Skip to content

Uma história portuguesa de pão gourmet e vinho de cânhamo sobre a mesa

15 Novembro, 2016

Juca Melo esteve desde sempre ligado ao ramo da indignação. Ainda durante o curso lançou o movimento “Um Rabanete Para a Palestina”, uma iniciativa que visava a distribuição para Gaza de produtos agrícolas oriundos de cultura biológica em vasos na varanda e que, infelizmente, se viriam a deteriorar durante o estrito transporte sem corantes e conservantes. “São árabes, comem qualquer porcaria”, terá desabafado às trigémeas lésbicas e/ou activistas LGBT Ana, Joana e Banana. Já durante a… digamos… “governação” de Sócrates, trabalhou como figurante em inaugurações e consultor para eventos que necessitassem de uso de detonadores marca ACME, como os popularizados por Wile E. Coyote no documentário americano “Papa-léguas”. Quando o ministro do PSD e CDS, de nome Teixeira dos Santos, chamou a troika para nos desgraçar, Juca considerou ser a altura certa para se lançar no negócio que há anos o tentava, o da grândolação. Juca, o grândoleiro, não perdia uma oportunidade para grândolar os fascistas à frente das televisões. Grândolou em quase todos os distritos do continente, falhando apenas um ou dois para se deslocar às reuniões secretas de apoio ao doutor Rui Tavares para a formação do partido unipessoal Livre, Lda., o que viria a ter sede no 2º esquerdo em cima da escola de condução e que é a causa para agora contar a história de
empreendedorismo de Juca.

Em 2015 o povo falou e, como falou mal, o doutor Costa rectificou o discurso popular, decidindo que o que o povo queria, contra os seus próprios desejos de pachorrenta obsolescência, era que o coroassem primeiro-ministro. A contragosto, ponderando o grande esforço pessoal para abdicar de uma abrupta mudança de carreira para virar trabalhador mesmo, fez a vontade aos súbditos, enobrecendo a volumosa pose de estado que o persegue na pochete desde a hamburgueria gourmet da boda matrimonial. Juca Melo perceberia de imediato que, com a Santa Geringonça ao leme, não haveria espaço nem motivação para grândolar como dantes, nem sequer em Abrantes. Ainda considerou prestar serviços como guna sindical, mas tão esporádicas seriam as actividades recreativas dos comunistas que teria mesmo que acumular com outra actividade que permitisse pagar as contas e o imposto sobre imóveis proposto pela deputada Banana.

Há coisa de uma semana, tocou o telefone de Juca Melo. Era do 2º direito. “Arranjam bandeiras com suásticas?”, perguntaria a voz doce e quase emancipada do misterioso homem com calvície ligeiramente monástica. Uns dias depois, lá estaria Juca Melo e o antigo coro de grândoladeiros em protesto da acção fundamental para combater em definitivo e de uma vez só todo o Trumpismo mundial. Dessa vez foram uns vinte, mas se isto continua assim, num futuro não muito longínquo poderão ser uns vinte e dois. Foi uma escandaleira, com gente a enfiar dedos em orifícios para sensações olfativas, tempo de antena nas televisões e a galhofa generalizada da Patrulha Pata das redes sociais. Depois começou o jogo e o Ronaldo marcou dois.

Advertisements
19 comentários leave one →
  1. 15 Novembro, 2016 11:13

    Humor direitolas, do puro.

    (convenhamos que a esquerda põe-se a jeito, facilitando a vida ao autor)

    Gostar

    • Euro2cent permalink
      15 Novembro, 2016 21:15

      A esquerda anda sempre amargurada, porque são optimistas desapontados (tipo o VPV, progressista traído).

      Os bons humoristas são pessimistas, e riem-se da futilidade dos que querem instaurar o paraíso na terra matando todos os que duvidarem deles.

      Gostar

  2. carlos reis permalink
    15 Novembro, 2016 11:17

    Continua impagável VC.

    Gostar

  3. carlos alberto ilharco permalink
    15 Novembro, 2016 11:23

    Deixando de lado o excelente humor, o que me fez rir mesmo a sério, foi a indignação de alguns elementos dos chamados neonazis terem ousado entrar numa sessão livre do Livre e contestar.
    Ora isso só a esquerda pode fazer como aliás o texto aflora ao de leve.
    Que saudades das televisões todas indignadas a filmarem a indignação dos indignados de esquerda.
    Que gloriosos tempos.
    Voltarão?

    Liked by 1 person

  4. licas permalink
    15 Novembro, 2016 11:52

    Já agora

    Com Putin, esse garante da Paz
    Frente aos belicistas americanos,
    Há o dever de chutar nesses manos;
    Certo, avante, de modo eficaz:
    NATO esse fator da guerra imunda
    Que um Povo livre jamais secunda.

    Melhor para nós, fora as alianças,
    Independência Nacional
    Para o novíssimo Portugal,
    E que se faça agora, sem tardanças,
    Chegámos a Governo progressista
    Vamos eliminar quem lhe resista,
    Porque do Povo são os inimigos
    De existir jamais haverá razão
    Sendo, pois, da geral opinião:
    Para ficarmos livres de perigos
    De andarmos todos algemados
    Pelos Capitalistas malfadados.

    licas fez

    Gostar

  5. Juromenha permalink
    15 Novembro, 2016 12:59

    Ao nível dos “Contos do Gin Tónico”.
    Desbarretamento deste leitor.

    Gostar

  6. Carneiro permalink
    15 Novembro, 2016 16:03

    muito divertido

    Gostar

  7. Ar Cansado permalink
    15 Novembro, 2016 17:42

    Pois é.
    Os grandoleiros trabalham a recibo verde.
    Trabalho precário.
    Já nem sandochas recebem.
    Ultimamente vemo-los nas cantinas da “Sopa dos Pobres” e já faltou mais para assaltarem a cantina da AR.
    Depois é só chamar as TVS para registarem a indignação dos doputedo por estarem a ser esbulhados das suas mordomias

    Gostar

  8. SRG permalink
    15 Novembro, 2016 17:57

    “Quando o ministro do PSD e CDS de nome Teixeira dos Santos chamou a troika para nos desgraçar” :

    Caro Vitor, não haverá aqui um lapso.ou fui eu que não entendi o seu texto ?

    Gostar

  9. 15 Novembro, 2016 20:20

    Vejam à direita da imagem, a preta albina loira com o cartaz…

    http://thehill.com/blogs/blog-briefing-room/news-campaigns/306053-more-than-half-of-protesters-arrested-in-portland

    Gostar

  10. 15 Novembro, 2016 20:29

    Aqui não me indigno, rio. Que bela a história do nosso valoroso anti-fascista Juca Melo!

    Gostar

  11. licas permalink
    16 Novembro, 2016 09:00

    Pois

    Saudosos do Ditador
    Anda por aqui um par
    Confiro por este andar
    Sem lhe tirar nem pôr
    Mascarados de Monárquicos
    Mas que dele são fanáticos.

    Uma coisa eu vos digo
    O Fascismo nunca mais
    Fascinará os locais
    Que por cá andam comigo
    Nós sofremos a lição
    Do que era a vida então

    São os jornais censurados
    Proibição de Partidos
    Mais a vaga de detidos
    Pela PIDE torturados
    Pela razão “singular”
    P´la Liberdade lutar.

    licas fecit

    Gostar

  12. anibal permalink
    16 Novembro, 2016 10:00

    Há que averiguar e fazer um trabalho de fundo para saber o que se passa no Instituto Nacional de Estatística.Essa averiguação deverá incluir vários parâmetros, designadamente indicadores respeitantes a greves e outros elementos de análise que possam revelar qual o grau de influência das forças da geringonça na actividade do INE. Não acredito em almoços grátis, assim como também não acredito em facilidades e, tal como na tropa, são os sargentos que mandam, não os generais…Não existe nada de novo na economia do País que possa indiciar um momento de viragem de forma sustentada.Das duas uma : ou estamos a viver um momento que resulta de um excepcional movimento das exportações em articulação com o Turismo, ou então, isto é tudo para ‘português ver’ e os dados podem estar martelados, de forma a influenciar a opinião pública e a mobilizar argumentos para a disputa eleitoral.PS Ter presente que Marcelo está ainda em modo de eleições. Mas, a o PS e a geringonça muito mais. Tudo o que está ser feito e pensado tem em vista as eleições.

    Gostar

  13. Mauritano permalink
    16 Novembro, 2016 10:09

    Simplesmente delicioso

    Gostar

  14. licas permalink
    16 Novembro, 2016 13:13

    É de mais. . .

    Mas que vergonha, meu Deus,
    Onde isto irá parar,
    P´ra um tacho abocanhar
    Lá exporei os bens meus:
    E toda a gente sabendo,
    Um “handicap” tremendo.
    Pois assim se “me cortar”
    Ficam logo a saber quanto:
    Mas, devia causar espanto
    Nesse benquisto altar
    Da presente corrupção
    Por toda a parte em ação?
    Acho que não, digo eu. . .

    licas fecit

    Gostar

  15. licas permalink
    16 Novembro, 2016 16:07

    Casos de Polícia

    Cristina associa mãe,
    Com Vara foi sua filha,
    Inocente é que se quilha,
    Com a culpa se detém?
    Vamos ver bem direitinho
    Qual será o seu destino.

    Com o Sócas, já se sabe,
    Culpam amigo dileto
    Com provas mais em direto
    Do que essa sumidade:
    Nimal Feroz s´intitula
    Aclamado p´la matula.

    Dinheiro de todos nós
    D´estipulação forçada
    Com um destino atroz.
    Porém “não se passa nada”:
    Reclamam a inocência
    Alguns ´té com insolência.

    Licas fecit

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: