Skip to content

Se “nós” ganhamos o Eurofestival, o Sócrates também ganhou, que ele está no meio de nós

15 Maio, 2017

A histeria nacional em torno da vitória de um cantor no festival da canção da Eurovisão é bastante representativa da psique nacional. O cantor, de seu nome Salvador Sobral, venceu um concurso. Através da mesma lógica, não é difícil argumentar que a sua irmã, que escreveu a canção, também o venceu. O que é difícil é perceber o que é que eu venci e o que é o que o leitor venceu. Ao nacionalizar-se a vitória de um indivíduo, todos perdem, incluíndo os que agora ganharam.

O primeiro-ministro já puxou para si a vitória, como puxa tudo, tipo buraco negro que suga o que quer que se aproxime. Isto deveria ser pista suficiente para percebermos que não ganhamos absolutamente nada, que quem venceu a competição foi um indivíduo (ou dois, ou três…). Porém, é suposto estarmos ainda na fase de vencedores, mesmo não sabendo cantar nem escrever uma canção (ou, sequer, uma lista de compras).

Salvador, coitado, é aclamado como herói nacional, o passo essencial para a metamorfose em Anti-Cristo que, invariavelmente, acontece a todos os heróis nacionais. Não merecia isto: até parece bom rapaz, afinado, com baixa probabilidade de vir a viver em Paris numa casa “de um amigo” mal terminasse o necessário dinamitar do país. Outros coitados que chegaram, no passado, ao triste epíteto de herói nacional, como a Amália e o Eusébio, acabaram caracterizados como “bêbedas”, “quanto muito bissexual”, “analfabeto” e “afilhado do Salazar”. Prepara-te, Salvador.

Agora, lá até ao dia 20 deste mês, ainda estamos na fase “há portugueses estúpidos que nem merecem o Salvador”. Daí para a frente, é um só um tirinho até que os mesmos que agora endeusam um homem, o passem a tratar como o seu palhaço pessoal, incapaz de cumprir a função a que o destinaram, a de manter o heroísmo nacional vivo.

Não somos nós, os portugueses, que não merecem o Salvador. O rapaz é que, coitado, não merecia mesmo nada ter que levar com os portugueses.

Anúncios
26 comentários leave one →
  1. 15 Maio, 2017 13:24

    Óptimo post para discussão.

    Actualíssimo e adequado: “O povo completo será aquele que tiver reunido no seu máximo todas as qualidades e todos os defeitos. Coragem, portugueses, só vos faltam as qualidades.”
    Almada Negreiros, 1917

    Gostar

    • Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
      15 Maio, 2017 14:06

      José SOBRAL de Almada Negreiros

      Gostar

      • 15 Maio, 2017 14:10

        Oportuno !

        Gostar

      • Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
        15 Maio, 2017 16:39

        Eu? Não!

        O Zé Almada é que era oportuno. Além do meu Pai, este era um gajo que eu gostava que ainda por cá andasse. Era giro ler os comentários dele no Blasfémias.

        Gostar

      • sam permalink
        15 Maio, 2017 20:37

        Almada Negreiros, o autor dos vitrais de Nossa Senhora de Fátima.
        Isto anda tudo ligado…

        Gostar

  2. piscoiso permalink
    15 Maio, 2017 14:25

    Há até quem diga que foi a RTP que ganhou o Festival.

    Gostar

    • 15 Maio, 2017 14:35

      Exceptuando alguns casos desde que este festival existe, obviamente são ganhos também pelo trabalho nos bastidores (com objectivos comerciais, políticos e outros), neste caso feito por uma irrepreensível promoçao duma máquina muito bem oleada e certeira paga pela RTP-Estado.

      Gostar

    • 15 Maio, 2017 14:43

      O Adão ganhou. Não tivesse ele comido a maçã e nunca haveria Festival.

      Gostar

      • 15 Maio, 2017 14:51

        Benja-o Deus, ao Adão, e que o Diabo o encaminhe.

        Gostar

  3. 15 Maio, 2017 14:41

    Claro, tinha de ser. Hoje, em Lisboa numa cimeira internacional (C. 400 participantes) organizada pelo Financial Times sobre investimento e negócios de luxo, quem é que o AC-DC deu como exemplo de qualidade tuga ? A canção vencedora e…Joana Vasconcelos.
    O que pensarão muitos presentes não-parvos deste PM, suas qualidades, objectivos e mundovivência, que país e povo por ele governados, que território espera por eles como investidores ?

    Gostar

  4. piscoiso permalink
    15 Maio, 2017 14:42

    Cena ridícula, até mesquinha, foi a de Malato da RTP, pouco depois de Salvador ter ganho, ir entrevistá-lo com o troféu numa mão, o microfone e uma bandeira noutra. Salvador só faltou dizer-lhe “Leva isso para casa e deixa-me em paz”.

    Gostar

  5. TheBones permalink
    15 Maio, 2017 18:35

    Ja o disse, e volto a repetir…o único ponto digno de registo em todo o espetáculo (Só assisti a 5-10 minutos por imperativos relacionados com a minha condição de Pai, mas já me confirmaram ter sido uma constante!) foram os sucessivos e vertiginosos orgasmos do Malato e companheiro de route!
    Segundo pode constatar nos 5 minutos televisionados por mim, foram dignos de registo e motivo de vergonha para qualquer tuga com dois neurónios solitários!

    Gostar

  6. Arlindo da Costa permalink
    15 Maio, 2017 19:08

    Até o Sr. Vitor Cunha ganhou.
    Os meus mais sinceros parabéns!

    Gostar

  7. licas permalink
    15 Maio, 2017 19:41

    E o sr. Arlindo da Costa também ganhou
    _________uma explêndida ocasião de se manter calado, mais uma vez.

    Gostar

  8. carlos alberto ilharco permalink
    15 Maio, 2017 20:24

    Não sabia que o Malato tinha lá ido.
    Foi como personal coach do cantante?

    Gostar

    • Euro2cent permalink
      15 Maio, 2017 21:42

      Nah, que a irmã corria-o a chuto.

      (Só vi as fotos nos jornais, mas acho que já percebi …)

      Gostar

  9. Filipe Costa permalink
    15 Maio, 2017 21:50

    Eu nada ganhei, um festival de olclore, um ritual religioso e um jogo de futebol, ganhei zero. Só perdi tempo a procurar programas de jeito, fui ao NetFlix.

    Gostar

  10. licas permalink
    15 Maio, 2017 22:45

    MJRB PERMALINK
    15 Maio, 2017 14:41

    . . . e quando chegar a altura , irá eleger “o penta-campeão SLB”
    O MELHOR DO MUNDO, aposto. . .

    Gostar

  11. Barão Marquês permalink
    16 Maio, 2017 08:52

    “Um país que precisa de heróis para se salvar não merece ser salvo”

    Gostar

  12. basto_eu permalink
    16 Maio, 2017 12:13

    É.
    O Costa ganha tudo, só não ganhou as eleições em 2015.
    Ah, e também ganhou 9.500 milhões de euros de dívidas no ano passado.
    Como é que se pode ser tão aselha assim?..
    Acreditar no crescimento da economia
    Através do consumo interno.
    Quando a primeira medida foi, retirar 50% do subsídio de Natal às famílias pobres?
    Com a patranha da “devolução dos rendimentos às famílias”?
    Como é que retirando dinheiro às famílias pobres cresce o consumo dessas famílias?
    As cativações de 50% do subsídio de Natal feitas contra os reformados de baixos recursos, sem que estes fossem ouvidos nem achados é, uma forma encapuçada de austeridade promovida pela geringonça composta por autênticos parolos.
    Anda o autoproclamado, que nem eleito pelo povo foi, sim porque o povo não o quis, lá fora a aliciar as empresas para que se estabeleçam em Portugal e, em contrapartida diz que é preciso taxar mais alto as empresas que derem mais lucro.
    Isto é de gente que bate bem da carola?
    Alguém acredita que as empresas andam a dormir na forma?
    Qual é a empresa que, sabendo que o governo vai taxar as empresas que derem mais lucro se vai instalar em portugal?
    Me desculpe o VC por estas tantas perguntas a fugir ao contexto do post, mas é que quando começo a ver tanta aldrabice torna -se difícil para mim ficar calado.

    Gostar

  13. licas permalink
    16 Maio, 2017 18:33

    Um caso?

    A Krichner não completou
    O seu curso de Direito
    Porem tomou-o de peito
    E da fraude bem cobrou
    O ser “afoito” é que conta
    E ser duro na reponta.
    Quando foi a Presidenta
    Com dólares em polvorosa
    Em quantidade pasmosa
    A preço de “arrebenta”:
    Os do “futuro” chamados
    Fez ricaços aliados.
    Cobrou colossal fortuna
    Ela própria uma das tais
    Em negócios estatais
    Uma emérita gatuna:
    A contas com a Justiça
    Atenta mas sem preguiça.

    licas fecit

    Gostar

  14. Eduardo permalink
    16 Maio, 2017 23:02

    É caso para continuar a versão apalhaçada e patética do salvador:
    — Chupa, chupa costa que para chupar são precisos dois

    Gostar

  15. Eduardo permalink
    16 Maio, 2017 23:09

    O esganiçado do salvador não tem qualquer culpa para aquele modo patético de cantar.
    Nasceu assim
    Coisas da Natureza
    Não te esqueças de aumentar o cachet enquanto os idiotas acharem graça à bissexualidade.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: