose.
    “All right, all right!” the man yelled, throwing down his weapon. “I give up, cop! I confess: I took the bitcoins.”
    “Why’d you do it?” I asked, as I slapped a pair of Oikos™ Greek Yogurt Presents Handcuffs® on the guy.
    “Because I was afraid.”
    “Afraid?”
    “Afraid of an economic future free from the pernicious meddling of central bankers,” he said. “I’m a central banker.”
    I wanted to coldcock the guy. Years ago, a central banker killed my partner. Instead, I shook my head.
    “Let this be a message to all your central-banker friends out on the street,” I said. “No matter how many bitcoins you steal, you’ll never take away the dream of an open society based on the principles of personal and economic freedom.”
    He nodded, because he knew I was right. Then he swiped his credit card to pay me for arresting him.

    Gostar

  11. chipamanine permalink
    13 Janeiro, 2022 12:41

    De enganacionismo em enganacionismo.
    Já tinha ouvido de colegas e amigos alguns relatos do enganacionismo covidiano
    Não sabia que me havia de calhar pessoalmente de um familiar própximo
    Que entrou no HGO com teste PCR negativo
    Ao 4º dia terá tido proximidade na urgência com um doente que testou positivo
    Isolamento profilatico
    5º dia teste PCR negativo
    9º dia teste PCR negativo
    autorizado até uma visita de familiar esta tb negativa
    10º dia – morte
    Causa da morte?
    Covid pois claro
    porquê?
    porque ainda faltavam 3/4 para acabar o isolamento profilatico portanto mesmo que os testes deem negativo é doente covid
    Sofria de comorbilidades terriveis com insuficiencia respiratoria edemas pulmunares, arritmias cardiacas com derrames pericardicos
    Mas o HGO decidiu que era Covid em menos de 30 horas depois do ultimo teste negativo
    E assim vamos

    Gostar

    • Cilinha permalink
      19 Janeiro, 2022 11:28

      Depois temos os crentes a falarem em mortos COVID e que os números estão altos e bla Bla Bla.
      Quando os confrontamos com situações destas, a conversa morre aí porque chamam-nos negacionistas e terra-planistas.
      Não é possível argumentar com gente burra. Gente que diz que os não vacinados representam a maioria dos mortos COVID, mas quando lhes é pedido dados para validar a sua afirmação, não os têm.

      Gostar

  12. jose valeriano permalink
    13 Janeiro, 2022 19:39

    Não esquecer de ver o debate entre os candidatos que preenchem os requisitos mínimos para governar em ESTADO de DITADURA.
    Se isto é serio então eu vou ali e já venho.
    Debate entre estes dois sujeitos 1h e 15 M entre ou outros 25M.
    Ainda tem mais toda a bendita tarde os comentários nas TV foi avassalador entre comentadores.
    Se se chama a isto democracia então o que será uma democracia?
    FAXISTOIDES

    Gostar

  13. voza0db permalink
    13 Janeiro, 2022 21:31

    Mais terraplanagem…

    Média de mortes com etiqueta do kit PCR antes de existir a “pseudo-vacina milagre” que iria evitar MILHÕES DE MORTES!

    17Mar2020 até 27Dez2020 (286 dias): 23 mortes

    Média de mortes com etiqueta do kit PCR DEPOIS da INTRODUÇÃO “pseudo-vacina milagre”:

    28DEZ2020 até 09OUT2021 (286 dias): 40 mortes

    É mesmo uma “vacina” eficiente e eficaz!

    Toca a terraplanar…

    Gostar

    • Andre Miguel permalink
      15 Janeiro, 2022 11:36

      E o CDC que agora afirma que 75% dos mortos têm pelo menos 4 co-morbidades? Eheheh

      Liked by 1 person

  14. Pedro Dias permalink
    17 Janeiro, 2022 11:03

    Fechou.

    Gostar

  15. Pedro Dias permalink
    17 Janeiro, 2022 11:04

    Acabou.

    Gostar

  16. Prova Indirecta permalink
    17 Janeiro, 2022 15:34

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: