Skip to content

Última vítima de anti-semitismo em França: uma judia que em 1942 se refugiou em Portugal

27 Março, 2018

Em Paris, uma mulher de 85 anos foi assassinada. O seu corpo semi-carbonizado foi encontrado sexta-feira passada. Mireille Knoll era uma das sobreviventes das rusgas que no ano de 1942 levaram à prisão e deportação de milhares de judeus mais precisamente escapou à chamada rusga do Vél d’Hiv que teve lugar em Julho de 1942. Fugiu com a mãe para Portugal.
Setenta e seis anos depois não escapou ao anti-semitismo que varre a França.

Ps. Quanto demorará até que as redacções portuguesas consigam fazer esta notícia?

Anúncios
29 comentários leave one →
  1. weltenbummler permalink
    27 Março, 2018 10:07

    o social-fascimo de antónio das mortes é dono das notícias

    o PSD afogou-se no rio

    Gostar

  2. 27 Março, 2018 10:56

    Neste reinado forçado em que aturamos a Esquerda no poder só podemos esperar coisas más. O Diabo está cá para as tecer.
    Com a Esquerda a governar as catástrofes mais prováveis são:
    -Incêndios com fartura.
    -Acidentes nos caminhos de ferro, nos aeroportos e nas estradas. Pontes em vias de colapso. Entre-rios pode repetir-se. As barragens do Ministro podem vir a rebentar em caso de enchentes.
    -Queda enorme de edifícios em caso de sismo.

    Coisas do Diabo, logicamente!

    Gostar

  3. Mario Figueiredo permalink
    27 Março, 2018 11:08

    E claro está, aqueles que criticam a ideia que este é um crime anti-semítico argumentando que ainda não se fez investigação, são os mesmos que já sabem que a vereadora brasileira for morta por polícias.

    Gostar

  4. 27 Março, 2018 11:09

    Enquanto o Bloco de Esquerda coloca a Catarina Martins envolta em bandeiras de Karl Marx, esse grande filósofo português de renome internacional, pioneiro das grandes Reformas que têm conduzido Portugal ao estado de desenvolvimento humano em que está,
    O PCP já não encobre o seu apoio incondicional ao grande Putin da grande Rússia, bastião mundial da Estrela Vermelha que há-de guiar o sucessor do Jerónimo de Sousa a Presidente da República Popular Portuguesa, o Arménio Carlos a Ministro do Trabalho, o António Filipe a Ministro dos Negócios Estrangeiros, a Catarina Martins a Ministra das Massas e o António Costa a Ministro de Estado e da Presidência.

    Bem hajam!

    Gostar

  5. Jorge permalink
    27 Março, 2018 11:41

    O post está certo, no meu entender. Os comentários tendem para o parvo, não tendo nada a ver com ele.

    Gostar

  6. 27 Março, 2018 14:52

    já li a notícia duas vezes. não percebo onde vão buscar que mataram a senhora por ser judia. um dos assassinos acabava de sair da prisa por violação da filha da enfermeira da senhora. penso que é significativo , mais do que a religião da falecida.
    enfim , quanto tempo mais choradinhos pelo holocausto? já enjoa.

    Gostar

    • 27 Março, 2018 15:35

      De onde é que você acha que vêm toda a industria ((frankfurtiana)) da vitimização das minorias ?

      Gostar

      • 27 Março, 2018 20:08

        pois , é só judeus armados em carapaus intelectuais , essa escolinha de horrorres , ,os precursores das cenas de “género” e demais pancadas pós modernas,
        ps) vamos ao google e pesquisamos “idosa morta à facada” e são resmas delas . mais de metade será por serem católicas , só pode 🙂

        Gostar

  7. EMS permalink
    27 Março, 2018 16:00

    “Ps. Quanto demorará até que as redacções portuguesas consigam fazer esta notícia”

    Diário de Noticias
    TVI
    Jornal de Noticias
    Metro

    Isso são redacções portuguesas. Certo?

    Gostar

    • helenafmatos permalink
      27 Março, 2018 19:15

      Aconselho a que se veja a que horas foram publicas em Portugal as notícias sobre este homicídio. Quanto a apresentá-lo como tendo por origem a religião da vítima essa classificação foi feita pelas autoridades

      Gostar

      • EMS permalink
        28 Março, 2018 14:59

        Sim, em Portugal a noticia foi dada com umas horas de atraso em relação á comunicação social francesa.
        Parece-me óbvio que num pais onde pouca gente com menos de 40 anos saiba ler francês, um crime passado em França chame pouca atenção.

        Mas se quer seguir a tese da conspiração pro-islamica anti-semita talvez ache curioso que o “The Times of Israël” ou o “haaretz” tenham divulgado essa noticia ainda mais tarde que os jornais portugueses.

        Isso não há coincidências minha amiga. Só pode significar uma coisa. Esses israelitas andam a proteger os anti-semitas muçulmanos, só pode.

        Gostar

  8. Procópio permalink
    27 Março, 2018 16:13

    Os anti semitas seguem o princípio da geringonça.
    “Quem não está connosco está contra nós”.
    O almeidinha dos santos e o coelhone já há muito o anunciavam.
    Os recém camaradas da extrema esquerda são mais explícitos.
    Querem saber como eles lidariam contra os inimigos do “nosso povo”?
    Leiam umas páginas de história contemporânea.

    Gostar

    • 27 Março, 2018 17:27

      O procopos por acaso não sabe que os palestinianos e outros daquela zona também são semitas , hum ?

      Por falar em historia, se o procopos desejar tenho todo o prazer em enviar-lhe os (nomes) daquela malta da Escola de Franckfurt…
      É que para quem anda sempre com a musica dos (Bilderbergs) na retórica, e agora aparentemente já anda também a exigir ao estado português que (lhes) satisfaça os desejos com a expulsão de diplomatas russos , para que (eles) possam andar a brincar à guerra fria com a Russia, bem que você rapidamente enfia o barrete e enfia a viola no saco.

      atentamente e à sua disposição .

      Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        27 Março, 2018 22:02

        Pronto! Lá vem este com semitismo histórico para tentar impingir a ideia que a palavra anti-semitismo deverá incluir os palestinianos. Também deves andar todo chateado com os socialistas não incluírem também os comunistas nos seus comícios.

        Gostar

      • 27 Março, 2018 22:26

        Que nada que lhe tire a exclusividade do vitimismo “histórico” senõr figueiredo, para que possa dormir bem à noite …

        Gostar

  9. Procópio permalink
    27 Março, 2018 22:20

    Sei quais são os povos semitas. Há quem finja não perceber o contexto em que foi empregue a designação anti-semita no texto. É caso para se dizer que, embora próximos, o cu não tem que ver com as calças.

    Gostar

    • 27 Março, 2018 22:35

      Eu diria ao contrário senhor procopo. Há muita mais gente do médio oriente geneticamente mais próxima dos povos semitas do que ocidentais de quinquagessima categoria de bastardos do “povo escolhido” .

      Gostar

      • PiErre permalink
        28 Março, 2018 18:53

        Ó Maria, estás a confundir genética com cultura, ou quê?

        Gostar

  10. Procópio permalink
    27 Março, 2018 22:26

    Vejo com muitos bons olhos a sábia decisão do sr. silva dos estrangeiros.
    Só espero que não volte atrás. Para trás andam os burros.
    É decisões corajosas como essa que precisamos. Estou confiante que elas virão.

    Gostar

  11. A. R permalink
    27 Março, 2018 23:31

    Hoje foi ela. Manhã serão todos os cristãos, infieis ou quem ouse levantar cabelo com a ideologia islâmica! Eles vieram para submeter e matam para o conseguir: é isto que pregam nas mesquitas.

    Gostar

  12. Arlindo da Costa permalink
    28 Março, 2018 00:18

    Isto é uma notícia do arco da velha. Como se pode fazer estas conjecturas? Ó meu Deus!!!!!

    Gostar

  13. Chopin permalink
    28 Março, 2018 00:26

    “Setenta e seis anos depois não escapou ao anti-semitismo que varre a França”
    Os “franceses” são extremamente anti-semitas .

    Gostar

  14. lucklucky permalink
    28 Março, 2018 01:00

    As redacções são Marxistas logo seguem Karl Marx e o seu desejo de “Um mundo sem Judeus”

    Gostar

    • Arlindo da Costa permalink
      28 Março, 2018 02:07

      Kar Marx era judeu assim como os grandes do comunismo mundial. Israel foi criado por marxistas e foi a URSS o primeiro país a reconhecer Israel.

      Gostar

      • lucklucky permalink
        28 Março, 2018 04:18

        Como era de esperar Arlindo não responde ao facto de Karl Marx querer um mundo sem Judeus.

        E depois mente como um Marxista. Se Israel fosse criado por Marxistas não teria vários Kibbutz cada um com as suas regras.

        Seria um único Kibbutz . Totalitário portanto.

        O União Soviética foi logo reconhecida quando Mussolini subiu ao Poder.
        Mussolini era Comunista?

        Em 1925 os primeiros navios de uma marinha Ocidental visitaram a URSS, de quem foi? da Regia Marina. Da Itália nas mãos de Mussolini

        Gostar

  15. lucklucky permalink
    28 Março, 2018 04:20

    Entretanto em Inglaterra ano 2018 os Judeus saem à rua a protestar contra os Marxistas do segundo maior partido Inglês : o Labour – trabalhista de Esquerda-

    As notícias e condenações onde estão elas?

    Gostar

  16. JCA permalink
    28 Março, 2018 07:38

    .
    (nao confirmo nem desminto):
    .
    What the Saudi Prince’s Visit Really Means
    https://www.gatestoneinstitute.org/12073/mohammed-bin-salman-visit
    .

    Gostar

  17. José Ramos permalink
    29 Março, 2018 11:54

    Nos últimos tempos, sobretudo em França, os crimes anti-semitas tem vindo a acontecer numa base diária. O espírito do “ghetto” e do “pogrom” estão bem vivos na Europa e, em França, os carcereiros de Dreyfus estão bem e recomendam-se.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: