Skip to content

Temos que compreender o terrorista, não odiemos os oprimidos

24 Maio, 2017

Uma das ocupações em alta, das que tem vindo a ter mais saídas profissionais, é a de comentador de terrorismo islâmico (uma redundância). Trata-se de uma ocupação que consiste em explicar as motivações dos terroristas, coisa que se obtém através de anos de estudo em ciências sociais e teorias de género pós-feministas e humanitárias, competências adquiríveis, por exemplo, através do programa de doutoramento em estudos feministas no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Outro meio para a aquisição de competências na área da compreensão das motivações dos terroristas é ser um idiota chapado, coincidentemente, um dos requisitos não mencionados para a admissão ao programa de doutoramento mencionado.

Nas televisões e nos jornais, como cogumelos, brotam do húmus inúmeros especialistas em especialidades que juram a pés juntos — evitando assim expôr o heteropatriarcal sexo biológico, uma aberração da natureza — que o mundo ocidental é culpado, por infortúnio de inúmeros pecados, de fomentar a carnificina de multidões indiscriminadas, gente que o terrorista não conhece, logo, pessoas dotadas apenas de uma espécie de Pecado Original que os torna indiscutíveis culpados e candidatos admissíveis para uma gloriosa matança. Outros, mais sofisticados que os anteriores, tal como o caracol é uma evolução da lesma desprovida de carapaça, salientam, inclusivamente, dois factos que deixariam as mães hippies orgulhosas com tamanho brilhantismo: 1) havia mais terrorismo na Europa nos anos 70, mérito dos revolucionários marxistas, gente simpática que, talvez por fraqueza, evitava a carnificina de crianças; 2) os terroristas islâmicos são habitualmente nativos do país onde a matança ocorre, daí que nada disto tenha a ver com fronteiras e políticas de emigração, como que sendo o problema mais difícil de combater do que através de simples fecho de fronteiras seja motivo para regozijo. Que alegria: o terrorista tem passaporte inglês, é meu vizinho, não é um estrangeiro desconhecido!

Em qualquer dos casos, é sempre necessário salientar que o Islão não tem nada a ver com terrorismo, tal como uma prostituta não tem nada a ver com gonorreia: são coisas distintas e é possível ser um devoto muçulmano sem ser terrorista, tal como, como já verificamos, também é possível ser um idiota chapado e doutorado ao mesmo tempo. Importante é referir que todas as religiões são uma porcaria, umas mais que as outras, por motivos culturais. Cristãos e judeus são reles, muçulmanos são apenas pessoas num processo de evolução igualitário, vítimas de opressão heteropatriarcal e, como tal, passíveis de compreensão quando se rebentam matando crianças e adultos de castas reles. Importante é combater as fobias, as xeno-, as homo-, as multi-, nem que para isso seja necessário fechar os olhos ao próprio atentado (não é xenofobia?), às execuções de homossexuais (não é homofobia?) e ao triste destino dos depósitos de esperma a que chamam mulheres por estes libertadores da opressão mundial a que erradamente chamamos terroristas (não é misoginia?).

Como diz o nosso Querido Líder, “por cada atentado realizado, dez são evitados”. Isto é verdade, tal como é verdade que por cada palerma que “compreende os terroristas” há dez pessoas dispostas a pagar-lhe o bilhete de ida para Mosul.

Anúncios
65 comentários leave one →
  1. 24 Maio, 2017 11:45

    Caro Vitor, ando então aqui a tentar “compreender” o seu argumento. O que é que propõe então?

    Não obstante a razão que tem em referir que há idiotas por todo o lado, existe uma necessidade de traçar o perfil de criminosos, homicidas, assassinos, para os poder apanhar. Por vezes perceber o que move alguém ajuda a demover, impedir ou mesmo apreender que comete qualquer crime, seja do mais básico ao mais bárbaro.

    Como o que propõe é que não devemos tentar sequer compreender a razão por detrás destes actos de barbaridade, pergunto, então o que é que sugere?

    Gostar

    • 24 Maio, 2017 11:50

      É uma boa pergunta. Quer mesmo saber a resposta? Não é bonita.

      Gostar

      • 24 Maio, 2017 11:51

        Pois, já percebo. Não é necessário. Escrever essas coisas faz mal à saúde.

        Gostar

      • 24 Maio, 2017 11:54

        O que faz mal à saúde é querer traçar perfil destes criminosos quando até um retrato robô está disponível. Qual será o factor fundamental? Talvez pessoas que comem uvas?

        Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        24 Maio, 2017 22:34

        podem comer uvas mas não comem porco

        Liked by 1 person

    • 24 Maio, 2017 13:13

      Camarada Galaz permita-me que lhe explique, como se você fosse um idiota que tivesse nascido ontem…

      Liked by 2 people

      • 24 Maio, 2017 13:46

        Enfim meu caro mg, como não sei o seu nome e não sei a quem me dirijo, falarei como se fosse com um estranho, ou seja, com o mínimo de civilidade possível.

        Eu também posso ir buscar imagens que detalham as barbaridades que são ditas no Antigo e no Novo testamento, e garanto-lhe que há muitas. Sabia que a Bíblia diz que é melhor oferecer as suas filhas para serem violadas pela multidão, do que deixar convidados seus serem maltratados? Génesis 19.1–11 Como estes há muitos, e poderia compilar aqui uma lista como a sua, retirada de um post qualquer, que como não nasci ontem, sei usar a internet para validar a informação que é apresentada.

        Um Surah é um capitulo, que no Alcorão há muitos, e não tem pevas a ver com o último testamento de Maomé, alias, houve 114 no total. Sabe que os Islão quando refere aos não crentes, está a referir-se aos politeístas, especificamente os que andavam na altura à perseguir todos os monoteístas? Sabe que na altura os muçulmanos, judeus e cristãos protegiam-se uns aos outros dessa perseguição? Esse parênteses nessa imagem que apresenta (including Jews and Christians) são balelas. Cristo, Moises, Buddha são todos profetas importantíssimos para o Islão. Sabe quem é que eles acham que irá lutar contra o anticristo? Ora lá está: Jesus Cristo.

        Não é necessário vir aqui chamar-me nomes, pois não me conhece, sabe lá aonde é que o nasci ou o que é que eu sei e não sei, quando a minha pergunta, colocado de uma forma civilizada a uma pessoa que no mínimo tem a honra de se identificar, e que mesmo que eu não concorde com algo que seja dito, pelo menos tento procurar maneiras de descobrir uma potencial solução. Por isso não venha para aqui chamar-me de camarada, pois de esquerdiola não tenho nada, e meta-se na sua vida, porque na minha eu pelo menos peguei em tudo o que era livro “sagrado” para tentar perceber a mente destas pessoas, assim como a mente dos cristãos ou mesmo dos judeus. Sabe qual é a conclusão? É tudo política. Os textos dizem todos praticamente a mesma coisa mas de maneiras diferentes.

        Como os textos são utilizados foi brilhantemente demonstrado pelo Exmo(a). mg, que é exactamente o que os canalhas dos terroristas fazem, e o mesmo que o as deturpações extremistas fazem com qualquer texto: interpretar da maneira que se quiser para alcançar o objectivo que se quer. Isso meu caro é o exercício do poder que é a política.

        Enfim, para ter uma discussão com o fim de chegar a bom porto e conseguir-mos de facto lidar com a situação, estou sempre ao dispor, porque continuo a achar que a internet e locais de debate de ideias como este, podem ainda ser feitos com o mínimo de civilidade. No entanto, parto do principio que o senhor(a) mg não é idiota, pois soube escrever e colocar uma foto em anexo. Logo peço, não parta logo para o insulto cobarde e não identificado, porque isso só lhe retira credibilidade no argumento.

        Recomendo o seguinte:
        Meu caro Galaz, permita-me que lhe exponha uma perspectiva que quiçá ainda não considerou:

        E enfim, não é necessário mais. Um bom dia para si e para os demais.

        Gostar

      • 24 Maio, 2017 13:50

        Não há imagens do D. Afonso Henriques a matar mouros?

        Liked by 2 people

      • 24 Maio, 2017 13:49

        E antes que me venham acusar do que for, eu sou agnóstico, logo até sou alvo de exclusão por parte das três grandes religiões. Com sorte até consigo chegar ao purgatório, mas o céu estará para sempre barrada a minha entrada. É só um à parte, porque só porque me dei ao trabalho de ler os livros, ainda me venham acusar de ser isto ou aquilo.

        É só. Boa tarde a todos.

        Gostar

      • 24 Maio, 2017 14:56

        Boa liçao de “pos-modernismo” voce deu nos deu aqui camarada galaz. Não se esqueça quando o seu “agnosticismo coff coff (relativismo moral ateu)” se esgotar, sempre pode enfiar o seu casulo marxista da luta do proletariado.

        Liked by 1 person

      • carlos alberto ilharco permalink
        24 Maio, 2017 16:04

        Vou “roubar” para publicar.

        Gostar

      • André Miguel permalink
        24 Maio, 2017 19:07

        A Biblia esta tao cheia de coisas más para o Galaz, que até vê Cristãos a atropelar muçulmanos em meca e Indus à chapada com Budistas.
        Não seja idiota, Jesus no NT pede uma escolha, maomé ordena a submissão. A diferença não é poucochinha e explica tudo.

        Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        24 Maio, 2017 22:39

        Vai ver que os cristão até atropelavam os muçulmanos antes do Maomé. Mau mau foi aquele terrível cruzado assassino que produziu o país onde o Galaz esteve em fermentação, a ler o antigo testamento para nos dias de hoje nos poder esclarecer do seu agnosticismo “independente e livre”

        Gostar

      • 28 Maio, 2017 22:27

        MIguel Galaz,

        A sua boa vontade para ter lido os textos não foi infelizmente acompanhada de literacia para a compreensão dos mesmos.

        Quanto aos grandes males reportados da Bíblia, apenas lhe pergunto uma coisa: sente-se mais seguro no seu apartamento se o resto dos seus vizinhos forem cristãos de diferentes igrejas, ou se forem muçulmanos sunitas ou xiitas?

        Gostar

    • 24 Maio, 2017 13:26

      Não é promovendo o nazismo autorizando e promovendo a implementação de escolas nazis, institutos nazis, associações ou partidos nazis que combatemos o nazismo. Nem é por repetirmos à exaustão que o nazismo é uma ideologia pacifica igual a qualquer outra e que é mal compreendido pelos terroristas nazis que ele deixa de ser o que é. Proibir, criminalizar, perseguir a sua propagação foi e continua a ser solução para erradicar o nazismo. Agora mude o nome NAZI para ISLÃO e temos a resposta à sua pergunta.

      Liked by 1 person

    • Campus permalink
      24 Maio, 2017 21:25

      Caro Miguel, será que não compreende que a verdadeira razão destes assassinatos está num livro escrito por um psicopata ??

      Gostar

  2. 24 Maio, 2017 11:56

    “…como já verificamos, também é possível ser um idiota chapado e doutorado ao mesmo tempo”
    a realidade da suposta elite portuguesa bem retratada
    onde a especialidade está em usar palas que impedem ver dois tostões de bom senso
    definição de especialista em portugal:
    fala-barato que se faz pagar caro

    Liked by 2 people

  3. Churchill permalink
    24 Maio, 2017 12:12

    Há muitos, mas sempre se conseguem destacar alguns.
    É o caso habitual do otário que o Balsemão continua a contratar a custo capitalista para defender o anti-capitalismo e outros absurdos. Sobre este assunto é ler e chorar.
    http://leitor.expresso.pt/#library/expressodiario/23-05-2017/caderno-1/opiniao/estamos-a-vencer-o-terrorismo

    Liked by 2 people

    • 24 Maio, 2017 12:46

      Ele não é ótário. Capitalistas são desde sempre os principais promotores do (((marxismo))) . Sobretudo os grandes (((Capitalistas))).

      Gostar

    • Rafael Ortega permalink
      27 Maio, 2017 22:55

      Eu sabia que esse Daniel Oliveira era desonesto, mas porra, ou é atrasado mental, ou quer gozar com a nossa cara.

      “longe vão os tempos em que sete terroristas conseguiam espalhar o pânico em vários pontos de Paris, em simultâneo, provocando a morte a 180 pessoas.”

      LONGE VÃO OS TEMPOS??? Foi há ano e meio!! Este gajo tira qualquer um do sério!!

      O argumento dele é que estamos a ganhar porque os atentados têm cada vez menos preparação e eficácia.

      O que é que importa a sofisticação? E têm menos eficácia? 22 mortos de Manchester com uma única bomba parece-me eficaz sob qualquer ponto de vista.

      Um camião atirado contra a multidão parece pouco sofisticado, mas 86 mortos em Nice parece-me muito eficaz.

      Que besta…

      Gostar

  4. 24 Maio, 2017 12:20

    Eis o estado do peer review das publicações “cientificas”
    .

    http://www.acsh.org/news/2017/05/19/hoax-science-paper-says-penis-social-construct-worsens-climate-change-11302

    Liked by 2 people

  5. Manuel permalink
    24 Maio, 2017 12:29

    Tem toda a razão, foi deprimente ouvir os” especialistas ” no terrorismo islâmico. O conformismo dos ditos, é confrangedor. Por redução absurdo, é mais ou menos assim: uma bomba matou-me uma filha de oito anos, vou esperar que dentro de uns meses me matam a outra e os “especialistas” continuarão a cobrar às televisões e a afirmar que temos viver como esta barbárie. Porque não perguntar a Israel como se combate esta gente?

    Liked by 3 people

    • Baptista da Silva permalink
      24 Maio, 2017 14:57

      Israelitas e já agora, Australianos:

      “O Governo de Abbott endureceu as medidas contra a imigração ilegal, incluindo operações da Marinha para intercetar e fazer regressar os barcos em alto mar, que tentem chegar de forma clandestina à Austrália.

      Muitos destes imigrantes fogem de conflitos como os do Afeganistão, Darfur, Paquistão, Somália e Síria, e também da perseguição e discriminação na Birmânia ou Bangladesh.”

      Gostar

      • carlos alberto ilharco permalink
        24 Maio, 2017 16:15

        Do Darfur, Somália, Síria de barco para a Austrália?
        Grande aventura, não é de pirogas pois não?

        Liked by 1 person

  6. 24 Maio, 2017 13:17

    “por cada atentado realizado, dez são evitados”…..o que só prova que os terroristas não são uma minoria e que os políticos mentem com quantos dentes têm. Na verdade são uma maioria, uns com vontade de morrer matando infiéis, outros que não tendo vontade defendem, aprovam e colaboram com os jhiadistas. Minoria serão aqueles que se secularizaram e se integraram no modo de vida ocidental mas que vivem em silencio para não serem perseguidos dentro da sua comunidade.

    Liked by 2 people

  7. José Ramos permalink
    24 Maio, 2017 13:20

    Eu pagar-lhes-ia, com gosto, o bilhete para Guantanamo.

    Gostar

  8. Barão Marquês permalink
    24 Maio, 2017 14:06

    A primavera árabe a bater-nos á porta. Uma exportação ocidental mal sucedida para uma encomenda não carimbada. Dos nossos apressados expedidores desaparecidos em parte incerta nem se ouve falar.

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      24 Maio, 2017 22:42

      se queria dizer ocidental foi para não dizer exportação do Obama? As vacas sagradas não são para se mencionar não é?

      Liked by 1 person

      • Barão Marquês permalink
        26 Maio, 2017 07:10

        Não é fácil mencionar uma a uma todas as vacas do curral. O nosso retirado Ambrósio de cerimónias que o diga.

        Gostar

  9. Baptista da Silva permalink
    24 Maio, 2017 14:58

    Em 2015, tomem nota:
    O primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, defendeu a eficácia da sua política de imigração, que inclui a devolução de barcos aos seus pontos de embarque, numa altura em que a Europa enfrenta uma crise de refugiados.

    Liked by 2 people

  10. ABC permalink
    24 Maio, 2017 15:11

    É assim: sou islamofóbico. E não era. É que não era mesmo.
    Agora, se estiver numa multidão e vir alguém com feições ou roupas que me remetam para o Islão, não me sinto seguro. Se estiver num aeroporto e vir um árabe com uma mala, afasto-me o mais que posso. Sou incapaz de comer num restaurante onde qualquer empregado tenha ar de muçulmano. Se tivesse uma fábrica de qualquer coisa comestível, venenosa, ou explosiva, não empregava nenhum muçulmano. Não gosto de ver tipos com cara de médio oriente a rondar reservas de água que abastecem cidades. Não me meto num táxi guiado por um árabe. Se vejo um árabe entrar num camião fico de olho nele. Etc. etc.
    É fobia? É, é sim, e a culpa não é minha, porque até há pouco tempo ela não existia. É claro que agora existe, e tem boas razões para isso – talvez me salve a vida. Não me peçam, se faz favor, para “compreender”. Até porque já compreendi, é guerrilha, é guerra, é crime, e estou do lado das vítimas potenciais. Do mesmo modo que sou contra lançarem bombas contra crianças na Síria, sou contra lançarem bombas contra crianças na Europa. O Mal não tem religião.
    Ao Miguel Galaz, eis o que pode acontecer;
    – um atentado verdadeiramente bárbaro contra uma comunidade muçulmana na Europa
    – o fecho “provisório” de todas as mesquitas na Europa, para protecção dos muçulmanos
    – o fecho e expropriação de todos os negócios detidos por muçulmanos, para protecção dos mesmos
    – mais um atentado, ainda mais bárbaro, contra a comunidade muçulmana
    – recolher obrigatótio dos muçulmanos, para protecção deles
    – expulsão dos muçulmanos da Europa, para protecção deles
    Se acha improvável, se acha errado, olhe, eu já achei improvável, mas lembrei-me do que os nazis fizeram aos judeus, ou os americanos aos japoneses. Quanto ao errado…já não sei. Como é que distingo os muçulmanos bons dos outros? Como é que eu sei que o árabe que se senta a meu lado num cinema, com uma mochila, tem lá o lanche?

    Liked by 2 people

    • 24 Maio, 2017 18:54

      uma fobia pressupõe um medo irracional ou infundado de algo, neste caso pelo islão. Atendendo aos atentados em todo o mundo e `ameaças e promessas de morte constantemente feitas pelos apaniguados desta religião, é lógico, fundamentado e racional ter medo de morrer num ataque jihadista num concerto, num avião, no metro, na rua etc em qualquer cidade europeia. O perigo é real e diário.

      Liked by 2 people

    • André Miguel permalink
      24 Maio, 2017 19:16

      Não é fobia. É instinto de auto-preservação. E nunca, mas nunca permita que lhe digam o contrário! O marxismo bem se esforça por enterrar a natureza humana ate fazer de nos automatos, mas é instintivo a qualquer ser vivo defender-se de ameaças à sua integridade.

      Liked by 2 people

    • Lusitano permalink
      27 Maio, 2017 14:39

      Caro, o senhor demonstra inteligência, coerência e consistência. Não a desperdice a justificar-se. Haverá sempre quem não possua as 3 qualidades acima indicadas. Ou até nenhuma. Preserve-se.

      Gostar

  11. carlos alberto ilharco permalink
    24 Maio, 2017 16:33

    Não é nada o meu género, mas não leio em sítio nenhum (também não vou a muitos) nada sobre aquilo que Tavares disse de Trump na segunda à noite na SIC.
    Gostava de ler um post sobre o assunto num sítio mais importante do que o meu facebook

    Gostar

  12. piscoiso permalink
    24 Maio, 2017 17:00

    Felizmente apareceu por aqui um Miguel Galaz para escrever algo de novo, pois sempre que há um atentado terrorista, os comentários parecem um copy/past de outras sangrias anteriores.

    Gostar

    • 24 Maio, 2017 17:06

      Portanto, sente que perdeu a oportunidade.

      Liked by 2 people

    • 24 Maio, 2017 17:35

      Ohh, não achou inovador o artigo “científico”, revisto e aceite pelos peers, que demonstra como o pénis é uma construção social, responsável pelo aquecimento global ?

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      24 Maio, 2017 22:46

      verdade,,,,,ninguém leu o antigo testamento…nem o novo….de uma forma “agnóstica livre e independente”. O novo é para o piscoiso porque a preguiça não lhe deu para essas maluqueiras.Depois fica fascinado com as vulgaridades, o que é natural para quem chega a idade dele a dormir sobre a propaganda do seu querido líder.

      Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    24 Maio, 2017 17:41

    temos que compreender os terroristas e os oprimidos.
    Decorrido algum tempo até já compreendo a PIDE e os verdugos salazaristas.
    Pobres coitados! Uns falhados da sociedade!

    Gostar

    • 24 Maio, 2017 17:53

      Se um atentado o atingir ou beliscar gravemente um seu familiar ou amigo, goze com a situação.
      Mas porque o seu quintalinho é muito tízico, pensa que o palneta é sempre em linha recta…

      Gostar

      • 24 Maio, 2017 18:03

        errata:”planeta é sempre em linha recta…

        Gostar

    • 24 Maio, 2017 18:50

      ó palermóide de serviço, são os teus apaniguados PCP, Blocos e xuxalistas que andam sempre com a salazar na ponta da língua, que nos fizeram compreender a PIDE, ao fazerem-se apoiantes de Cuba, Coreia Norte Venezuela etc . Ao pé desses verdugos e assassinos a PIDE foi uma associação de meninos de coro. São vocês próprios que branqueiam a PIDE todos os dias com as vossas amizades. Bem hajam.

      Liked by 2 people

  14. 24 Maio, 2017 17:45

    Chumbo do grosso neles !
    Cortar o Mal pela raíz, prioritariamente nos locais onde estão os mandantes do ISIS, DAESH. EI, seitas. Cortar-lhes os canais de comunicação.
    Se não existir “cérebro” que mande nos terroristas no Ocidente, na Euriopa, os gajos (e gajas) ficam sem directivas, ambições, e passado algum tempo (três, quatro anos), desatinam até à desmotivação. Na Síria, no Iraque, onde estiverem os mandantes, dizimem aquilo tudo e todos !
    Nenhuma contemplação perante assassinos !

    Gostar

  15. 24 Maio, 2017 17:50

    Esta maltosa da política está a gozar connosco: o ministro das finanças alemão WSchauble comparou o seu homólogo tuga ao Ronaldo por causa da saída do PDExcessivo.
    O MarceloCarmonaThomaz não hesitou: “O resultado é comparável ao mérito do Ronaldo, sim”.
    Vão chamar patetas aos seus familiares, carago !
    Mais o discurso fatela, popularucho, sem nível, para a populaça-NADA melhor absorver, valendo-se do omnipresente e bovinizante futebol…

    Gostar

    • Manuel permalink
      24 Maio, 2017 18:15

      São patéticos e ridículos estes números de circo, vamos novamente acabar com uma pré-bancarrota. O governo não fez nada para a economia crescer a 3%, está a entrar muito dinheiro nas empresas(20-20 e outros fundos europeus) e o turismo é impressionante, beneficiando do terrorismo no norte de África, Turquia e mesmo Europa. Estruturalmente na economia nada mudou e as pessoas padecem de uma iliteracia assustadora e estão novamente a endividar-se. Enfim, agora vêm os santos populares e a festa vai continuar.

      Liked by 3 people

      • 28 Maio, 2017 22:34

        Atente que grande parte do 20-20 está a financiar o Estado. Tipo em concursos que só podem ser concorridos por entidades com as características específicas e irrepetíveis do Instituto do Desemprego e da Esfodação Profissional ou das câmaras municipais.

        Gostar

    • André Miguel permalink
      25 Maio, 2017 19:14

      Ronaldo acaba de ser acusado de fuga ao Fisco em Espanha. Ja compreendem a comparação? Sentido de humor alemão é tramado! Ehehehe

      Gostar

  16. 24 Maio, 2017 18:46

    The Manchester-born singer Morrissey has hit out at politicians for their reaction to the bombing in his hometown that has killed 22 people and hospitalised 59 more.

    “In modern Britain everyone seems petrified to officially say what we all say in private,” the singer wrote on his Facebook page. “Politicians tell us they are unafraid, but they are never the victims. How easy to be unafraid when one is protected from the line of fire. The people have no such protections.

    “Manchester mayor Andy Burnham says the attack is the work of an ‘extremist’. An extreme what? An extreme rabbit?”

    Criticising the prime minister, he claimed that “her own life is lived in a bullet-proof bubble, and she evidently does not need to identify any young people today in Manchester morgues”.

    The musician added: “Also, ‘will not break us’ means that the tragedy will not break her, or her policies on immigration. The young people of Manchester are already broken – thanks all the same, Theresa.”

    Morrissey also criticised the London mayor, Sadiq Khan, who he said had failed to condemn the Islamic State group after it claimed responsibility for the attack

    Liked by 2 people

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      28 Maio, 2017 01:17

      Fantástico! É isso mesmo que todos parecem não querer ver. Andam a enganar quem?
      Qual o objectivo destas políticas assassinas de imigração que trazem para dentro de portas a escória da Humanidade?

      Gostar

  17. José Manuel Faria permalink
    24 Maio, 2017 19:09

    Trump vende armas à pátria dos radicais muçulmanos. E, ninguém condena!

    Gostar

  18. Juromenha permalink
    24 Maio, 2017 20:42

    Esses “comentadores” são os Lord How-How dos nossos dias.
    Esperemos que, quando o tempo chegar, tenham o mesmo tratamento.

    Gostar

  19. Campus permalink
    24 Maio, 2017 21:35

    Boa camarada Costa, não é para todos dizer que por cada atentado dez são neutralizados . Andarem para aí a dizerem que são casos isolados só mostra que não entendem nada, falem com o Costa.

    Liked by 1 person

  20. licas permalink
    24 Maio, 2017 21:41

    jc PERMALINK
    24 Maio, 2017 18:50

    A PIDE (e o pavor que provocou) foi o principal sustentáculo
    de uma tirania que durou quase 50 anos. Viva o 25 de Abril
    que troxe a Democracia (que é o menos mau, como dizia W.
    Churchill, de todos os regimes) e a abolição de Polícias Politicas.

    Gostar

  21. José Domingos permalink
    24 Maio, 2017 21:44

    E aqui estamos, todos indignados com os terroristas, na sua vida difícil, até porque somos nós os culpados.
    Estamos jantados, não nos apetece dar uma volta ou ir beber café á tasca do praquistão, oriundo do bengala desh, que não fala português, que só fecha á meia noite e por acaso até é um tipo simpático, ri muito.
    E amanhã está tudo pior e não se resolve nada, mata-se mais e a malta indigna-se aqui.
    Fico muito mais tranquilo com a minha consciência.

    Gostar

  22. licas permalink
    24 Maio, 2017 22:07

    Parafraseando
    Temos que compreeder os PIDES
    não odiemos esses tão zelozos funcionários. . .

    Gostar

  23. José Domingos permalink
    24 Maio, 2017 22:34

    Abençoados os inocentes. Ainda acreditam que não existem policias politicas.
    Também não percebo o que tem a DGS, a ver com terrorismo.

    Gostar

  24. licas permalink
    25 Maio, 2017 03:38

    José Domingos PERMALINK
    24 Maio, 2017 22:34

    __Julgando-se completamente escudado/enaltecido
    pelo Goveno provocar tortura/morte sobre humanos
    deixa aos agentes insensível/orgulhoso do seu mister.
    __VOLÙPIA em dar largas à tara supinamente anti-humana.
    Em suma: cobardes e tarados.

    Chega para compreender José Domingos?

    Gostar

  25. Eduardo permalink
    25 Maio, 2017 11:43

    Excelente texto. Bem explicatico do spalermas-idiotas que querem explicar o terrorismo islâmico. São os palermas doutorados pela universidade de coimbra nas cadeiras em que os boas venturas, inexplicavelmente, ganham a vida. Irmãos siameses dos outros doutorados que foram padrinhos do doutoramento honoris causa de lula da silva e de outros vigaristas

    Gostar

  26. JCA permalink
    25 Maio, 2017 13:49

    .
    Vendo-a como a comprei, nem sim nem nao, apenas um porem:
    .
    .
    Journalists Drink Too Much, Are Dumber Than Average, Study Finds
    http://www.zerohedge.com/news/2017-05-19/journalists-drink-too-much-are-dumber-average-study-finds
    .

    Gostar

    • 28 Maio, 2017 22:37

      O álcool adormece o cérebro e amolece a coluna vertebral.

      Então se for na RTP, na SIC e na TVI, qualquer jornalista conseguiria entrar no Cirque du Soleil como contorcionista.

      Gostar

  27. JCA permalink
    25 Maio, 2017 14:03

    .
    E sobre,
    .
    In today’s crises centered around Russia, world historians seem to have forgotten that it was American President Woodrow Wilson who made it possible for Leon Trotsky to enter Russia with an American passport.
    .
    Obvio aos neo-leninistas-estalininistas etc convem para aquela contra os ‘fascistas, neo capitalistas e coisa e tal e tal coisa) e mais que tal trabalhadores sós os do Estado e ta bem cada um canta onde melhor lhe toca, pois eh
    .
    mas que esta do “American President Woodrow Wilson who made it possible for Leon Trotsky to enter Russia with an American passport” varre para baixo do tapete que a malta ex-neo-mrpp´s nao consegue desmentir la isso eh verdade; afinal boa rapaziada que os ‘politicamente corretos ou inventados à modernaça’ eh saia que tudo taparia :)))
    .
    afinal os jardins para serem bonitos teem de ter as flores todas; e o jardim vai ah vida com essa dos ‘consensos’ nem carne nem peixe, murcham todas e jardim queh dele. Mas os cri8adores de riqueza pagam tudo mesmo os juros e a massa que pedem emprestado para a ‘tribo’.
    .
    eh a vida, quem nao chora nao mama, quem baixa as calças dah as ‘partes’ e oito tostões :)); e goze, adora, em suma eh feliz..
    .

    E se degustam e apreciam, ou adoram andar a babuje dos restos dos banquetes, be happy; para quê gastar ‘latim’ ou dar perolas a leitoes ? Pode-se ter o prazer destas conversas mas mais que isso o melhor eh esperar sentado :)) como dizia aquela mulherona, a Dalida ‘paroli, paroli, paroli
    .

    .

    Gostar

  28. 25 Maio, 2017 17:26

    O reembolso do IRS e do IVA aumentam défice em mais de 300 milhões. Este “mais de” é cerca de 345 milhões.
    Mas calmeX, nada de alarmes nem preocupações, porque o “Ronaldo das finanças” garantiu que este défice “irá dissipar-se ao longo do ano”.
    Ora, faltam sete meses até final do ano. 50 milhões/mês. Peanuts, pois.

    Gostar

  29. javitudo permalink
    25 Maio, 2017 23:50

    A paranóia islamita acabará por passar com muitas baixas, muito sofrimento e grandes perdas. Interessa refletir sobre uma questão essencial.
    Quem fica a ganhar?
    Por entre as lágrimas de crocodilo quem exulta em silêncio mal contido?
    Não serão os islamitas cuja sorte está traçada, nem as suas vítimas, pessoas inocentes.
    No meio dos destroços há correntes oleadas a puxar no sentido da desagregação das nossas sociedades. Há fundos internacionais de origem pouco conhecida que investem na violação da justiça e do bem estar do cidadão comum.
    Quem abre as algibeiras fartas? Meias dúzia de sheiks sedentos de sangue?
    Que ninguém se iluda.
    Há uma aposta brutal na inversão de valores que ainda nos vão permitindo viver uma paz atualmente cada vez mais condicionada.
    Os islamitas são um acidente de percurso miserável.
    Parem para pensar.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: