Saltar para o conteúdo

uma mentalidade

4 Janeiro, 2019
by

b4c433fee50a2157222b08226e9e2d40Miguel Macedo e mais vinte pessoas foram, há cerca de quatro anos, acusados de quarenta e sete crimes supostamente praticados no âmbito de funções públicas. Com excepção de quatro dos arguidos, todos foram absolvidos. Os que foram condenados ficaram com penas suspensas, o que denota a pouca gravidade dos actos ilícitos por eles eventualmente praticados. Macedo era e deixou de ser ministro, ao tempo em que rebentou o escândalo e devido a ele. Tinha uma carreira política que ficou desfeita e, muito provavelmente, a sua via profissional não terá ficado melhor. No fim de contas, ninguém gosta de ser defendido por um advogado que é um presuntivo criminoso. As outras pessoas terão também, imagino, padecido graves consequências nas suas vidas profissionais e pessoais.

Em face deste vergonhoso resultado, o Ministério Público assobia para o ar. De nada vale a presunção de inocência de pessoas sobre as quais, como resulta da própria acusação, existem reduzidas provas sobre os indícios dos crimes que o Ministério Público imaginou terem acontecido. O procurador (ou procuradores) que tratou do caso, que investigou vinte e uma pessoas e contra elas deduziu acusação ficará na mesma, prosseguindo tranquilamente a sua vidinha, continuando a receber o seu cheque no fim do mês. Bem vistas as coisas, nem sequer sabemos quem ele é, ou são. Nenhuma responsabilidade lhe será assacada por ter acusado mal, com falta de prova sustentável, vinte e uma pessoas a quem desfez as vidas.

O problema não estaria, como é óbvio, neste caso e neste processo, fosse ele apenas um caso único sem, ou com reduzido, exemplo. Ele tem a ver com a chamada «criminalidade económica» e é muito mais profundo, porque se instalou, entre nós, há muitos anos, uma mentalidade miserável segundo a qual «onde há dinheiro há crime». É uma exploração da baixa sentimentalidade das ruas (o tal «populismo», de que muitos falam mas que quase todos se recusam a reconhecer nas suas verdadeiras fontes), acompanhada por uma comunicação social absolutamente incompetente e famélica, que vai sempre atrás de qualquer escandalozinho para ganhar audiências e uns dinheiritos. A criminalização de qualquer dever tributário para com o estado, os super-poderes dados ao fisco, a devassa de contas bancárias e da vida privada-económica dos cidadãos, o ataque político às actividades lucrativas, como o Alojamento Local, a perseguição a medidas governativas inteligentes e bem-sucedidas, como os «vistos Gold», não poderia dar outro resultado que não fosse criar um país policiesco, cheio de pequeninos pides sempre prontos a perseguir e a acusar quem tem algum sucesso.

Esta é a consequência bem visível de uma mentalidade de extrema-esquerda, que vê no lucro a fonte de todos os pecados, que reina, infelizmente, entre nós. A origem dessa tragédia – as infiltrações dessa “antiga” extrema-esquerda nas altas instâncias e nas cúpulas do estado e da justiça, e os interesses político-partidários e financeiros de muitas das prestimosas agremiações partidárias de beneméritos do povo – daria pano para muitas mangas. Mas esse é assunto que já não interessa a ninguém…

Anúncios
15 comentários leave one →
  1. lucklucky permalink
    4 Janeiro, 2019 18:55

    “A origem dessa tragédia – as infiltrações dessa “antiga” extrema-esquerda nas altas instâncias e nas cúpulas do estado e da justiça, e os interesses político-partidários e financeiros de muitas das prestimosas agremiações partidárias de beneméritos do povo – daria pano para muitas mangas. ”

    Tudo começa nos Jornais e no Kremlin da 5 de Outubro. São eles que desenham onde fica a Overton Window.

    Liked by 3 people

  2. Vitor permalink
    4 Janeiro, 2019 20:23

    precisamos é da rapida aprovação da delação premiada em Portugal.

    Liked by 2 people

    • Rogerio ALves permalink
      5 Janeiro, 2019 10:55

      precisamos nós, mas não “precisam” eles (os que aprovam). bem pelo contrário.

      Gostar

  3. LTR permalink
    4 Janeiro, 2019 20:25

    Quando ontem vi a Troika das Vacas Voadoras anunciar em plena AR a necessidade de o Estado “requisitar” propriedade privada como se estivessemos em 1975, ainda pensei que o nosso PR tivesse a feliz ideia de dirigir-se hoje ao país numa das suas alocuções ao minuto e à balda, dedicada ao tema do cumprimento da CRP, mas em vez disso ele deu início aos tempos de antena cor-de-rosa Rato com os mais rasgados elogios à figura e à atuação do PM. Isto é o primeiro passo formal de venezuelização do nosso país.

    Liked by 2 people

    • JMS permalink
      4 Janeiro, 2019 22:37

      Sem dúvida. Todos a votar PS, BE e PCP para salvar o país… desta gente!

      Gostar

  4. Pedro permalink
    5 Janeiro, 2019 11:08

    Uau.

    Que festa por estes se terem safado.

    Sempre quero ver se fazem a mesma festa se o Sócrates também se safar.

    Mas entretanto podiam ser coerentes e fazer também uma festarola por o Paulo Pedroso também se ter safado.

    Afinal esse sofreu muito mais.

    Porque roubar é actividade comum entre políticos e empresários, para eles é quase um elogio, enquanto aquilo de que o Pedroso foi falsamente acusado é mais marcante.

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      5 Janeiro, 2019 12:40

      O Pedroso é um artista. No sítio onde as vítimas diziam que ele tinha um sinal as perícias médicas detectaram uma cicatriz consistente com a remoção de um sinal.

      A malta Péiésse sabe-a toda.

      Gostar

  5. 5 Janeiro, 2019 11:41

    Rui A.

    Talvez não tivesse lido há semanas o meu palpite-bitaite colocado no Blas: tudo indica por evidentes indícios, que vai haver uma “compensação”, “troca”, entre o P”S” e este PSD, para salvar com decisões judiciais médios e mega-casos que atingem gente desses partidos e outra que ilegalmente os beneficiaram, sustentaram…
    Não ficarei surpreendido se por exemplo desaparecerem processos, se surgirem (mais) amnésias, decisões “corajosas” rosas, etc., etc.
    Tipo ora toma lá essa absolvição; cala-te com esta absolvição.
    Será transversal em praticamente todas as actividades dos colarinhos-brancos, da banca às empresas, do futebol à justiça… Há que manter a paz sob a bênção do MarceloCarmonaThomaz cada vez mais especialista em colocar areia, fuligem, nos olhos dos tugas.
    Caso Miguel Macedo: sempre tive sensação que estaria inocente. Dos outros envolvidos, não comento. Certo, alguém provocou o caso, com que intenção…

    Liked by 1 person

  6. Velho do Restelo permalink
    5 Janeiro, 2019 11:44

    Curioso, o Jumento tem um post muito semelhante … será que rui a. afinal é o dono do palheiro !
    Nem a medicina é uma ciência exacta, nem a justiça é infalível ! Nem sequer sabemos se houve falha por excesso ou por defeito ! É um facto, não foram condenados. Se o MP falhou, pelo menos desta vez não culpam o juíz . Para outros, quiçá o MP fez o que podia e o juíz armou-se em Ivo …
    Todos os dias a justiça falha lesando algum incauto anónimo cidadão sem poder financeiro para recorrer a advogado sapiente que o safe das garras da justiça malvada. É assim desde que ela existe, mas só quando o alvo tem dignidade de figura pública a coisa é exaltada. Antes do Socas, só me lembro do Melancia. Foi um longo, muito longo sossego para as figuras públicas. Podiam fazer tudo o que lhe desse na real gana, que nem a imprensa (subsidiada) nem o MP dava qualquer atenção a boatos ou denúncias. Excepto o “Diabo” enquanto não foi silenciado.

    Liked by 2 people

  7. 5 Janeiro, 2019 11:44

    E o culpado de tudo isto é o Dr. Costa que deu a mão às Mortaguas e Cª e o povo que dorme sem pensar .
    Uma vergonha!!!

    Liked by 1 person

  8. Pedro permalink
    5 Janeiro, 2019 18:53

    HeHeHe

    Já começaram a censurar comentários.

    Ao fim de dois dias ?

    Demorou muito.

    Da parte de “liberais” 100% a favor da liberdade de expressão é uma enormidade…

    Gostar

  9. maria permalink
    5 Janeiro, 2019 19:02

    MP – Uma instituição feita só para acusar e acusadores sem responsabilidades nos seus erros?. Grandes tachos.

    Gostar

  10. Luis Lavoura permalink
    6 Janeiro, 2019 10:49

    Oh Rui A., mas não era você quem queria que Joana Marques Vidal fosse reconduzida como PGR, e disse que com ela a Justiça tinha passado a acossar os poderosos e patati patatá?
    Então agora tem aqui uma demonstração dos méritos da PGR tão superiormente conduzida pela sua querida Joana. Tome!!!

    Gostar

    • rui a. permalink*
      6 Janeiro, 2019 11:05

      Ó Lavoura, então vc. acha que o MP é a sua Procuradora Geral? Estranho conceito tem vc. do que aquilo é. Vê-se bem que “opina” sobre o que desconhece completamente.

      Liked by 1 person

  11. JPT permalink
    9 Janeiro, 2019 14:18

    “Now for something completely different”: A Assembleia Legislativa (AL) contratou uma juíza de Portugal para desempenhar as funções de assessora, adiantou, hoje, a TDM – Rádio Macau. Maria José Machado inicia as funções esta quarta-feira, dia 9 de janeiro, pelo período de dois anos. Quem é a nova assessora? Maria José da Costa Machado começou a carreira na magistratura há mais de 30 anos, exercendo funções em vários tribunais de competência genérica, principalmente no Algarve, até ser promovida, em 2011, a juíza desembargadora, inicialmente em Coimbra e desde 2012 em Lisboa, para onde foi transferida a seu pedido. Pelo meio foi vogal do Conselho Superior de Magistratura (2004-2007). A magistrada tinha ficado conhecida por ter sido a relatora do acórdão que absolveu a ex-ministra da Educação do Governo de José Sócrates. Uma decisão polémica, que remonta a Dezembro de 2015, que reverteu a pena de prisão de três anos e meio a que havia sido condenada pela alegada prática do crime de prevaricação. Dois anos antes também esteve em foco pela sanção disciplinar que lhe foi aplicada por ter violado a norma que proíbe os magistrados judiciais da prática de actividades político-partidárias de carácter público. Em causa, acções de campanha eleitoral nas autárquicas de 2013 em que garantiu ter participado apenas na qualidade de mulher de Fernando Anastácio, então candidato à Câmara Municipal de Albufeira e actual deputado do PS.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: