Saltar para o conteúdo

Que bom é o «velho normal» do Primavera Sound

15 Junho, 2022

Com bilhete comprado em 2019 e depois de consecutivos adiamentos a pretexto da covid19 fui a um grande festival de música. Dezenas de milhar de pessoas num mesmo local, ao mesmo tempo, sem a porca da máscara, sem certificado proto-nazi, e sem qualquer desumano distanciamento social. No jornal online Observador vi a propósito do evento um título decente. Dizia: “Que bom é o «velho normal» do Primavera Sound”.

Algumas das perguntas que me ocorrem são: Como foi possível, durante mais de dois anos uma larguíssima maioria das pessoas entregar-se a um pânico totalmente injustificado com um único vírus respiratório? Como foi possível hipnotizar uma vasta população e deixá-la em alvoroço apocalíptico levando gente outrora racional a uma corrida desenfreada por papel higiénico como se isso fosse o fundamental para os seus últimos dias de vida? Ou como foi possível que pessoas minimamente informadas não tivessem noção do ridículo que foi meterem um trapo na cara para supostamente se salvarem de uma infecção?

Talvez pior ainda. Como foi possível a políticos e responsáveis técnicos subverterem uma boa gestão de saúde pública e promoverem a discriminação activa e a coerção em vez da escolha médica informada e da responsabilidade individual? Como foi possível a médicos e cientistas proeminentes vilipendiarem outros colegas, fiéis aos princípios da ciência e ao juramento de Hipócrates, e denigrirem-nos chamando-lhes de chalupas ou negacionistas?

Numa sociedade cheia de ansiedades, egoísmos e hipocrisias que corroem o discernimento moral das pessoas não importa que as ideias e políticas sejam totalmente absurdas e falsas. O que importa é que todos canalizem as suas frustrações e angústias para uma mesma luta, adiram a uma mesma narrativa e formem uma massa homogénea missionária com o mais cretino e salafrário objectivo: a defesa do que a classe dirigente determine ser o bem-comum.

O fascismo é a arte de esconder a verdade por trás de uma fachada de virtude, estigmatizando a diferença de opinião, discriminando minorias, identificando bodes expiatórios e gerindo a sociedade para a obediência coletiva e a conformidade às normas de quem está no poder.

O mais repugante e nauseabundo exemplo disso mesmo talvez tenha sido o mentiroso slogan da “pandemia de não vacinados” como ufanamente Paulo Portas chegou a referir na sua missa dominical na TVI.

Como é possível uma sociedade relativamente próspera e de pessoas com nível de educação razoável descer tão rapidamente às profundezas de um inferno totalitário assim que alguém dá um grito de alarme? O que leva tanta gente a comportamentos compulsivos e repulsivos?

Por muito evoluídas que sejam as nossas sociedades, o fascismo é um modo de vida escondido no armário de demasiada gente. Os campos de concentração e extermínio não nasceram do nada. Como alguém disse antes de mim, “são apenas o estágio final e desconcertante de um longo processo e, em última instância, é a consequência lógica da crença delirante na omnipotência da racionalidade humana” neste caso, contra a natureza de um vírus.

O meu vídeo de hoje, aqui:

20 comentários leave one →
  1. 15 Junho, 2022 21:09

    Ufa, ainda bem que este fasssismo totalitário e exterminador já acabou senhor Telmo. Finalmente o senhor Telmo já pode ir desfrutar livremente do lúcro que obteve com a venda das hipervalorizadas ações da Pfizer. E não ter que ser atacado por um cão da policia nua rua qualquer fasssista de Amesterdão

    E como foi possivel as pessoas cairem nesta “fasssização” senhor Telmo ? Ninguem sabe, ninguem sabe.

    Gostar

  2. Jorge permalink
    15 Junho, 2022 21:45

    Muito bom. Nunca me vou esquecer do ambiente de coação e ameaça a que fomos submetidos. Fui parado pela Gnr na estrada e submetido a interrogatório de onde vem , para onde vai , o que vai fazer …como se fosse um criminoso, até na rua fui abordado por um polícia armado aos pides pq não trazia máscara, fui proibido de frequentar restaurantes, bancos de jardim, de passear numa praia deserta…uma loucura total. A pide ao pé destes torquemadas policiais e politicos e outros feiticeiros das redes sociais eram ums meninos de coro. PQP esses anormais fanáticos intolerantes que adoraram perseguir e coagir quem apenas tentou não entrar em pânico.

    Gostar

    • 16 Junho, 2022 18:36

      Agora o que está na moda é o monkeypox(atenção que a oms já está a tratar da mudança de nome ah ah)e os planos de contingência,ver meu blog grande fantochada clicando em meu nome.

      Gostar

    • carlos rosa permalink
      18 Junho, 2022 23:41

      Doença no SNS

      O Costa resolve com uma comissão,
      O Marcelo resolve com uma reflexão.

      Gostar

  3. lucklucky permalink
    15 Junho, 2022 23:22

    As coisas mudam e os jornalistas censuram, vejam como o jornalistas europeus censuram o que está a mudar nos EUA.

    Quanto tempo até o BE e o jornal Publico pedirem administradores raciais?

    “Oak Park and River Forest High School administrators will require teachers next school year to adjust their classroom grading scales to account for the skin color or ethnicity of its students.

    In an effort to equalize test scores among racial groups, OPRF will order its teachers to exclude from their grading assessments variables it says disproportionally hurt the grades of black students. They can no longer be docked for missing class, misbehaving in school or failing to turn in their assignments, according to the plan.”

    OPRF District 200 School Board member Ralph Martire (Left) and race-based grading administrator Laurie Fiorenza (Right) | Roosevelt University / OPRF

    Quote
    “Dr. Fiorenza has been doing a phenomenal job racializing our work. The racialization of assessment and how do we build equitable assessments.”

    in WestCookNews.

    Gostar

  4. Andre Miguel permalink
    16 Junho, 2022 10:25

    Sr. Telmo não seja ingénuo… Nunca tanto capitalista lucrou tanto com a pseudo-pandemia. Isto foi a maior transferência de riqueza da História. As grandes empresas ficaram ainda mais ricas e as pequenas foram desta para melhor. Viu algum Bezos pronunciar-se contra os confinamentos? Aí tem a sua resposta. E não venha com a cantilena que a culpa é só dos governos.

    Gostar

  5. Luís Lavoura permalink
    16 Junho, 2022 10:48

    Eu também questiono como foi possível pessoas que eu reputo de inteligentes, como por exemplo Júlio Machado Vaz, descerem ao nível de fazerem anúncios na rádio a dizer “por favor, fique em casa”.

    Gostar

    • carlos rosa permalink
      19 Junho, 2022 14:44

      Oh Lavoura,
      és mesmo pouco inteligente,
      para não dizer parvo.

      Gostar

  6. JgMenos permalink
    16 Junho, 2022 11:23

    Vai uma palavrinha para as vítimas do Covid ausentes do festival?

    Gostar

    • lucklucky permalink
      16 Junho, 2022 15:47

      Vai uma palavra para a vitimas provocadas pelas acções contra o covid ausentes do festival?

      Gostar

    • balio permalink
      16 Junho, 2022 16:06

      Há vítimas do covid?
      Sendo que a média de idades dos mortos alegadamente por covid é igual à média de idades dos outros mortos todos, parece-me estatisticamente improvável que alguém tenha mesmo morrido de covid.

      Gostar

  7. Mário Marques permalink
    16 Junho, 2022 16:17

    É interessante como através das últimas décadas se “amaciou” ou melhor “condicionaram” as pessoas, deram uma vida sem “sobressaltos”, sem perigos reais de “fascistas”, sem guerras (aparentes), uma boa vida, a fingir que se trabalha, mais tarde convidaram os “cordeiros” a levar uma vida de “dolce far niente” (fique em casa, por si pelos outros, mas não trabalhe, pois o vírus parece que só ataca quem trabalha), e a descansar/dormir o resto dos 90% do tempo .

    Este marasmo pós “Grândola Vila morena” foi dando tempo para apanhar “os trouxas” (onde também me incluo) desprevenidos, a malta para ter segurança, dá a sua liberdade, o anús, o que for necessário, mas sempre a contar o “Grândola Vila Morena” e os políticos globais vão-se rindo e apertando o cerco.

    Mas atenção, vamos continuar a estar estamos preocupados com os fascistas, mas ainda mais com os nazis, com os comunistas é que não, sejam eles o Bill Gates, o Roqueffer, o Soros, a N@to, etc.. Ainda há pouco o antigo presidente do maior clube nacional de futebol alertava para não votar no antigo presidente V&A, a malta foi na conversa, só acordou 20 anos depois, entretanto foi-se locupletando, mas muitos adeptos não se importam tal como os inoculados, duma substâcia que não sabem o que é.

    Quem ainda não percebeu que este regime mundial comuno-capitalista de estado já há muito queimou as directivas originais a 180º e mudou de rumo, mas, já não vai ter tempo para perceber, que a escravidão está perto.

    Gostar

    • Chopin permalink
      16 Junho, 2022 19:10

      O metacapitalismo é idêntico ao comunismo, suprime a concorrência. Quem financia as esquerdas e o wokismo? Kapitalistas como o sr Larry Fink, o sr Soros, o sr Bezos, as famíglias da City, etc.

      Gostar

      • Mário Marques permalink
        16 Junho, 2022 21:44

        Sem dúvida, mas convém falar em comunismo, pois é uma das muitas versões, internacionalista da mesma “doença”.

        Não continuem é a chamar nazi/fascista a este tipo de movimentos, pois esses movimentos são Nacionalistas, não aldrabem a história e as designações.

        Gostar

    • Albino Manuel permalink
      18 Junho, 2022 15:56

      Mais um blog morto. Este está entregue a um vendedor de casas – e do Porto, para a morte ser sem ressurreição.

      Gostar

  8. Mário Marques permalink
    16 Junho, 2022 16:51

    correcção: mas sempre a cAntar o “Grândola Vila Morena”.

    Gostar

  9. Albino Manuel permalink
    18 Junho, 2022 15:55

    Mais um blog morto. Este está entregue a um vendedor de casas – e do Porto, para a morte ser sem ressurreição.

    Gostar

  10. voza0db permalink
    19 Junho, 2022 22:29

    “Como foi possível hipnotizar uma vasta população” uso errado de palavra… Não é “população”, é manada.

    Só uma MANADA de animais irresponsáveis, ignorantes e idiotas se comporta como tal.

    Gostar

  11. Max Cady 128 permalink
    21 Junho, 2022 14:05

    Como possível? Houve uma série de fatores que infelizmente contribuíram para isso:

    a noção alimentada por burocratas e socialistas de que Estado / governo te podem salvar de tudo (a única coisa que fizeram foi dar milhões de dólares a farmacêuticas para fazerem vacinas apressadamente);
    “tem de se fazer alguma coisa” ou “o governo tem de intervir” sem dados concretos para sustentar decisões dramáticas nunca corre bem mas se um governo fizer alguma coisa não fica mal visto segundo os media;
    histeria dos media, se os governos não tomarem medidas dramáticas ou serem autoritários é porque querem que toda a gente morra;
    o vírus foi transformado em arma de arremesso político especialmente para bater no Trump, no Bolsonaro e qualquer líder que não seguisse o exemplo dos países que tomaram medidas dramáticas;
    ofuscar ou ignorar o histórico das pandemias (a humanidade nunca derrotou um vírus que teve origem no mundo animal);
    ou melhorar focarem-se só em certos aspetos sem contexto, como baralharem propositadamente a diferença entre confinamento e quarentena;
    a ascensão dramática do cientismo, isto é, se um grupo de peritos achar que a máscara resulta, é porque a máscara resulta ou melhor tem de resultar. Há estudos que sustentem isso? Não. Existe alguma relação entre máscaras e as vagas? Aparentemente não. Com tantas medidas aplicadas ao mesmo tempo, como é que sabem as máscaras por si só funcionam? Não sabem. Mas se têm doutor no nome e vários especialistas imitam que nem papagaios, quem és tu para dizeres o contrário? Lá porque a empresa chinesa que fabrica estas máscaras em massa que dizem na caixa que não são para uso médico e colam-nas nos manequins para dizer que são 98% eficazes contra covid, novamente quem são vocês para dizer o contrário?
    outra coisa que não ajudou foi a paranóia extrema causada pela interferência imaginária dos Russos nas eleições dos EUA de 2016 onde as redes sociais alegadamente foram usadas para fazer lavagem cerebral aos eleitores (a Clinton ganhou o voto popular) e isso foi o que levou às redes sociais terem uma parte proativa em censurar conteúdo;

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: