Saltar para o conteúdo

O Livre deve achar que somos todos parvos

10 Outubro, 2019

Livre vai pedir tolerância de tempo nas intervenções de Joacine “Consideramos que para haver um tratamento igualitário e igualdade de oportunidades, tem de haver uma tolerância de tempo e tem de ser atribuído o tempo para que a deputada possa expor as suas ideias”, defendeu, em declarações à Lusa, Paulo Muacho, da direção política do partido

Em primeiro lugar o Livre resolveu candidatar uma pessoa gaga. Podia não o ter feito. Foi uma escolha. O parlamento não é um um exame a que se é obrigado a comparecer, uma consulta a que se tem de ir. Só se candidata quem quer.
Em segundo lugar o Livre enganou os eleitores na campanha: tratou o assunto como se fosse óbvio apresentar como candidata a um parlamento uma pessoa com dificuldades de expressão. Porque vem agora o Livre pedir mais tempo no parlamento para Joacine quando nem sequer pediu mais tempo nos debates?
Portanto agora o Livre assume as consequências da sua escolha. E deixa de tentar fazer um grupo parlamentar – tipo Verdes na CDU – à conta da gaguez de Joacine. Aliás a questão de mais ou menos tempo nem sequer faz sentido porque o que acontece é que o discurso tenha ele um minuto ou cinco se torna impossível de ser acompanhado.
Por fim e a avaliar por vários registos gravados de intervenções de Joacine Moreira, dentro de algum tempo, quando se sentir mais à vontade, Joacine deixará de gaguejar.

Anúncios
25 comentários leave one →
  1. 10 Outubro, 2019 19:10

    Haviam de eleger um surdo-mudo, isso é que era o fim da macada.

    Liked by 4 people

  2. 10 Outubro, 2019 19:12

    Que falta de vergonha se a AR aceita isso!!!! Vou já para o PNR que nem o Chega me chega!!!

    Liked by 1 person

  3. Os corruptos que se cuidem permalink
    10 Outubro, 2019 19:19

    Mas que pouca-vergonha!

    Liked by 1 person

  4. 10 Outubro, 2019 19:44

    Aquilo é pior que gaguez. É um defeito muito estranho que até faz barulhos e sair ar em certas sílabas.
    Nunca na vida vi coisa mais esquisita.
    Só mesmo um comuna se podia lembrar de escolher uma pessoa com uma deficiência destas para argumentar ideologia no parlamento.

    E só gagos mentais podem ter votado.

    Liked by 4 people

    • Miguel Santos permalink
      11 Outubro, 2019 00:29

      Quando a ouvi pela primeira vez lembrei-me dos bosquímanes no filme “Os deuses devem estar loucos”, pois davam uns estalos a falar.
      No caso da Joacine nota-se mais quando está enervada. Aliás, é uma coisa que tem em comum com o António Costa: dão estalos quando falam com velhos que os enervam.

      Liked by 3 people

  5. Prova Indirecta permalink
    10 Outubro, 2019 19:51

    Ja estava na altura dos deputados levarem com isto para merecerem o dinheiro que ganham , por mim até deviam dar o triplo do tempo à joaquina para se explicar .

    Ps : pir respeito às minorias , para as de 2023 há que meter um cigano que fale mirandês na bancada parlamentar do Pan

    Liked by 2 people

  6. Velho do Restelo permalink
    10 Outubro, 2019 20:03

    Era de prever que a jogada era para esse lado !
    O momento é propício, o sistema está desnorteado e os oportunistas que doutra forma não chegavam lá, agarram-se a qualquer areia que possa encravar a engrenagem!

    Em criança tive indícios ligeiros de gaguez que felizmente desapareceu. Ao longo da vida conheci alguns, e trabalhei de perto com um colega que em situações de stress gaguejava.
    Mas estou como a Zazie, nunca vi nada semelhante!

    Do pouco que ouvi dela, parece que o problema se manifesta quase sempre nas mesmas palavras (político(a) é uma delas )! Se for esse o caso, é possível que tenha solução.
    Em vez de tentar abandalhar o regulamento da AR, seria mais sensato procurar um especialista!

    Liked by 5 people

  7. JgMenos permalink
    10 Outubro, 2019 20:12

    Que fale a cantar.
    Seguramente os serviços do parlamento podem providenciar acompanhamento à guitarra.

    Liked by 3 people

  8. Galego permalink
    10 Outubro, 2019 20:17

    recomendo ao Livre que peça tb a subvençao vitalicia ao fim de 1 ano (vao parecer 8 para nós) da actividade da deputada e a revisao de todas as politicas de atendimento automatico pelo telefone, tb recomendo às tradutore(a)s, para linguagem gestual do parlamento, que comecem a practicar tai chi.

    Liked by 2 people

  9. 10 Outubro, 2019 20:28

    O PCP, para ter mais tempo de antena, inventou o penduricalho Verdes. O Livre é mais esperto: foi buscar uma gaga.

    Liked by 1 person

  10. Artista português permalink
    10 Outubro, 2019 20:32

    Isto é como os clubes de futebol que pedem mais prolongamento porque a equipa atirou muitas bolas à trave…

    Liked by 1 person

  11. Expatriado permalink
    10 Outubro, 2019 20:52

    Num comentário noutro poste, eu avisei que @s gaj@s talvez pedissem para o cronómetro das intervenções na A.R. andar a 1/4 da velocidade.

    Só não acerto no euromilhões…

    Liked by 1 person

  12. Miguel Neto permalink
    10 Outubro, 2019 23:12

    Costuma-se dizer que cada um é para o que nasce e que cada um tem que carregar a sua cruz.

    O livre deveria saber que o que estava em causa. Trata-se de alguém que em representação de um grupo de portugueses terá que apresentar as suas ideias e pontos de vista na assembleia de representantes dos portugueses. E é paga pelos portugueses para o fazer. E espera-se que ela, assim como todos ou deputados, o faça o melhor e mais eficazmente possível.

    Têm que começar a perceber que a inclusão deve ter limites à luz do bom senso. Ou será que o pessoal do livre acharia por bem que, para haver um tratamento igualitário e igualdade de oportunidades, se contratassem controladores aéreos cegos ou com os problemas da deputada Joacine Katar Moreira? Ou que alguém que tenha tremores devido a um problema neurológico possa ser cirurgião? Ou que se estabeleçam quotas para anões nas equipas de voleibol.

    Lamento sinceramente o problema da deputada Joacine Katar Moreira. Não deve ser fácil viver com ele. Hoje em Portugal deve ser infinitamente pior sofrer desse problema do que ter a cor de pele que tem.

    Não concordo que se dê mais tempo à sra. deputada do livre. Foi uma surpresa até para o Livre? Não estavam à espera de eleger um deputado? Foi estratégia eleitoral?

    Em nome de um tratamento igualitário e da igualdade de oportunidades talvez fosse melhor ela própria dar a oportunidade ao nº 2 da lista.

    Liked by 3 people

    • Cristóvão permalink
      11 Outubro, 2019 09:47

      O Livre sabe perfeitamente o que estava em causa. Sempre soube. Nada disto foi inocente, tudo foi propositado. Para se apresentar como candidata, para ir aos debates, sempre disse que a gaguez não era problema. Agora de repente passa a ser um problema, e quem for contra que se dê mais tempo é racista/fascista/guitarrista/taxista… Isto é premeditado. É o jogo da vitimização, do oprimido contra o opressor. É marxismo cultural.

      Liked by 1 person

      • Miguel Neto permalink
        11 Outubro, 2019 17:09

        É capaz de ter razão. É malta que não olha a meios para atingir os fins

        Liked by 1 person

  13. Miguel Santos permalink
    11 Outubro, 2019 00:25

    Não cortem o pio à mulher quando acabar o tempo.
    Valerá a pena ouvi-la mais uns segundos se ela chamar Antotónio Cocósta ao PM.

    Liked by 4 people

    • Miguel Neto permalink
      11 Outubro, 2019 17:13

      AHAHAHAH

      Cocósta. Às vezes até a malta da esquerda pode acertar em cheio. Foge-lhes a boca para a verdade, normalmente sem querer

      Liked by 2 people

  14. Carlos Guerreiro permalink
    11 Outubro, 2019 08:34

    Foi impressão minha, ou quando foi eleita, e discursou, esqueceu-se de gaguejar.
    De qualquer maneira, quando fala, bem acompanhada, parece Hip-hop!

    Liked by 2 people

  15. Manuel Assis Teixeira permalink
    11 Outubro, 2019 09:22

    O Livre acha que somos todos parvos! Claro que acha! Entrámos no mundo do ridiculo total e a Joacine não é mais que uma Greta crescida! Em vez da doença de Asperger ( não terá?) tem gaguez ( terá ? ) e vai-nos atirar com isso permanentemente! Vamos ter que aguentar estes epifenómenos politicamente correctos durante uma legislatura! Pode ser que numa próxima o bom senso volte ao eleitorado e esta malta que nos quer educar e regular volte la para eixo Bairro Alto / Principe real de onde nunca deviam ter saído! Até lá tentemos rir e sobretudo desmascara-los!

    Liked by 3 people

  16. 11 Outubro, 2019 09:40

    típico das sociedades da solidariedade fazem o comboio todo andar ao ritmo dos coxos . e depois querem ir para a linha da frente com semelhante velocidade 🙂 :

    Liked by 2 people

  17. 11 Outubro, 2019 14:00

    Em nome da igualdade de oportunidades:
    Doentes de parkinson a cirurgiões!
    Invisuais a vigiantes florestais!
    Manetas a empregados de mesa!
    Coxos a estafetas de entregas rápidas!
    etc..etc..etc..

    Liked by 3 people

  18. Perigoso Neoliberal permalink
    12 Outubro, 2019 23:49

    Alguém se lembra do Vítor Gaspar? Era um tipo que falava devagar, devagarinho. Produzia muito menos palavras por minuto nas suas idas ao parlamento do que qualquer deputado lá presente. Não passou pela cabeça de ninguém pedir mais tempo para ele concluir os raciocínios por uma razão simples, não faria sentido. Mesma coisa com a novel deputada. Um conselho em 3 palavrinhas: poder de síntese.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: