Saltar para o conteúdo

Ninguém morreu no jantar, o que é bom

12 Novembro, 2017

Uma das certezas acerca da morte, uma das que mais alento me dá, é a de saber que só serei recordado por pessoas que amei e que, portanto, não serei alvo da injúria final que consiste em figurar na lista de heróis nacionais com dever de Panteão Nacional. Nunca se sabe, porém, se até à data do repouso final terei o azar de fazer algo que os governantes do momento decidam ser de demérito tão vincado que justifique o derradeiro castigo de figurar na lista de nomes deixados ali ao frio do monumento. Assim sendo, por precaução, já tratei de deixar por escrito que é minha vontade ser enterrado com os comuns esquecidos em cemitério suburbano.

O Eusébio, por exemplo, não teve tanta sorte, coitado. Depois de morto não teve grande poder para que o deixassem em paz, obrigando a que figurasse num salão de festas para feirantes. António Costa já veio culpar o governo anterior pela autorização do banquete que o seu próprio governo autorizou, como o puto sebento que culpa o miúdo por quem copiou pela má nota no teste. Não é uma atitude suína porque os porcos são seres dignos: é uma atitude à António Costa, expressão que dificilmente conseguirá ser superada após a forma como lidou com mortes em incêndios. Por outro lado, bem vistas as coisas, ninguém morreu no jantar, pelo que, depois deste Verão, é motivo suficiente para se declarar um evento pacífico.

#JeSuisPortugal

Anúncios
15 comentários leave one →
  1. Mario Figueiredo permalink
    12 Novembro, 2017 10:48

    Já se tinha tornado uma sala de espetáculos quando puseram lá a Amália e o Eusébio. Faltavam os petiscos. Note-se que respeito e acarinho as figuras, mas não a decisão de os terem ali. Mas não admira, num país sem heróis nacionais de há um ou dois séculos para cá, que acha pouco que se celebrem heróis com 400 ou 500 anos, e que vê ilustres figuras até na sopa de letras. Sabemos portanto que teremos no panteão o ronaldo, o chico fininho e o herman josé. Porque é desta massa que se fazem as ilustres figuras que promovem a história e a cultura portuguesa cá dentro e lá fora.

    Perdoem-me algum eufemismo propositado. Mas a verdade é que o desrespeito vem de antes.

    Liked by 1 person

  2. 12 Novembro, 2017 10:53

    De quando em quando, também em Portugal, surgem governantes que embora com idade de adultos têm mentalidade e decisões de garotos imberbes e irresponsáveis. É o caso.

    Eu sempre escrevi no Blas que o AC-DC empurra os problemas com a barriga e esconde outros por baixo do tapete… E assim continuará, com a almofada do MCThomaz.

    Liked by 1 person

    • Zé Manel Tonto permalink
      12 Novembro, 2017 11:27

      ” AC-DC empurra os problemas com a barriga”

      Se fosse isso estávamos safos, já estaríamos ao nível de uma Noruega…

      Gostar

  3. chipamanine permalink
    12 Novembro, 2017 11:22

    Será que ficaram a pintar de esguicho!? Imoddium para todos para esta verborreia. E já agora a websummit já entregou os cobres? Isso é que e importante pois convém não esquecer que estamos falidos apesar de continuarmos arrogantes.

    Gostar

    • sam permalink
      12 Novembro, 2017 22:48

      Não consta que tenham utilizado o catering das cantinas escolares…

      Gostar

  4. licas permalink
    12 Novembro, 2017 13:10

    Por meu lado, sem tocar na honorabilidade das personagens, acho um tanto
    incómodo que os últimos enviados para o Panteão sejam um jogador de futebol,
    e uma fadista. Para um País assim velho de quáse 900 anos, acho curto. . .
    (fico à espera da porrada dos “patriotas”, pois…)

    Gostar

    • 12 Novembro, 2017 14:54

      Licas,
      deixe lá os GRANDES PORTUGUESES Amália e o Eusébio porque ao lado deles está sepultado um mandante de regicídio de D. Carlos…

      Liked by 1 person

      • Artista português permalink
        12 Novembro, 2017 20:03

        Afinal, os 3 FFF, foram mais celebrados na democracia do que no Estado Novo. Os pastorinhos estão no altar.

        Gostar

      • 12 Novembro, 2017 22:09

        “Os pastorinhos estão no altar.” E estão muito bem. Pessoas a comer e a beber numa espécie de cemitério laico é que não estão bem.

        Gostar

  5. Arlindo da Costa permalink
    12 Novembro, 2017 19:45

    Não tenho dúvidas que o Dr. Vitor Cunha terá direito – por valorosos serviços prestados a esta avoenga Nação – a um sarcófago no Panteão Nacional, tão desrespeitado por iniciativa do governo neo-comunista de Passos Coelho.

    Gostar

    • sam permalink
      12 Novembro, 2017 22:55

      Já tu, Arlindinho xuxa toupeira, só podes aspirar a acabar no forno do Pedro dos Leitões.

      Gostar

      • alex.soares permalink
        14 Novembro, 2017 05:55

        Nã nã nem pensar nisso, e depois onde é que eu ia comer?

        Gostar

  6. joshua permalink
    13 Novembro, 2017 10:38

    Muito bem!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: