Skip to content

O sofrimento pungente da multidiscriminação silenciosa

12 Fevereiro, 2017

A multidiscriminação é um flagelo que assola a multi-humanidade com sistemáticas e continuadas micro-agressões que acumulam num unificado hiper-ferimento a indivíduos dotados de hipersensibilidade. Não parece um conceito difícil de compreender para pessoas de bem.

Durante milénios, agredimos: é um facto que não é passível de negação. Agora, após este imenso purgatório milenar para esvaziamento de torpe mesquinharia, conseguimos aprovar a criminalização da multidiscriminação. Pequeno parêntesis: esta coisa de aglutinar palavras segundo o método alemão cheira bastante a trauma de Édipo, como, aliás, todo o acordo ortográfico. Fim de parêntesis. A multidiscriminização ocorre quando uma pessoa discrimina por duas ou mais características discriminantes distintas, como anão e maricas, preto e homossexual ou mulher e costureira branca não-instruída. Note o leitor, porém, que não se pode denominar por multidiscriminação quando a caracterização é feita por características discriminantes mutuamente exclusivas tais como socialista e idiota, feminazi e sofredora de frigidez patológica ou namorada-despeitada e activista-de-causas.

Além da multidiscriminação, também há a problemática da “discriminação por associação” (é mesmo assim). Aqui, o executivo resolve a questão como deve ser: diz-nos o Público que tal situação de “discriminação por associação” acontece quando “um jovem se desloca com dois ciganos a um serviço público é mal atendido por estar com eles”. Isto são boas notícias para quem, por exemplo, frequenta a Casa Pia no sentido de acompanhar o pedófilo. Uma pessoa vai ali, fazer companhia ao nosso amigo violador – que as ruas até andam inseguras para se andar sozinho – nem sequer está a violar um miúdo e, sem mais, habilita-se a ser tratado mal só porque algumas pessoas poderão não concordar com a necessidade do amigo em sodomizar órfãos. É tempo de dizer “basta” a esta injustiça.

Melhor ainda é a recomendação do Comité das Nações Unidas para a Eliminação da Discriminação na simplificação de queixas, como explica o Público: “o suposto agressor é que deve provar que não cometeu aquilo de que é acusado”. Muito bem, é assim mesmo! Eu estou há anos há espera que o meu vizinho prove que não matou o meu Bóbi depois de o sodomizar em repugnante actividade não consentida inter-espécies e, até agora, nada. Felizmente, a minha sorte mudará muito brevemente.

Advertisements
47 comentários leave one →
  1. lucklucky permalink
    12 Fevereiro, 2017 17:14

    Podemos começar a acusar o Publico de discriminação…

    “o suposto agressor é que deve provar que não cometeu aquilo de que é acusado”

    O òdio do Marxista à Liberdade. De que o Publico é um excelente representante.

    Liked by 1 person

    • 12 Fevereiro, 2017 17:34

      Foi criado nos anos 60 e vem do pós-guerra. Todos estes lobbies nasceram do mesmo.
      Agora está tudo legalizado na ONU
      Aqui

      E é impressionante porque o poder destes tipos é de tal ordem que conseguem impor legislação interna em todos os países.

      Sempre a espiolharem. Tal como com o aborto, também foi imposto pelos mesmos humanistas

      Liked by 1 person

      • lucklucky permalink
        12 Fevereiro, 2017 19:52

        As coisas não nascem do nada são criadas a partir de uma Cultura.

        E o poder que eles têm é Cultural a partir dos Media , uma vez que é a mesma cultura.

        Uma vez que os Jornalistas como antigamente os Padres é que definem o que é certo e o que é errado logo o poder é transmitido aos políticos que são aceites pelos média.

        Gostar

      • 12 Fevereiro, 2017 21:08

        Luck não há “Média” sem “Capital” …

        Gostar

      • lucklucky permalink
        12 Fevereiro, 2017 21:24

        Impostos e Vontade são Capital.
        Ninguém vai para jornalista para dar notícias, vão todos para mudar o mundo segundo as suas piedades.

        Gostar

      • 12 Fevereiro, 2017 21:53

        Ninguém os contrata e os financia sem aprovarem o que fazem. A tal lista de nomes do panama papers, ainda não veio a público pelos “jornalistas” das causas. Os jornalistas das causas têm dono e grande financiamento, e sabem muito bem seguir diretrizes definidas.

        Liked by 1 person

      • lucklucky permalink
        12 Fevereiro, 2017 23:23

        É Cultura mg, não há nenhuma grande conspiração.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        12 Fevereiro, 2017 23:25

        E o primeiro elemento da Cultura é a Linguagem. Mesmo que a linguagem esteja ao nível de Newspeak como a do jornal Publico.

        Gostar

      • 13 Fevereiro, 2017 00:10

        Não há massificação da linguagem sem enormes doses de financiamento.
        http://www.breitbart.com/big-government/2015/10/08/bill-gates-common-core-initiative-believe-right-track/

        Liked by 1 person

      • lucklucky permalink
        14 Fevereiro, 2017 22:26

        Enormes? Isso são peanuts.

        Olha para o programas escolares e aí sim tens enormes doses de financiamento.

        Gostar

  2. maria permalink
    12 Fevereiro, 2017 17:16

    Pego na parte mais leve do seu artigo. Acordo Ortográfico. Há pouco entrei num tradutor e sendo habitual, vejo que os Ingleses têm muitas palavras equiparadas ás nossas. Por exemplo, Entro com OBJETO(actual) e sai-me OBJECT.
    Pergunto não deveriam os Ingleses subcrever o nosso A.O.?
    Cumps

    Gostar

  3. Pedro Oliveira permalink
    12 Fevereiro, 2017 17:30

    Será que posso ser multidiscriminado por ser homem e branco?

    Liked by 1 person

  4. 12 Fevereiro, 2017 17:30

    “Uma pessoa vai ali, fazer companhia ao nosso amigo violador”

    CERD- Luck- CERD não é marxismo. Informe-se quando foi criado e por quem.

    Direitos Humanos. Pós-Guerra-“Anti-semitismo”.
    Vem tudo daí

    Gostar

    • lucklucky permalink
      12 Fevereiro, 2017 19:32

      O ódio à civilização ocidental vem do Marxismo. Isto é só mais uma táctica.

      Gostar

      • 12 Fevereiro, 2017 19:46

        A panca das minorias vem de onde?
        A legislação vem de onde?

        Vem tudo da Declaração dos Dreitos Humanos.

        O resto é aproveitar e mais lobbies à boleia.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        12 Fevereiro, 2017 19:57

        Vem da divisão em explorados e exploradores que domina toda a psique Marxista.

        É só mais uma variante.

        Liked by 1 person

      • 12 Fevereiro, 2017 23:44

        O ódio à civilização ocidental começa naquele povo sem terra, que foi históricamente expulsa da sua terra e de outras acusada de conspirar contra as nações onde viviam.

        Liked by 2 people

      • lucklucky permalink
        13 Fevereiro, 2017 15:12

        És mesmo imbecil.

        Gostar

      • 13 Fevereiro, 2017 20:48

        aqui está o que mg disse muito bem explicado…

        https://alertajudiada.com/2014/06/22/los-origenes-judios-del-multiculturalismo-en-suecia/

        Gostar

      • 13 Fevereiro, 2017 20:58

        lucklucky:


        Gostar

      • 13 Fevereiro, 2017 21:29

        Gostar

      • lucklucky permalink
        14 Fevereiro, 2017 22:24

        A ignorância da falta de cultura.

        Explicado ! a Suécia que na qual nunca teve importante presença Judia.

        Que tal explicares a Itália onde os Judeus foram e são muito mais importantes por exemplo.

        Claro que vocês são incapazes.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        14 Fevereiro, 2017 22:33

        Já agora atendendo ao nível primário da discussão também posso dizer que John Van Neumann e Edward Teller são outros malvados Judeus que foram a causa do “Anti-Comunismo primário”

        Para o nível da discussão em que a presença de um Judeu atesta da sua capacidade para controlar os outros que não passam de marionetas.

        Gostar

  5. 12 Fevereiro, 2017 17:31

    Mas o texto do VC está de chorar a rir

    ehehehhe

    Gostar

  6. Alain Bick permalink
    12 Fevereiro, 2017 17:44

    costa do Malabar,
    aka da malagueta, marfim (justifica os meios), ouro (BdP)

    Gostar

  7. Chopin permalink
    12 Fevereiro, 2017 17:58

    Se o acusado é que tem que provar a inocência… dez milhões de portugueses vão ter que provar não dever dinheiro uns aos outros 🙂

    Liked by 1 person

  8. Juromenha permalink
    12 Fevereiro, 2017 18:01

    Sendo deliberadamente “básico” : e ainda as gentes se perguntam por que é que “o” Trump ganhou?
    Será conveniente prepararem-se para “os” Trump” que vêm a caminho…

    Liked by 1 person

  9. pita permalink
    12 Fevereiro, 2017 19:11

    «quando a caracterização é feita por características discriminantes mutuamente exclusivas»

    Coitado do Slavoj Žižek e do seu eternamente cómico e ignorado triângulo!

    Gostar

  10. Arlindo da Costa permalink
    12 Fevereiro, 2017 19:18

    Acho que devemos agredir quem não concorda connosco.
    Na escola sempre andei à batatada.
    Uma grande escola de vida.

    Gostar

  11. 12 Fevereiro, 2017 20:40

    Será que a pena para a multidiscriminação é igual à pena para a (mono)discriminação?

    É que para os socialistas abusar de 1 criança 1 vez ou 20 vezes, dá pena igual…

    Liked by 1 person

  12. ABC permalink
    12 Fevereiro, 2017 20:58

    A presunção da inocência está a desaparecer, apesar de lóbistas de peso, como Salgado, Sócrates, Bava, etc. Suponho que quando esses forem devidamente inocentados estamos lixados. Para a AT já somos mais que suspeitos, somos mesmo culpados, e ai de quem não conseguir provar que pagou os 60 cêntimos de selo em 2014.
    Não sei onde nos levará o políticamente correcto, mas desconfio que acabará naquelas marchas milimétricamente precisas e estruturalmente correctas que se viam na Praça Vermelha e nas Portas de Brandeburgo, ou mais recentemente na Coreia do Norte. Tudo isto porque os políticos estão totalmente esquecidos de para quem trabalham, e quem lhes paga.
    Chegámos a isto ficando em casa em dias de eleições e em geral olhando para o umbigo. Veremos como será quando nos entrarem em casa com mandatos de captura em branco, como no tempo do Cop-Con.

    Liked by 1 person

  13. 12 Fevereiro, 2017 21:17

    Épa já sai de quarentena… Este blog há medida que vai sendo infiltrado por colonistas “ex”-socráticos vai estando mais parecido com o “observador”.

    Gostar

  14. 12 Fevereiro, 2017 21:39

    conheço um assim : é preto , gordo , maricas , careca , coxo e costuma andar com um cigano anão estrábico e travesti.

    Gostar

  15. javitudo permalink
    12 Fevereiro, 2017 23:09

    “Será conveniente prepararem-se para “os” Trump” que vêm a caminho…”
    Essa agora era o que faltava. Temos a muralha de aço, a habilidade do kosta e impetuosidade do galamba, a ferocidade das manas e o afeto do banhista que tudo enrola.
    Que não se atrevam a pôr cá o pé.
    Quanto ao multiculturalismo como diz a zazie está tudo legalizado na ONU.
    Os multiculturalistas querem destruir as diferenças e assim destruir a riqueza da humanidade, espalhar o pântano pelas nações intoxicando-as de vez.
    O guterres denunciava o pântano cá do sítio, mas não teve coragem de revelar os seus mentores.
    Acusam de populismo, já não têm lata de falar em fascismo e comunismo. Na realidade odeiam as pessoas em geral e em especial as que não pensam como eles. Como agem?
    Sigam o website MoveOn.org, dirigido por George Soros sob os auspícios do “Get up and fight for American ideals”. Querem saber donde vem o dinheiro?
    https://www.opensocietyfoundations.org/
    É tudo filantropia, acreditem.

    Liked by 1 person

  16. 13 Fevereiro, 2017 17:08

    “o suposto agressor é que deve provar que não cometeu aquilo de que é acusado”
    Uma clara violação do estado de direito sobre quem de facto recai o ónus da prova: a acusação.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: