Skip to content

Novidades

30 Março, 2010

A discussão à volta das acusações pedofilia na Igreja Católica causou uma inversão de valores entre pessoas habitualmente muito sérias e recatadas. Assim:

1. Deixou de haver presunção de inocência. Qualquer acusação contra um padre, um bispo, a Igreja ou o Papa é tida como verdadeira até prova em contrário. Misturam-se assim meras acusações e suspeitas com casos provados em tribunal. O valor da prova criminal é desvalorizado. Relatórios de autoridades independentes valem mais que a prova em tribunal. E assim acumulam-se casos que reforçam a crença de que a Igreja Católica é um antro de pedófilos e amigos de pedófilos.

2. As generalizações voltaram ser aceitáveis. Voltou a ser possível pegar em casos particulares de um determinado grupo e dizer que essas são características do grupo.

3. A atribuição de responsabilidade voltou a ser uma coisa simples. Por exemplo, basta a acusação de que o Papa teve conhecimento de casos de pedofilia para se responsabilizar o Papa e para se dizer que o Papa atravessa um momento difícil. Não é preciso saber se o Papa teve “conhecimento oficial” ou “conhecimento informal” ou se o teve através de “conversas privadas”. Também parece não interessar se os documentos em que se baseiam as informações estavam sob um qualquer segredo judicial ou profissional.

4. As crianças voltaram a não mentir. Há uns anos atrás discussão sobre casos de pedofilia girava à volta da mentira das crianças. Não faltavam pedopsiquiatras a garantir que as crianças mentem nem exemplos de casos em que as acusações tinham sido inventadas por crianças mentirosas.

5. Deixaram de existir “alegados”. Há uns anos atrás não havia vítima de pedofilia, pedófilo e caso de pedofilia que não fosse alegado. A alegada vítima tinha alegadamente sido violada pelo alegado pedófilo. Os alegados desapareceram e passamos a viver no mundo das certezas cristalinas.

Anúncios
57 comentários leave one →
  1. 30 Março, 2010 10:30

    Tudo isto é uma maçada. É que a agenda deste ano está a revelar-se complicada, desde as comemorações do famigerado Centenário, até à própria visita papal que urge minar. Para cúmulo, o sr. Cavaco não ajuda, o Parlamento também não parece estar pelos ajustes. assim, há que distrair as atenções, prevenindo a possibilidade de um “grande comício” do Vaticano no Terreiro do Paço. É que em termos de poder mobilizador, estamos falados.

    Gostar

  2. 30 Março, 2010 10:37

    Mas será que o Papa vai mesmo dizer missa no Terreiro do Paço?

    E D.José sem poder mexer para fugir dali.

    Gostar

  3. Libertas permalink
    30 Março, 2010 10:40

    Os media estão à vontade com a campanha contra a hierarquia da Igreja porque sabem que não serão processados!

    Com o caso da Casa Pia deixa-se no ar a possibilidade do supostos abusados srrem mentirosos.

    Gostar

  4. lucklucky permalink
    30 Março, 2010 10:41

    O jornalismo é assim “enviesado”. Do desastre económico que aí vem nem pio.

    Gostar

  5. anonimo permalink
    30 Março, 2010 10:51

    oh miranda! não percebo o espanto ou achas que a coisa só é séria quando ataca os adversários? depois do que disseste da casa pia, devias ficar calado. é a tentação de baralhar e voltar a dar característica dos aldrabões.

    Gostar

  6. José permalink
    30 Março, 2010 10:52

    Espero pela opinião abalizada de Jaime G. o presidente da Assembleia da República portuguesa. Eleito pelos pares ” e muito bem eleito”.

    Quatro crianças disseram que ele era abusador. Foram processadas pelo mesmo e não foram condenadas pela difamação. O tribunal concluiu que essas crianças não estavam a mentir descaradamente, como só poderia ter sido o caso.

    É isto, senhoras e senhores. E Jaime G. lá continua a mandar calar quem lhe apetece.

    Gostar

  7. caramelo permalink
    30 Março, 2010 10:52

    O João Miranda comete a proeza paradoxal de defender a presunção da inocência da Igreja, dizendo que a Igreja mente. É que foi o próprio Papa, e bispos e cardeais (A Igreja, portanto), etc, a admitirem o flagelo e o escândalo da pedofilia no seu seio…
    De qualquer forma, verifico que vai deixar-se de comentar aqui casos noticiados em jornal ou comentados em blogues, enquanto ainda não transitarem em julgado.

    Gostar

  8. aldemiro matias permalink
    30 Março, 2010 10:53

    Concordo plenamente.

    Gostar

  9. Tiago permalink
    30 Março, 2010 10:53

    Qual é a diferença entre “conhecimento oficial” e “conhecimento informal” ????
    A serio, gostava de perceber isto !!!

    Gostar

  10. anónimo permalink
    30 Março, 2010 11:03

    “Os media estão à vontade com a campanha contra a hierarquia da Igreja porque sabem que não serão processados”

    Hum. Quanta nostalxia daquelas aleixadas épocas. Qué saudades..

    Gostar

  11. Redeyes permalink
    30 Março, 2010 11:05

    Para mim não passam de meras distracções populistas, levando-nos a um, entretenimento entrupecido,esquecimento dos reais problemas nacionais,Europeus e Mundiais.

    De uma coisa tenho a certeza,se fossem casos futebolísticos já tínhamos as calçadas públicas carregadas de um odio despropositado,mas sendo da Igreja ou Governo,continuamos a alimentar o nosso ego com novelas, que em final episódico, tudo acaba em bem.
    Para quando uma novela que nos leve à razão das coisas?

    Como o Mal acaba sempre em grande, melhor será sabermos se, realmente, houve ou não casos pedófilos ou se há mais euros para vivermos, ainda, à custa de quem paga, sem pestanejar, os seus impostos.
    Redeyes

    Gostar

  12. anonimo permalink
    30 Março, 2010 11:05

    afinal a pedofilagem era outra, agora topa-se porquê tanto empenho em acusações delirantes. estes coisos pios sabem-na toda, atacam preventivamente para descredibilizar a acusação e entretanto vão se vingando dos adversários.

    Gostar

  13. permalink
    30 Março, 2010 11:07

    Deixa-os andar…..a Igreja já cá anda há 1700 anos, enquanto que a esquerdalha comuna anti cristã durou 70 anos…e agora mandam uns bitaites de vez em quando….Ao contrário do imperio comunista que ainda hoje renega o genocidio do povo, a Igreja saberá castigar os pedófilos e saberá renovar-se como já o fez anteriormente…e pedir perdão por uns poucos, ao contrário dos ateistas anti-cristãos que nunca admitem as suas culpas de nada.

    Gostar

  14. Papai Noel permalink
    30 Março, 2010 11:07

    Muito bem Caramelo…..
    Caso não fosse a própria igreja (Papa, Bispos e Cardeais) a admiti-lo e continuassem a negar já os poderíamos tratar como alegados abusadores, já as criancinhas seriam mentirosas, algumas delas prostitutas,já seriam adultas que nunca teriam falado em tempo etc etc …e seriam todos inocentes até condenação em contrário.
    Assim tipo em Portugal que se modifica as leis á exacta medida dos (alegados) abusadores,se torna a repetição do crime alegadamente como sendo um só, com prazos mesmo a calhar para que esses crimes prescrevam etc etc.
    Assim sim são todos alegados inocentes.

    Gostar

  15. anonimo permalink
    30 Março, 2010 11:09

    oh caga! não estarás a confundir o gama com o tosco da tua confissão religiosa?

    Gostar

  16. José Manuel permalink
    30 Março, 2010 11:13

    “As generalizações voltaram ser aceitáveis. Voltou a ser possível pegar em casos particulares de um determinado grupo e dizer que essas são características do grupo.”

    Mas isto é o que o João Miranda faz em quase todos os seus posts.

    Gostar

  17. Anónimo permalink
    30 Março, 2010 11:17

    É o que aqui tem feito relativamente ao Sócrates…

    Gostar

  18. Nightwish permalink
    30 Março, 2010 11:18

    Quando são pobres, é porque enganam a segurança social, são uns reles que não querem trabalhar, são uns gajos que querem tudo e mais alguma coisa.
    Quando é uma entidade bafienta que quer dizer a toda a gente como viver, que se julga imortal e acima de qualquer lei terrena, ai aí há que protegê-la porque o respeitinho é bonito. (o mesmo se passa com muitas multinacionais)

    A direita é fabulosa. Poder uber alles.

    Gostar

  19. paulo permalink
    30 Março, 2010 11:20

    é verdade mas o mesmo já se passa com os politicos e o blasfemias bem tem contribuido para tal.
    quanto À igreja vai sofrer do jornalismo tipo abutre que por cá se faz
    só vão descançar quando encontrarem padres suspeitos de pedofilia e se eu diseer que o padre da minha paroquia abusou de mim com 12 anos logo à noite estou na TVI.
    mas qual é o espanto?

    Gostar

  20. maxcady128 permalink
    30 Março, 2010 11:21

    Ponto 6: Nada dos pontos acima referidos, curiosamente, se aplicam a Roman Polanski.

    Gostar

  21. caramelo permalink
    30 Março, 2010 11:22

    Se casos reconhecidos no seio da própria instituição responsável passam agora a ser tratados como “alegados”, eu quero mesmo ver como se vão passar a tratar casos em que não há admissão de culpa. É o que eu digo. Os blogues, incluíndo o Blasfémias, vão ficar vazios.

    Gostar

  22. Critico permalink
    30 Março, 2010 11:22

    1.O que com isto se pretendeu foi descredibilizar,não a Instituição ou Organização religiosa como pretenderem chamar,mas o culto que nada têm a haver com tais nojeiras,e bastará ser rigoroso para notar que predecede em largos séculos a criação desta Organização mesclada de Paganismo e Semi-Cristianismo que dá pelo nome de Vaticano.
    Posto isto, é simplesmente outra forma de enfraquecer e descolar qualquer credibilidade patente no culto,que será obviamente errónea,mas com este turbilhão social,contextual e mediático terá os seus frutos.
    Propunha que se investigasse a História dos Jesuitas e o senhor Adolfo Nicolás (actual papa negro),só para ter um contexto mais abrangente.

    2.Nem,mais,mais uma vez de casos particulares se fomenta uma falácia generalizada,contudo não me admiraria se uma grande fatia dos casos fossem de facto verdadeiros.Agora,que não se cometa o erro de generalizar,porque a haverem podres acreditaria provirem de poleiros superiores.

    3.De todo não confio nem confiro qualquer credibilidade a este Papa (desculpa,mas é simplesmente a minha opinião),em relação ao ter ou não conhecimento de tal,bastaria o mesmo ter conhecimento para logo actuar, isto não seria um grande contra-censo correlacionando com a doutrina que apregoa? Estou confuso …São estes contra-censos que as massas simplesmente negligenciam.

    E não, não é um ataque ao culto,mas a quem o utiliza e manipulariza em torno de interesses próprios,o que é contra o apregoado.

    Gostar

  23. 30 Março, 2010 11:25

    Os seus pontos são aceitáveis, todos menos o ponto 3. Inexplicável e até bastante ridículo. Especialmente se ligarmos os seus argumentos à recente telenovela Sócrates/TVI.

    A espinha dorsal é tramada.

    Gostar

  24. anonimo permalink
    30 Março, 2010 11:27

    se calhar era melhor fazerem o comício no campo pequeno e encomendarem o catering ao hoteleiro carvalho. entrada grátis aos putos que não vão acompanhados dos pais.

    Gostar

  25. Antonio Lemos Soares permalink
    30 Março, 2010 11:32

    É evidente que na Igreja Católica, como em qualquer outra instituição humana, podem existir pessoas que pratiquem crimes hediondos como a pedofília ou outros. Nesses casos, como em outro qualquer, deve existir um processo, uma acusação se tal for o caso e uma decisão judicial, com hipótese de recurso.O que já não parece muito correcto, é atitude dos «media» nacionais, de todo dependentes de qualquer poder político instalado e dos grupos económicos mais poderosos, que denotam, quase sempre, um anticlericalismo militante e primário, de todo ultrapassado e a fazer lembrar as páginas mais tristes da I.ª República.

    Gostar

  26. Nightwish permalink
    30 Março, 2010 11:36

    A igreja é quer um poder económico, quer um poder político bastante gramdes, Sr Soares…

    Gostar

  27. 30 Março, 2010 11:36

    É, o The New York Times é um media nacional.

    Gostar

  28. Portela Menos 1 permalink
    30 Março, 2010 11:43

    JMiranda está, alegadamente, chateado!

    Gostar

  29. stop permalink
    30 Março, 2010 11:59

    muito pobrezinho

    Gostar

  30. DesconfiandoSempre permalink
    30 Março, 2010 12:05

    Isto não pára aqui. Até à Páscoa metem o Cristo ao barulho.

    Gostar

  31. Abreu Junior permalink
    30 Março, 2010 12:21

    MENSAGEM DO PRESIDENTE

    1. O Relatório e Contas que agora se apresentam dizem respeito ao primeiro ano de mandato
    do Conselho de Administração da CGD a que tenho a honra de presidir.
    No balanço do ano de 2008 é inevitável a referência ao aprofundamento da crise financeira
    mundial, iniciada nos EUA, no segundo semestre de 2007, através do fenómeno do
    “subprime”, e ao impacto desta nos níveis de confiança da generalidade dos agentes, com a
    consequente redução dos indicadores de actividade económica mundial. A intensidade e
    amplitude do impacto da crise financeira levarão certamente a que o ano de 2008 seja
    recordado como aquele em que se iniciou um dos mais graves períodos de crise económica
    e financeira à escala mundial.

    Gostar

  32. 30 Março, 2010 12:21

    Penso que já estão a exagerar com toda esta conversa de pedofilia.

    Em Portugal os abusos sexuais a menores são muito raros, tirando alguns casos esporádicos não tem aparecido muita gente condenada por tal crime, penso que até tem sido muito poucos os casos.

    Vendo bem, está tudo bem, sem motivo para preocupações.

    Gostar

  33. Eber permalink
    30 Março, 2010 12:26

    #9
    Pergunte-se ao Socrates

    Gostar

  34. Eber permalink
    30 Março, 2010 12:35

    A percentagem relativa de pedófilos nas diferentes religiões mundiais é muito igual.
    Existem estudos que o provam
    Nota-se mais na ICAR, pois em termos absolutos é a que tem maior expressão

    Gostar

  35. Eber permalink
    30 Março, 2010 12:37

    Além disso, acham que um padre que comete tais actos, acredita verdadeiramente em Deus e tem Fé?

    Esses padres/bispos/cardeais foram colocados/infiltrados no tempo da guerra fria, pelos comunistas.

    Investiguem antes de mandarem bojardas

    Gostar

  36. Eber permalink
    30 Março, 2010 12:40

    Agenda:
    – Acabar com a Familia
    – Acabar com as Nações
    – Criar a Apostasia
    – Criar uma Nova Ordem Mundial

    Gostar

  37. lucklucky permalink
    30 Março, 2010 12:44

    Para isto não há narrativa:

    …O Banco de Portugal reviu em forte baixa as suas projecções para o crescimento da economia portuguesa este ano e em 2011, que desceram de respectivamente 0,7 por cento para 0,4 por cento e de 1,4 para 0,8 por cento.Estes valores são inferiores aos que o Governo inscreveu na sua previsão mais recente, que constam do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), e reflectem já o efeito das medidas aí introduzidas. Nesse documento, o Governo prevê um crescimento de 0,7 por cento para este ano e de 0,9 por cento para 2011…

    http://oinsurgente.org/

    Gostar

  38. zazie permalink
    30 Março, 2010 12:53

    A diferença é simples- os religiosos confessam e os maçónicos negam.

    Até estou a pensar em fazer um post comparando a Igreja com a redenção dos canibais.

    ehehehe

    Palavra- só os selvagens e a Igreja acarretam e assumem culpas colectivas e pedem desculpa por elas.

    Gostar

  39. antonio permalink
    30 Março, 2010 13:21

    Já se esqueceram do regresso apoteótico de Paulo Pedroso à Assembleia da República aclamado pelos deputados do PS e João Teixeira Lopes do BE? Aì eram as “alegadAas vitimas” e a teoria da “cabala”!! E os acusadores não passavam de prostitutos e a Catalina Pestana só queria protagonismo!É de facto muito curioso! Como as pessoas mudam!

    Gostar

  40. Critico permalink
    30 Março, 2010 13:25

    #36

    Caro Eber,eu ainda iria mais atrás,diria mesmo desde o tempo do Concílio de Níceia,e posteriormente, outra estucada,mas esta definitiva com a infiltração dos iluminados da Bavária criada por Adam Weishaupt membro dos Jesuitas ( ou inicialmente chamado de los alumbrados por Ignacius de Loyola) tanto no Vaticano e na Maçonaria (por sí só já recheada de um historial de manipulação ao longo da História,mas para a frente ainda desceu mais).
    Sobre o Século XX valerá a pena dizer alguma coisa? Tudo correu ao contrário,o Homem desceu ao nível do animal mais bárbaro e tudo correu de acordo com Madames Blavatskies,Albert Pikes,Aleister Crawleys,Alices Bayleys,Manly P. Halls e escumalha semelhante.

    Gostar

  41. Critico permalink
    30 Março, 2010 13:31

    #37

    Caro Eber,mais uma vez tem toda a razão,só devo acrescentar a fomentação de uma terceira guerra Mundial,onde o seu propósito será aniquilar qualquer resquício de Cristianismo e Judaismo que essa gente tanto abomina 😉
    Para quem tenha duvidas sobre tal bastará ler o infame livro,ou pelo menos ter informação de pontos chave do livro de Albert “Devil” Pike, “Morals and Dogma” onde os seus planos no virar do Séc. XIXI sobre a criação de tal ordem vem escarrapachada,com 3 guerras mundiais,e onde se denotam semelhanças para lá da coincidência no ultimo século.

    Gostar

  42. 30 Março, 2010 13:33

    Mais ou menos o que o João Miranda fez (faz) com o xaso Freeport 😉

    Gostar

  43. anonimo permalink
    30 Março, 2010 14:47

    #40 – “E os acusadores não passavam de prostitutos e a Catalina Pestana só queria protagonismo!É de facto muito curioso! Como as pessoas mudam!”

    irmão, entendo as tuas preocupações. isto não vai só com fé, tens que te esforçar mais a convencer a justiça e a desconvencer a comunicação de ganhar dinheiro. assim caminhamos perigosamente para a realidade.

    Gostar

  44. Eber permalink
    30 Março, 2010 15:08

    Só vos digo isto:
    Existe uma rede internacional de pedófilos. sádicos, pervertidos que se divertem a violar, raptar e filmar os milhares de crianças que desaparecem em todo o mundo e nunca mais ninguém sabe delas.

    E sabem que rede é essa?
    É uma rede gnóstica internacional, onde se movimentam as elites.
    Vejam os casos Dutroux, Jersey, Casa Pia, Baby P, Franklin Cover Up, etc

    Podia estar a falar mais… mas era suicidada

    Gostar

  45. Eber permalink
    30 Março, 2010 15:19

    #41

    Eu sei que sim, mas não quis entrar por ai, pois o pessoal que ignora considera “teoria da conspiração”

    Mas ambos os casos estão relacionados.

    Já vem desde Nimrode…

    O ódio desses indivíduos a Cristo é muito grande, e chegou a era da consolidação desse ódio, e assim abrir o mundo à Grande Apostasia

    Gostar

  46. zazie permalink
    30 Março, 2010 15:36

    Quando o mesmo crime se passa no clube deles, não lhes interessa.

    Só falam para o negar. E só se queixam quando lhes convem.

    Gostar

  47. Eber permalink
    30 Março, 2010 15:40

    #47

    No clube da loja dos aventais

    Gostar

  48. BiEpi permalink
    30 Março, 2010 15:56

    Porque é que o JM não aplica estes critérios analíticos ao assunto Sócrates/TVI, entre outros nos quais o PM estará “jornalisticamente” envolvido ?

    Gostar

  49. anonimo permalink
    30 Março, 2010 16:07

    “Quando o mesmo crime se passa no clube deles,”

    queres dizer na tua imaginação e de uns quantos que nem com batota conseguiram produzir resultados jurídicos relevantes.

    Gostar

  50. zazie permalink
    30 Março, 2010 16:16

    Vai levar na peida, grande porco apoiante de pedófilos.

    Gostar

  51. zazie permalink
    30 Março, 2010 16:16

    A ver se te falta imaginação de endemoninhado para te vires com a pedofilia de confessionário e negares a dos aventais xuxas, cabrão de merda.

    Gostar

  52. zazie permalink
    30 Março, 2010 16:17

    Davas o cu e 5 tostões para seres montado por pedófilo xuxa. O teu azar é que o QI negativo não esconde o estado de fóssil.

    Gostar

  53. anonimo permalink
    30 Março, 2010 16:32

    #51 – “Vai levar na peida, grande porco apoiante de pedófilos.”

    #52 – ” …para te vires com a pedofilia de confessionário e negares a dos aventais xuxas, cabrão de merda.”

    #53 – “Davas o cu e 5 tostões para seres montado por pedófilo xuxa.”

    argumentos de uma católica lassie

    Gostar

  54. Critico permalink
    30 Março, 2010 16:33

    #46

    Caro Eber, e rala-se que afirmem ser “teoria da conspiração”? Honestamente a mim nem um pouco hehehe,é fácil desmembrar uma critica mal fundamentada,inclusive ir ás origens de tal conceito estéreopatizante ,falacioso e no mínimo delicioso de tão ridículo que é.

    Cumps.

    Gostar

  55. Alves da Silva permalink
    30 Março, 2010 16:42

    21.

    “Ponto 6: Nada dos pontos acima referidos, curiosamente, se aplicam a Roman Polanski.”

    Ou a Daniel Cohn-Bendit.

    Gostar

  56. Solvente de Crânios Gasosos permalink
    31 Março, 2010 14:56

    Há mais pedófilos em Portugal do que em toda a Igreja Católica, Apostólica, Roamana. E andam à solta, às claras, a maioria deles. Uns quantos pertencem ao Sagrado Avental. Outros são vulgares cidadãos. Mas estão em toda a parte, enxameiam pelas ruas, salões e associações polºiticas e desportivas. São activistas e são os sustentáculos da cultura dominante e defendem-se entre si, são co-dependentes funcionais.
    Por isso acho graça que se escolha a ICAR como alvo. É como se o alvo quisesse ser flecha.

    Gostar

Trackbacks

  1. A pedofilia, a Igreja e os media « O Insurgente

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: