Saltar para o conteúdo

Gastos sumptuários

3 Maio, 2011
by

Querem conhecer alguns gastos sumptuários realizados na realização das obras da Parque Escolar? Vejam a primeira das reportagens deste programa Biosfera. O problema não é só o que se gastou em ar forçado e ar condicionado: é o que se gasta todos os meses em energia: a factura das escolas “novas” mais do que triplicou. Só é pena não entregarem a factura num certo apartamento da Rua Braamcamp, em Lisboa…

Anúncios
21 comentários leave one →
  1. 3 Maio, 2011 11:10

    e estes nobres gastos?
    O património da família Nobre…rectius, da AMI em que a família Nobre se limita a gerir/controlar/avaliar/fiscalizar/avaliar/monitorizar/distribuir….
    Ver Relatório Contas 2009 da AMI , fundação de ajuda humanitária, emergências e catástrofes e que sobrevive (?) com o apoio de entidades públicas (IPAD- Instituto Português para o Apoio ao Desenvolvimento) .
    É possível encontrar alguns nºs interessantes.
    Activos Brutos
    1.capital em empresas associadas……………… 2.013,726 euros.
    2. aplicações financeiras em imóveis………… 1.346,896euros
    3.aplicações financeiras/obras de arte……………. 126.751euros
    4.aplicações financeiras/filatelia……………………… 656.844 euros
    Subtotal ……………………………… 4 milhões 144mil e 218 euros
    5. terrenos e recursos naturais………….. 1.004.095euros
    6. Edifícios……………………………… 5.858.161euros
    7.Equipamento básico………………………….. 265.839euros
    8.Equipamento de transporte…………….. 608.941euros
    9. Equipamento administrativo……… 375.868euros
    Subtotal ………………………………………………………..8.220.074euros
    Total de Activos 12milhões 740 mil e 906 euros.

    Gostar

  2. 3 Maio, 2011 11:11

    a nobreza da tal esquerda caviar que a direita inveja…

    Gostar

  3. insider permalink
    3 Maio, 2011 11:32

    requalificar (não se trata de uma construção de raiz) uma escola por 12,3 milhões de euro também me parece um custo muito exagerado…
    será que alguém est á a ir ao pote ?
    http://www.pcm.gov.pt/pt/GC18/PrimeiroMinistro/Noticias/Pages/20110501_PM_Not_EnsSec.aspx

    Gostar

  4. 3 Maio, 2011 11:35

    ter comprado dois submarinos por mil milhões para os meninos da armada brincarem,isso sim,é um investimento…

    Gostar

  5. 3 Maio, 2011 11:43

    Gostei de ver a reportagem, dizia-se que as janelas não abriam, mas lá estavam ela abertas para quem quisesse olhar, falou-se do excesso dos gastos na energia, mas passou-se como gato por cimas das brasas no aumento de área coberta e isolada, na melhor iluminação, do maior gasto dos equipamentos eletrónicos (com certeza que um quadro de ardósia não gasta tanta energia como um quadro electrónico do mesmo modo que um livro gastará menos de que um monitor), não se cuidou de saber se o ar condicionado é obrigatório ao longo do ano em todas as escolas, ou se apenas onde ele é necessário (alguém já se lembra de que havia escolas que os alunos tinham de trazer os aquecedores de casa?).
    Pois jmf1957 por onde andará o jornalismo sério?

    Gostar

  6. tina permalink
    3 Maio, 2011 11:49

    É a imagem de marca deste governo: esbanjar dinheiro. E pensar que eu votei em Sócrates a primeira vez, porque ele parecia uma pessoa razoável. Aprendi a lição: nunca confiar num socialista.

    Gostar

  7. Antonio permalink
    3 Maio, 2011 12:24

    É a história de um País pobre que tem um governo que se arma em rico. Algumas escolas tiveram de desligar os equipamentos e abrir as janelas pois não há dinheiro para pagar a conta à EDP. Há escolas que necessitavam de pequenas intervenções e foram remodeladas na totalidade com gastos astronómicos de dezenas de milhões de euros, enquanto que outras continuam a ter problemas graves sem qualquer intervenção. Esbanja-se o dinheiro sem qualquer responsabilidade?

    Gostar

  8. jorge silva permalink
    3 Maio, 2011 13:07

    aposto que se não tivessem instalado ar condicionado, a esta altura o jmf estaria a criticar a falta de cuidado com o bem estar dos utentes da escola publica. se calhar seria melhor poupar esse dinheiro e entrega-lo ao patrão da sonae, não sei se me percebem.

    Gostar

  9. Lionheart permalink
    3 Maio, 2011 13:07

    A Marinha de um Estado é uma brincadeira? Quem andou a brincar foi um tal de Sócrates, e ainda há quem tenha a lata de andar a repisar em submarinos, como se gastos com as Forças Armadas fossem comparáveis ao saque que o PS fez no país em favor dos amigos. Continuamos à espera que a suspeição em torno deste negócio se traduza em acusação, mas estamos sentados, para não ter “câimbras”. A renovação do parque escolar foi um escândalo. Recorde-se o enquadramento: dizia o (des)governo socialista que era preciso investimento público para que a economia não afundasse com a crise financeira internacional. But there’s a catch. Este investimento do Estado beneficiou essencialmente duas construtores (é facil descobrir quais são), que devem ter pago umas boas comissões ao partido. Uma delas, que nem é uma das grandes, ficou com tantas empreitadas que tudo somado foram dezenas de milhões de euros em facturação. Tudo obras em escolas de câmaras PS. Saiu-lhes o “euromilhões”… E é assim que enquanto uns não têm trabalho e estão cada vez mais espremidos, outros nunca fizeram tanto dinheiro.

    Gostar

  10. Antonio permalink
    3 Maio, 2011 13:12

    Éra bom que se publicasse também os números de todas as fundações apoiadas por este governo, dinheiros dos impostos dos portugueses. Relativamente aos submarinos, foi no governo do Eng. Guterres, no qual fazia parte o presente 1º ministro, que se encomendou três submarinos e rectificado nos governos posteriores para dois submarinos, sempre com o apoio do PS. Agora se não há dinheiro vendam os submarinos como está a fazer a Grécia, pode ser que os amigos na Venezuela, Líbia, China… os queiram comprar.

    Gostar

  11. tina permalink
    3 Maio, 2011 13:41

    “Há escolas que necessitavam de pequenas intervenções e foram remodeladas na totalidade com gastos astronómicos de dezenas de milhões de euros, enquanto que outras continuam a ter problemas graves sem qualquer intervenção.”
    .
    Exactamente. Como a escola mesmo aqui à frente que só precisaria de pintura e reparação das persianas, mas ao invés disso gastou-se 9 milhões de euros para a reconstruir completamente. Ao olhar para a nova escola, percebe-se perfeitamente porque é que o país está falido.

    Gostar

  12. insider permalink
    3 Maio, 2011 13:47

    quem é que vai pagar, pagar mmesmo?
    as rendas destas novas escolas requalificadas serão pagas à Parque Escolar pelo Ministério da Educação

    Gostar

  13. tina permalink
    3 Maio, 2011 13:47

    “Algumas escolas tiveram de desligar os equipamentos e abrir as janelas pois não há dinheiro para pagar a conta à EDP.”
    .
    Situações dessas acontecem também em países africanos, em que fundos doados ao governo são gastos em coisas disparatadas que acabam por não ter uso nenhum. É tão fácil gastar o dinheiro dos outros!…

    Gostar

  14. jorge silva permalink
    3 Maio, 2011 13:55

    ho tina, não se percebe a comparação com áfrica. para começar, esta-se mesmo a ver os ditadores africanos a fazer obras nas escola! depois, dizer que as obras nas escolas são “gastos em coisas disparatadas”? é de atordoar

    Gostar

  15. 3 Maio, 2011 14:21

    Tina, a senhora o JM e este jmf1957, podiam juntar-se os 3, e só se estragava um blog.

    Gostar

  16. JoséB permalink
    3 Maio, 2011 14:30

    «Somos um povo de pobres com mentalidade de ricos» – professor Eduardo Lourenço, citado por Fernando Paulouro no JF (31Mar11).

    Gostar

  17. JoséB permalink
    3 Maio, 2011 14:35

    Teofilo M.
    Gostei de ver a reportagem, dizia-se que as janelas não abriam…
    Camarada T
    sabe que o MDN/MF/Governo autorizaram o Exército a espatifar 360 Milhões em 260 blindados novos, cujas portas fecham mal?
    Que irão servir para coisa nenhuma?
    Qual terá sido a % para o Partido?

    Gostar

  18. tina permalink
    3 Maio, 2011 15:36

    “jorge silva”, o que é disparatado são os ares condicionados quando não há verbas para pagar a electricidade. Tal como os tractores e os geradores que Mugabe deu à aldeia, mas que não funcionam porque não há dinheiro para o gasóleo, segundo um email que recebi de um amigo:

    “At the village, Mugabe had built an electrical grid line all the way to the chiefs mud hut, which cost millions of US$ but had made no connection, and has also given the chief a 4×4 car, tractor and generator to ensure the tribe voted him in. The funny thing is they have no electricty and nothing has ever run as they have no diesel and no money to buy it.”
    .
    Como vê, Sócrates é o nosso Mugabe.

    Gostar

  19. jorge silva permalink
    3 Maio, 2011 17:12

    a lógica reinventada pela tina:
    – jmf tem duas pernas
    – os patos têm 2 pernas
    – conclusão: jmf é pato

    Gostar

  20. tina permalink
    3 Maio, 2011 18:50

    Que sorte têm aqueles como nós que não têm de negar os seus princípios nem o seu bom senso ou lógica a fim de seguirem os seus caminhos. Os “jorges silvas” deste mundo são uns coitados que nunca conhecerão tal liberdade de espírito porque tiveram o azar de ter nascido com menos sorte.

    Gostar

  21. jorge silva permalink
    4 Maio, 2011 09:42

    tina, ninguém nega o que não tem. será talvez altura de aliviar as pals e olhar mais além

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: