Saltar para o conteúdo

Eduquês blogístico

8 Maio, 2013

Percorrer a blogosfera dita de esquerda é um exercício em frustração idêntico ao desfolhar dos jornais portugueses. Verifica-se uma prevalência da palavra “alternativa”, como se esta, escrita em suficiente número, constituísse uma proposta em si própria. Ao lado da “alternativa” convive o insulto, como se caixas de comentários de jornais online se constituíssem em blogs organizados, substituindo um saudável maldizer crítico pela verborreia de superioridade, a que dispensa explicar “alternativas” em prol da redução ao absurdo do “animal feroz”, cujo discurso é, em si mesmo, a narrativa. Digamos que as semelhanças com a violência doméstica são apenas embaraçosas. Talvez a “alternativa” seja, para estas pessoas – a quem chamarei pessoas e não “gentinha” – o próprio insulto. Tudo bem, tem várias vantagens: é gratuito, não aumenta despesa, contraria a narrativa da ditadura e demonstra que a percepção de liberdade dos “verdadeiros democratas” é incompatível com a liberdade dos outros.

Pessoalmente, vejo com bons olhos a “alternativa” política no insulto: demonstra maior aptidão para a valorização do vernáculo em detrimento da disciplina aritmética, documenta o demérito do eduquês e reafirma a convicção que as máquinas de calcular são dispensáveis no domínio da matemática transcendental.

Adenda: é desfolhar e não folhear porque é impossível folhear um jornal sem arrancar as folhas.

67 comentários leave one →
  1. Portela Menos 1 permalink
    8 Maio, 2013 11:21

    os posts de HFMatos no blog de direita Blasfémia são muito dados à oportunidade do insulto; é a este tipo de gentinha que se refere? Ou existe um grupinho, à direita, que acha que esta coisa da democracia é um intervalo, que já vai longo, no Estado Novo?
    .
    (…) Castrol HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    8 Maio, 2013 10:33
    Bloco defende fim dos exames do 4.º ano
    “O Bloco de Esquerda manifestou hoje solidariedade para com os pais, professores e alunos que passaram pela “experiência pedagogicamente lamentável” dos exames do 4º ano, defendendo o fim destas provas.”
    Bloco de Esquerda apresenta proposta de lei para legalizar consumo de cannabis
    “O deputado do Bloco de Esquerda, João Semedo, apresentou na Assembleia da República um projeto de lei que prevê a legalização e regulação do consumo e cultivo de cannabis, bem como a “criação de clubes sociais de cannabis.”
    Mas o BE é um partido político, ou uma associação de malfeitores?? (…)

    Gostar

  2. Fincapé permalink
    8 Maio, 2013 11:23

    “Digamos que as semelhanças com a violência doméstica são apenas embaraçosas.”
    Vá lá, Vítor, não seja assim. As “pessoas” de esquerda não batem nos cônjuges.
    E depois, quem não vai ao futebol também tem as suas necessidades de desabafar. Eu não vou ao futebol, mas quero ir para o céu.

    Gostar

  3. 8 Maio, 2013 11:40

    O ministro Crato é bem cretino:
    – Diploma da velha Primária para que fim?!
    – 25% obtido em exames?!
    – proibir os utensílios de cálculo?!
    Gostava de ver o Crato a fazer as contas do ministério na lousa de ardósia!
    Prá frente é o caminho…

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 11:42

      Eu gostava de ver miúdos a fazerem contas de um ministério. Pode ser com calculadora.

      Gostar

      • Pffff ! permalink
        8 Maio, 2013 15:06

        Mas que trocadalho do carilho !

        Gostar

      • Paulo Inácio permalink
        19 Junho, 2013 14:43

        “Adenda: é desfolhar e não folhear porque é impossível folhear um jornal sem arrancar as folhas.” ????????

        Ora esta!

        Gostar

    • francisco cruz permalink
      8 Maio, 2013 14:10

      E a si gostava de o ver crescer!

      Gostar

  4. antonio permalink
    8 Maio, 2013 11:42

    desfolhar ou folhear ?…..

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 11:43

      Desfolhar. É impossível folhear jornais sem arrancar as folhas. Ja acrescentei.

      Gostar

      • Fincapé permalink
        8 Maio, 2013 11:53

        Outra boa piada. Por acaso, a Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira admite a palavra “Desfolhar”, como fig. “Deixar cair ou passar sucessivamente”. 😉

        Gostar

      • neotonto permalink
        8 Maio, 2013 12:17

        Entao será melhor desfolar?

        Gostar

      • 8 Maio, 2013 12:29

        Enfim, a leitura de um jornal para VC é uma desfolhada.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        8 Maio, 2013 12:34

        Não é: já não compro jornais. Mas são estímulos keynesianos: é preciso um varredor por cada jornal lido.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        8 Maio, 2013 12:32

        O Vítor Cunha diz que sim, que é “desfolhar”, porque os jornais estão um pouco decadentes e apetece arrancar as folhas. Ou então é a sociedade que está decadente e os jornais são o seu retrato fiel. Mas, “folhear”, para quem se refere a passar as folhas de um livro ou jornal, é o correto.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        8 Maio, 2013 12:35

        O meu comentário era para o neotonto, obviamente.

        Gostar

      • Hawk permalink
        8 Maio, 2013 13:54

        Não será antes “desflorar”?

        Gostar

  5. José Manuel Moreira permalink
    8 Maio, 2013 11:55

    Muito bem apanhados…

    Gostar

  6. YHWH permalink
    8 Maio, 2013 12:06

    Aquila non capita muscas, VC…

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 12:10

      Vem no Mein Kampf?

      Gostar

      • YHWH permalink
        8 Maio, 2013 13:42

        Trata-se, pois, de mais um iletrado…

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        8 Maio, 2013 13:59

        Desculpe, YHWH. Tinha percebido “quando a diplomacia acaba, começa a guerra”.

        Gostar

  7. Duarte permalink
    8 Maio, 2013 12:15

    A direita piegas e sem ideias a fazer de calimero.

    Não há alternativa , pronto! Para esta “gentinha” de direita, desde Salazar que nao ha alternativa.

    Gostar

  8. gastão permalink
    8 Maio, 2013 12:21

    e repetir insistentement que “não há alternativa” não será um insulto à democracia?

    Gostar

  9. Bom português permalink
    8 Maio, 2013 12:23

    “é desfolhar e não folhear porque é impossível folhear um jornal sem arrancar as folhas”
    Companheiro … é precisamente o contrário …

    Folhear: percorrer as folhas de (uma publicação)
    Desfolhar: tirar as folhas ou as pétalas a

    In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora
    Disponível na www: .

    Gostar

  10. Perplexo permalink
    8 Maio, 2013 12:23

    Só não percebo o “de esquerda”. Será a blogosfera de direita diferente? Porventura melhor?
    Olhe, como dizia a minha avó (que era do tempo em que se fazia exame da quarta classe):
    “Presunção e água benta, cada um toma a que quer.”

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 12:25

      O exame parece ter servido bem a sua avó.

      Gostar

      • 8 Maio, 2013 12:43

        Ontem ao ver as crianças a deslocarem-se 23 Km para fazer exame, fez-me regredir 50 ANOS, ao tempo em que no interior do País nos tinhamos de deslocar muitos Km’s para fazer exame de admissão ao Liceu, mas isto foi no tempo do SALAZAR. Ainda no tempo do FACISMO houve uma reforma pelo ministro de então, suponho que o Veiga Simão e acabou com isto. Vem agora o ministro CRATO e voltámos atrás 50 ANOS.

        Gostar

  11. @!@ permalink
    8 Maio, 2013 12:37

    Olha, olha, isto parece daqueles condutores que barafustam a torto e a direito e que ficam escandalizados e irados quando se lhes apontam os erros.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 12:45

      Acho que não percebeu o post. Quando muito seria o condutor satisfeito por condutores embriagados irem contra o muro. Por favor, não parem.

      Gostar

      • @!@ permalink
        8 Maio, 2013 15:48

        No desconversando nos vamos entendendo….

        Gostar

  12. 8 Maio, 2013 12:41

    Se há alternativa? Haver há, só não há é interessados. Sabe o significado da palavra CORRUPÇÃO? Se não sabe vá ao dicionário ver. Pois a CORRUPÇÃO, foi e continua a ser, transversal na nossa sociedade. Está em todo o lado. “Sobretudo nos grandes negócios do Estado e empresas públicas”. É preciso dizer mais?

    ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/#ixzz2ShTiZnNJ

    Gostar

  13. Portela Menos 1 permalink
    8 Maio, 2013 12:45

    conclusão:
    aquilo que era uma suposta lição (post) de um liberal aos keynesianos transformou-se numa aula de português 🙂

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 13:21

      Obrigado, Gonçalo. É bom encontrar textos que não insultam a mãe de alguém.

      Gostar

  14. 8 Maio, 2013 13:32

    Aplaudo o intervencionismo de VC na caixa, o que lhe dá outro colorido, à caixa e ao Blasfas.

    Gostar

    • Fincapé permalink
      8 Maio, 2013 13:59

      O Vítor Cunha é o grande educador da classe bloguística. 🙂

      Gostar

      • @!@ permalink
        8 Maio, 2013 15:50

        Aqui já estão servidos com um Matos….

        Gostar

  15. 8 Maio, 2013 14:50

    “Isso”, esses termos, essa “fala”, é o que a populaça roubada, massacrada, vilipendiada, intrujada, consegue perceber e diz e escreve. É essa mesma populaça que volatilmente coloca e apeia governos — cuidadeX !…
    Mas que termos “decentes” e diferentes quer VCunha duma populaça que era, em privado, tratada por Sócrates por “maralhal”, e publicamente por PPCoelho, por “não sejamos piegas” ?, e consabidas consequências ?
    Se VCunha se deixar de “pieguices” entre “esquerda” e “direita”, encontrará em blogs “centristas”, liberais, “direitistas, termos, palavras, sugestões idênticas às que feriu (ou não) a sua sensibilidade e simultaneamente o alegra pela repetição…

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 14:54

      Se é o que diz “a populaça roubada, massacrada, vilipendiada, intrujada”, das duas uma: ou o eduquês gerou populaça vernacular capaz de escrever em blogs, ou o eduquês gerou populistas que descrevem a populaça em seu nome.

      Gostar

      • 8 Maio, 2013 15:00

        Aliás, se VCunha quiser “descer à terra”, ouvirá, bastas vezes a (enganada !) populaça que votou neste tipo de PSD, termos, frases, insultos idênticos a PPCoelho, PPortas, etc, etc….

        Gostar

      • 8 Maio, 2013 15:06

        Talvez Vc. não saiba A SÉRIO o quie é a populaça.
        E certamente não me criticará –e muito menos me proibirá– por eu estar cada vez mais triste com a agravada vida de concidadãos e zangadíssimo com os “empreendedores” (“socialistas” e “social-democratas”) do aniquilamento de quem é meu concidadão.
        Se não quer aceitar o meu termo “populaça”, substituo por concidadãos — serve ?

        Gostar

  16. Expatriado permalink
    8 Maio, 2013 15:05

    A historica karma marciana. Ai que saudades eles teem….
    .
    http://digitarq.dgarq.gov.pt/viewer?id=4482255

    Gostar

  17. 8 Maio, 2013 15:11

    errata, 15:00
    “idênticos contra PPCoelho

    Gostar

  18. 8 Maio, 2013 15:20

    VCunha,
    quer analisar repetidos termos, frases, propostas, insultos(!) em blogs liberais, neoliberais (etc.) durante o governo de JSócrates ? *
    * — a partir de determinado momento deixei de acreditar q.b., no governo “socialista” de JS e ataquei-o bastantes vezes, por motivos vários.

    Gostar

  19. André permalink
    8 Maio, 2013 15:23

    Confesso que ainda não percebi o termo “Eduquês”. Mas está sempre na boca dos miguelistas enfadados… deve ser um insulto dos grandes! Tipo “gentinha”.

    A propósito… o tal “eduquês” permitiu melhorar, a todos os níveis, as classificações dos alunos portugueses nos rankings internacionais…mas não deixem que os factos vos atrapalhem a narrativa.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 16:04

      Não percebe o termo mas atribui-lhe mérito. Faz sentido.

      Gostar

      • André permalink
        8 Maio, 2013 18:11

        Realmente tem razão. O que eu não percebo é o uso do termo como insulto. Mas folgo em saber que, apesar de tudo, também lhe reconhece os méritos.

        Gostar

  20. 8 Maio, 2013 15:25

    …Até temos um conhecido caso blogístico, cujo autor chamou a MRelvas “alforreca” (e deu-lhe luta, desprestigiando-o enquanto apoiava JPacheco Pereira !…) e acabou como seu assessor político…
    Mas há mais, muito mais ! Recentemente, quem criticou este governo provavelmente usando termos repetidos, “alternativa” incluído) integrou-o recentemente…

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 16:06

      Alforreca não é desprestigio para a minha mãe, que presumiria também ser uma alforreca. Filho de alforreca meretriz seria cómico mas um bocadinho pior.

      Gostar

      • 8 Maio, 2013 17:16

        “Tá certo”.
        Cada um carrega a/o alforreca que quer.
        O autor do tal blog carregou MRelvas após insultá-lo e apoiar incondicionalmente o arqui-rival e “inimigo” do ex-ministro…

        Gostar

  21. murphy permalink
    8 Maio, 2013 15:37

    A “alternativa”, a quê?! E o que é essa “alternativa”?!

    Entre 1995 e 2011 – com apenas 2,5 anos de intervalo de Barroso / S. Lopes (governo abortado por Sampaio pois era indispensável uma “alternativa”) – o PS governou, quase ininterruptamente… o que se está a tentar agora é que é a “alternativa” a essa governação socialista que, invariavelmente, nos conduziu à bancarrota (2011 foi a 3ª vez em 30 anos).

    Mas a narrativa da esquerda, corroborada pela comunicação social, é o que é. E “isto” permanece um feudo socialista …

    http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/04/falacia-da-realidade-paralela-socialista.html

    Gostar

  22. 8 Maio, 2013 15:56

    …Mas a “direira”, os liberais e neoliberais, têm imprensa adequada : O Diabo, por exemplo. Não serve, é pouco e banal ? Porra, apliquem patrioticamente a ma$$a na criação dum jornal, duma rádio, duma TV… “puxem os galões” para defender a causa, imponham na sociedade tuga novo (?) “eduquês”…

    Gostar

  23. 8 Maio, 2013 16:08

    Pelos comentários supra de VCunha,
    que só agora li, os jornais para além de “estímulos keynesianos”, são lixo, para varrer. Para Vc., provavelmente nada mais acrescentam à sociedade. E quando as notícias e “números” não lhe agradam, queimem-se !, preferencialmente em auto-de-fé, na praça pública –o que já aconteceu não só em Portugal…

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      8 Maio, 2013 16:12

      Não seja má/mau, MJRB. Também servem para embrulhar peixe e castanhas.

      Gostar

      • 8 Maio, 2013 16:32

        Certa vez, deslocava-me com uns poucos de jornais debaixo do braço nas Portas de Santo Antão e fui abordado por um clochard pedindo-me os jornais.
        Explicou que era para calçar pois não tinha meias e os sapatos estavam rotos. Pus-lhe os jornais à disposição, mas foi criterioso, pois só escolheu os que tinham um papel mais resistente e macio. Disse ele que os suplementos eram melhores.

        Gostar

      • 8 Maio, 2013 16:37

        “também servem para embrulhar peixe e castanhas”.
        Vc, VCunha, generaliza varrendo-os. Supostamente (não acredito) ignorando-os. Passa ao lado da vida contemporânea.
        Que nódoas lhe provocam os jornais ? — nos dedos ou no intelecto ?, na memória ? Atormenta-o o Conhecimento ? O seu problema é o papel ?
        E, revistas, também não prestam ?
        E livros, ignora-os ?
        Vc. tem biblioteca em casa ?

        Gostar

  24. Portela Menos 1 permalink
    8 Maio, 2013 16:27

    Imprensa? Bom era o “Diário da Manhâ” que deus tem.

    Gostar

    • 8 Maio, 2013 16:39

      Diário da Manhã, Época, Observador, O Dia, Panorama, O Século, O Tempo, O Diabo, etc…

      Gostar

  25. Expatriado permalink
    8 Maio, 2013 16:46

    A imprensa favorita dos marcianos…..
    .
    http://digitarq.dgarq.gov.pt/viewer?id=4492855

    Gostar

    • Portela Menos 1 permalink
      8 Maio, 2013 18:27

      troll,
      não sei o que te fizeram em pequeno mas deve haver aí traumas e fantasmas que não são curáveis em blogs.
      és um infeliz.

      Gostar

  26. licas permalink
    8 Maio, 2013 21:52

    Portela Menos 1 HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    8 Maio, 2013 16:27
    Imprensa? Bom era o “Diário da Manhâ” que deus tem.
    __________________________
    *ESTE* Camarada absorve o * I * que é um jornal que lhe enche as medidas . . .

    Gostar

    • Portela Menos 1 permalink
      8 Maio, 2013 22:10

      Um cérebro também te fazia jeito.

      Gostar

      • Duarte permalink
        9 Maio, 2013 11:16

        Teriam que ser dois, atendendo ao adiantado estado de decomposicao

        Gostar

Trackbacks

  1. Leiam | Declínio e Queda

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: