Saltar para o conteúdo

Agradecimento aos Abrantes

2 Março, 2015

O uso precoce em Fevereiro da arma secreta abrantina programada para Setembro “é, mas o Passos não pagou um dia inteiro de subsistência parisiense do animal socrático à Segurança Social” permite trazer destaque à terrível situação de confusão geral que é o sistema de obrigações contributivas para trabalhadores independentes.

O processo de contribuições para a Segurança Social é arcaico e propenso a incumprimentos inadvertidos que se arriscam a perpetuação graças à fantástica capacidade do serviço em não detectar anormalidades durante 5 anos. Felizmente, com este destaque, presume-se que será encontrado um pacto de regime entre os maiores partidos portugueses que permita a simplificação do procedimento contributivo para recibos verdes, trabalho este tão necessário como o Casa Pronta, que permitiu acabar com estes pequenos deslizes no imobiliário e que até vitimaram pessoas sérias como António Costa.

É bom ver o PS sem gravata a trabalhar em prol do país. Obrigado.

196 comentários leave one →
  1. 2 Março, 2015 11:26

    A Segurança Social é um assunto muito sensível ao comum cidadão, cumpridor.
    Este é um caso que não deve acontecer a um político, e muito menos a um PM.
    Se PPCoelho não esclarecer tudo de modo convincente, perderá –já está a perder– apoios e votos.

    Quanto ao caso ACosta, igualmente grave.

    Concluindo: quase todos os políticos têm telhados de vidro !?

    Gostar

    • 2 Março, 2015 11:43

      É pá- não conheces artistas que nunca descontaram para a Segurança e muito menos pagaram impostos?

      Foram e são aos milhares. A sorte é que inventaram uma treta de lei de mecenato e podem doar qualquer porcaria e saldar dívida desse modo.

      Qual é o azar de não ter descontado essa ninharia para a Segurança? esteve de baixa paga?

      Se não esteve, o azar seria apenas para ele porque diminuiu o valor da reforma.

      Eu não conheço é uma única pessoa a recibos verdes que não tenha falha em pagamentos.

      Só por coisas e a começar por mim que também não paguei nessa altura. Nunca me notificaram porque aqueles idiotas não trabalham. Só agora com o cruzamento de dados online é que apanham.

      E inventam até faltas e juros de mora porque continuam sem trabalhar e esquecem-se de enviar a informação dos impostos para a Segurança.

      Aconteceu-me em Outubro ter um dívida fantasma com juros a aumentarem e ser invenção daqueles inúteis

      Gostar

      • 2 Março, 2015 12:28

        Se vc. reparar bem, o meu comentário não é acusatório a PPCoelho. Simplesmente constato que um caso como este não deve “acompanhar” qualquer político e está a ter consequências para o próprio e para o P”SD”.
        Desconheço as razões porque deixou de pagar.

        Entretanto ouvi há minutos PPCoelho a esclarecer o caso. Saíu-se mais ou menos bem (para mim), mas não chega para o cidadão comum.

        Gostar

    • 2 Março, 2015 20:09

      Chego tarde e a tentar fazer o 160º comentário – ena tantos!. Apenas para repudiar mais uma pequena polémica, porque sobre ela sublinho ser tão menor quanto normal, curial até?, era fazer disto e daquilo todos os pulhíticos na viragem do século e na voragem do poder.
      Hoje, por causa da crise, da Troika e das dificuldades, todos ganhamos consciência dos danos causados no passado. A demagogia barata e a moralidade de pacotilha ficaram lá onde era tudo informalidade que um PM dizia para “fazerem as contas”, por força dos hábitos entranhados. Agora torcemos o nariz a muitas coisas e olhamos de soslaio para esses pulhíticos, alguns que vêm de longe. É o lado positivo mas que não serve para empastelar uma discussão estéril. Importa é que nada disto se repita, e que a Lei seja para cumprr por todos, os requisitos estão instalados, agora, para tal ser assim e Portugal caminhar com mais honra do que teve no passado recente, quando era tudo ad hoc, à lagardére e a coberto de muitas coisas. Esta coisa hoje dificilmente aconteceria, creio eu. Não se trata de haver uma Lei agora que despenalize o que houve antes de criminoso ou acintoso ou mafioso. O caso é muito diferente, como outros que armadilharam por aí, de outros que levam mesmo pulhíticos a Évora. E faltam mais…
      Destapar isto serve, só e é muito, para lembrar o que de mau nos trouxe à crise, à Troika, às dificuldades presentes. E ensinar, de vez, que temos de arrepiar caminho, mudar de vida, saber dos direitos e deveres. Creio que as bases estão lançadas. Remexer no passado adiantará pouco, a não ser para a baixa pulhítica que é o que está à vista em mais uma polémica com pouca substância. Feita por aqueles que levaram à bandalheira onde todos escapavam porque a rede era larga e o povo andava distraído.

      Gostar

  2. 2 Março, 2015 11:39

    Completamente. é um saque besta que prejudica o próprio e os inúteis que nunca descontaram e a quem se dá RSI.

    Gostar

  3. 2 Março, 2015 11:45

    E repito- não conheço uma única pessoa a recibos verdes que não tenha tido falhas nos descontos.

    Alarguem lá a pesquisa aos que atiram pedras a ver se não temos muitos mais “Judas” de Cascais a atirarem a desculpa que o esquecimento foi da “esposa” (e isto no IRS- nem sequer era apenas segurança)

    Gostar

  4. 2 Março, 2015 11:46

    Aliás, aposto que o MJRB também tem muitos anos a zero de descontos.

    Seria um caso único no panorama nacional se não o tivesse.

    Vai uma aposta de um mac de última geração?

    Estava já no papo… só por coisas.

    Gostar

    • 2 Março, 2015 12:32

      Não se intrometa na vida privada e cívica das pessoas. Nem sobre o que tenho ou o que desejo ter.
      Se eu precisar de um hospital (já precisei) pago as despesas. Se necessitar de apoios outros, de certeza não recorrerei ao Estado.

      Esclarecidos de vez ?

      Gostar

      • 2 Março, 2015 12:34

        Eu quero mais é que a sua vida pessoal se dane. Disse-o enquanto membro de um grupo social que não paga nada.

        E v. já aqui defendeu um artista a quem foi retirado um prémio por ter dívidas ao fisco.

        Quer que lhe refresque a memória?

        Gostar

      • 2 Março, 2015 12:36

        Não fale da boca para fora porque doenças é coisa imprevisível e têm custos milionários até para artistas da esquerda caviar.

        O que eu disse é que o grupo social não paga e teve direito a oferecer tretas em nome do mecenato para saldarem dívidas ao fisco.

        V. defendeou publicamente o fotógrafo a quem foi retirado um prémio por estar em falta nos impostos ao fisco- nem sequer foi na treta da Segurança.

        Gostar

  5. 2 Março, 2015 11:47

    Só não tem quem é funcionário público. E ponto final.

    Gostar

  6. Esmeralda permalink
    2 Março, 2015 11:57

    AH!!! Percebo! Deve ter sido por isso que José Lello se esqueceu de declarar aqueles 600 mil e tal euros da venda não-sei-de-quê ou da herança não-sei-de-quem!

    Gostar

  7. Colono permalink
    2 Março, 2015 12:12

    Martelo de Sousa : ” Como é que se paga uma divida prescrita”?

    O pagamento à SS social não é o mesmo que o das Finanças…
    Dividas às finanças prescrevem… boa para o caloteiro!

    Quanto à SS – a divida prescrita não co conta para o acerto final do valor da pensão de reforma..

    PPC ao pagar voluntariamente os 5 anos em falta, sabe que o respectivo valor ser-lhe-á creditado.

    Aprendam que eu não duro sempre.!

    Gostar

    • Nuno permalink
      2 Março, 2015 12:28

      Sim, essa do Marcelo é mesmo, WTF. Nunca ouviu falar duma contribuição voluntária para a SS?

      É nestas alturas que se percebe que aquelas bestas recebem milhares de euros por mês para irem para lá debitar ignorância meia hora por semana.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 12:39

        Sim, também me espanta a ignorância do Marcello. O Coelho até foi esperto porque por 4 mil ainda ganha em relação à reforma.

        Pode-se pagar dívidas prescritas e sem juros.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 12:39

        Até eu, que sou mais é bolos, sei isto e não sou comentadora oficiosa de tv.

        Gostar

    • dmm permalink
      2 Março, 2015 12:46

      A prescrição precisa ser invocada. Se não invocar a prescrição, paga. Simples. A única coisa estranha é um prof. de direito fingir que não sabe o que qualquer aluno de direito do 1º ano de direito tem obrigação de saber.

      Gostar

  8. insider permalink
    2 Março, 2015 12:25

    com abrantes ou sem eles, é grave ppc alegar desconhecimentoda lei…
    e só uma perguntinha:como é que só ao fim deste tempo todo é que teve conhecimento da dívida?

    Gostar

    • 2 Março, 2015 12:25

      Você, para insider, parece um bocado perdido.

      Gostar

      • insider permalink
        2 Março, 2015 13:52

        Em cumprimento do disposto nos nºs 5 e 6 do art. 64º da Lei Geral Tributária, com a redacção dada pelo art. 57º da Lei nº 60-A/2005, de 30 de Dezembro (Orçamento de Estado para 2006), procede-se pelo presente meio ao início da publicitação das listas dos devedores à administração fiscal que, por ter terminado o prazo de pagamento voluntário sem terem cumprido as suas obrigações e, no prazo e termos legais, não tenham prestado garantia ou requerido a sua dispensa, não têm a sua situação tributária regularizada.

        o ppc nunca fez parte da lista? porquê?
        e os outros não sei quanto mil que foram vítimas da ineficácia do sistema, segundo as declarações daquele ministro cómico, também não foram notificados?

        Gostar

      • 2 Março, 2015 13:54

        Refaço a pergunta: ele também deve ao fisco?

        Gostar

      • insider permalink
        2 Março, 2015 15:04

        não compreendeu…
        http://www.seg-social.pt/lista/devedores/termosdivulgacao.html

        Gostar

    • manuel permalink
      2 Março, 2015 13:00

      Esta falha do Passos estava em carteira e surgiu para compensar as burrices do Costa. Até às eleições vão surgir mais, estes jotas são todos farinha do mesmo saco.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 13:50

        Claro que até às legislativas surgirão mais “deslizes” (no mínimo) dos principais protagonistas da política tuga.
        Começou o tiroteio…

        Gostar

  9. Ricciardi permalink
    2 Março, 2015 12:25

    Num qualquer país liderado por gente com alguma vergonha, no mínimo apresentava a demissão.
    .
    Num país onde isso não acontece por iniciativa do próprio caberia ao presidente da republica faze-lo.
    .
    PPC deixou de parecer sério embora, sabe-se agora, não o fosse.
    .
    Dir-me-ao: ah mas coitado ele esqueceu-se como muita gente comum se esquece e depois nem foi notificado para pagar. No entanto ele não pode alegar isso. E se alega comete o erro de achar o povo idiota. Como é q um economista pode dizer q nao sabia porwue nao foi notificado? Se desconhecia as leis da sua propria área de formacao nao teria competência para governar um país.
    .
    Dizem q pagou depois de ter prescrito a divida. Não acredito. Ninguém consegue pagar ao fisco ou à SS uma divida prescrita, formalmente inexistente portanto. Se o fez foi porque alguém da SS cometeu uma ilegalidade para beneficiar a imagem do contribuinte PPC.

    OBS. Não é que o confisco actual e a instituição usurária da SS não merecessem que ninguém pagasse. Nesta perspectiva a fuga de PPC às contribuições merece o meu aplauso. Mas pelas razões inversas. Não pagar taxas confiscatórias devia ser um dever civico. A bem da nacinha. De resto, apoio a tese daqueles que pensam que a colecta de impostos cresce se as taxas de impostos diminuirem acentuadamente.

    Gostar

    • 2 Março, 2015 12:38

      Olha a fuga de informação e a falta de caridade para com o inocente do 44…

      Pá, não te enxergas- essa caridade é muito tribal.

      Gostar

  10. 2 Março, 2015 12:25

    vitorcunha,

    Não pensei ver este assunto postado aqui.

    Mas vamos lá a ver: O Costa é uma trampa, o Sócrates um Bandido, o Jerónimo um comuna, mas uma coisa é certa. Passo NÃo pagou á Segurança social durante 5 anos e ponto final.
    Se juntarmos a isto o esquecimento de que recebeu os 5000€ por mês durante não sei quanto tempo da Tcnoforma. O nosso 1ª ministro é no mínimo um pequeno delinquente, já que há na quadrilha bandidos encartados. Arlindo Carvalho é um deles…

    http://expresso.sapo.pt/o-ex-ministro-que-pede-536-milhoes=f780759

    Gostar

    • 2 Março, 2015 12:28

      A facilidade com que algumas pessoas neste país atribuem títulos como “bandido”, “quadrilha”, “delinquente” não deixa de me surpreender.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 12:53

        Tirando “bandido”, “quadrilha”, “delinquente” A discussão não é essa. Baldou-se ou não se baldou???

        Gostar

      • 2 Março, 2015 12:59

        Não tenho acesso às contribuições do Passos. Isso é uma pergunta para quem tem acesso. Por exemplo, eu sou só soube que o Diogo Infante era gay quando ele disse numa revista que tinha casado com um gajo.

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        2 Março, 2015 15:28

        a facilidade resulta do facto de se verem ao espelho.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 19:03

        vitorcunha

        Para quem acusa os outros de fugirem ao tema, esta foi mesmo completamente ao lado.

        Tiradentes

        Com espelho ou sem espelho, podem ser os melhores do mundo…mas garanto-te, não me chegam aos calcanhares.

        Gostar

    • Nuno permalink
      2 Março, 2015 12:40

      Percebe a diferença entre SS e impostos? Nesses 5 anos o Passos pediu baixa por doença, subsídio de parentalidade, subsídio de desemprego, alguma prestação social? Se não tivesse pago agora, com juros, esses anos contavam para a sua reforma?

      A segurança social é um seguro, obrigatório, mas um seguro. Quem não paga, perde os direitos que o seguro lhe confere. Quem paga atrasado, para recuperar os direitos, tem que pagar juros.

      E já agora, acha que uma pessoa com a ambição de ser primeiro ministro se queimava conscientemente por 80€ por mês? Tem noção do ridículo de chamar a atenção para os 80€ por mês de SS no mesmo comentário em que o acusa de receber 5000€ por mês?

      Gostar

      • 2 Março, 2015 12:41

        E em quantos milhões prejudicou o Estado a besta do Edmundo que é o responsável pelo rombo?

        Gostar

      • 2 Março, 2015 12:57

        Nuno

        Pode ter razão em tudo o que diz…O que eu pergunto acima é se : Pagou ou não pagou???
        Sobre a ambição do nosso 1º , pois…

        Gostar

      • Nuno permalink
        2 Março, 2015 14:34

        Não tinha pago. Durante 5 anos não pagou.

        Quando foi notificado 10 anos depois, pagou com juros apesar de já ter prescrito.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 14:39

        Não há-de ter pago com juros porque se fosse com juros nunca seria esse montante.

        Houve o perdão fiscal dos juros e ele deve ter pago em função disso.

        Ou seja- pagou uma dívida prescrita mas sem os juros.

        É como se fosse uma contribuição livre do próprio.

        Conta para a reforma.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 14:41

        Aliás, foi aí que o Marcelo mostrou que nem percebe o mais básico de Direito Fiscal.

        Uma dívida prescrita não se paga, disse ele e falou de dívida como se fosse ao fisco.

        Mentira- Não se paga por juros a dívida mas pode-se fazer pagamento desses anos para a reforma.

        É como descontar livremente depois de reformado. Pode aumentar o montante.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 14:42

        Outra coisa- o tempo que não pagou pode ser maior. O que a lei diz é que tudo o que é superior a 5 anos prescreve automaticamente.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 19:05

        Nuno,

        Não pagou ponto final e essa é a discussão.

        Gostar

  11. 2 Março, 2015 12:47

    Zazie,

    Aponte a sua artilharia para outro ou outra.
    vc. acha que eu “represento” e respondo por outros ?

    Gostar

    • 2 Março, 2015 13:07

      V. representou e respondeu por outros nesse caso do artista.

      Ponto.

      Se não quer ser lobo não lhe vista a pele.

      Não pode andar a defender tudo e o seu contrário e depois ainda se queixar por cima

      Gostar

      • 2 Março, 2015 13:10

        Mas quem é que eu “defendi” ou “representei” ?

        Gostar

      • 2 Março, 2015 13:12

        Aquele fotógrafo que acabou por nem aceitar o prémio porque tinha dívidas à segurança e ao fisco e só o podia receber se pagasse primeiro.

        V. sabe quem é porque foi caso muito falado e v. defendeu a excepção artística como um direito de ungidos.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 13:14

        O Paulo Nozolino.

        Quer que vá buscar as suas palavras online? calava-se num instante.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 13:16

        Olhe aqui a sua apologética à boa da fuga fiscal do artista.

        https://blasfemias.net/2010/07/03/vale-a-pena-ler-na-integra/

        Gostar

    • 2 Março, 2015 13:09

      Aliás, isto é uma merda de caca comparada com todo o saque daqueles em quem sempre votam.

      E outra coisa- parecem mesmo fazer figurinha de virgens porque, se gostam assim tanto do alterne democrático, com esta maltosa toda a ir a voto, queriam depois ética de ungidos?

      Se calhar é isso- dizem mal da monarquia e da ética facista mas depois cobram partidariamente os que não têm essa ética que só houve no tal famigerado facismo.

      Gostar

    • 2 Março, 2015 13:20

      zazie 22,

      Desconheço em absoluto se o Prémio AICA atribuído postumamente, envolve dinheiro para herdeiros ou instituição à qual o distinguido esteve ligado.
      O Paulo procedeu muito bem !

      Já se sabe: As finanças, não pagam sem comprovativos em como o cidadão está “de bem” com o Estado: se é ou não devedor, mais Segurança Social, comprovativo de residência, etc, etc.

      Mas…Uma pessoa é premiada, pela AICA/MC, e tem que comprovar que está “de bem” com o Estado ?

      …Apetece perguntar aos senhores das finanças e, da DGArtes:
      Os gestores de empresas estatais, da CGD, do BPortugal, que recebem chorudos prémios; os políticos que são beneficiados com senhas de presença, de representação, etc, etc, também são taxados ?

      Gostar

    • 2 Março, 2015 13:21

      Quer que eu vá buscar mais ou já refrescou a memória?

      https://blasfemias.net/2010/07/03/vale-a-pena-ler-na-integra/#comment-283274

      Gostar

      • 2 Março, 2015 13:33

        O prémio atribuído e muito bem ao PNozolino (só comparticipado, logo, não totalmente pelo Estado) é de iniciativa privada: AICA.
        O cheque ou o depósito na conta do premiado é efectuado pela AICA.

        O Estado imiscuíu-se por falta de pagamento duns impostos. PN rejeitou recebê-lo, por isso.
        Entendo que o Estado (“pessoa de bem”, sempre cumpridor como se sabe…) não devia intrometer-se no caso.

        Não defendi a fuga ao fisco. Dei uma opinião.

        Gostar

  12. Almeida permalink
    2 Março, 2015 13:02

    Sim, esperemos que as coisas sejam simplificadas. Do mesmo modo que só houve choros com os abusos da prisão preventiva, depois do Sócrates ter sido preso. Mas, até lá, devem comer todos pela mesma medida. Ora, se houve gente com a casa penhorada por dívidas de cento e poucos euros, se a norma para erros das finanças é pagar primeiro e protestar depois, se a nenhum cidadão é dado o direito de “desconhecer” ter que pagar, qual é a dúvida de que o Coelhinho tem que levar no lombo?

    Gostar

    • 2 Março, 2015 13:04

      Também tem dívidas às finanças?

      Gostar

      • 2 Março, 2015 13:10

        São analfas. Nem sabem para que serve a segurança. Há-de ser tudo funcionário público porque esses é que nem precisam de tratar de nada.

        Gostar

    • Almeida permalink
      2 Março, 2015 14:05

      Zazie:
      Se alguém parece ter espírito de funcionário público, bem aconchegada nos favores das chefias, é você. O comum dos mortais, não tem direito a excepções. Pelos vistos, você defende-as.

      vitorcunha:
      Sim, já me vi “grego” para pagar algumas e não foi preciso que me dissessem que tinha que as pagar. Também já protestei cobranças indevidas e a regra foi a que referi acima: pagar primeiro, protestar depois. Alguma dúvida?

      Gostar

      • 2 Março, 2015 14:19

        ò grande besta, onde é que eu defendi privilégios, meu monte de esterco?

        Cada um sabe de si. Não paguei e nem devia ter de pagar, só por coisas porque eram falsos recibos verdes.

        Se fosse FP como tu tinha tudo tratado e nem precisava de me preocupar com nada- incluindo com cobrar dívidas e fazer o que lhes compete.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 14:20

        Tu devias era pagar imposto extra por tanta poluição das imbecilidades que largas.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 14:23

        Imbecil- uma entidade tem obrigação de cobrar dívidas. Se durante 5 anos o imbecil do Edmundo não soube cobrar dívidas com juros, isso traduz-se por ser o responsável por milhões em falta para o Estado – e com juros de mora.

        4 mil euros ao pé do rombo dele não são nada. Quem não paga corre o risco de ser apanhado e pagar com juros um brutalidade.

        O Coelho tal como milhares de tugas escaparam porque a dívida prescreveu. E isso é responsabilidade da besta que vive de tachos e ainda tem a lata de defender a fuga de informação.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 14:24

        Ele escapou de receber para ele próprio uma quantia maior para a reforma.

        é este o crime, ó imbecil.

        Já o Edmundo, em nome do bom do profissionalismo de funcionário de tacho estatal, é o responsável pelo rombo da prescrição de milhares de dívidas.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 14:27

        Mais- eu já contei como essas bestas mandavam cartinhas para casa com os escalões.

        Colocavam o escalão, mais o montante de descontos para IRS e acrescentavam- zero nos descontos para a Segurança.

        Uma entidade que faz isto é que devia ir de cana porque só mongos podem mandar cartas assim.

        E mandaram porque também a recebi- Está a zeros mas não deve nada.

        Era isto que diziam.
        Que é que se faz com isto?

        Empurra-se com a barriga, como está mais que visto.

        Gostar

      • Almeida permalink
        2 Março, 2015 15:03

        Você é burra todos os dias! Veja a sequência de comentários e perceba o que disse e onde colocou a sua “zazisse”!

        Gostar

    • 2 Março, 2015 14:47

      Olha aqui ó analfa- aquele texto do prémio é copiado de janelas de comentários e quem o disse foi o MJRB, não fui eu.

      Phónix que há patrulheiros mais besta que até mete dó. Este nem percebe que é uma transcrição de palavras do outro. Segue o link, ó pascácio e enfia a viola no saco

      Gostar

      • 2 Março, 2015 14:47

        Aqui, ó Almeida que nem para varredor tem préstimo:

        ttp://blasfemias.net/2010/07/03/vale-a-pena-ler-na-integra/#comment-283274

        Gostar

  13. 2 Março, 2015 13:09

    Bolota,

    PPCoelho esclareceu o caso há cerca de 30′.
    Convenceu-me mais ou menos, embora certamente não chegando para o cidadão comum e irado com este governo (votante apartidário ou da “esquerda” à “direita”) que por certo não quer saber das suas explicações.

    Entretanto, Bolota, surgiu por aí um caso ACosta mais imobiliário, etc..

    Gostar

  14. manuel permalink
    2 Março, 2015 13:24

    Por princípio, devo insistir que, para trapalhadas consecutivas até chegar a Évora, já me chegou o 44. Para que não levemos com o Costa (quase Certo) o PPD/ PSD devia abrir de imediato a sucessão no partido e eleger um candidato a 1º Ministro decente. Veremos se Passos pensa mais nele e nos seus boys que no interesse dos portugueses. Em 5 meses muda-se de líder e vai-se a eleições com uma cara lavada e não teremos de levar com Catarinas, Rui Tavares, Costa e Marinho Pinto, este, grande defensor do 44.

    Gostar

  15. SuperGay permalink
    2 Março, 2015 14:03

    Ih tantos pets especialistas! Faço ideia o que fazem na putinha da vida e como a pagam.

    Gostar

  16. murphy permalink
    2 Março, 2015 14:09

    Levamos já 3 dias com os telejornais a abrirem com esta notícia… imaginem que Passos Coelho, há alguns anos, tinha tentado interferir num caso judicial recorrendo, por hipótese, aos seus contactos na PGR e na Presidência da República para ajudar um seu camarada sob investigação…

    http://jornalismoassim.blogspot.pt/2014/09/corolario-da-esquerda-boazinha-vs.html

    Gostar

  17. anti-comuna permalink
    2 Março, 2015 14:25

    A Direita está a cair na casca da banana da ralé, que fez escola com Sócrates e voltou de novo com António Costa.

    Ouçam bem o que disse o Marinho Pinto desta gente que se apossou de novo do PS:

    E enquanto se discute se o gajo devia ou não ter pago contribuições para a Seg. Social, se à época era ou não facultativo, se esquece que o jornalista tinha esta informação desde pelo menos Novembro de 2012 e calou-se. Se esquece que o tal acusador, membro da ralé que tomou conta do PS, foi incompetente por ter havido cidadãos que não teriam pago as suas contribuições para a Seg. Social mas não foram notificados nem tão pouco cobrados esses valores. Mas o mesmo incompetente que teve os serviços da Segurança Social ao deus dara arma-se agora em acusador e, mais grave ainda, parece ter na sua posse elementos pessoais de contribuintes que lhe deveriam estar vedados. Podendo fazer chantagem sobre cidadãos Portugueses, que poderiam ou não estar em falta com as suas contribuições para a Segurança Social, mas hoje podendo ser alvos de chantagem, e não apenas política.

    Mais grave ainda é que, face à implosão da má estratégia política de António Costa, surge esta noticia na imprensa amiga, denotando que estamos a viver uma situação pidesca, que nem nos tempos do Estado Novo seria possível conhecer. Esta ralé manobra assim o país, pode fazer chantagem sobre os cidadãos, lança a lama sobre os cidadãos e pratica actos verdadeiramente simbólicos da face negra da actividade política. Estes métodos, importados dos USA pela ralé de Sócrates (o Alfredo Barroso disse-o como eles funcionam) estão hoje de novo a ser praticados pela troupe de António Costa.

    A Direita está a discutir o assunto errado. Que é. Usar-se os serviços do Estado para perseguições políticas e com dados de natureza privada, que deveriam ser reservados, estão a ser usados por um partido político. Métodos pior que os pidescos. O que dveeria ser discutido é. Como é que um partido político tem acesso a dados pessoais reservados aos serviços do Estado. E como é que um jornalista escondeu a informação e só a utilizou quando António Costa implodiu politicamente?

    Gostar

    • 2 Março, 2015 14:48

      Naturalmente há funcionários em todos os departamentos do Estado ou das autarquias, com opções partidárias.
      Passam por eles, também assuntos, casos, “espantosos”, “incriminatórios”. Não lhes ligam ou relatando-os, pedem segredo a pessoas de confiança. Outra hipótese: retiram provas e…apresentam-nas a alguém (igualmente de confiança) ou ao partido. Simples. Com, ou sem consequências e usos.
      No caso vertente: alguém pediu a alguém (DENTRO DA SSOCIAL) provas incontestáveis dos incumprimentos de PPCoelho, para as exibir aos tugas. Está, neste caso muito melindroso para o cidadão comum e cumpridor, a vencer.
      Eleitoralmente o P”SD” está novamente a perder. Que se cuide.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 14:54

        Mas isto é assim? Ó Fagundes, arranje-me aí as contribuições do Coelho para eu mandar para o jornal do meu amigo, que só publica isso quando me der jeito?

        Shakespeare escreveu sobre isso (mas não se chamava Fagundes).

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        2 Março, 2015 15:04

        Caro MJRB, não percebi o seu ponto.

        “Naturalmente há funcionários em todos os departamentos do Estado ou das autarquias, com opções partidárias.”

        Está a querer dizer que é normal que os partidos políticos, sejam eles quais forem, podem usar os serviços do Estado para se apropriarem de informação para chantagearem os cidadãos? Eu sei que Vc. sabe e não é ingénuo, que há situações perigosas em Portugal, mas Vc. não me vai dizer que aprova esses métodos. Por alguma razão, o Salazar exigia determinada ética ao funcionalismo público. Quer dizer que em Democracia podemos usar estes métodos pidescos para atacar os nossos adversários políticos?

        Note bem o que Vc. parece querer defender. Que um funcionário público, em vez de proceder a diligências na defesa do Estado, cobrar contribuições para a Segurança Social, fecha os olhos, faz de conta que se esquece e, mais tarde, faz chantagem sobre o cidadão. Neste caso política.

        Ainda mais grave, sabe?, estou também convencido que esses tais descontos que acusam Passos Coelho de não pagar, eram mesmo facultativos. E de tal forma, que quem não os pagava é que era penalizado pela sua reforma mais baixa no futuro. Daí que, sendo facultativo, cabia ao cidadão escolher entre descontar para a Segurança Social do Estado ou ser penalizado no futuro, nas suas pensões de reforma. Estou mesmo convencido que era facultativo esse pagamento e era essa a interpretação da Segurança Social. Não era obrigatório mas opcional.

        O que me deixa surpreendido não é o tal esquecimento ou não do pagamento dessas contribuições para a Segurança Social. Mas haver partidos políticos que usam essas falhas administrativas com o objectivo político de queimar um adversário. E se isto pode ser usado para queimar um adversário político, quem me garante que, amanhã, me bate à porta um garoto que me pede dinheiro para calar uma evetual dívida ao Estado?

        E ainda mais surpreendido é saber que, o tal jornalismo livre, usa essa informação, não com critérios jornalisticos, mas políticos e a favor do António Costa. Daí que me ocorre uma série de questões. É verdadeiramente livre o jornalista em causa? Ou também é uma dos cidadãos vítimas destes métodos tenebrosos de fazer política?

        Note que eu não coloco em causa o jornalista em si. Mas porquê só agora usar essa informação? Está a ser alvo de alguma chantagem também? Não estará a ser vítima de chanatgem que lhe faz prestar serviços involuntários a um partido político?

        Uma coisa eu sei. Tenho muito medo deste tipo de Estado e jornalismo. Hoje é o Passos Coelho, amanhã posso ser eu. Foi para isto que eles tanto lutaram pelo poder do Estado? Usarem o Estado com objectivos de perseguição ao cidadão? São estes os métodos que fazem agora escola em todo o Portugal. Pois eu tenho muito medo. Isto comparado com o que a PIDE fazia não há demasiadas diferenças, com a excepção da prisão fisica e das torturas. Mas tortura maior que ter um partido político ou quem sabe mais?, que este tipo de métodos chantagistas?

        Penso que o meu amigo irá mudar de opinião, quando meditar a sério no que escreve. Pode um dia ser Vc. o alvo e não vai gostar mesmo nada, como compreende.

        Gostar

      • Bolota permalink
        2 Março, 2015 21:18

        vitorcunha,

        Mas não seria suposto o Passos ter pago nem que fosse ao Fagundes??? A porra é que nã sabia. Estes artistas prestam-se a cada papelão.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 21:26

        Um dia, o violador de Telheiras encontrou uma senhora na fila do supermercado. Faltavam 20 cêntimos à mulher para pagar as três latas de leite em pó para o filhinho, que não cresce, coitadinho, pelo pouco valor nutritivo do leite da mama da senhora, que se alimenta apenas com pepinos e pão seco. O violador de Telheiras deu-lhe os 20 cêntimos e ela agradeceu profusamente. Cá fora ele violou-a. Pergunta: era suposto ela devolver os 20 cêntimos? São estes dilemas que motivam o meu intelecto.

        Gostar

      • Bolota permalink
        2 Março, 2015 23:39

        O vitorcunha empolgado ninguém o para. Volta e meia trás á
        baila uma situação de sexo brutal sem que se saiba bem porquê…

        Gostar

  18. Observador permalink
    2 Março, 2015 14:39

    E agora, o que vai dizer Passos Coelho à Merkel? Portugal não é a Grécia! os gregos fogem às suas obrigações e nós, não sabemos que as temos!…vão lá gozar o Camões!

    Gostar

    • 2 Março, 2015 14:44

      Obrigação do próprio poupar para si próprio. è isso a segurança e mais pagar reformas e RSI a quem nunca descontou.

      Gostar

  19. Ricciardi permalink
    2 Março, 2015 14:53

    Já se percebeu (não era preciso ser bruxo) que PPC não se vai demitir. Nem ele nem outro qualquer politico o fará neste país. Seja ele de que partido for.
    .
    Se fosse na alemanha, na escandinavia ou noutro qualquer país sem esta afficion partidária básica, em espirito bairrista de clube de futebol, teria apresentado de imediato a demissão.
    .
    Um PM que não pagou contribuições não teria, e não tem, condições de se manter no poder.
    .
    E se ele não enxerga isso, deve ser o presidente da republica a fazê-lo.
    .
    A bem da nação e do PSD.
    .
    Na verdade se o PSD+CDS ganharem as eleições cairá o governo constituido à primeira moção de censura.
    .
    Portanto, estamos a perder tempo. Para prejuizo do país.
    .
    Mudar a liderança no PSD era uma boa coisa. Se fosse já, mas mesmo já, melhor.
    .
    .
    Rb

    Gostar

    • 2 Março, 2015 14:55

      Não tema. Está previsto que o número 2 do Sócrates ganha as eleições, não é preciso perder a cabeça por isso. Você tem calma.

      Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 14:59

        Pois eu acho que ainda se está a tempo de contrariar essa sua previsão. Com calma a mais, perder-se-à para o tal nº 2.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 15:02

        Não é a minha previsão. Eu limito-me a articular o que pensa o homem comum extremamente bonito.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 15:00

        Este está cada vez mais faccioso.

        Já nem dá para ler o que bolça.

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:03

        Vitor é para si esta boca do faccioso. Vc acha que não, mas eu tenho a certeza. Se é a Zazie que o diz, quem sou eu para desmentir.

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:04

        Vê-se mesmo que és de Lisboa Zazie. No norte diz-se bouça. O bebe tá bouçari, bai lá homem.

        Gostar

    • manuel permalink
      2 Março, 2015 14:55

      E do PP também.

      Gostar

    • 2 Março, 2015 15:02

      Demissão devia ter o Edmundo que o irresponsável por ter deixado prescrever milhares de dívidas.

      Esta treta é um benefício para o próprio. Não são os 24 milhões que é calúnia porque foi um empréstimo e quem diz o contrário está tomado pelo Mal e pela fuga do segredo de justiça.

      Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:06

        Esse já foi. Mas parece que até foi teu amigo. Tambem prescreveram as tuas dividas, ou foste penhorada como um comum mortal?

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:09

        Eu gosto do argumento da dimensão da fraude. Fica-te bem o esforço, mas é ridiculo. Já estou como o outro, roubar por roubar que seja aos milhões. Roubar migalhas de quem delas não precisa é coisa de avarentos.

        Gostar

  20. 2 Março, 2015 15:08

    VC, 14:54,

    “Isso” pode ter sido assim. Naturalmente assim, dadas as circunstâncias, os visados e as características delatórias de percentagem avultada dos tugas.
    Ou, alguém fez chegar já há algum tempo, ao “chefe” ou ao partido, essas provas. Agora usadas.

    Gostar

  21. Alexandre Carvalho da Silveira permalink
    2 Março, 2015 15:08

    Lá no Syrisa, fumam mas não inalam…

    http://observador.pt/2015/03/02/cerco-a-tsipras-acordo-nao-sera-sujeito-a-votacao-no-parlamento/

    Gostar

    • Bolota permalink
      2 Março, 2015 21:23

      Alex,

      A discussão não é essa. Aqui tratasse da falcatrua do Passos para com a S.Social. Mais um distraido

      Gostar

  22. Ricciardi permalink
    2 Março, 2015 15:11

    Eu só quero mesmo saber como é que PPC conseguiu pagar uma divida prescrita. Só se mudou recentemente a coisa. Porque dividas prescritas à SS ou ao fisco não era susceptiveis de serem recebidas pelos serviços respectivos.
    .
    Se alguém sabe se houve alteração que me diga.
    .
    Rb

    Gostar

    • 2 Março, 2015 15:16

      És burro. és analfa.

      Se não fosses burro nem analfa sabias que uma dívida só prescreve por incompetência de quem é responsável por a cobrar.

      E sabias que prestações para a Segurança Social, são contribuições que têm por função contribuir para o próprio quando já não trabalhar.

      Portanto, qualquer pessoa, incluindo um reformado, pode por livre vontade contribuir para si mesmo.

      Ele conribuiu em 4 mil euros para a reforma dele e sem juros porque quem deixou escapar os juros e as prestações a milhares de portugueses foi o pascácio xuxa que tornou pública esta treta.

      v.s,s os xuxas, só sabem dar tiros nos próprios pés.

      Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:26

        Faz um teste e perceberás. Vai lá à SS e diz que tens uma divida e que já prescreveu. Inventa. E depois vê se aceitam o pagamento.

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:28

        Vcs os xuxas.

        ahahahahaha

        ahahaahahah

        Tribalismo tribalismo para onde levas a razão.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 15:39

        Sim.

        Eu fui apanhada e podia ter feito o mesmo. Eles mandam os anos todos em falta e com o valor à frente. Incluindo o que já prescreveu.

        Tu não és xuxa, és pior, és um hipócita faccioso que odeia o Passos Coelhe e para isso até és capaz de fazer choradinho e ganir por causa do inocente do 44.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 15:45

        Fui apanhada pelos mesmos anos em falta que ele foi.

        tal como milhares e milhares de portugueses.

        Não conheço uma única pessoa a recibos verdes que não tenha falhas de contribuição para a Segurança.

        V.s os africanos não precisam de saber nada disto. nem v.s nem os funcionários públicos.

        Porque é uma treta que tanto se paga como não se paga, conforme coincida ou não com contrato com empresa.

        provavelmente a empresa do padrinho das arábias dele também o enganou. Disse-lhe que era aquilo qeu não era para dar status e fazer cv e na volta nem descontavam para a segurança social.

        Como ele deve ter aberto actividade para essas cenas, acabou por ser o responsável pela dívida.

        A mim aconteceu-me algo parecido com empresa que também se baldou e nunca me disse nada.

        Quem estava a zeros era eu. Como também tinha recibos a dívida passou a ser minha.

        Empurrei com a barriga e não paguei a mim própria a contribuição para a minha própria reforma.

        è disto que se trata uma dívida á segurança. Nunca devia nada ao fisco e o fisco trabalhava tão bem quanto a Segurança.

        mandavam-me cartas a atribuir escalão e a informar que estava a zero em contribuições para a segurança, apesar de ter os impostos em dia.

        Portanto, se me diziam que estava a zeros e não devia nada, quem era eu para dizer o contrário e ir lá pagar o que não me era pedido?

        Gostar

      • Filipe permalink
        2 Março, 2015 22:50

        Eu trabalho em coisas, temos contratos incobráveis há mais de 20 anos, tudo lixo, mas mesmo sem efeitos na personalidade devedora, se quiser pagar, a divida está aqui.

        Gostar

  23. 2 Março, 2015 15:23

    caro anti-comuna, 15:04,

    Leia bem o que escrevi, 14:48.

    Não duvido que há quem forneça informações a instituições ou a partidos, e não só…

    Obviamente não defendo prevaricações. Nem perseguições.

    Claro que isto é para “queimar” eleitoralmente PPC e o seu partido.
    Repito: este caso SSocial sensibiliza imenso o cidadão comum, cumpridor e, que desconta para a SS. O P”SD” está a perder apoios e votos por causa disto.

    Começou o tiroteio partidário a sério. Vai valer (quase) tudo).

    Gostar

    • manuel permalink
      2 Março, 2015 15:40

      Claro MRBB. O fisco e a SS são de uma violência atroz sobre os relapsos e bem, mas também sobre os ignorantes inocentes que, infelizmente na nossa terra, são a maioria. As pessoas reagem muito mal e interrogam-se legitimamente sobre a natureza dos partidos que apresentam a 1º ministro exemplares como Sócrates e Passos? Isto não é uma democracia é uma cleptocracia e como bem disse a PGR, existe no estado uma rede instalada para utilizar o mesmo em proveito próprio, ou seja, corrupção quase sistémica.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 15:48

        De acordo consigo e com JMVidal.
        Mas apesar de tudo e de certa cleptocracia, ainda estamos num país onde a democracia impera. Só os cidadãos poderão preservá-la e melhorá-la.

        Se surgir mais um caso provado sobre PPCoelho ou PPortas, ACosta (também que se cuide…) vence “de caras” as legislativas.

        Gostar

    • anti-comuna permalink
      2 Março, 2015 15:41

      Eu reli mas dá-me a impressão que aceita que valha tudo e, pior ainda, se inverta o ónus da prova. Isto é, o Passos Coelho foi alvo de uma falha administrativa, informa-se junto dos serviços e parece que lhe é dito que nada deve. Mais tarde, parece que afinal os serviços descobrem uma dívida incobrada, não notificada. Que, por acaso, há quem tenha essa informação ao seu dispôr e a fornece a um jornalista. Que, por azar, só a usa essa informação após a implosão da estratégia política do António Costa. Ou seja, na prática, livremente ou involuntariamente, ele está a ser manipulado por alguém, para atacar um cidadão.

      Note bem a perfidia disto tudo. Um gajo que é responsável pela Segurança Social terá fechado os olhos a uma falta do Passos Coelho, calou-se bem caladinho, deixou o tempo correr e, mais tarde, usa essa sua incompetência para atacar o cidadão. O culpado faz-se de acusador e transforma o inocente num criminoso. Esá a ver a inversão dos papeis?

      E isto ainda levanta ianda mais questões. Quantos por esse país fora não estarão a ser vítimas deste tipo de mau comportamento dos zeladores do Estado? Quantos? Não se sabe mas vê-se já neste caso, uma inversão total de papeis. O “criminoso” passa a acusador e a vítima a criminoso.

      Não devia valer tudo em política. E note bem o que lhe vou dizer. O Passos Coelho não irá perder nenhum voto com este caso e, pior ainda, deverá ganhar ainda mais votos. Pois as pessoas podem ser enganadas mas também desconfiam quando surgem epifenómenos políticos associadas a estratégias políticas suicidas do António Costa. Repito novamente. O Passos Coelho não perderá um único voto com este caso e se souber explorar bem o caso, pode até ganhar ainda muitos mais votos. É só ele dizer que o António Costa é a face negra da actividade política e que está a usar métodos vergonhosos para disfarçar a sua incompetência à frente do PS.

      Vc. acha que o Sócrates perdeu algum voto com as campanhas na imprensa contra ele? Ele voltou a ganhar as eleições em 2009! 😉

      Gostar

      • 2 Março, 2015 15:49

        É pá, completamente. Toda a gente que anda a recibos verdes está a par desta merda.

        Isto é só para funcionário público ganir e fazer a onde pelos coitadinhos dos indigentes de RSI que nem descontam mas choram e mamam.

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        2 Março, 2015 15:51

        Só para o relembrar, caro MJRB, como esta estória ainda está muito mal contada:

        “Segundo o gabinete de Passos Coelho, o jornal insiste em “especulações infundadas” sobre a situação contributiva do primeiro-ministro, esclarecendo que “em 2012, quando foi confrontado por jornalistas com dúvidas sobre a regularidade da sua situação contributiva”, o líder do Executivo “questionou o Centro Distrital de Segurança Social de Lisboa sobre a existência de qualquer dívida, mesmo que prescrita, referente ao período em que exerceu atividade como trabalhador independente”.

        De acordo com o comunicado, Passos Coelho recebeu uma resposta da entidade por escrito assegurando a inexistência de dívidas, informação que foi confirmada depois através de uma consulta ao site Segurança Social Direta.

        Garantindo que o primeiro-ministro nunca foi notificado pela Segurança Social, o gabinete de Passos Coelho explica que já este ano o governante voltou a obter a confirmação do Centro Distrital da Segurança Social, que na resposta realçou que estava apenas registada a quantia de uma dívida 2.880,26 euros (acrescida de juros de mora à taxa legal em vigor), já prescrita em 2009.”

        Ler mais: http://expresso.sapo.pt/gabinete-de-passos-coelho-fala-em-especulacoes-infundadas-sobre-dividas-a-seguranca-social=f912901#ixzz3TFBhYesE

        Note-se bem que a dívida emergiu após o Passos Coelho ter recebido uma informação que nada devia. Mais tarde então surge a… Dívida.

        Portanto, se ele souber aproveitar isto politicamente, não apenas ganha mais votos como lhe dá a oportunidade para atacar a ralé que rodeia o António Costa.

        Gostar

      • Simão permalink
        2 Março, 2015 16:19

        “Isto é só para funcionário público ganir”

        E, também, qualquer trabalhador por conta de outrem no Sector Privado.
        Têm tanta trabalheira como os da FP. 🙂
        Quem se lixa são so dos “recibos”. Sempre

        Gostar

      • Luís permalink
        3 Março, 2015 07:59

        Os recibos verdes são sugados até aos ossos com impostos.

        Não compensa ser trabalhador independente em Portugal e em certas profissões existe sempre a possibilidade de arrendar um quarto noutro país europeu para ter residência fiscal e trabalhar a partir de Portugal, mas pagar impostos lá fora! São as vantagens das novas tecnologias!

        Gostar

  24. Ricciardi permalink
    2 Março, 2015 15:24

    -Mas eu quero pagar, está ouvir?
    -Prescreveu amigo. Guarde a massa.
    -Mesmo assim. Eu quero muito.
    -Não pode ser. O sistema não permite pagar não dividas.
    -Porra encare isto como um donativo
    -Não aceitamos donativos. É contra a lei.
    -Porra, se não pagar o povo vai pensar que eu sou salafrário.
    -Olhe, pensasse nisso antes de prescrever a divida.
    -Hummm, quero falar com o seu chefe.
    -Chefe o Pedro quer falar consigo.
    -Chefe, eu quero pagar uma divida que prescreveu.
    -Não pode amigo Pedro. É a lei.
    -Mas não encontra aí um buraquinho na lei que me permita pagar?
    -Encontro, mas isso requer autorização do director de serviço. É preciso meter umas passwords no sistema para introduzir à martelada o seu pagamento.
    -Chame o director
    -Director o Pedro quer que usemos a sua password para…
    -Pedro, meu amigo, como estás. Acabei agora de receber um telefonema do Mota.
    -E então?
    -Então vamos introduzir a passwordezinha no sistema. Vai poder pagar.
    -Graças a Deus.
    -Aquele lugar se secretário de estado ainda está em aberto?….
    .
    Rb

    Gostar

    • 2 Março, 2015 15:26

      Você é humorista português ou só acha que os outros todos é que são humoristas portugueses?

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      2 Março, 2015 15:39

      É burro ignorante e ainda acha que tem graça.
      Já dei assistência a umas dezenas de clientes a quem fiz precisamente isso…pagamento de dívidas à SS prescritas.

      Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:42

        Assististe mal os teu clientes. Eu não queria assistência desse calibre.

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:44

        No caso do PPC eu compreendo que ele quisesse muito pagar por questões de imagem politica. No caso de pessoas comuns não vejo como pagar uma divida prescrita. Uma divida prescrita não existe. Como bem disse o Marcelo Rebelo de Sousa. Bem, pelo menos era assim há uns anos.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 15:50

        Diga aos gajos da segurança social para removerem aquela informação errada lá no site. Dizem lá que se pode fazer prestações voluntárias.

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:56

        Descobra lá a diferença caro Vitor, vai ver que consegue, entre pagar uma divida prescrita e fazer uma contribuição voluntária. É que a prescrição anula a divida.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 16:00

        Quem disse que ele pagou uma dívida que prescreveu? Não leia ou ouça disso, que faz mal.

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 16:18

        Ele próprio disse que foi lá pagar a divida prescrita. Ora, isso não é verdade. Fez, isso sim, ao que parece uma contribuição voluntária. Como podia ter feito um seguro. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. A divida não foi paga. Ponto. E não foi paga porque não se pode pagar aquilo que não está em divida, por prescrição.

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        2 Março, 2015 19:41

        Continuas a ser burro. Eu só o fiz depois de demonstrar aos meus clientes quais as vantagens e/ou desvantagens do pagamento das dívidas.
        Ao contrário da tua chico espertice eles perceberam que pelo facto de “pouparem” umas poucas dezenas/centenas de euros (conforme os casos) no momento iriam perder anos de contribuição na contagem para o seu tempo de reforma.
        Naturalmente como tu és um gajo esperto, com esse dinheirinho iás pagar umas cervejolas aos amigos vangloriando-te que terias dado o “golpe”.Tu e o PPC, são da mesma estirpe.

        Gostar

    • 2 Março, 2015 15:52

      Imbecil.

      Eles mandaram-me uma guia com o valor total da dívida, incluindo o montante discriminado dos anos que já tinham prescrito.

      tinha uma referência multi-banco. Podia ter pago o que estava prescrito porque à frente estava o valor com juros e sem juros.

      Sem juros era contribuição livre para a segurança. se eu quisesse,

      Com juros era o que os animais perderam para o Estado por não terem cobrado a tempo.

      Vinha outro valor do que estava a descoberto.
      Só paguei a descoberto porque sim. Podia ter feito como ele e pago 5 anos prescritos de valor de descontos meus para a minha segurança social.

      Percebes ó burro ou tens de meter explicador?

      Gostar

      • 2 Março, 2015 15:54

        Mais. Como aquilo demorou até eu pagar. Quando pedi segunda via para o fazer já estava mais barato porque tinha prescrito mais um mês

        Aahahahhahaah

        Função pública é isto. O chefe deles é o cabrão que denunciou a sua própria incompetência e irresponsabilidade, sendo ele o responsável máximo por zelar por pagamentos.

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:55

        Não pagaste.
        Se pagasses não ia para pagamento de divida prescrita, mas sim para a tua reforma como se fosse uma contribuição voluntária nova. São coisas distintas. Qualquer tipo pode fazer contribuições voluntárias (sob certas condições).

        Gostar

      • 2 Março, 2015 16:00

        Eu não disse que ia a pagamento de dívida prescrita.

        Ia a pagamento de anos em falta que contam para a reforma.

        Ainda cá tenho o papel.

        Eles discriminaram tudo- o montante dos valores e o montante de dívida por cada valor.

        Incluindo os prescritos. Podia ter pago os prescritos sem ser como dívida, como é mais que óbvio.
        Uma dívida se prescreve deixa de o ser.

        Mas estã discriminado o valor que seria se pagasse com juros e o montante que ficou por ser feito durante esses anos.

        Ele deve ter pago o montante porque não há_de ser estúpido.

        Isto é uma merda de caca que só gente de caca se pode agarrar a ela.

        Gostar

  25. Ricciardi permalink
    2 Março, 2015 15:46

    Tambem não percebo bem que idiota poderá ter alterado essa lei. Que idiota poderia imaginar criar uma lei que permita aos contribuintes pagar uma divida prescrita?

    Fico a imaginar e não encontro fundamentos lógicos. Mas tudo é possivel.

    Gostar

    • 2 Março, 2015 15:56

      Foi um idioata melnos idiota que o idiota xuxa que limpou todas as dívidas ao fisco.

      Não te lembras?

      Eu lembro-me até de terem inventado a possibilidade dos artistas plásticos pagarem com obras ahahhahahah

      De tempos a tempos, quando os xuxas levam esta treta á beira da bancarrota lá têm de dar perdão de juros de mora para fazerem entrar dívidas que não souberam cobrar a tempo.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 15:57

        Só que aí eram dívidas fiscais. isto é diferente- é um contributo que devia ser gerido pelo próprio, como é em Inglaterra.

        Por cá é saque para sustentar inúteis e comprar votos dessa maneira.

        Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 15:58

        Esse é um idiota com sentido de proveito individual. Assim sim. Tem lógica. Um gajo percebe. Muda a lei para se beneficiar.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 16:01

        Realmente- benficiar_se em 4 mil euros só pode ser lógica de caca de gente de má-fé que acredita que o 44 recebeu 24 milhões de empréstimo de um amigo.

        Gostar

    • 2 Março, 2015 16:01

      Ricciardi,

      Prescrição atrás de prescrição na política e entre políticos, lembrei-me agora deste caso: um dos mais atarefados e mediáticos apoiantes de ACosta para desalojar AJSeguro e para ser PM, pediu emprestado, há mais de 20 anos, umas boas dezenas de contos a um amigo.
      Passaram-se 5, 10, 15 anos, e o amigo, cada vez mais desconfiado pediu-lhe a massaroca de volta. Resposta: “ó pá, esquece isso, já se passou há tanto tempo !…”
      Resultado, o “socialista” está muito bem e integrado partidária e socialmente, e o amigo (não só por esse caso é certo), muito mal. Hoje ou há uns anos, essas centenas de euros melhoraria a sua vida

      Gostar

      • anti-comuna permalink
        2 Março, 2015 16:09

        “Prescrição atrás de prescrição na política e entre políticos, lembrei-me agora deste caso: um dos mais atarefados e mediáticos apoiantes de ACosta para desalojar AJSeguro e para ser PM, pediu emprestado, há mais de 20 anos, umas boas dezenas de contos a um amigo.”

        Não traga desss casos para os comentários do Blasfémias. O amigo não se queixou publicamente? Então é assunto privado, não público. Deixe lá essa forma de fazer política para a ralé do António Costa. 😉

        Gostar

  26. manuel branco permalink
    2 Março, 2015 15:52

    Encore des mots toujours des mots
    Les memes mots
    Je ne sais plus comme te dire
    Rien que des mots
    C’etait trop beau
    Tu es d’hier et de demain
    Bien trop beau
    De toujours ma seule verité
    Mais c’est fini le temps des reves
    Les souvenirs se fanent aussi
    Quand les oublie

    Gostar

  27. Ricciardi permalink
    2 Março, 2015 16:02

    «Podia ter pago os prescritos sem ser como dívida, como é mais que óbvio.
    Uma dívida se prescreve deixa de o ser.» Zazie
    .
    Pois é isso mesmo que ando a dizer.
    .
    Rb

    Gostar

    • 2 Março, 2015 16:10

      So what?

      Isto não é uma dívida ao fisco.

      É uma dívida à sua própria segurança social. Só devia afectar o próprio caso esses dinheiros não fossem usados para oferecer reformas e ordenados a quem nunca descontou nada a vida inteira.

      Quem é que lesou mais? o que não pagou 4 mil ou o que deixou escapar milhões por pura incompetência?

      Gostar

      • Ricciardi permalink
        2 Março, 2015 16:12

        Uma coisa não justifica a outra, como é evidente

        Gostar

      • 2 Março, 2015 16:17

        Ainda não percebeste que é dívida por ter passado a ser obrigatório contribuir para a SS?

        E ainda não percebeste que só muito recentemente passou a ser criminalizado o facto de se estar em falta com descontos que servem para a própria pessoa?

        Ele pagou dívida porque se passou a considerar um pagamento social obrigatório em função do colectivo!

        E passo porque tu és demasiado estúpido e falso e isto mete nojo com alguém que anda por todo o lado a chamar nomes a quem duvida da inocência do 44.

        Gostar

  28. anti-comuna permalink
    2 Março, 2015 16:07

    A ralé ligada ao António Costa ainda não aprendeu nada, tal é a sua incompetência.

    Pouco antes de ser eleito líder do PS estalou o caso Tecnoforma. Resultados eleitorais para o PS? Niente!

    Agora que a estratégia política implodiu, estala este caso. Resultados eleitorais? Ver-se-ão mais à frente. Mas quase de certeza que irão transformar o Passos Coelho no heroi que tudo sofre às mãos da ralé que agora manda no PS.

    O Passos Coelho, mais para a frente dirá. Sabem, no tempo em que António Seguro liderava o PS, debatia-se na vida pública os problemas do país. Desde que António Costa chegou à liderança socialista discutem-se casos e incidentes para esconder a falta de ideias da liderança socialista. 🙂

    Não haja dúvidas nenhumas que este António Costa é bem pior que o José Sócrates. Muito pior. É o rosto daquilo que as democracias podem regurgitar, podridão partidária.

    Gostar

    • 2 Março, 2015 16:29

      Tecnoforma + este caso abalam eleitoralmente qualquer político no activo e recandidato a PM.
      Depois dos sacrifícios (e ruinas) de muitos tugas devido aos cortes (o P”S” teria de fazer o mesmo ou procederia bem pior…), agarram-se a qualquer “escândalo” para se vingarem. Será em Outubro.

      Caro anti,
      repito: “isto” foi do pior que podia acontecer a PPCoelho, neste momento já pré-eleitoral anunciador de retomas, melhorias da vida tuga, etc..

      Gostar

      • 2 Março, 2015 17:10

        Se isto foi o pior que podia acontecer a PPC então ele pode estar tranquilo.

        Gostar

      • 2 Março, 2015 18:03

        MJRB,

        Seria se Passos fosse um politico e se Porturgal fosse um pais. Como não é uma coisa nem outra um dia, se as coisas mudarem , alguem julgará este estadista…nem que seja politicamente já que judicialmente…

        Gostar

  29. 2 Março, 2015 16:17

    caro anti-comuna, 15:41,

    obviamente não aceito, não quero que “valha tudo”.
    Mas também vc. sabe que em política, se protagonizada por certos alarves, pode valer quase tudo. E em ano de legislativas…

    É evidente que este caso mais tecnoforma, etc., já está a prejudicar eleitoralmente PPCoelho. “Isto” mexe muitíssimo e directamente com o eleitorado, sobretudo o detentor de voto volátil entre o P”S” e o P”SD” ou abstencionista, ignorante e visado pela crise, que não quer saber se PPC tem alguma ou toda a razão.
    Qualquer dirigente partidário ou estratega eleitoral não deseja isto.

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      2 Março, 2015 16:31

      “É evidente que este caso mais tecnoforma, etc., já está a prejudicar eleitoralmente PPCoelho.”

      Acredita mesmo nisso? Eu não. Pode anotar aí. Daqui a uns meses já ninguém se quer lembrar deste caso, pois o maior beneficiado é o próprio Passos Coelho.

      Note bem que até este caso desacredita um famoso professor Direito, tido como um génio:

      “O vice-presidente do Instituto da Segurança Social reafirma ainda o direito dos contribuintes de pagarem voluntariamente o valor em falta, mesmo depois de prescrever a obrigação, de forma a salvaguardar os direitos futuros. A mesma interpretação tem o fiscalista da Deloitte ouvido pelo Observador. Segundo Luís Leon, “mesmo em caso de prescrição, um contribuinte que cumpre voluntariamente a sua obrigação contributiva esse pagamento pode ser considerado para efeitos de benefícios sociais futuros, nomeadamente de reforma”. Esta possibilidade está prevista no artigos 254 do Código Contributivo:

      “Excecionalmente, nas condições previstas na presente secção, pode ser autorizado o pagamento de contribuições com efeitos retroativos quando a obrigação contributiva se encontre prescrita ou não existiu por, à data da prestação de trabalho, a atividade não se encontrar obrigatoriamente abrangida pelo sistema de segurança social”. A lei permite ainda que do pagamento referido no número anterior “resulta o reconhecimento do período de atividade profissional ao qual a obrigação contributiva diga respeito”.”

      in http://observador.pt/2015/03/02/passos-coelho-seguranca-social-cometeu-erro-na-notificacao-de-contribuicoes-em-divida/

      Parece que o Prof. Marcelo é como as aves de rapina. Só tem olhos para o que lhe interessa. 😉

      Note bem o que lhe vou repetir. Daqui a uns meses já niguém quererá saber do assunto senão o próprio Passos Coelho. Basta-lhe a ele mandar aquele gajedo do PSD repetir a lenga-lenga. António Costa é a face negra da actividade política em Portugal.

      Já agora. O António Costa não saiu de casa hoje? Não teve agenda pública? Depois queixam-se que a mensagem dele não passa para o país. Pois claro que não. Perdem tempo com borradas e a população fica sem saber mesmo o que defende o António Costa. Nesse aspecto, o António Seguro era muito mas muito mais eficaz. Não perdia tempo com porcarias e foi vendendo o seu programa eleitoral. Era ouvido e a mensagem passava ao contrário do que o Costa faz.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 16:38

        caro anti,

        nunca menospreze, lembre-se das características do eleitorado tuga e, do momento em que vive diariamente.

        “Daqui a uns meses”, se tudo estivesse esquecido, porque havia de ser só PPCoelho a “saber do assunto” ?

        De acordo com o seu último parágrafo.

        Gostar

      • Simão permalink
        2 Março, 2015 16:47

        Dou razão ao Anti.
        Independentemente da opinião de cada um sobre o que propunha AJ Seguro o certo é que, quando Seguro era SG do PS, discutiam-se (bem ou mal) propostas e ideias (repito: independentemente da opinião que cada um tinha sobre elas) e não se andava neste NOJO.
        Por isso é que “correram” com ele.

        Gostar

  30. 2 Março, 2015 16:20

    anti, 16:09,

    Homessa !
    Vc. está com sentido de humor.

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      2 Março, 2015 16:35

      Não estou nada. A vida privada dos políticos pouco me interessa, desde que não violem a lei. De resto, podem pedir dinheiro emprestado, podem até pedir para comer em casa alheia, que isso é da esfera privada deles. Não pública.

      Deixe lá esse tipo e gente. 😉

      Gostar

      • 2 Março, 2015 16:41

        Não, não deixo em paz “esse tipo de gente” que surge publicamente como arautos da ética, da moral, de honestidade.

        Gostar

      • Simão permalink
        2 Março, 2015 16:50

        “ética, da moral, de honestidade.”

        What the F*ck is that na política?!? 🙂
        Acorde?!
        Hellooooo!!!

        NOTA: já não acredito no Pai Natal desde os 6 anos.
        Começo a sentir-me só. 🙂

        Gostar

  31. anti-comuna permalink
    2 Março, 2015 16:44

    Caro MJRB, se não for a si que lhe devem o carcanhol, deixe mesmo isso para quem de direito.

    Sabe aquela expressão, “públicas virtudes, vicios privados”? É assim mesmo.

    A mim é que não me apanham mais. 😉

    Gostar

    • 2 Março, 2015 16:59

      Caro anti,

      Ainda sobre este caso, PPCoelho surgiu inicial e publicamente de modo evasivo, depois muito mal e agora (declaração às 12:30 + -) pouco ou nada convincente. É assim que o eleitorado adverso, renitente ou “quase” a votar P”SD” conclui. Está-se a marimbar para mais explicações.
      Quanto mais mexerem no assunto (nas tv’s, rádios, jornais) tanto pior para o P”SD”.

      PPC devia ter-se explicado doutro modo, com mais sinceridade e frontalmente aos tugas. Agora já é tarde, “nada será como dantes”.

      Gostar

      • anti-comuna permalink
        2 Março, 2015 17:18

        Lá veremos daqui a uns meses. Tome bem nota das sondagens após o caso Tecnoforma. E após a eleição do António Costa. O Passos Coelho começou a subir desde esse caso, que coincidiu com a chegada à liderança socialista do António Costa. Olhe para as sondagens e estudos de opinião sobre os líderes partidários.

        Como diz o Simão e bem, com o Seguro havia discussão política das propostas dele. Do Seguro. E, podendo-se concordar com elas ou não (e eu concordava com muitas ideias dele), nessa altura a agenda política era marcada por ele. Pelas suas ideias. Pelas suas propostas. De tal forma qe o Governo chegou a ser obrigado a incluir as propostas dele na legislação actual.

        Com estes casos, se a ideia do PS é criar uma alternativa, gora-se, porque a eventual mensagem deles perde-se na espuma dos noticiários. Hoje anda tudo a discutir se o Passos Coelho fugiu ou não ao pagamento das contribuições, mas não altera em nada o sentido de voto dos indecisos. Pelo contrário, o Passos Coelho vai atraindo as atenções sobre ele e passando a sua mensagem. E passando por vítima da baixa política.

        O Sócrates foi bombardeado por casos e mais casos, até por coisas ainda mais graves que eventuais fugas ao impostos. Mas ganhou as segundas eleições apesar da campanha “moralista” de Ferreira Leite.

        O próprio Antonio Costa também fugiu aos impostos, atirou as culpas para cima da secretária e ainda hoje ele ainda por aí a passar por figura séria e honesta. Alguém se preocupa com a fuga dele, há uma porrada de anos atrás? Não. Quase todos fugiam e quem não fugia, lá dizia o outro, era burro. 😉

        Qual foi a mensagem que o PS passou hoje para os eleitores? Nenhuma. Tentaram vender a ideia que a economia Portuguesa está muito mal, para dar a volta à escorregadela frente aos chineses, mas ninguém reparou nessa mensagem. Nem no que disseram aos Portugueses. Porquê? Demasiado ruído nas hostes socialistas, tentando aproveitar-se deste caso, que só beneficia o Passos Coelho.

        O gajo, como também anda nisto há muitos anos, vai fazendo render o peixe. Mas ao mesmo tempo vai cativando os jornalistas, os comentadores e os próprios Portugueses, que ele é apenas vítima dos erros e más intenções alheias. Entretanto vai-se passeando pelo país, vai dizendo outras coisas, e mostrando que ele é mesmo o chefe de estado que Portugal muito precisa. E o que sobra do António Costa? 😉

        Veremos daqui a uns meses se eu não tenho razão.

        Gostar

  32. Simão permalink
    2 Março, 2015 16:51

    ““públicas virtudes, vicios privados”

    Amén a isso!

    Gostar

    • 2 Março, 2015 17:02

      Acima, 16:41,
      leia bem, porque eu não indiciei que acredito piamente na ética, moral, honestidade de políticos ou proto-políticos.

      Gostar

      • Simão permalink
        2 Março, 2015 18:57

        Esclarecido.
        (ainda bem) 🙂

        Gostar

  33. anti-comuna permalink
    2 Março, 2015 17:35

    A ralé que ponha os olhos no que faz o Passos Coelho. Enquanto os socialistas andam num frenesim a atacá-lo por causa das controbuições à Segurança Social, o passos Coelho lá se vai fazendo de parvo e sereno, dando as suas explicações. E fazendo-se de vítima.

    E o PS? Qual a pensagem política que passou hoje? Nada.

    E o PSD? Isto:

    http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=808796&tm=9&layout=122&visual=61

    Não admira que nas sondagens eles subam e o PS caia. Uns passam a mensagem que desejam aos Portugueses, outrios tentam fazer chicana política, que os indecisos não gostam. Uns passam por “coitadinhos”, outros por se tentarem aproveitar de um deslize alheio, fazendo baixa política.

    O PSD poderia ter aproveitado para relembrar a fuga aos impostos do António Costa no passado. Mas não o fizeram. Atacam onde mais doi. Na credibilidade do António Costa e do próprio PS.

    O António Seguro deve-se estar a rir como um perdido. Afinal ele era muito melhor líder da oposição que o António Costa. Agora o António Costa é o bombo da festa do PSD. lol

    Gostar

  34. 2 Março, 2015 17:37

    anti,

    desconfio sempre de certas sondagens.

    Eu sempre concluí e cheguei a colocar no Blas a minha opinião que AJSeguro, apesar de tudo é melhor político do que ACosta.

    Sócrates e o P”S” tinha (e tem novamente) praticamente toda a comunicação social admoestada e servil.

    PPCoelho devia ter explicado o caso aos tugas logo que surgiu, de modo claro e sincero.
    (“Aqui para nós”, caro anti, PPC foi inábil, algo quis ocultar para ver se passava “assim”…).

    Eleitoralmente: detesto fazer comparações com futebol e futeboladas, mas parece-me já hoje que o P”SD” tem o campeonato perdido. Por culpa do seu actual líder. Meteu a pata na poça.
    (O arco-íris surgiu sobre ACosta, RRio agradece, e Maria Luís Albuquerque vai ser relançada).

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      2 Março, 2015 17:45

      Vale uma aposta como se vai enganar? 😉

      Daqui a uns meses falamos. Vc. lembra-se das manifestações da CGTP em frente ao Terreiro do Paço? O que Vc. dizia então? Olhe agora para o país.

      Mais. Hoje o BE cometeu outro erro de monta. Voltou a insultar o Passos Coelho. Mas acha que o centro eleitoral gosta de insultos gratuítos por parte de dirigentes políticos? Não. Uma comentador pode-o até fazer mas um líder partidário não o pode fazer facilmente. Torna o político-alvo do insulto em vítima. Os próprios defensores partidários do político insultado ainda defendem mais o líder insultado. Vem nos livros. Não há nada como um bom inimigo externo para levantar as hostes.

      Veremos daqui a uns meses. Olhe o que eu lhe digo, nas próximas sondagens, por muito que elas sejam manipuladas, já mostrarão o Passos Coelho em alta e até mesmo o PSD.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 18:13

        Caro anti,

        Nunca apostei nadinha, não será agora. Mas o campeonato já foi. Esqueça-o.
        (Óbvio: o país ficará muito mal entregue a ACosta&friends).

        O que eu escrevi sobre as manifs da CGTP ? Ora, algumas bastante significativas, e mal dum político (não é o meu caso mas tem de ser de qualquer governante) que não avalie friamente casos como esses. Pedi a demissão do governo ? Sim senhor ! Quando começou a explorar indignamente a eito pobres, remediados, classes baixa e média, etc..Ah !, e aquando da tentativa da TSU.
        Fui à histórica manif em Março de 2011, contra o governo Sócrates ? Sim senhor !

        Neste momento e perante o caso PPC-SS, as pessoas já não querem saber se parece mal ou assim-assim que o BE ou outro partido ataque o PM-cidadão. Querem vingar-se. No voto.

        Em Portugal, a única entidade que me merece alguma confiança nas sondagens é a UCatólica. Se essa “alta” de PPC e do P”SD” surgir, acredito qualquer coisa.
        Também é desde já sabido que caso seja feita pela Euro, certamente PPC não ficará em “alta”…

        Gostar

  35. 2 Março, 2015 17:49

    sao tipos sem caracter e ponto final . nao valem um chavo . e eh espantoso ver como defendem um tipo que faz as leis mas nao as cumpre .assim vai o mundo , um nojo. com 44 e aprendizes a governar.

    Gostar

  36. insider permalink
    2 Março, 2015 18:10

    sobre que rendimentos incidiam os descontos que o ppc se “esqueceu” de fazer?
    e será que não se esqueceu também de declarar esses rendimentos em sede de irs?
    (lembram-se da amnésia sobre as “despesas de representação”?)
    vamos cruzar dados, sim?

    Gostar

  37. 2 Março, 2015 18:18

    anti,

    entenda o seguinte: o P”SD” vai perder as eleições não só, mas também por este caso. Muitas centenas de milhar de votos “já foram”.

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      2 Março, 2015 18:28

      Pronto está bem. Aliás, ele já perdeu as eleições, de tal forma era essa a forma e pensar do Antonio Costa que a coisa parece que não é bem assim.

      Vá, depois falamos daqui a uns meses.

      Gostar

      • 2 Março, 2015 18:31

        esse deve ter sido o único “pensamento profundo” do ACosta…

        Gostar

    • Carlos III permalink
      2 Março, 2015 21:57

      No meu dia a dia tenho que lidar com muita gente da classe media-baixa trabalhadora, sobretudo no Norte e na província, e acho que essa gente (militantes, na sua maioria, do maior partido português) pouco se importa com as dívidas (e as dúvidas) do Passos. Isso é um tema que recebe mais atenção entre os 7 ou 8 mil portugueses, candidatos permanentes a uma rendazinha, que vivem da espuma diária dos blogues e que acabam por ser sempre os mesmos. Em todo o caso não sei se uma dívida esquecida à SS pode ser criminalizada como fazem com as dívidas ao Fisco. Em resumo: não creio que neste momento do campeonato alguém mude de Clube por causa do Passos ou do Costa.

      Gostar

  38. Simão permalink
    2 Março, 2015 18:31

    Um excelente post:

    http://oinsurgente.org/2015/03/02/razoes-para-acreditar-em-karma/

    Curto e certeiro e muito para além dos “lambecús” de PPS e JS que por aqui andam.

    mas há algo que destaco:

    “De acordo com a lei, qualquer pessoa (sim, você também) pode ficar nesta situação até 18 meses sem ser acusado de nada.”

    E algumas BESTAS chamam a “isto” um ….Estado de Direito.
    E se fossem ver se chove?!

    Gostar

  39. Monti permalink
    2 Março, 2015 18:53

    Caso Passos & SS:
    a) O exemplo acabado da desorganização da AdmPubl-Estado e da falta de empenho de altos funcionários*;
    b) O exemplo de como os altos dirigentes iniciam funções elevadas, sem acautelar o passado;
    c) Um caso, o do PM, entre milhentos de casos similares, nomeadamente entre as elites partidárias;
    d) Passos & carácter – sem qq interesse na defesa do atingido, igual a tantos, fica um registo do PPC dirigente da JSD:
    Perante uma caixa de sapatos cheia de notas, vinda de um simpático desconhecido financiador do partido, «devolva-se de imediato».
    e) Outro exemplo acabado, o do ser português e que tanto aqui se nota também, nesta discussão algo bizantina.
    Somos assim.
    * Perdido o profissionalismo da AdmPub antigo regime, vale o do Novo, onde egentes de cada tribo se encarregam de fazer chegar ao público os dados que possam prejudicar opositores.

    Gostar

  40. LTR permalink
    2 Março, 2015 18:58

    Nunca tinha visto tanta gente tão aflita em tantos canais de televisão em tão pouco espaço de tempo e com tanta azia com o facto de um gajo ter pago uma coisa que podia não ter pago para os outros poderem dizer mal. É tão flagrante que até abafa a notícia dos restantes 107.000 a quem o jornalista não avisou, com a qual se está mais uma vez a estabelecer um forte laço da família dos que o camarada ferro tinha com o segredo de justiça.

    Gostar

  41. Alexandre Carvalho da Silveira permalink
    2 Março, 2015 19:52

    Não pagar 2700 e tal euros em cinco anos à Segurança Social, é ridículo. Mas no caso do 1º ministro é muito mais do que isso: é desleixo, é amadorismo e é gostar de levar porrada por causa de um pacote feito de papel de jornal cheio de alcagóitas.
    Está claro que o PS a este respeito disse o indispensável para não dizerem que ficava calado, porque o que lá há mais é gente que comprovadamente fugiu aos impostos, entre os quais se contam o actual líder António Costa e um putativo presidenciável António Vitorino. Podíamos falar em Murteira Nabo que não foi ministro por causa da malfadada SISA, do Lello que se esqueceu de declarar que recebeu mais de 600 mil (SEISCENTOS MIL) euros etc. E tenho quase a certeza que nos próximos dias irão surgir mais alguns nomes, porque quem cospe para o ar, normalmente cai-lhe em cima.
    Se este episódio vai ter impacto nas eleições não faço a minima ideia, mas isto é a imagem do que são os politicos que actualmente nos governam cá e em muitos outros países. Muita gente está convencida que Democracia é qualquer borra-botas chegar ao governo e depois acontecem estas coisas.
    É o que temos…

    Gostar

    • Bolota permalink
      2 Março, 2015 21:27

      ” Não pagar 2700 e tal euros em cinco anos à Segurança Social, é ridículo.”

      Também acho. Como é que o Passos a mamar na ordem dos 7 000 mês tinha esta contribuição para a s.social???

      Gostar

  42. anti-comuna permalink
    2 Março, 2015 19:56

    Estava a ler o que se escreveu aqui e imagiei logo. Este caso do Passos só deverá servir para abafar a oposição interna a… António Costa.

    “As quatro fases da hollandização de Costa”

    in http://observador.pt/opiniao/as-quatro-fases-da-hollandizacao-de-costa/

    O que ganhou eleitoralmente Costa com esta jogada soez? Nada. Mas ganhou para dentro do partido. Quando já se começavam a ouvir as primeiras criticas contra O Facadinhas (expressão feliz de um antigo apoiante do Seguro, se não me falha a memória), eis que a turba socialista se deleita em zurzir em Passos Coelho. E não em… António Costa.

    Mas isto tem um problema. Daqui a uns dias já ninguém se lembrará deste episódio de Passos Coelho mas toda a vez que saiem dados económicos positivos, lá teremos o gajedo do PSD a rirem-se como perdidos:

    “PSD torna-se «apoiante» de António Costa”

    http://www.tvi24.iol.pt/politica/luis-montenegro/psd-lembra-seguro-para-criticar-antonio-costa

    E, terrível, o António Costa não tem nada para mostrar de novo ao país. Uma única ideia, uma única alternativa, senão os soundbytes do costume, como a “aposta no território, nas pessoas, no país”, que já repete isto desde que se candidatou a líder do PS.

    Coitado deste PS. Volta Seguro, estás perdoado.

    Gostar

  43. manel z permalink
    2 Março, 2015 20:37

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      2 Março, 2015 21:00

      É o que dá a ralé andar a brincar com coisas sérias. 😉

      Olhe aqui:

      http://observador.pt/2015/03/02/agora-foi-costa-que-nao-pagou-contribuicao-autarquica/

      Vai sobrar para o gajo também? Enfim, é um nojo. O país em vez de discutir ideias anda a discutir porcarias. Lá vai a ralé engulir muitos sapos. E atrás do Costa lá poderão vir outros casos.

      Gostar

      • anti-comuna permalink
        2 Março, 2015 22:16

        E pronto. Lançam-se campanhas negativas e voltam de novo coisas mal-cheirosas:

        “E depois o presidente da OTOC, Domingues Azevedo: “Ex-Deputado do Partido Socialista durante várias legislaturas, que de manhã fala pela OTOC e de tarde pelo Partido Socialista do qual é dirigente. Lidera a Comissão de Auditoria e Contas do Partido Socialista e passa a vida a fazer fretes ao PS sob a capa de Bastonário. Esta mistura de planos é lamentável, embaraçosa e revela falta de pudor (…). Passos errou, é verdade. Critique-se, mas não inventem tratamentos de favor ou amnistias especiais.””

        in http://observador.pt/2015/03/02/agora-foi-costa-que-nao-pagou-contribuicao-autarquica/

        Veremos se os gajos do PSD terão coragem de apontar o dedo à imprensa amiga do Costa. Duvido que tenham coragem mas é esperar para ver.

        Vou comprar as minhas pipocas:

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        2 Março, 2015 23:05

        Está explicado este contra-ataque do PSD contra o António Costa. Ele decidiu repescar algumas ideias do Seguro e tenta mostrar obra. Obra alheia, naturalmente.

        “Conheça as 55 propostas de António Costa”

        in http://observador.pt/2015/03/02/conheca-55-propostas-de-antonio-costa/

        Mais um erro do Costa. Então lança estas propostas numa altura em que o seu partido tenta-se aproveitar do caso que anda nas bocas do mundo? Mas alguém vai ligar a estas propostas quando o seu partido anda a alimentar casos e ruído na imprensa?

        Os tipos do PSD são espertos. Com as primeiras propostas do Seguro/Costa a serem tornadas públicas o que fazem eles? Aproveitam a fuga ao fisco do Costa para desviar as atenções. E aproveitar a onda para não se discutir as tais propostas do Costa.

        Este PS dá cada tiro no pé que até doi, ver tanto amadorismo à frente de um partido que quer ser Governos, já nos próximos meses.

        Gostar

      • Luís permalink
        3 Março, 2015 07:49

        Passos vai provavelmente perder, em parte, porque não soube «mimar» o sector privado. Falem com os pequenos e médios empresários sobre a guilhotina fiscal e as regulamentações ridículas que surgiram nos últimos anos…

        O PSD poderia vencer, mesmo reformando o Estado com cortes duros na despesa, se simultaneamente tivesse cortado nos impostos. Teria no entanto de enfrentar a Casa da República, a União das Misericórdia, a máquina partidária, a comunicação social atiçada pelo PS e a rua agitada pelo PCP. Não há coragem!

        Gostar

      • manuel permalink
        3 Março, 2015 10:45

        De acordo Luís, mas falta afrontar mais instalados que parasitam o orçamento de estado. São milhares de organismos e não falamos de reforma de estado, neste caso, é necessário além de vontade, conhecimento e moral, qualidades que este governo não reúne.

        Gostar

      • Abre-latas permalink
        3 Março, 2015 10:58

        Quem lhe disse que Costa quer que discutam as suas propostas?
        Eu acho que foi o timing certo, ninguém pode dizer que não tem propostas, ninguém sabe quais são nem as discute.

        Gostar

      • Abre-latas permalink
        3 Março, 2015 11:02

        Comentário para anti-comuna 23:05

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        3 Março, 2015 11:15

        “Quem lhe disse que Costa quer que discutam as suas propostas?”

        Bom, desse ponto de vista, o que o meu amigo está a dizer é que as propostas dele são tão fracas que é melhor que não se discutam. 😉

        Mas penso que não. É pior para ele que as tais propostas não sejam discutidas pois continuará a ser dito, e bem, que o tipo não tem ideias para resolver os problemas do país. Para isso a coligação ficará feliz.

        Gostar

  44. anti-comuna permalink
    2 Março, 2015 21:03

    Quantos dias vai demorar a imprensa amiga do António Costa a noticiar a sua fuga ao fisco? É começar a contar os dias. A Rádio Renasncença, parece que controlada pela Maçonaria, vai-nos mandar rezar o Avé Maria umas não sei quantas vezes. 🙂

    Gostar

    • Tiro ao Alvo permalink
      2 Março, 2015 22:08

      Pela Maçonaria ou pelo Opus Dei?

      Gostar

      • anti-comuna permalink
        2 Março, 2015 22:12

        Boatos garatem pela Maçonaria. 😉

        Aliás, em Portugal nem tudo o que parece é. Basta ver o Bastonário dos TOC. 😉

        Acho é que desta vez o tipo se meteu onde não devia e o passado nem sempre pode ser reescrito, por muitos amigos na política que se tenha.

        A RR é controlada pelo PS e pela Maçonaria, rezam os boatos.

        Gostar

  45. Procópio permalink
    2 Março, 2015 23:55

    Um estágio no Kremlin fazia bem ao costa.
    Caluniar, mentir, deturpar, caluniar não é para amadores.
    A certa altura toda a gente topa a estratégia rasca, semana a semana.
    Sempre um tema novo para avacalhar.
    Metido no pântano até às orelhas, o costa.
    Reparem como o geróimo é mais cuidadoso.
    Sabe-a toda.
    Pudesse ele ter um apoio do Kremlin mais ao gosto…
    Veriam como a democracia prosperava!
    o álvaro bem tentou, mas levou uma nega de todo o tamanho do Suslov.
    O costa já está arrependido de se ter metido nisto.

    Gostar

  46. Procópio permalink
    3 Março, 2015 00:01

    E foi para isto que o Albuquerque andou a matar na Índia e arredores.
    O costa é o refego das nossas calças que nos deixa os tornezelos à mostra.
    Se ele algum dia governasse ficávamos em cuecas.
    Com o geróimo íamos para as galés.
    Tudo a bem do “nosso povo” e de uma “nova política”.
    O putin ainda pode inspirar muita gente.

    Gostar

  47. Luís permalink
    3 Março, 2015 07:51

    Even a brief glance at the facts suffices. Portugal is no less bankrupt than Greece. The country’s government debt, at 124% of GDP, might be lower than in Greece. However, government debt is just one – even though important – part of the full debt picture.

    On an aggregate level, Portugal’s overall debt level — at 381% of GDP when also including private households and non-financial corporations — is well above Greece’s total debt level (286% of GDP).

    So while Greece’s problems mainly manifest themselves via government debt, Portugal suffers from too much debt in all three sectors of the economy.

    The debt that keeps on growing
    At the same time, debt continues to grow much faster than the Portuguese economy. Between 2008 and 2013, aggregate debt grew by 69 percentage points. In order to stop the debt growing faster than the country’s economy, the government sector alone would have to improve its fiscal position by 3.6% of GDP.

    Given the overall status of the Portuguese economy and the debt problems of the private sector, that improvement is an impossible task. Trying to achieve it would push the economy into outright depression.

    Given all these facts, it is all the more astonishing that the German Bundestag voted unanimously in favor of Portugal’s proposal to pay back loans from the IMF earlier.

    Bundestag members did so with great pleasure. Why? Amidst the fraught negotiations in Brussels with the new Greek government about the extension of the Greek program, it was a welcome opportunity to claim that the European approach to the crisis with austerity and reform was indeed working.

    For Portugal, it was a good deal, because it could replace relatively costly money from the IMF carrying interest around 4% with cheaper loans from the capital market. But Portugal’s refinancing itself in the markets is not really a sign of the success of the policy mix in Europe.

    Given that the country’s creditors are mainly foreigners, Portugal cannot inflate the debt away. It is also in no position to grow out of its debt problem. Assuming a current account surplus of 0.9% (as achieved in 2013), it would take 128 years just to pay back all foreign debt.

    Get The Globalist’s latest headlines in your email inbox three times a week. Sign up here.
    Portugal’s sober realities
    Debt aside, Portugal faces other quite extraordinary challenges: It has the lowest birth rate in the Eurozone, has to contend with an exodus of the young people to other countries, the lowest overall level of qualifications of its population in Europe, as well as low productivity levels.

    With just nine patents per one million inhabitants, Portugal performs better than Greece (with four patents per million). However, it lags significantly behind countries such as Italy with 70 and Germany with 277. What about competing on price alone? That is a difficult proposition for a European country with high debt levels.

    Thus, I arrive at two conclusions: First, Portugal will never be in a position to serve its debt. Second, having access to the capital market is only the result of ECB policies and not the result of successful macro or micro policies pursued inside Portugal. But what will this lead to?

    A Greek-style solution?
    Until now, the Greek finance minister Yanis Varoufakis is one of the few asking openly for direct funding of the governments by the ECB. His proposal that the ECB buy up government bonds and exchange these into interest-free perpetuals still seems to be too creative to be broadly acceptable.

    The higher the debt levels of European nations in crisis grow — and this is simple mathematics — the more visible it will become that this debt is out of control. Then, the pressure on the ECB to “fix” the problem with its balance sheet will become overwhelming.

    When speaking about Greece, the media often claim that, thanks to the Eurozone’s extension of the program, the “bankruptcy of the country was avoided.” This is of course rubbish.

    What was postponed was not the bankruptcy itself, but only the official declaration of Greece’s bankruptcy. Once Greece runs out of money, it won’t be a temporary liquidity issue (as it is perceived in the media), but the open declaration of an already well-known fact.

    It is important to realize that essentially the same holds true for Portugal.
    http://www.theglobalist.com/the-fairy-tale-of-portugals-successful-turnaround/

    Gostar

    • Luís permalink
      3 Março, 2015 07:55

      Portugal precisa de investimento externo.

      É fundamental baixar impostos e mexer novamente na legislação laboral.

      O Estado tem de ser efectivamente reformado.

      E os rendeiros do Regime têm de ser corridos a pontapé.

      Se Passos não conseguiu no futuro a própria democracia ficará em risco. Costa será evidentemente incapaz e limitar-se-á a «gerir» dívida impagável.

      Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        3 Março, 2015 09:11

        O Luís anda a ler demais e, por cima, leituras más. Acabe com isso, ou vai ficar doente.

        Gostar

  48. Luís permalink
    3 Março, 2015 07:57

    Estas guerras florais retiram o foco da atenção dos grandes problemas estruturais que o país enfrenta, sem fim à vista.

    http://www.theglobalist.com/the-fairy-tale-of-portugals-successful-turnaround/

    Gostar

  49. Bernardo Soares permalink
    3 Março, 2015 10:28

    Até à publicação do Código Contributivo os independentes estavam isentos de pagamento de contribuições se estivessem já inscritos num regime de segurança social obrigatório. Por exemplo, bancários, advogados, funcionários públicos (CGA), professores (CGA) etc.

    Muitos trabalhadores independentes eram “falsos” independentes pelo que a entidade patronal não fazia qualquer retenção na fonte nem muitas vezes pagava o equivalente à contribuição social. Deixava a cargo do trabalhador as diligências junto da segurança social e da autoridade tributária para regularização de impostos e contribuições para a segurança social.

    No fundo toda a gente desconhecia involuntariamente a lei porque a entidade patronal também beneficiava porque não pagava a parte dela ou 23,75% da remuneração bruta.

    Os verdadeiros independentes procediam de diferentes formas. Se estivessem sujeitos a IVA por terem rendimentos superiores a 12’000 (depois 10000) euros não conseguiam escapar ao fisco nem à segurança social. Muitas vezes utilizavam o mecanismo do acto único para regularizarem a sua situação.

    Quando estavam inscritos num regime obrigatório assalariado não tinham de pagar contribuições. Quando cessavam o regime assalariado e passavam a trabalhadores independentes, não se lembravam que tinham de o fazer ou então optar pelo seguro voluntário.

    Com a publicação do Código tudo ficou mais claro.

    Quem é que se entendia no meio de tanta legislação. É evidente que muitos milhares de independentes aproveitaram o desconhecimento da lei. Ora a segurança social citou para pagamento milhares de cidadãos. Porque é que não chamaram A, B ou C? Desorganização dos serviços.

    Aliás o anterior governo ao publicar o Código Contributivo quis precisamente arrumar a casa. O que parece é que não deram seguimento ao procedimento administrativo de cobrança de dívidas

    Seria útil a segurança social publicar a lista dos independentes chamados a pagar. Porque não foi feito para todos?

    Decreto-Lei nº 103/80 de 09-05-1980 – Aprova o Regime Jurídico das Contribuições para a Previdência;

    Decreto-Lei 124/84 de 18-04-1984 – Regula as condições em que devem ser feitas perante a segurança social as declarações do exercício de atividade, bem como as condições e consequências da declaração extemporânea do período de atividade profissional perante as instituições de segurança social;

    Decreto-Lei n.º 40/89, de 12-2-1989 – Institui o seguro social voluntário, regime contributivo de carácter facultativo no âmbito da Segurança Social, em que podem ser enquadrados os voluntários. Este seguro foi objeto de adaptação ao voluntariado pelo DL n.º 389/99 de 30 de Setembro;

    Decreto-Lei 64/89, de 25-2-1989 – Estabelece o regime de contraordenação no sistema de segurança social;

    Decreto-Lei n.º 328/93, de 25-9-1993 – Regime dos trabalhadores independentes;

    Decreto-Lei n.º 40/89, de 1-2- 1989;

    Decreto-Lei n.º 64/89, de 25-2-1989;

    Decreto-Lei n.º 102/89, de 29-3-1989;

    Decreto-Lei n.º 300/89, 4-9-1989;

    Decreto-Lei n.º 411/91, 17-9-1991;

    Decreto-Lei n.º 327/93, de 25-9-1993;

    Decreto-Lei n.º 328/93, de 25-9-1993;

    Decreto-Lei n.º 89/95, de 6-5-1995;

    Decreto-Lei n.º 199/99, de 8-6-1999, alterado pelo artigo 36.º da Lei n.º 3-B/2000, de 4-4-2000;

    Decreto-Lei n.º 200/99, de 8-6-1999;

    Decreto-Lei n.º 464/99, de 5-11-1999;

    Decreto-Lei n.º 40/2001, de 9-2-2001;

    Decreto-Lei n.º 106/2001, de 6-4-2001;

    Decreto-Lei n.º 8-B/2002, de 15-1-2002, alterado pelos Decretos-Leis n.º 111/2005, de 8 de Julho, e 125/2006, de 29 de Junho, pela Lei n.º 40/2007, de 24 de Agosto, e pelos Decretos-Leis n.º 73/2008, de 16 de Abril, e 122/2009, de 21 de Maio;

    Decreto-Lei n.º 87/2004, de 17 de Abril, e o Decreto-Lei n.º 261/91, de 25 de Julho, alterado pelas Leis n.º 118/99, de 11 de Agosto, e 99/2003, de 27 de Agosto, e pelos Decretos-Leis n.º 87/2004, de 17 de Abril, e 187/2007, de 10 de Maio;

    Decreto-Lei n.º 98/2005, de 16 de Junho;

    Gostar

  50. Procópio permalink
    3 Março, 2015 11:17

    Estou a sentir uma pulga a morder-me a perna esquerda.
    E logo eu que nunca roubei nada a a ninguém.

    Gostar

  51. Procópio permalink
    3 Março, 2015 11:26

    A proposta principal do costa está em segredo.
    paulo pedroso para a segurança social, pacheco pereira para a cultura, bagão para as finanças e a edite para a presidência da republiqueta.
    Se ele não quizer, a ferreira leite também dá.
    Está tudo em segredo para não tirar o assombro em devido tempo.
    O costa é um grande político.
    Não me contradigam que já sinto a pulga a morder-me a perna esquerda
    Só não é o melhor do mundo porque o 44 já era.

    Gostar

  52. Procópio permalink
    3 Março, 2015 14:37

    193 comentários é obra.
    Ora os abrantes merecem apenas 1 comentário:
    Comportam-se como os pides no tempo do botas.
    Só com mais ligeireza e desfaçatez.
    Será que tentar ser pide é algo de genético nos tugas?
    Teremos que assistir aos ditos xuxialistas a resvalar para a antiga legião?
    Haverá alguém com coragem de pôr os delinquentes no lugar?
    Ainda haverá alguém capaz de enobrecer um partido essencial?
    Será que Salgado Zenha se remove no túmulo com o espetáculo degradante de uma oposição feita de artimanhas, amnésias, conluios e traições?
    Se não houver, digam adeus à democracia que dizem defender.
    Da democracia estão a ser e serão os seus coveiros.

    Gostar

    • Nuno Magalhaes permalink
      3 Março, 2015 19:36

      Tens razão. Só se devem denunciar os crimes do PS.

      Vocês são tão íntegros que até faz impressão.

      Gostar

      • 3 Março, 2015 19:38

        O que separa um troll de um palhaço é que o palhaço só aparece se convidado.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: