Saltar para o conteúdo

Isto aconteceu quando?

23 Outubro, 2019
11 comentários leave one →
  1. Manuel Pereira permalink
    23 Outubro, 2019 10:51

    Continuem com a lei de nacionalidade actual e depois não se queixem !

    Liked by 3 people

  2. 23 Outubro, 2019 11:13

    Na Verdade … parece-me que vamos precisar mais do que uma Revolução, na verdade precisamos de uma limpeza completa!!!

    Liked by 1 person

  3. 23 Outubro, 2019 11:25

    “Vídeo indisponível
    Este vídeo pode já não existir ou não tens permissão para o ver.
    Saber mais”

    Liked by 1 person

    • 23 Outubro, 2019 11:38

      LOL o Mamadou Ba já o tirou! Eu vi o video e era o Mamadou Ba(-se embora) nas escadas da AR com a bandeira da Guiné amarrada às grades anti motim a fazer um discurso racista de ódio contra a bandeira portuguesa que por sinal é maçónica.

      Liked by 4 people

      • Paulo Valente permalink
        23 Outubro, 2019 13:47

        Portanto a bandeira nacional é maçónica…
        Pergunto-me qual será o elemento maçónico na bandeira. Será a cruz azul (agora transformadas em 5 escudetes) de D. Afonso Henriques? Ou serão as armas de Castela presentes na bordadura vermelha das armas de Portugal?

        Não! Espera!
        O símbolo maçónico é a esfera armilar! Claro. Que mais poderia ser?
        Como? A esfera armilar era parte do estandarte pessoal de D. Manuel I? Então de certeza que o D. Manuel I era maçon!!! Que horror!!

        Não concordam? Não é a esfera?
        Ah! São as cores! Pois, o vermelho e o verde. Claro! Maçónicos!! Só pode!!

        Pois… mas os estandartes reais a partir de D, Maria II eram vermelhos.
        Ups!!! Será então que só o verde é que é maçónico?
        Deve ser isso. É o verde que é maçónico. Tão maçónico como a Casa de Bragança, que o usou nos seus estandartes e que com D. Afonso VI é introduzido nas bandeiras do reino.

        Enfim… nem sei o que diga da afirmação de que a bandeira portuguesa é maçónica…

        Gostar

      • 23 Outubro, 2019 17:43

        A cor por si não interessa seu P(alerma) V(ermelho) !!! Não se faça de desentendido é a mistura Verde/Vermelho … o que mais detesto é tentarem fazer-nos de patos … Eu sei do que falo seu aventalinho!

        Gostar

      • Paulo Valente permalink
        23 Outubro, 2019 18:47

        Portanto a bandeira portuguesa é verde e vermelha porque a maçonaria adoptou o vermelho e o verde? Mas presumo que tenha sido apenas a maçonaria portuguesa. E a carbonária portuguesa. Tal como o partido republicano (e a maçonaria e o partido republicano não eram exactamente a mesma coisa). Agora a questão é: porque é que essas organizações portuguesas escolheram o verde e o vermelho?
        E outra questão: porque é que o Estado Novo conservou a bandeira dita maçónica?

        Gostar

      • 23 Outubro, 2019 19:35

        O Salazar, excelente homem e bom politico, não quiz entrar nessa “guerra”, porque isso levaria a ter de se discutir a possibilidade de voltarmos há Monarquia, porque um símbolo leva a outro. Era esse o seu único defeito, temia a entronização de um Rei Legitimo que pudesse perturbar a recuperação do País e os esforços do Governo para recuperar o Páis dos desmandos da 1ª República. Por isso, mais tarde Espanha voltou à Monarquia por morte de Franco e Portugal deu nesta bambuchata de “DEMO”cracia Marxista. No Estado Novo a Maçonaria foi proibida, com a Abrilada foi libertada, infelizmente, até porque a verdadeira razão porque Mário Soares impediu a tomada do poder por Cunhal foi o facto de que Cunhal era, nessa altura, a maior ameaça ao Grão Mestre Marocas & Cª, L.da

        Liked by 1 person

  4. Leunam permalink
    24 Outubro, 2019 17:12

    jorgercramos

    Apreciei o seu comentário por o achar simples de perceber e conciso.
    Posso estar a laborar em erro mas é minha convicção: Portugal tem sido governado, bem ou mal por duas forças que se vão alternando no poder: a Maçonaria e a Opus Dei.

    Liked by 1 person

    • Jornaleca permalink
      24 Outubro, 2019 19:53

      Seria bom, não só usar o termo maçonaria, mas também explicar ao leitor, o que é que eles fazem nas missas deles, a quem eles adoram e beijam o cu, e a quem é que eles rezam, esses criminoso e putas da maçonaria.

      Maçonaria é só uma palavra. Segundo o que eu li, eles procuram a todo o custo manter as portas bem fechadas ao público. Só convidam corruptos que lhes possam ser de vantagem, para alargar o poder deles criminoso.

      Eles adoram uma luz falsa, sem sentido, e foram eles os que construiram o comunismo e o socialismo, salvo erro.

      Os valores dos maçónicos, por eles defendidos, nunca vão funcionar. Existe uma hierarquia tonta e discriminatória. Os que estão no topo mentem aos que estão em baixo (os tais idiotas úteis).

      Talvez, com certeza, o excelente e caro jorgercramos poderá nos dizer algo, sobre isto.

      Para provar, como os maçónicos são mais burros que asnos, aqui o caso, do burro e idiota Immanuel Kant.

      Ele vendeu a mentira aos adeptos dele, a modernidade, que antes dele, ninguém usava a cabecinha sua para pensar.

      O que o bandido Kant fez efectivamente, ele enganou o ser humano, e fez com ele, o que se faz com os cavalos, que trazem ao lado dos olhos umas coisas, para não olhar para o lado. Kant fez tal igual, foi tão mentiroso, corrupto e atrevido, que obrigou os alunos dele, só seguir um único caminho e explicar tudo só de uma maneira, de um modo, que não pode funcionar. Fora do método dele, nada é permitido. O aluno é obrigado a explicar tudo, só de uma maneira. Um crime! O total contrário da inteligência.

      Dito de outra maneira: Kant transformou o ser humano num burro. Porque o juízo engana muitas vezes. A racionalidade prova muito pouco.

      Kant, que se ria do cristão, fez coisa muito pior, que nenhum cristão alguma vez iria fazer. Kant foi e é maçónico. Estava la loja do “Todtenkopf und der Phoenix” (loja da caveira e da fénix).

      A fénix é o símbolo da ressurreição. A coisa mais estúpida que qualquer humano pode fazer e crer. Um asno perfeito. E o outro símbolo: caveira (crânio da morte). O tal culto da morte. Um grande burro, o Kant.

      Foram os maçónicos que lançaram o culto do ambiente, O pretexto para exterminar a maioria da população mundial, que querem baixar para 500 milhões.

      De sete vírgula cinco mil milhões para só 500 milhões. (Georgia Guidestones, 1980, EUA!)

      Estes porcos, querem bater todos os recordes da maldade, os maçónicos.

      Não é, caro jorgercramos?

      E a raízes dos maçónicos são muito mais velhas, e vão até ao templo de Salomão e baseia-se numa intriga e um crime. Dito mais fácil: o fundamento da maçonaria é um crime e a intriga. Quem é que pode só ser o pai do pensamento desses asnos e macacos?

      Gostar

    • 25 Outubro, 2019 18:22

      Leunam, obrigado pelo seu comentário. Sim de facto, desde a Constituição de 1822, é mais ou menos isso. A sua pergunta é um repto muito interessante. Nos últimos 40 anos assistimos à alternância de influência entre vários grupos Maçons bastante antagónicos entre si e vários grupos da Igreja Católica, embora nestes últimos haja pouca conflitualidade visível entre eles, o dominante têm sido não a Opus Dei mas os “Jesuítas”. Vou motivar-me para escrever algo conciso num texto pequeno sobre o assunto. Talvez aqui ou talvez se algum blogger escreva um texto m que o assunto venha a propósito. O Povo nunca teve poder desde a IIª Dinastia e a Aristocracia “dissolveu-se” entre os grupos dominantes.

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: