Skip to content

Comandante Costa, Vamos Colidir!

21 Agosto, 2017

A espessa cortina de fumo que resultou dos 178 000 hectares de floresta já ardida (sim! ouviu bem! e não ficamos por aqui porque o país ainda arde) o equivalente a 178 000 estádios de futebol não deixam ver outro perigo que se agiganta. Com as atenções desviadas para a maior calamidade de sempre com incêndios onde nunca morreu tanta gente incinerada, juntam-se outras tragédias como os recentes ataques terroristas em Espanha que a dupla Costa e Marcelo prontamente aproveitaram para  assim tentar aumentar os níveis de populismo em terras de nuestros hermanos, numa tentativa desesperada para que esqueçamos suas responsabilidades pelo que cá dentro se passa. Costa que nem gosta de missas nem funerais por cá, não perde uma lá fora. Mas não adianta. O povo vê e sente que foi e continua a ser  abandonado à sua sorte. Desta vez não há malabarismo populista que lhes valha. São 2 meses completos de inacção em Pedrógão que conduziu ao estado de calamidade actual que se estendeu a TODO o país, para depois tirar selfies junto de parcas casas recuperadas pelas seguradores. É a política da hipocrisia para salvar a pele. Mas não cola.

Enquanto assistimos a este filme dantesco que parece não ter fim com a dupla do Senhor Feliz e Senhor Contente a distribuir pipocas, o navio segue sozinho num curso à deriva que, com comandante distraído em passeios lá fora, aproxima-se da colisão. A neblina colocada a jeito pela Comunicação Social fez desaparecer das notícias os preocupantes avisos à navegação da UTAO, INE e Tribunal de Contas. Centeno até parece ter emigrado e levado com ele o ministro da economia que ainda nem sequer fez prova de vida.  Se já a criminosa negligência com fogos fez um arrombo no casco, com imensas perdas para a economia, o que nos espera a seguir, vai adornar-nos.

É que afinal a economia não acelerou e a taxa de crescimento manteve-se nos 2,8%. A dívida pública galopa assustadoramente, já ultrapassou os 130% do PIB e não pára de subir. Nos seis primeiros meses do ano, o défice comercial ascendeu a 6,3 mil milhões. O desemprego REAL é quase o dobro do apresentado. As dívidas das instituições públicas estão em alerta vermelho e para piorar ainda mais este cenário, as contas do Estado não batem certo. Quando comparada a contabilidade orçamental, reportada pela Direção-geral do Orçamento (DGO), com a conta de fluxos registada pelo Tesouro, encontramos só isto:

  • Fundo de Garantia de Depósitos (faltam 283 milhões de euros na conta do tesouro)
  • Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (diferença de 70 milhões)
  • Fundo de Contragarantia Mútuo (diferença de 63 milhões de euros)
  • Caixa Geral de Aposentações (diferença de 622 milhões)
  • Agência para o Desenvolvimento e Coesão (diferença de 586 milhões)
  • Fundo de Resolução (diferença de 231 milhões)
  • Infraestruturas de Portugal (diferença de 201 milhões)

Ou seja, gato escondido com rabo de fora. Nitidamente!

A minha larga experiência em gestão ensinou-me que nunca devemos ignorar os sinais por muito iniciais que sejam. Que quanto mais cedo intervirmos num problema financeiro, maior será a taxa de sucesso na sua resolução. É a regra de ouro para evitar falências. Mas, porque temos um comandante populista que gosta de surfar nas ondas da propaganda, mais preocupado com o imediato que traz retorno eleitoral  do que com a Nação, para a qual se marimba literalmente, andou-se quase 2 anos a dar, a prometer, aldrabar e a reverter sem qualquer peso na consciência sobre o que daí iria advir. É o método recorrente  socialista em aproveitar um pequeno e escasso período de bonança resultante de medidas impopulares que outros tiveram de seguir para corrigir  rotas erráticas que levaram  a bancarrotas, para iludir eleitorado, em vez de consolidar as metas já traçadas de crescimento e recuperação económica.

Por isso pouco lhes importa se afundamos. O que eles almejam é popularidade. Que se lixe o resto. Porque eles jamais serão náufragos. Haverá sempre povo que pague as contas da irresponsabilidade. Haverá sempre 6 milhões dependentes do Estado para lhes garantir votos para continuarem a arrastar-se pelo Parlamento e debitarem discursos da treta. Haverá sempre outros tantos ignorantes que acreditarão que a culpa da colisão é sempre da UE. Haverá enquanto durar, uma aliança comunista para assegurar que não lhes tiram o poder e prontinha para distribuir mais geringonças de derrotados pelo país nas autárquicas! Pelo menos é o que eles pensam. E convenhamos. Com esta Constituição obsoleta é de facto difícil, enquanto a mesma não for revista, retirar estas ratazanas do meio político.

A mim resta-me a esperança de que meu povo acorde e no momento decisivo perceba que tudo não passa  de um canto das sereias cujo feitiço só quebrará quando massivamente tomarmos conta do leme. 

Porque o Costa já sabe que vamos colidir. Só não o assume como nunca assumirá qualquer responsabilidade que seja.

 

 

 

Anúncios
100 comentários leave one →
  1. piscoiso permalink
    21 Agosto, 2017 11:57

    Perante a calamidade descrita, nem sei como continuamos vivos.

    Gostar

    • Rafael Ortega permalink
      21 Agosto, 2017 12:06

      Venha mais gente de turbante e cara tapada e nem desse problema nos safamos.

      Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        21 Agosto, 2017 12:33

        A única coisa que pode matar os tugueses, são aqules raios e tsunamis de fogo…….ahhhhh e o turismo também pode.

        Gostar

    • 21 Agosto, 2017 12:09

      Você é que pensa que está vivo.
      No seu caso está em estado vegetativo de morte cerebral há muito tempo.

      Liked by 2 people

      • piscoiso permalink
        21 Agosto, 2017 12:22

        Outro a fazer juízos sobre o desconhecido.

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 12:47

        Você é conhecido de ginjeira.
        Ao tempo que anda aqui a debitar boçalidades não há quem não o conheça.

        Liked by 2 people

      • piscoiso permalink
        21 Agosto, 2017 13:01

        Se eu fosse a fazer juzos sobre vc, diria que é um catraio a fazer bullying.

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 13:05

        Vá lá! Não seja egoísta!
        Só quer ser você a fazer bullying?
        Um bocado infantil esse egoísmo.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        21 Agosto, 2017 16:13

        Ah! Ah! Ah!

        Liked by 2 people

    • Tiradentes permalink
      21 Agosto, 2017 12:31

      porra pa depois de termos sobrevivido, com taxas normais de suicídios,durante a grande noite “fássista” do passolas de massamá, depois de apesar da fome quase igual á da Etiópia que grassava entre as nossas pobres crianças nas escolas, depois do aumento da mortalidade com o calor porque os fássistas queriam destruir o SNS…o povo tuguês sobrevive a tudo

      Liked by 2 people

    • carlos alberto ilharco permalink
      21 Agosto, 2017 14:34

      Estas calamidades só existem aqui no Blasfémias e no Correio da Manhã.
      Se consultar as primeiras páginas dos jornais de “referência” especialmente o DN e o Público verificará que tudo isto foi uma delirante imaginação.
      No Expresso não só nada disto existe como ainda temos direito a grandes afagos.
      Como o estimado povo português é um bocadinho burro, basta uma cenoura para ele ficar todo excitado.
      Presumo que não é o seu caso.

      Liked by 1 person

    • colono permalink
      21 Agosto, 2017 15:07

      Grande Chefe Sioux Cara Tapada

      … Continuamos bem vivos(1), como continuámos em tempos socráticos… Enquanto o Banco Alimentar não falir!

      ( 1) Claro que me refiro aos funcionários públicos)

      Meu Chefe Camarada: Lá nos encontraremos na Tasca do Ti Jerónimo.( sem fralda na boca)

      Liked by 2 people

    • Cristina Miranda permalink
      21 Agosto, 2017 16:14

      Quem falou em mortes? Viver e sobreviver, pra si é a .mesma coisa?

      Liked by 1 person

      • Jonas permalink
        21 Agosto, 2017 16:26

        Deixe lá, Cristina. O Piscoisinho nem percebe a diferença entre uma tigela e um penico!

        Liked by 1 person

      • Cristina Miranda permalink
        21 Agosto, 2017 17:01

        Ahahahahahahahahah

        Gostar

      • colono permalink
        21 Agosto, 2017 17:57

        Resposta ao Piscoiso : “Com tanta calamidade descrita, nem sei como continuamos vivos”

        Não seja precipitada… Terei imenso prazer em conhecer pessoalmente na nossa festa do Avante… Na Tasca do Ti Jerónimo!

        Melhores cumprimentos

        Gostar

    • A.Silva permalink
      22 Agosto, 2017 10:59

      Como é possível ser-se tão irracionalmente reaccionária? Esta senhora(??) é digna de estudo.

      Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        22 Agosto, 2017 12:19

        Estás a falar de mim? Então explica lá isso melhor

        Gostar

      • A.Silva permalink
        23 Agosto, 2017 11:10

        Sim, estou a falar de ti!

        Tenho alguma relutância em acreditar na tese terrorista da propagação dos incêndios, mas quando leio insanidades como:

        ” O povo vê e sente que foi e continua a ser abandonado à sua sorte. Desta vez não há malabarismo populista que lhes valha. São 2 meses completos de inacção em Pedrógão que conduziu ao estado de calamidade actual que se estendeu a TODO o país,”

        Acredito que é capaz de haver realmente quem para atingir os seus desígnios políticos seja capaz de tais crimes.

        Gostar

  2. Antonio Santos permalink
    21 Agosto, 2017 12:26

    ” O povo vê e sente que foi e continua a ser abandonado à sua sorte. Desta vez não há malabarismo populista que lhes valha.”
    Como eu gostaria de acreditar nisto. Infelizmente, observando o passado, tenho a convicção que a realidade vai cilindrar este prognóstico, para desgraça de Portugal.

    ASantos

    Liked by 1 person

    • Francisco Miguel Colaço permalink
      21 Agosto, 2017 13:55

      Não se consegue enganar toda a gente para sempre.

      Um a um, háquem acorde.

      Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      21 Agosto, 2017 16:12

      As povoações atingidas pelos fogos a,esta hora querem comer Costa no espeto. Duvida? Os outros, assim q a realidade lhes esvaziar os bolsos, e virem repetido o cenário do 44, não vão achar piada ao Costa. Aguarde.

      Liked by 1 person

  3. 21 Agosto, 2017 13:06

    Excelente post da Cristina. Aborda a realidade nacional que tem sido convenientemente escamoteada pelo mainstream e afins.

    Acrescento a questão da segurança interna que conheceu mais um episódio ontem no Aeroporto de Lisboa, local onde se têm repetido episódios de passageiros que saem livremente dos aviões para território português sem passarem pelas autoridades competentes(?).

    Tudo indica que brevemente teremos um “atropelamento da moda” como se tem verificado pela Europa fora.
    Só espero que o Tó Kosta não culpe a PT, como fez no SIRESP, pelo hipotético atentado/atropelamento.

    Liked by 1 person

    • Cristina Miranda permalink
      21 Agosto, 2017 16:07

      Sim, isso é outro assunto muito preocupante. Quanto a virem para aqui atropelar, não creio q haja interesse por parte deles. Não tem impacto. Não pra,atentados nos querem. Acredito, isso sim q possamos vir a ser incubadora de células.

      Liked by 2 people

      • 21 Agosto, 2017 23:06

        Tem razão. Já tinha pensado nisso. Isto é bom para base e todos vêm para cá para terem os papeis para depois poderem circular facilmente pela Europa.

        Há por aí umas lojas e estâncias demasiado estranhas e com gente que nem português sabe falar. Não sei para que servem e se é apenas lavagem de dinheiro. Mas que já vi tipos com ar mafioso como nunca por cá se tinha visto, já.

        Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        22 Agosto, 2017 12:37

        e basta uma promessa de contrato de trabalho….diligentemente aprovada pelas esquerdas…

        Gostar

  4. José Domingos permalink
    21 Agosto, 2017 13:08

    Não tenhamos ilusões, a Malta quer lá saber, desde que corra o marfim e vão pagando aos avençados, está tudo bem. São assim os povos servis.

    Liked by 2 people

  5. Procópio permalink
    21 Agosto, 2017 13:28

    O malabarismo e a prestidigitação fazem parte do anedotário iniciado pelo nº 1 de quem o ex-colaborador nº 2 é indigno descendente. O grupo é exactamente o mesmo, só mudaram de um lugar para ocuparem outro, designadamente em bruxelas.
    Que eles sabem da colisão, sabem.
    http://www.jornaldenegocios.pt/economia/conjuntura/detalhe/defice-externo-quase-duplica-no-primeiro-semestre?ref=DestaquesTopo
    Admitir nunca.
    Estando o sítio dependente de poderes que jamais controlará não é possível por agora prever os próximos acontecimentos. É só aguardar. Quando chegar o tempo de reformar a Zona Euro, Schäuble e os contribuintes alemães vão ter uma palavra a dizer.
    Continuamos vivos, alguns depenados, outros bastante doentes.

    Liked by 1 person

  6. Manuel permalink
    21 Agosto, 2017 13:41

    Excelente texto.

    Liked by 1 person

  7. 21 Agosto, 2017 13:42

    O problema dos discursos calamitosos é que ninguém os quer. E também a velha história de Pedro e o Lobo, de tantas vezes se anunciar a desgraça iminente e ela não acontecer, leva a crer que não vai acontecer. Esse tem sido um descrédito da direita desde que nasceu a Geringonça. Não avaliar bem a resiliência duma solução política.
    As cativações terão de ser pagas, os empréstimos a juros “negativos” também, o crédito pessoal bate recordes, a dívida aumenta, mas as pessoas tornaram a tirar o dinheiro do colchão e a pô-lo nos bancos, e o PS sobe e sobe.
    Os marcadores da próxima crise estão todos no lugar, mas pode demorar anos a estourar. Até lá os discursos catastrofistas passam ao lado. E quando lá chegarmos as desculpas já estão preparadas – a conjuntura externa, as forças de bloqueio, etc.
    Como vejo as coisas, a esquerda vai ampliar ainda mais a sua esfera de influência na próxima crise. Porque a direita não sabe comunicar.

    Gostar

    • piscoiso permalink
      21 Agosto, 2017 14:05

      “Porque a direita não sabe comunicar.”
      Na mouche. Pelo menos a maioria da direita que comenta por aqui, ou aplaude bovinamente o post, ou insulta quem expressa opinião diferente.

      Gostar

      • Expatriado permalink
        21 Agosto, 2017 14:49

        Coitadinho…

        Gostar

      • colono permalink
        21 Agosto, 2017 15:27

        Grande Chefe Fralda na Fronha

        Aplaudamos “bovinamente ” o Banco de Portugal:

        (informação de hoje 21/8): – ” O saldo da balança corrente e de capital registou um agravamento 685 milhões de euros durante o 1º semestre de 2017 …. Isto é só uma das melhores noticias que se podem ler e saber sobre o estado real da economia portuguesa….”

        Nada que preocupe e “roque e amiga”…. Porem, nem tudo são desgraças…. os selfies aumentaram 564% per capita!

        Liked by 1 person

      • Cristina Miranda permalink
        21 Agosto, 2017 15:54

        É isso.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        21 Agosto, 2017 16:00

        Sabe comunicar, sim. E muito bem. Vocês é q não sabem ouvir e aceitar a realidade.

        Gostar

      • Jonas permalink
        21 Agosto, 2017 16:35

        “Pelo menos a maioria da direita que comenta por aqui, ou aplaude bovinamente o post, ou insulta quem expressa opinião diferente.”

        E nos sites e blogs do esquerdume nem sequer permitem opiniões diferentes, é logo censura prévia!

        Liked by 2 people

      • Cristina Miranda permalink
        21 Agosto, 2017 17:00

        Pior, Jonas! Bloqueio imediato. Foi o q me aconteceu com o Galamba 😉

        Gostar

      • piscoiso permalink
        21 Agosto, 2017 17:22

        Realidade (do latim realitas isto é, “coisa”) significa “tudo o que existe”. O termo inclui tudo o que é, seja ou não perceptível, acessível ou entendido.

        Gostar

    • Manuel permalink
      21 Agosto, 2017 14:15

      Não concordo. Se Cavaco, enquanto presidente, e no 1º mandato, tivesse tido um discurso cruel e duro sobre a governação de Sócrates, evitaria um resgate. Não podemos condescender, pelo menos quem sabe ler os sinais económicos e financeiros, constantes aqui :http://www.jornaldenegocios.pt/economia/conjuntura/detalhe/defice-externo-quase-duplica-no-primeiro-semestre?ref=DestaquesTopo. O próximo resgate vai ser mais doloroso, pois a dívida é maior e o turismo é imprevisível, não depende nem de nós e muito menos do governo esquerdista que temos hoje. A oposição pode não ser alternativa, mas esta governação é igual à do Sócrates, fazem socialismo (gastar o dinheiro dos outros) à base das poupanças dos Portugueses( título de tesouro, certificados, OTRV, fundos da segurança social, etc) e dos Estrangeiros (emissão de dívida), só pode levar a nova pré-bancarrota e a poupança dos Portugueses pode levar o mesmo caminho do papel comercial do BES.

      Liked by 1 person

    • 21 Agosto, 2017 14:32

      Deixe ver se entendi o seu comentário: não se deve falar na realidade de Portugal porque isso é calamitoso e as pessoas não gostam de ouvir falar sobre calamidades. É isso ou li errado?

      Se é isso é absolutamente irresponsável. Não se deve ocultar a realidade só porque ela nos desagrada.
      Devemos falar na realidade e se ela nos desagrada devemos mudá-la. É isso que as pessoas adultas e equilibradas fazem.
      Se traz votos ou não é o que iremos ver em 2019 quando ocorrerem as novas eleições.

      Liked by 1 person

      • Cristina Miranda permalink
        21 Agosto, 2017 15:58

        Subscrevo. É exactamente isso

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 16:31

        @shiri biri
        Leu errado.

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 16:48

        E acho que tenho uma noção razoável da realidade. Sou da classe que paga os erros dos outros, é melhor ter.

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 16:59

        AB, se li errado qual é a leitura certa?

        Liked by 1 person

      • 21 Agosto, 2017 17:48

        Vá ao que eu escrevi e cite a parte onde escrevi que não se deve falar da realidade portuguesa. Textualmente, sff.

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 17:58

        E se lhe é difícil encontrar, é porque não está lá, em lado nenhum.
        Não sei como consegue perceber tão bem os textos da Cristina Eufémia. Pode ser uma empresária com larga experiência, mas se eu recebesse um CV assim cheio de bold e underline e cores punha-o logo de parte.
        Razão tem o Piscoiso em se rir disto, este blog presta um belo serviço à esquerda.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        21 Agosto, 2017 20:11

        O’ meu caro senhor, isto não é 1 CV, é 1 texto. Enerva-lhe o destaque nas verdades? Tome 1 aspirina. A cor não é pintura pra colorir, são links. A ignorância é tramada😂. Os meus textos não prestam pra V.Exa. mas não perde um! Bem haja pela publicidade 😉

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 18:15

        @AB

        “O problema dos discursos calamitosos é que ninguém os quer. E também a velha história de Pedro e o Lobo, de tantas vezes se anunciar a desgraça iminente e ela não acontecer, leva a crer que não vai acontecer….”.

        Traduza-me o significado deste trecho do seu comentário, sff.

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 20:43

        Ok.
        As pessoas estão tão cansadas que rejeitam a realidade, rejeitam o discurso catastrofista, por mais real que seja, e preferem as narrativas onde tudo corre bem – atenção, isso é um comportamento natural. E, como escrevi, um problema.
        O final iminente da Geringonça, o diabo, o muro onde vamos bater, já foram anunciados demasiadas vezes. E de cada vez que é anunciado e não acontece, sai fortalecida a opinião de que não vai acontecer. Evidentemente, acontece, mais tarde ou mais cedo.
        Já agora, shiribiri, também leu a parte onde eu escrevi que os marcadores da próxima crise estão todos no lugar? Que o crédito pessoal está em valores recorde? Grosso modo, os portugueses voltaram a viver acima das possibilidades. Já sabemos o resultado.
        Não escrevi poesia, devia ser fácil entender.
        Agora, não engulo tudo o que vem no Blasfémias só porque vem no Blasfémias. Por exemplo, que estúpido artigo escreveu a Helena F Matos sobre o facto de o Rei de Espanha não ter vindo às missas de Pedrógão – vinha cá porquê? Somos espanhóis? Morreram espanhóis?
        Do mesmo modo, shiribiri, dou por mim a concordar com Joana Mortágua no que diz respeito aos metadados e à gravação de som nas câmaras de vigilância. Parece-me um atentado à liberdade, e pelo menos devia ser referendado – e se isso fôr o que os portugueses querem, pois que seja.
        Chamem-me o quiserem por ter a ousadia de pensar livremente. Não quero que a esquerda me tire isso, mas certamente também não quero que a direita o faça.
        Onde isso me coloca no espectro político, não sei. Parece que no espectro político não há lugar para quem pensa com a sua própria cabeça.
        Não me peça para lhe traduzir isto, creio que é óbvio.

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 21:08

        Cristina Miranda, aprenda a escrever português, e eu passo a considerar o que escreve como textos. E já agora design de comunicação. É que se realça tudo, acaba por não realçar nada. Quanto aos emojis, quantos anos tem? Dez? Olhe que, no fundo, tudo isto é currículo.
        E já agora, não gosto de ser tratado por V. Exca. Vossa Eminência soa melhor. Pode ser, pode-me tratar por Eminência daqui em diante?
        Além de me insultar, você bate sempre na mesma tecla, e uma música duma só nota aborrece.
        Não sei se conseguirei deixar de ler o que escrevinha. Você é engraçada.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        21 Agosto, 2017 21:29

        Olha, pra começar, põe mais respeito nisso se queres ser respeitado. Não gostas do que se passa aqui, desinfecta e vai ler outro autor. Aqui ninguém tem pistola apontada à cabeça. Se não consegues é porque não resistes. Se não resistes é porque de facto o que escrevo te perturba tanto ao ponto de sentires necessidade de perder tempo aqui a fazer contraditório. Eu quando não gosto de um programa, não o vejo. Ponto. São Factos meu caro anónimo que se esconde por trás de 2 letras do abecedário, ainda por cima seguidas por ser tão preguiçoso q nem tempo gasta a escolher 1 nick em condições. Os cobardes q insultam por norma não têm rosto. Quanto à minha idade, tenho a certeza que andavas tu de chupeta e eu já carregava camiões. Na caixa de comentários eu uso o q bem me apetecer dentro das ferramentas das novas tecnologias e tu não venhas para aqui armar-te em intelectual de meio tostão porque por essa ordem de ideias também deverias apresentar-te com nome próprio e rosto destapado. Nicks é coisa de putos. Ou não? Hummm … Já sei, pra ti há excepções à regra… És mesmo puto. Vai mas é ler Patinhas.

        Gostar

      • carlos alberto ilharco permalink
        22 Agosto, 2017 00:56

        A primeira página do pseudo jornal i de hoje é a demonstração desse desejo.

        Gostar

      • 22 Agosto, 2017 01:41

        Dasse que lá vem outra vez o carrego dos camiões à baila. Pede ao Marcelo que te condecore.
        Os únicos rostos aqui são o teu e o do Piscoiso. Insultaste todos os outros, a não ser que shiribiri seja nome. Se me desse para a preguiça o meu nick seria “qw’. Preguiça é usar emojis. Os Maias deviam ficar lindos escritos por ti.
        Quanto a cobardia, hum, tu sabes o meu email e o meu IP, e os de toda a gente aqui, eu não – posso estar escondido dos outros mas não de ti.
        Mas sabes que mais? Não tenho mesmo nada a fazer aqui. A bem dizer, nem tu.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        22 Agosto, 2017 09:02

        As minhas palavras foram dirigidas A TI SOMENTE dentro do contexto do teus comentários parvos a tentar diminuir-me. Sim és puto e gostas mais de mim q chocolate se não já estarias noutra estação de rádio. A ti e fulanos como tu, topo-os a milhas! Referi-me claramente A PESSOAS Q SE ESCONDEM PARA INSULTAR. Não é de todo o q se passa com a restante plateia. Sabes, eu sou do norte. A pimenta chega-me depressa ao nariz. E não mando recados por ninguém. Tens 1 atitude de Homem, trato-te como tal. És puto? Recebes tratamento à medida. Simples.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        22 Agosto, 2017 09:05

        A cena dos camiões é pra te lembrar q já tenho calos nas mãos desde q mamas na chupeta. Medalhas é pra putos como tu q nunca fizeram nada na vida mas gostam de fingir q são alguma coisa por isso veem para aqui armar-se.

        Gostar

      • 22 Agosto, 2017 08:13

        Afinal não li errado. “não se deve falar na realidade de Portugal porque isso é calamitoso e as pessoas não gostam de ouvir falar sobre calamidades.”, foi exactamente o que você escreveu e eu li certo.
        Obrigado pela sua tradução.

        Gostar

      • 22 Agosto, 2017 13:39

        Eu traduzo a tua “foto”: gostas de sodomizar crianças.

        Gostar

      • piscoiso permalink
        22 Agosto, 2017 14:34

        Bem observado!

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      21 Agosto, 2017 17:37

      O problema da comunicação entre a esquerda e a direita é só um. A direita não sabe inventar realidades paralelas parasidiacas como a esquerda, insistindo sistemáticamente nas desgraças da realidade. E os povos quanto menos cultos são menos atentos são tendem a acreditar ou a querer aquelas telenovelas em que tudo acaba é paz e amor.
      Sintomático disso , noutro dia uma “plateia” de gente afirmava a pés juntos que NUNCA, mas nunca mesmo tinha ardido tanta área como este ano. Bastou escrever “Pordata, área ardida” e projectar o resultado. Mas tenho a certeza que a maioria saiu, apesar dos números os contradizerem, saiu “convicto” de que NUNCA ardeu tanto como este ano. A recusa da realidade é um acto de fé.
      Por outro lado, no mesmo discurso sobre incêndios as mesmas “ovelhas” acreditavam ou acreditam hoje que incêndio florestal é “terrorismo”. Voltando a mostrar os numeros perguntei à plateia…… “Então os senhores levaram quase trinta anos a chegar a essa conclusão?—- Vou desistir de vos ensinar qualquer coisa porque vocês só aprendem daqui a 30 anos”
      E com isto terminei

      Gostar

  8. 21 Agosto, 2017 14:22

    Um churrasco chamado Portugal

    Liked by 2 people

    • Francisco Miguel Colaço permalink
      21 Agosto, 2017 19:31

      De que se queixam? Estamos melhor e mais acima, vendo o gráfico, que países mais ricos, como a Itália, a Espanha e a França.

      Gostar

  9. Castrol permalink
    21 Agosto, 2017 14:56

    Apesar da “calamidade pública” decretada pelo Primeiro Minúsculo, aqui pelo Minho as romarias continuam a acabar com grandes sessões de fogo de artifício!!!

    Um gesto de desobediência e rebeldia por parte do Povo, que gostaria de ver replicado naquilo que é verdadeiramente importante.

    Aproveitem esse estado de espírito e corram de vez com esta cambada de corruptos e incompetentes que nos governa.

    Liked by 1 person

  10. LTR permalink
    21 Agosto, 2017 15:28

    Confio tanto no número de hectares como nas estatísticas dos anúncios venezuelanos com e sem comitiva. Até desconfio que alguns voluntários que estão a receber as cartas nem sequer estão no ativo.

    Gostar

  11. rão arques permalink
    21 Agosto, 2017 15:29

    ESTE GOVERNO SOU EU
    Durante a quarentena que me impus apenas isto vai saltitando:
    -Portugal aqui, agora e como sempre somos nós os bons dos portugueses,
    e os portugueses como sempre, o espelho dos governantes que suportam-

    Gostar

  12. Arlindo da Costa permalink
    21 Agosto, 2017 15:49

    A autora deve estar a fazer um argumento para a CMTV e sobre o Costa Concórdia 🙂

    Gostar

  13. Juromenha permalink
    21 Agosto, 2017 16:08

    A (des)propósito ( mas só aparentemente) ,
    http://www.abc.es/opinion/abci-democracias-tontas.
    Do suspeito do costume, I. Camacho – e com o “mea culpa” de ser, eu, chato e repetitivo.
    Mas creio que vale a pena ser lido – tal como este lúcido artigo “da Cristina”.
    Perdoe-me a (excessiva?) familiaridade – mas também se diz “do Eça”…
    Cpmts.

    Liked by 1 person

  14. 21 Agosto, 2017 17:03

    Republicou isto em PortugalGate and commented:
    Uma realidade mais que incontornável de uma das melhores bloggers do País.

    Gostar

  15. 21 Agosto, 2017 17:29

    Uma questão: “… quando tomarmos conta do leme .. ´´ refere-se a quem ? Será algum ou alguns dos partidos vigentes ? Será uma frente revolucionária ?

    Gostar

  16. 21 Agosto, 2017 18:10

    Ó Cristina,
    está o país contente com o calor, a praia, o futebol, as galas, os concursos e as cançonetas televisionadas, as vidas do jet 3,5 tuga, as bejecas e o caviar caracol, mais as expectativas de o Sócrates, o Salgado e outros se safarem (“a justiça é uma merda, os gajos é que sabem-na toda”) e ainda a satisfação por ter mais uns eurosinhos nos ordenados e pensões, e vem Vc. colocar em causa o rumo certo da vida tuga sob a governação do MCThomaz e do AC-DC ?…
    Vc., com este e outros posts do género pode provocar desmotivações, ataques cardíacos, paralisações de cérebros, veja o caso do piscoiso.
    A economia está firme, hirta, tesa, cada vez maior e se murcha é porque não houve o PEC IV, que teria evitado o Gaspar, a Albuquerque, o Portas e o Coelho, a troika, fautores da bancarrota em 2010-11.
    Qualquer dia alguém vem ao Blas afirmar descaradamente que o P”S” não venceu as legislativas em 2016. Seria o cúmulo da mentira !

    Liked by 1 person

    • piscoiso permalink
      21 Agosto, 2017 19:39

      Ó pegajosa, se presumes que estou com ataques cardíacos e paralisações cerebrais, só tenho de te mandar à merd@.

      Gostar

      • 21 Agosto, 2017 19:58

        Porra, tás mesmo com paralisia cerebral, repetes exaustivamente “vai à merda” e daí não consegues sair.

        Liked by 1 person

      • piscoiso permalink
        21 Agosto, 2017 20:00

        Para pegajosos como tu, só me ocorre mandar-te à merd@.

        Gostar

      • 21 Agosto, 2017 20:05

        Porra, novamente a palavra pegajosa e mandado à merda (20:00), é mesmo sinal de paralisia cerebral.

        Gostar

      • piscoiso permalink
        21 Agosto, 2017 20:17

        Olha esse assédio, sua porcalhona.

        Gostar

      • colono permalink
        21 Agosto, 2017 23:40

        Merda… nunca tinha visto uma muçulmana usar burka na fronha!
        Esta gaja uma … put* disfarçada…

        Usa capacete na tola,com medo da lapidação…

        Tira a fralda, pá !

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        22 Agosto, 2017 12:41

        é mais um AVC hahahhaha

        Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      21 Agosto, 2017 20:07

      Ah! Ah! Ah! Boa 😋

      Gostar

      • 21 Agosto, 2017 20:27

        ó piscoiso,

        tás mesmo mal do cérebro: então achas que eu sou “gaja” e se fosse, assediaria um gajo permanentemente com um penico na cabeça e papel higiénico na boca ?

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        22 Agosto, 2017 12:43

        aquilo é a homofobia congénita do esquerdismo…uma pegajosa só pode ser uma mulher ou alguém com o “género” escolhido. Essa homofobia é boa porque é esquerdista.

        Gostar

  17. Arlindo da Costa permalink
    21 Agosto, 2017 18:28

    Não tenham medo. O nosso Cmmdt Costa é homem para levar este barco (Portugal) para mar alto. Está bem estribado, equipado e com tecnologia de ponta.

    Os velhos do Restelo podem ficar em terra a curtir as lágrimas….

    Gostar

    • Francisco Miguel Colaço permalink
      21 Agosto, 2017 19:34

      Que leva para Mar Alto, não tenho dúvidas.

      Mas, pelo estado em que deixou o casco do Barco, especialmente o que está debaixo da linha d’água, acho melhor não embarcar.

      Não se chama o barco «Bolama», por ventura?

      Liked by 1 person

      • 21 Agosto, 2017 20:02

        Arlindo DO Costa é uma espécie de massa pegajosa derivada do corpo piscoiso e escorrendo pela geringonça.

        Liked by 1 person

    • Cristina Miranda permalink
      21 Agosto, 2017 20:05

      Ahahahahahahahahah Ahahahahahahahahah Ahahahahahahahahah Ahahahahahahahahah

      Gostar

  18. 21 Agosto, 2017 19:17

    Como habitualmente, excelente.

    Liked by 1 person

  19. 21 Agosto, 2017 19:24

    Julguei que ia perorar sobre isto:

    http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/quercus-alerta-que-26-dos-municipios-nao-tem-plano-contra-incendios

    Mas não… calou-se…

    Gostar

  20. 21 Agosto, 2017 20:25

    A partir de hoje e em Portugal, não é permitido fazer pagamentos em dinheiro com valor superior a 3.000 euros.
    Como é que os Sócrates, os Varas, os Salgados & coisos vão viver sem os “envelopes com garrafas” e sem as “fotocópias” ?
    Como é que alguns bloggers e comentadores vão ser pagos para manter excitada e formatada a maltosa da geringonça ?

    Liked by 1 person

  21. 21 Agosto, 2017 20:47

    ó piscoiso,

    desceste de nível, já não argumentas como dantes, faltam-te as tias.
    Tás com o cérebro irrecuperável. Mandas-me à merda, achas que tenho sida e preciso dum gajo com penico e papel higiénico na boca…

    Gostar

  22. 22 Agosto, 2017 11:00

    Mais uma delinquente de fogo posto.

    Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      22 Agosto, 2017 12:18

      Delinquente? Não achas q te estás a esticar muito?

      Gostar

  23. 22 Agosto, 2017 11:06

    2013: Fogos causaram 9 mortos e a maior área ardida dos últimos oito anos
    A última quinzena de Agosto marcou o Verão de 2013 devido à vaga de incêndios florestais, que provocaram nove mortos e consumiram mais de 145 mil hectares, a maior área ardida dos últimos oito anos.

    Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      22 Agosto, 2017 12:20

      Caro amigo, SÓ ESTE ANO vamos em 178 000 hectares mas não é numero fechado potque Portugal AINDA ARDE. Vá ser tendencioso pra Coreia do norte

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      22 Agosto, 2017 12:50

      porra pá…lembro-me bem de 2013….aquilo era tudo culpa do passolas de massamá, da “osteridade” fássista. As esquerdas cavalgavam em cima dos cadáveres mordendo a direitalha “fássista” dizendo que era responsabilidade do governo e não da metereologia. Agora em 2017 a culpa é dos raios (e coriscos) , do Siresp do Costa que já não é do Costa e a direitalha emitou a esquerdalha e esta fica indignada com aquilo que ela prória fez. Basta ver o que fizeram com o Adalberto também. Aquela calamidade de chuva na Madeira foi culpa do “fássismo” dele e a esquerdalha banqueteou-se sobre os cadáveres.

      Gostar

  24. 22 Agosto, 2017 12:46

    E os suicidios? bué deles

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      22 Agosto, 2017 12:56

      mesmo bué…. O crescimento dos suicidios tugeses vem de 2003 que de uma média de pouco menos de 7 (por 100 mil hab) foi crescendo até 2011 fixando-se na média de 15.2. Sendo que o ano da graça socretino foi um dos piores com 16.4 e era tudo feliz. 2012/2013/2014 ficou-se na média de 15.1 devido ao “fassismo”?
      Bué tambem eram as crianças que morriam de fome na altura. Era um genocídio direitalho troikiano que conseguimos superar. Dois meses depois do Gandhi ter tomado posse com as cuecas seguras pela Katrina e o cu limpo pelo tio Jerónimo…até sobrava comida nas escolas que andavam a deitar fora.
      O que não faz um governo esquerdalho tomar posse pa´? O mundo muda de cor .passa logo a escorrer leite e mel pelas paredes.

      Gostar

      • Francisco Miguel Colaço permalink
        22 Agosto, 2017 18:22

        Eu vi várias tabelas sobre essa taxa. Nenhuma concorda com a outra.

        Há muito «achismo» nos números, um método absolutamente cientóino de se chegar a números politicamente convenientes.

        Gostar

Trackbacks

  1. Leituras 27Agosto2017 – daily digest news

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: