Saltar para o conteúdo

Portanto o video foi apagado?

23 Outubro, 2019

O video abaixo dava conta de uma manifestação em frente à AR.73223706_141076347278039_2282818651612512256_n

Nela um  homem acusava a bandeira portuguesa de ser símbolo de vários crimes. Apaga-se o video porquê? O senhor é livre de fazer essas declarações e espera que elas cheguem ao povo. E o povo é livre de ver essas e ouvir essas declarações.

13 comentários leave one →
  1. 23 Outubro, 2019 11:37

    Pessoalmente não o consigo ver. Secundo o que acima afirma, cumprimentos

    Liked by 1 person

  2. MJRB permalink
    23 Outubro, 2019 11:47

    Não consigo ver e ouvir esse palerma.
    Se ninguém responder violenta e verbalmente (numa primeira fase, “cordial”) a certas seitas, vai haver garantidamente chatices na sociabilidade de pessoas com esses tarados, vegans, activistas, homo e outros incluídos.

    Liked by 1 person

  3. Daniel Ferreira permalink
    23 Outubro, 2019 12:02

    O Terrorismo, num país q tem (tinha?) uma sociedade totalmente funcional e num dos países mais pacíficos do Mundo.

    Seremos insultados, enxovalhados, criticados, denegridos, coagidos, ameaçados até estarmos 100% palestinizados. Ainda bem q a lei de bases da saúde vai ter pontos para “resolver problemas demográficos”.

    Mas vai estar tudo bem, taxemos as palhinhas, o carbono e os traques das vaquinhas e temos o futuro assegurado!

    Liked by 2 people

  4. Daniel Ferreira permalink
    23 Outubro, 2019 12:30

    “Make no mistakes about it: We intend to keep bashing the dead white males, the living ones, and the females too, until the social construct known as “the white race” is totally destroyed – not “deconstructed”, but destroyed”

    “The key for solving the social problems is to abolish the white race”

    Frases ditas por professores de (((Harvard))), sítio onde os (((reitores))) de cá que se lembram de banir a carne de vaca vão buscar inspiração, mas todos totalmente solidários com aquela latrina do Médio Oriente que é o sinónimo literal de terrorismo e racismo e “guardas de campo” do maior campo de concentração a céu aberto alguma vez registado.

    E cá estão, a “ensinar” às crianças que se devem suicidar para resolver os problemas sociais.

    Não deve haver nada mais frustrante que tentar lutar já sabendo que vão perder, não é sra dª Matos?

    Liked by 1 person

  5. Miguel Santos permalink
    23 Outubro, 2019 12:58

    Errata: onde se lê “o senhor é livre” deve ler-se “o senhor é Livre”.
    Para bom entendedor, uma maiúscula basta…

    Liked by 1 person

  6. Narciso Miranda permalink
    23 Outubro, 2019 14:15

    Pode ter sido apagado na fonte, mas há outras fontes. Uma vez na net para sempre na net

    Gostar

  7. Liberal de Bancada permalink
    23 Outubro, 2019 19:21

    Esta obsessão patológica com um vídeo, se está, se não está, é dificilmente compreensível. Estas argumentações hão de ser colocadas na praça pública. Aí, logo as discutiremos.

    Um dia destes acontece ao contrário. Vem um indivíduo qualquer numa manifestação dizer que todos os não brancos têm de ser expulsos do país (que é o que dizem nas redes sociais os elementos d’O Bom Europeu). E depois o Chega tem que se demarcar?….

    Gostar

  8. Maria permalink
    24 Outubro, 2019 01:05

    Daniel Ferreira, estou plenamente d’acordo consigo, mas permita que lhe pergunte: não deveria o camarada Machado, ainda que vá organizar – e bem – uma manifestação d’apoio aos professores e da resolução dos “problemas graves no ensino”, não deveria ele também e o mais urgentemente possível organizar manifestações, as que fossem necessárias, para restituir a honra, a  soberania e a independência de Portugal? Nós somos governados por comunistas-sionistas traidores à Pátria, os mesmos que introduziram a ‘democracia’ em Portugal para seu gáudio e usufruto e destruição total do País e do Povo.

    E já agora ele, como bom patriota que parece ser, que organize manifestações, as suficientes, para que finalmente seja retirada do articulado da Constituição a clausula obrigatória que estabelece estar Portugal “a caminho do socialismo”. Nós, portugueses, nunca apoiámos o regime comunista soviético, antes pelo contrário tinhamos um pó aos comunistas que nem os podíamos ver pintados, consequentemente jamais quereríamos ser governados por militantes e apoiantes daquela ideologia, felizmente desaparecida há muito.

    O que se passou em Portugal após o golpe de Estado perpetrado em 25/4, foi a subversão completa de todas as regras democráticas, as mesmas que haviam sido cìnicamente anunciadas e prometidas pelos traidores à Pátria. A introdução do novo regime no nosso País, falsamente apregoado como uma democracia parlamentar, foi feita por portas-travessas e à revelia de todo um Povo. Este, polìticamente ingénuo e crente e habituado a ter sido governado durante décadas por políticos íntegros e honestos e que sempre haviam honrado a palavra dada, acreditou piamente nos novos e falsos ‘salvadores da Pátria e libertadores do povo’ e não duvidou por um segundo que tudo quanto eles íam prometendo não seria religiosamente cumprido. Mal sabia esse povo bom e crente que iria ser governados por mentirosos, traidores e criminosos.
    (cont.)
    Maria

    Gostar

    • Maria permalink
      25 Outubro, 2019 16:51

      O que os portugueses se perguntam vezes sem conta é como foi possível uma tragédia de proporções bíblicas ter-se abatido sobre Portugal. Vistas bem as coisas não foi nada difícil para gente sem honra nem patriotismo como foram e são os ‘democratas’ que fingem que nos governam. Meia dúzia de traidores exilados e regressados de rompante ao País após a queda do regime anterior, não perderam tempo e logo no dia seguinte ao dia 25 iniciaram conversações secretas para convencer uns tantos MFA’s, complemente ignorantes sobre política (o próprio Vasco Lourenço o afirmou), mais alguns mìnimamente conhecedores da dita como Melo Antunes, Rosa Coutinho e poucos mais, a que se juntaram outros que de política não percebiam patavina, mas que eram uns oportunistas da mais pura água e que tudo quanto ambicionavam era estatuto social e dinheiro fácil. É claro que após a costumeira lavagem cerebral eles estariam prontos para tudo.

      Caso os novel comunistas aderissem à causa teriam emprego garantido a que se juntariam as benesses e mordomias inerentes. Tudo isto seria feito à boa maneira comunista ou seja: milhares de postos de trabalho iriam estar à sua disposição e para isso se efectivar milhares de funcionários honestos com décadas de serviço prestado em fábricas e empresas seriam postos na rua, assim como iria haver substituição compulsiva de empresários e patrões por comunistas e socialistas que de chefia nada sabiam – é claro que todas as empresas e fábricas cuja produção tinha outrora sido de enorme sucesso, foram sendo encerradas uma após outra uma por péssima gestão dos novos e ignorantes ‘patrões’.

      (Deve referir-se que nesta hecatombe económica estavam incluídos os grandes Bancos que sempre haviam sido bem geridos e dado lucro anual de biliões e que, justamente por isso, eram cobiçados desde há décadas e agora na mira dos ‘grandes democratas’ prontos para lhes lançar os gadanhos).

      Escusado ser dizer que os muitos milhões em caixa de todas essas fábricas e empresas, ocupadas por gente destituída de honestidade, de ética e de honra, foram sendo divididos pelos novos funcionários/comunistas conforme o prometido pelos governantes mafiosos no poder. E eles exultaram. Foram porém avisados que o contrato não escrito entre o poder comunista e os ‘militantes’ de última hora só seria cumprido se todos eles colaborassem com os novos governantes sem tergiversações. E foi exactamente o que sucedeu. Até hoje.
      Maria

      Gostar

  9. Prova Indirecta permalink
    24 Outubro, 2019 12:52

    “Artigo 332.º CRP – Ultraje de símbolos nacionais e regionais
    1 – Quem publicamente, por palavras, gestos ou divulgação de escrito, ou por outro meio de comunicação com o público, ultrajar a República, a Bandeira ou o Hino Nacionais, as armas ou emblemas da soberania portuguesa, ou faltar ao respeito que lhes é devido, é punido com pena de prisão até dois anos ou com pena de multa até 240 dias.”

    Liked by 1 person

  10. Prova Indirecta permalink
    24 Outubro, 2019 12:53

    ( mota , carrasco , como soi dizer-se )

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: