Skip to content

Hospital de Loures é um hospital público

15 Abril, 2012

Alguém anda muito iludido se pensa que é possível poupar dinheiro ao Estado mantendo o hospital de Loures abaixo da capacidade para que foi construído. Apesar de o hospital de Loures ser uma PPP, quem paga o investimento e a operação é o Estado. Não poderia ser de outra forma uma vez que este hospital e um hospital público, faz parte do SNS, tem uma área de influência definida e faz tratamentos a custos simbólicos. Por isso, alegar que fechar a MAC visa ajudar o BES e a Mota Engil não faz qualquer sentido. E também não faz qualquer sentido que o Estado mande fazer e pague um hospital novo para servir Loures para depois quem vive no concelho de Loures ser obrigado a ter os filhos no concelho de Lisboa numa maternidade velha. A propósito, a primeira bebé a nascer nos serviços de Ginecologia-Obstetrícia e de Pediatria do hospital chama-se Mafalda. De acordo com uma certa doutrina, o lugar onde nasceu a Mafalda já não pode ser fechado.

About these ads
24 Comentários leave one →
  1. Carlos Fonseca permalink
    15 Abril, 2012 12:53

    Hospital Público, explorado em regime de Parceria Público-Privada que vcs. tanto abominam, e bem, mas com a incoerência de defender o indefensável, elegem como solução noutros casos. Que incoerência! É por estas e por outras que a dívida externa do País, pública e privada, atingiu os níveis que sabemos.
    Leia o contrato na íntegra e verá que freguesias populosas, Moscavide, São João da Talha, Santa Iria de Zóia, por exemplo, não são cobertas. O HSM continuará a ser o destino.

  2. Conservador permalink
    15 Abril, 2012 12:58

    …mais hospitais vão encerrar. Direitos são custos…e num país que se detesta ricos, e que ninguém quer ser rico por sua própria mão, …. é isto. O Estado só pode dar…o que recebe dos “ricos”

  3. JoaoMiranda permalink*
    15 Abril, 2012 13:11

    Caro Carlos Fonseca,
    .
    Não respondeu ao ponto do post: é o Estado que paga o investimento e a operação do hospital de Loures pelo que não existe qualquer vantagem para o Estado em manter o hospital de Loures subutilizado ao mesmo tempo que mantém unidades redundantes noutros sitios.

  4. balde-de-cal permalink
    15 Abril, 2012 14:46

    Miranda
    quem paga são os contribuintes
    nacionalizem-se as ppp, nova versão da economia paralela
    deviam chamar-se PQP

  5. Carlos Fonseca permalink
    15 Abril, 2012 14:48

    Caro João Miranda,
    A resposta estava, penso eu, implícita. A asneira está feita e há que arcar com ela – sem queixas nem críticas, dizem alguns. Está feito, está feito e agora come e cala-te. Não é lícito, julgo eu, subordinar o gasto de dinheiros públicos a interesses privados. Neste caso, da Mota-Engil, do famigerado Jorge Coelho, e do BES, território inexpugnável do aliado, de ontem e de hoje, Ricardo Salgado.
    Claro que a desvantagem para o Estado foi criada com uma má decisão de investimento, gerando-se agora outras que afectam o interesse público e os resultados da ciência médica portuguesa, em matéria de saúde infantil. Como o próprio Prof. Pita Barros reconhece, a despeito da letra do contrato – Art. 7.º. , há ainda polémica entre autarcas a respeito de um conjunto de freguesias do concelho que continuarão a ser assistidos em hospitais de Lisboa – HSM em especial que, em relação a Loures, é mais próximo de Moscavide, São João da Talha e Santa Iria de Azóia.
    Por último, como sabe, o custo do investimento público em PPP’s em saúde é muito mais elevado para o Estado do que o investimento directo. Há contas do Tribunal de Contas que o demonstram. Isto para não citar as observações e recomendações da ‘troika’ sobre tais parcerias. O último relatório do FMI é elucidativo.
    Como não tenho bandeira político-partidária, disfruto da liberdade de criticar sem ter de respeitar disciplinas ou orientações de directórios. É óptimo!

  6. JoaoMiranda permalink*
    15 Abril, 2012 15:00

    Caro Carlos Fonseca,
    .
    Todos esses argumentos seriam provavelmente excelentes em 2005. Estamos em 2012, o investimento está feito e a responsabilidade por ele já foi assumida pelo Estado.

  7. JoaoMiranda permalink*
    15 Abril, 2012 15:01

    «««nacionalizem-se as ppp, nova versão da economia paralela»»
    .

    Nacionalizadas já elas estão. Se não estivessem o Estado não precisava de as pagar.

  8. Monti permalink
    15 Abril, 2012 15:36

    Dito. Feito.
    Como com quase tudo,
    as inúmeras criticas de agora,
    deviam ter sido feitas em devido tempo.
    Problema, a bovinidade dominante entre os 230 mandatários instalados em S. Bento.
    Alguém imagina o PCP/BE a criticarem a TTT (Tejo), quando tudo era possível?
    Agora, como afirma o JM, é tarde.
    Pague-se.

  9. Carlos Fonseca permalink
    15 Abril, 2012 15:42

    Caro João Miranda,
    O que estão a fazer com a MAC passa-se agora.
    Se quiser leia: http://expresso.sapo.pt/as-mentiras-pornograficas-do-ministro-da-saude=f719089
    Há alternativas ao fecho da MAC.

  10. JCA permalink
    15 Abril, 2012 18:04

    .
    A excelencia do monumental erro da informatização do Fisco que não foi percebido nem ainda o é ofuscados pela ideia da modernização e inovação em cima do joelho (há muito mais vida para além do supremo sacerdote Informática)
    .
    mas ao que vi ‘abençoado’ ou ‘em confissão para perdões’ em Missas precipitadas na Sé amplamente publicitadas pela Comunicação Social da altura, sem ofensa pois familiares meus também lá vão rezar mas com outros Padres e outras razões de fé,
    .
    ‘santificadas’ por um Ministro das Finanças ‘que não me lembro o nome’,
    .
    que desculpando-se com ‘europas e crises externas’ se auto-perdoam do empobrecimento que provocam e provocaram e que hoje estão aí,
    .
    e que admnistrou o bcp que continua ou esteve FALIDO porque gastou o seu e o dinheiro dos outros, os depositantes, mas ainda não lhes disse onde nem sabe como há-de fazer estas contas excepto com dinheiro dos Contribuintes que um dia haverá de pagar se tudo correr bem ….
    .
    e sem bota-abaixo contra o Senhor que sem culpas outros outra vez vez meteram a admnistrar noutro lado porque emoções e simbolismos para mi que sempre fui investidor e empresário sem me pendurar no dinheiro doutros ou dos Bancos são tretas,
    .
    vou-lhe EXPLICAR PELA RAMA (na tal de informatização do Fisco se quiser também lhe explico),
    .
    como um ADMNISTRADOR PRIVADO A SÉRIO (sem ser de aviário à pala de monopólios, subsidios da Europa ou dos Bancos via favores politicos) explico-lhe resumidamente faria nas suas próprias Empresas para o PRODUTO FINAL ser o mesmo e COMO ESTÁ CERTO:
    .
    se à capacidade a mais em Lisboa para partos o erro está na Maternidade do principio do sec XX ou no esbanjamento de novos serviços de maternidade noutros hospitais inventados por ‘artistas’ a partir de 1980 ? Escolhe que erro ?
    .
    Isto incluindo também para os gestores ‘EXCEL’ que esses nuemros também lá estão ou deveriam estar se não lhos apagaram.
    .
    Fecha-se o quê ou VExa com bulls no sitio pede responsabilidades financeiras e indemnizatórias a quem propositada e conscientemente duplicou estes serviços aos Portugueses ?
    .
    Qual o preço dos equipamentos carissimos da Maternidade Alfredo da Costa que VExas vão deitar para o lixo para que outros iguais resolveram comprar com os Impostos do Portugueses para fazerem o mesmo noutros três ou quatro Hospitais diferentes ?
    .
    apenas, para não lhe falar no ‘segredo dos deuses infaliveis’ de programação de softwares que para quem sabe programar e sabe que fazer um software dizer e deificar o que quere é treta ao nivel de ajudantes de missa (sem ofensa aops que de boa fé o fazem na missa) e que VExa está ‘anos luz de perceber’ porque é ignorante em programação informática apenas se embasbaca como aquela coisa faz aquilo sem perceber o resto que é muito maior e com incidências fantáticas macro de Empobrecer ou Enriquecer que só uns menos de dez por esse Mundo fora de topo em Informática conseguem perceber
    .
    e quando na Comunicação Social e na Informação umas rapaziadas simpáticas limitadamente interpretam a questão da Maternidade Alfredo da Costa ridicula e como ‘maçaricos’ em gestão, admnistração e governança reduzem isto como básicos mentais a ‘correr com hospitais dos centros das cidades por riscos sismicos comp se em Loures ou Alcagoitas de Baixo não fosse o mesmo’, ‘emocionalismo dos que nasceram lá’ ou ‘simbolismos não sabe de quê’, ‘generosidades de bons mações nos principios do sec XX ofereceram o terreno da Alfredo da Costa para a miudagem não morrer que nem tordos à nascença’, ou ‘modernas tecnicas que agora dizem que não é assim mas assado mas que nos maiores Hospitais do Mundo continua a ser assim, ou ‘que a MAC (não é MacDonnels dos putos hamburgers) mas Maternidade Alfredo da Costa não é uma das instituições nos primeiris lugares do Mundo,
    .
    estamos conversados sobre asneiras e incompetentes a GERIR, A ADMNISTRAR e a GOVERNAR sem ofensa aos atuais que os anteriores também estavam PARADOS NO TEMPO como os da agora (vulgo ‘a viverem à pala dos rendimentos que lhes deixaram os outros que também eram mais do mesmo).
    .
    E não vou gastar mais espaço do blog porque isto é só pela rama mas suficiente para arrasar esta cantilena acompanhada de tanta demagogia de aprendizes e sonhadores sobre a Maternidade Alfredo da Costa.
    .
    Declaração de interesses: não nasci na Maternidade Alfredo da Costa mas em casa na Travessa do Mato Grosso à Graça no tempo das Cedulas de Nascimento com Carimbo de Racionamento nos tempos da II Guerra Mundial Mundial, tenho 4 filhos, um nascido numa Clinica Privada onde o deixaram sobreviver deficiente e 3 na Maternidade Alfredo da Costa um dos quais ia morrendo porque a Maternidade alegava não ter dinheiro para fazer cesarianas.
    .
    Dizem por aí que,
    .
    como em todos os Serviços Publicos, da Função Publica ou Hospitais também na MAC há uma rapaziada impune, uma malandragem médica e paramédica a ‘orientar-se’ no consultório privado à ‘pala’e ‘pendurada nos jogos de influência’ e ‘com serviços cobrados’ mas feitos à borla no Serviço Nacional de Saúde,
    .
    mas isto não è causa para os encerrar, apenas obrigação politica e governamental para os aperfeiçoar limpando o chico espertismo e o golpismo de vão de escada que ainda se gabam como espertalhões de merda que sacam o deles de modo humanamente superior e em grande incluindo por esses laboratórios de exames e analises que são uma vergonmha num País em hecatombe empresarial e bancária total.
    .
    Com a premissa que os erros nunca são uma asneira até quando se recusam corrigi-los, estas são direta para o Senhor Macedo da Saude (não o minhoto) refletir porque tem muito em consciência desde que a arganilense Manuela Ferreira Leite o meteu nas andanças da Governação de Portugal
    .
    Não peço a sua demissão.
    Apenas que siga o que a sua consciência lhe ditar. Quando já enriquecemos, como é o caso de VExa, podemos livremente ouvir a nossa consciência, sem constrangimentos ou medos de fome e pobreza se a seguirmos contra os bens e lucros de qualquer carreira do momento porque o que já temos em Riqueza confere-nos essa LIBERDADE PESSOAL, a de sermos humana grandes, se quiser religiosamente ou em Fés.
    .
    Bem haja.
    .
    E é claro como LIBERAL QUE SOU,
    .
    a Saúde tal como a Educação,
    o apoio ao Emprego subsidiando o Emprego para não destruir Postos de Trabalho em vez de pagar Subsidios de Desemprego para nunca mais se trabalhare como até ainda hoje Governanças, desculpem teórico-académicas idiotas, continuam a fazer para promoverem mais EMPOBRECIMENTO a curto, médio e longo prazo
    as reformas na Velhice.
    .
    são DIREITOS CIVILIZACIOANAIS UNIVERSALMENTE IRREVERSIVEIS. Estou-me nas tintas para os modelos civilizacionais Comunistas da China ou doutra parte qualquer do Mundo que apenas sonham serem como a Europa por isso essas grandes massas mundiais a invejam, admiram e querem imitar contra as suas próprias minorias que as querem proibir,
    .
    SEMPRE FOI e CONTINUA A SER ESTE O PAPEL HISTÓRICO EUROPEU QUE PELO MENOS NO ULTIMO MILENIO SEMPRE FEZ DA EUROPA A VANGUARDA e O FAROL DO MUNDO, afinal o que chamamos hoje de Globalização mas já tem tantos séculos praticados pelos Europeus.
    .
    Se a Europa desistir disto sejam Europeus do Sul, Centro ou Norte Europeus, nunca mais serão Mundo nos proximos seculos, auto-destruir-se-ão e regressarão ao Passado medieval sob a neo-forma de ‘terceiro-mundistas’ a partir do sec XXI. Por isso ….
    .

    .

  11. balde-de-cal permalink
    15 Abril, 2012 18:31

    Miranda
    não me faça rir porque não preciso

  12. Eleutério Viegas permalink
    15 Abril, 2012 19:00

    Não há pachorra para esta estória da “MAC” (sigla burrocrática, como é hábito)… Além de ser muito bem fechada (um sorvedouro), vai dar um esplêndido hotel de charme. Não comecem com histórias de museus ou de outra tralha qualquer para ser paga com impostos. Vai para o sector privado fazer concorrência, ou talvez não, ao vizinho Sheraton.

    Quanto ao hospital de Loures, já lá está… Deve ser outro sorvedouro, mas tem gente à volta para o usar e não serve para mais coisa nenhuma.

  13. 15 Abril, 2012 20:08

    Boa, Eleutėrio! Asneira justifica asneira e a malta assiste, qundo muito encolhe os ombros… para afastar as moscas.

  14. aremandus permalink
    15 Abril, 2012 20:16

    parece que a força militar de intervenção imediata a vogar no atlântico rumo à aventura, inclui dois submarinos xpto que voam…baixinho.

  15. aremandus permalink
    15 Abril, 2012 20:18

    e de caminho estacionarão nos açores pois o nosso timoneiro quer conquistar esses ilhéus.

  16. Que gaita permalink
    15 Abril, 2012 21:27

    Como tudo pode ser feito e todos ficarem calados? Simples. Dá-se o edifício à CML e depois um ministério compra parte dele por uns milhões.

  17. 15 Abril, 2012 21:54

    Uma conversa da treta. Quando no resto do país nascem putos nas ambulâncias e em LX há uma maternidade a cada 3 Km’s.

  18. 15 Abril, 2012 21:55

    Para que conste, sou Lisboeta e nasci na MAC.

  19. Buiça permalink
    15 Abril, 2012 22:53

    De tudo o exposto aqui e um pouco por toda a comunicação social parece fazer sentido:
    – substituír a velhinha MAC (desculpem, mas por mais qualidade clínica que tenha, das duas vezes que lá fui as pessoas amontoavam-se em corredores e o tratamento é de autêntica fábrica de crianças) por a mesma qualidade clínica em algum dos outros 14 ou 15 sítios onde se pode nascer na região de Lisboa
    – incluír o Hospital de Loures pode ser boa ideia, se é novo, público e com capacidade disponível e precisa de ser rentabilizado, porque não?
    – obviamente que se o contrato de PPP desse hospital prevê compensação dos contribuintes aos operadores na proporção (por exemplo) de actos médicos realizados, além do mais provável ser que essa compensação prevista já esteja muitíssimo exagerada e à partida já precise de uma renegociação, se agora os contribuintes ainda vão por decreto aumentar o fluxo previsto de doentes, a dita compensação tem que ser re-renegociada.

    Uma nota final para o JMiranda: continuo sem entender minimamente esta cruzada incessante pela defesa das rendas excessivas que sucessivos governos concederam a vários grupos económicos em muitas áreas. Foram objectivamente um roubo aos contribuintes presentes e futuros e será sempre preferível para todos que sejam renegociadas com bom-senso do que um dia acabar a paciência dos presentes e futuros e ser tudo nacionalizado e perdermos mais 30 anos em brincadeiras.

    Pense nisso.
    Cumps
    Buiça

  20. Miguel C. permalink
    16 Abril, 2012 00:13

    A quantidade leva a elevar a qualidade das equipas médicas e por isso diz por ai que a MAC é de alta qualidade.
    Qual é o numero a partir do qual já pode ser considerado um centro de alto nível europeu?

  21. A C da Silveira permalink
    16 Abril, 2012 10:24

    Quem convocou a manif e o cordão à volta da Mac foram os srs drs que lá trabalham, e que têm os seus consultorios privados ali à volta, onde fazem as consultas às suas clientes para compor os respectivos orçamentos familiares. São esses que não querem que a maternidade feche. Quanto ao facto de as mulheres que vivem nos arrabaldes, serem obrigadas a vir parir ao centro de Lisboa, em vez de o fazerem com a mesma qualidade ao pé de casa, isso é coisa de somenos que não interessa nada estar agora a discutir.
    Este assunto ajuda a perceber porque é que Portugal foi, é , e há-de ser sempre um país atrasado: discute-se sempre o acessório, e despreza-se o essencial.

  22. 16 Abril, 2012 11:57

    Não ande às voltas, Miranda!
    O que não faz sentido é fechar a Maternidade Alfredo da Costa. É assim tão difícil de entender?!

  23. silva permalink
    16 Abril, 2012 17:26

    História da corrupção em Portugal.
    Vejamos o procedimento de gente corrupta.
    Márocas, como administrador da empresa, ao fim de uns anos e sabendo, que o seu lugar está chegando ao fim, começa a pensar o que vai ser de mim, embora com uma reforma choruda, deixo toda uma atividade que me mantinha vivo.
    Bom antes que isso aconteça vai preparar, já o caminho, aos seus amigos e familiares, que trabalhando na sombra, asseguram outro rendimento, que o deixa orgulhoso dele mesmo.
    Sendo assim, combinado com os seus amigos e familiares, constroem empresas de outsourcing, para quando envolver a empresa num despedimento coletivo, alegando a quebra de lucros, os amigos e familiares estejam, preparados para substituir ilegalmente os trabalhadores despedidos.
    Ora quem vai desconfiar de mim, administrador da empresa com cartas dadas a todos os níveis, jogando toda a influência que tem, com os médias, empresários, governos e até gabinetes de advogados, além de todo o corpo gerente da empresa.
    Estando tudo isto organizado, com o estado a meu favor mais a justiça, e a empresa a criar já o ambiente de preparação faço o ultimato o DESPEDIMENTO COLETIVO. Desgraço a vida de muita gente, mas tem que ser, pois tenho que levar uma vida de rei, dando tudo aos amigos e familiares, que se lixem os que querem trabalhar sem a minha bênção.
    O administrador tem a capacidade de enganar de tal modo que alguns, apercebendo – se mais tarde deste golpe e que no fundo ainda lhes resta um pouco de solidariedade e decência, querem mostrar – se, mas já estão de tal maneira comprometidos com o corrupto, que só lamentam o despedimento coletivo.
    NÃO HÁ NINGUÉM EM PORTUGAL QUE NÃO CONHEÇA CASOS DESTES, DESDE GOVERNOS Á POPULAÇÃO EM GERAL, MAS O MAIS GRAVE É ADTIRMOS QUE SE CONTINUE COM ESTE FLAGÊLO NACIONAL QUE ESTÁ A LEVAR O PAÍS PARA A MISÉRIA TOTAL.
    Por: luta até á morte

  24. JCA permalink
    18 Abril, 2012 15:58

    ,
    Não se consegue etiquetar de Direita, Centro, Social Democracia, Democrata Cristã, Socialista, Comunista, Trotkista etc as Reformas do Serviço Nacional de Saúde em Portugal por,
    .
    em Espanha o PP partido absolutamente de Direita que dizem alguns até com alas ex-franquista aprovou HOJE esta REFORMA DO SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE:
    (em Portugal seria Direita, Centro, Social-Democrata, Socialista, Comunista, Anarquista, Fascista, Trotkista, Maoista, Troikista, Fmiista etc ???? Sugere que ninguém sabe tal a confusão na tugalândia):
    .
    .
    “Garantizada le Universalidad y la Gratuidad del Sistema Nacional de Salud.
    .
    El Consejo Interterritorial de Salud aprueba el copago farmaceútico en función de la renta, no de la edad ò de la jubilacion
    .
    El umbral lo marca la prestación de 18.000 euros anuales: los jubilados pagarán un máximo de 8 o 18 euros al mes en medicamentos
    .
    El ahorro en sanidad se concentrará especialmente en la farmacia
    .
    (correm com ‘penetras’ e ‘borlistas chico-espertos’ incluindo tugas)
    Habrá un cambio en la ley para acabar con el “turismo” sanitario
    Un informe del Tribunal de Cuentas con datos de 2009 dice que hay un abuso “deliberado” del sistema sanitario español por parte de extranjeros. Este organismo ha detectado que el número de facturas emitidas a ciudadanos de Francia y Portugal “supera significativamente el promedio” del resto de los países de la UE y que las prestaciones sanitarias realizadas se concentran en las provincias limítrofes de Badajoz y Pontevedra.

    .
    Los trabajadores en activo también pagarán los fármacos en función de su renta los que tengan rentas más altas (100.000 euros al año o más) tendrán que pagar un 20% más que ahora.
    .
    Tarjeta sanitaria única
    En un microchip insertado en la tarjeta figurará la información fiscal de cada uno de los ciudadanos, que tendrán que presentarla a la hora de obtener sus recetas. El paciente presentará la tarjeta en la farmacia y ésta indicará lo que tiene que pagar. Las fuentes consultadas han señalado que en el chip no se grabarán los datos personales, porque esto vulneraría la Ley de Protección de Datos, pero sí se fijarán unos baremos y se situará al usuario en uno de ellos.
    .
    El Gobierno quiere impulsar el proyecto de compras a gran escala que inició el equipo socialista para que conseguir el mejor precio de tratamientos y productos sanitarios a través de una central que realice todas las adquisiciones.
    .
    El Gobierno quiere ahorrar también entre 3.000 y 3.500 millones de euros con la bajada del precio de los medicamentos genéricos.
    .
    También quieren invertir en eficiencia energética y están trabajando con el Ministerio de Industria para que la luz de los hospitales se apague automáticamente cuando no haya nadie.
    .
    También quieren que los enfermos no ocupen camas en los hospitales cuando puedan estar en otros sitios.
    .
    Para os Desempregados todos os Medicamentos de Despesas de Saúde são Gratuítas
    .
    “Re-pago, re, a ver si hablamos con propiedad, si lo pago a través de mis impuestos y luego otra vez en cash es re-pago “, dizem alguns
    .
    etc
    .

    http://www.elmundo.es/elmundo/2012/04/18/espana/1334759045.html

    .

    http://sociedad.elpais.com/sociedad/2012/04/18/actualidad/1334759891_127459.html

    .
    -Gráfico: La salud de la Sanidad en España

    http://www.elmundo.es/elmundosalud/documentos/2011/11/sanidad.html

    .

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34.863 outros seguidores

%d bloggers like this: